Cultura conhecimento e poder

1.308 visualizações

Publicada em

Cultura, conhecimento, poder

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cultura conhecimento e poder

  1. 1. Cultura,conhecimento e poder.
  2. 2. CULTURA  capacidade de aprender com o meio e transformá-lo;  extraordinária diversidade de formas sociais produzidas pelos seres humanos;  sistema de crenças;  fornece regras de ação social;  proporciona significado às coisas criadas pela humanidade (conhecimento, crenças, arte, moral, costumes, religião, linguagem e produtos materiais);
  3. 3. IDEOLOGIA  as ideias não podem nem devem ser tomadas pelo seu significado manifesto, mas analisadas em termos das forças que estão por trás delas;  responsável pela manutenção e também pela transformação do STATUS QUO;  derivam das percepções sensoriais;  ideia falsa ou ilusão;
  4. 4. EU E O OUTRO...CONVIVÊNCIA  Etnocentrismo: sentimento de superioridade que torna exótico o outro, diferente, estranho;  Alteridade: aceitação do outro enquanto um semelhante-diferente;
  5. 5. O EXÓTICO E O FAMILIAR:  - explora a questão do etnocentrismo ocidental;  - etnografia estática, ou seja, em que o antropólogo parte de seu ponto de vista etnocêntrico para descrever os costumes de um povo sem procurar entender a lógica subjacente a eles;
  6. 6. ETNOGRAFIA - descrição densa de um caso, situação, fenômeno, conflito, ritual, celebração, ou mesmo o cotidiano, por exemplo; - forma de exercitar, através da elaboração de um texto narrativo, as impressões sobre os fenômenos a partir do próprio ponto de vista, reconhecendo que é apenas um ponto de vista entre outros, e que, ademais, não é necessariamente o ponto de vista verdadeiro, tampouco o ponto de vista dos atores sociais que ele porventura descreva;
  7. 7. “DIFERENTE” Antes de ser uma ameaça, transforma-se em algo alternativo, que se soma e acrescenta culturalmente.
  8. 8. IDEOLOGIA NO COTIDIANO...  História e Tradição: pluralidade de vivências;  Conflitos e contradições: sentimentos disfarçados pelo discurso homogêneo e universalizado da sociedade vigente;  Ideologias dominantes desqualificam culturas e saberes diferentes;
  9. 9. POPULAR OU ERUDITA...QUE CULTURA É ESSA?  Relacionada a divisão por classes;  Categorização de acordo com o espaço de produção dos bens culturais;  Erudito: europeu, ocidental, universal ;  Popular: manifestações produzidas pelo povo, genuinamente populares, rurais e urbanas;  O termo subcultura indica que a contracultura só existe como negação, como rejeição dos valores institucionalizados
  10. 10.  “Para Alfredo Bosi, a CULTURA é alguma coisa que se faz, e não apenas um produto que se adquire. É por isso que não tem sentido comparar CULTURA POPULAR com CULTURA ERUDITA. Quando afirmamos que ter CULTURA significa ser superior e não ter CULTURA significa ser inferior, utilizamos a condição de posse de CULTURA como elemento para diferenciação social e imposição de uma superioridade que não existe. Isso é IDEOLOGIA.”

×