Aula 03 argamassa

1.121 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.121
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 03 argamassa

  1. 1. 1 Universidade Federal do CearUniversidade Federal do Cearáá Curso de Engenharia CivilCurso de Engenharia Civil Aula 3: ArgamassaAula 3: Argamassa Prof. Eduardo CabralProf. Eduardo Cabral Definição e Histórico • Piso de 180m2 no sul da Galiléia → entre 7.000a.C. e 9.000a.C. • Laje de 25cm de espessura na Iugoslávia → 5.600a.C. • Vários registros de uso de argamassas pelos egípcios, gregos, etruscos e romanos. • Após o surgimento do cimento → argamassas de cimento • No final do século XIX → argamassas industrializadas
  2. 2. 2 Classificação Classificação
  3. 3. 3 Argamassa de assentamento de alvenaria Principais funções das juntas das argamassas de alvenaria: Argamassa de assentamento de alvenaria
  4. 4. 4 Argamassa de assentamento de alvenaria • Execução Argamassa de assentamento de alvenaria • Execução
  5. 5. 5 Argamassa de assentamento de alvenaria • Execução Argamassa de revestimento • Camadas: – Chapisco – Emboço – Reboco – Camada única – revestimento decorativo monocamada
  6. 6. 6 Argamassa de revestimento Argamassa de revestimento
  7. 7. 7 Argamassa de revestimento Argamassa de revestimento
  8. 8. 8 Argamassa de revestimento Argamassa de revestimento
  9. 9. 9 Argamassa de revestimento Argamassa de revestimento
  10. 10. 10 Argamassa de revestimento • Execução Argamassa de revestimento • Execução
  11. 11. 11 Argamassa de revestimento • Requisitos mecânicos – NBR 13749 Principais requisitos e propriedades das argamassas
  12. 12. 12 Principais requisitos e propriedades das argamassas Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa
  13. 13. 13 Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade
  14. 14. 14 Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade
  15. 15. 15 Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade
  16. 16. 16 Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Consistência e plasticidade
  17. 17. 17 Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Retenção de água Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Retenção de água
  18. 18. 18 Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Densidade de massa Trabalhabilidade e aspectos reológicos das argamassa • Densidade de massa
  19. 19. 19 Retração • É o resultado de um mecanismo complexo, associado com a variação de volume da pasta aglomerante e apresenta papel fundamental no desempenho das argamassas aplicadas, especialmente quanto à estanqueidade e à durabilidade. • A pasta, sobretudo se possui alta relação água/aglomerante, retrai ao perder a água em excesso de sua composição. Parte dessa retração é consequência das reações químicas de hidratação do cimento, mas a parcela principal é devida à secagem. • A retração inicia no estado fresco e prossegue após o endurecimento do material. Se a secagem é lenta, a argamassa tem tempo suficiente para atingir uma resistência a tração necessária para suportar as tensões internas que surgem. Mas quando o clima é quente, seco e com ventos, a perda de água acelera e gera fissuras. • A areia presente na argamassa atua como um esqueleto sólido e evita parte das variações volumétricas por secagem e o risco da fissuração. Retração
  20. 20. 20 Retração Aderência • O termo aderência é usado para descrever a resistência e a extensão do contato entre a argamassa e uma base. Não se pode falar em aderência de uma argamassa sem especificar em que material ela está aplicada, pois a aderência é uma propriedade que depende da interação de dois materiais. • A aderência deriva da conjunção de 3 propriedades da interface argamassa- substrato: • a resistência de aderência à tração; • a resistência de aderência ao cisalhamento; • a extensão de aderência (área de contato efetivo/área total possível de ser unida).
  21. 21. 21 Aderência • É um fenômeno essencialmente mecânico, devido, basicamente à penetração da pasta aglomerante ou da própria argamassa nos poros ou entre as rugosidades da base de aplicação. Aderência
  22. 22. 22 Aderência • Influência dos materiais constituintes das argamassas • Finura do cimento • Uso da cal • Proporcionamento dos materiais Aderência • Medida da resistência de aderência (NBR 13528/95)
  23. 23. 23 Aderência • Medida da resistência de aderência (NBR 13528/95) Aderência • Medida da resistência de aderência (NBR 13528/95)

×