Slides quimica forense

4.032 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.032
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
134
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides quimica forense

  1. 1. O TERMO FORENSE REFERE-SE A FUNÇÕES DE FORO JURÍDICO DE INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS.
  2. 2. -Denomina–se QUÍMICA FORENSE o ramo da Química que se ocupa da investigação forense no campo da química especializada, a fim de atender aspectos de interesse judiciário. -Tal ramo da Química atende basicamente as áreas de estudos da Criminalística e da Medicina Forense.
  3. 3. - Utiliza-se em geral de métodos analíticos, os material biológico coletado pelo médico legista, as drogas apreendidas pela polícia, os resíduos extraídos da “cena do crime” e até a extração de DNA são elementos que compõem o trabalho do perito.
  4. 4. - As principais áreas da química envolvidas nas análises são; - Química Analítica desenvolve análises para identificação da presença ou ausência de compostos químico na cena do crime. - Química Orgânica refere-se a análises como identificação de compostos biológicos.
  5. 5.  CROMATOGRAFIA; Registro de cor  ESPECTROSCOPIA; Estudo da Interação da luz (radiação) com a matéria.  ESPECTROSCOPIA DE MASSA; É um método para identificar as diferentes moléculas que compõem uma substância.  CALORIMETRIA; É a ciência que estuda o calor em forma de energia em trânsito.
  6. 6. PAPILOSCOPIA; É a ciência que estuda a identificação humana através das papilas dérmicas existentes nas palmas das mãos e nas solas dos pés, mais conhecida pelo estudo das Impressões Digitais. TERMOGRAVIMETRIA; É uma técnica na que monitora a variação da massa de uma amostra em função da temperatura ou do tempo em um ambiente de temperatura e atmosfera controladas.
  7. 7.  Substâncias utilizadas em um envenenamento  As impressões digitais  Manchas Orgânicas como sangue, esperma, fezes e vômito.  Manchas Inorgânicas como lama, tinta, ferrugem, pólvora e extração de DNA.  Analisar evidências como fios de cabelo, peças de vestuário, poeiras e cinzas em locais de crime.
  8. 8.  É um composto em pó feito de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio. Os criminalistas misturam o pó de luminol com um líquido contendo peróxido de hidrogênio (H2O2), um hidróxido (OH-) e outros produtos químicos e despejam o liquido em um borrifador.
  9. 9.  O peróxido de hidrogênio e o luminol são os principais agentes da reação química, mas, para que produzam um brilho forte, precisam de um catalisador .  A mistura detecta a presença desse catalisador, no caso o ferro contido na hemoglobina.  Para executar um teste com luminol, os criminalistas pulverizam a mistura em qualquer lugar onde possa haver sangue.
  10. 10. Produz vestígios de disparo, os quais são expelidos pela expansão gasosa oriunda da combustão da carga explosiva presente nos cartuchos que compõem a munição dessas armas.
  11. 11. Durante um disparo, gases são expelidos também para a região posterior da arma, depositando resíduos na mão do atirador.
  12. 12. A análise química de chumbo consiste na coleta prévia de amostra das mãos do suspeito, mediante aplicação de tiras de fita adesiva do tipo esparadrapo nas mesmas e subseqüente imobilização dessas tiras em superfície de papel de filtro.
  13. 13. No exame residuográfico, após fixação em tiras de papel, vestígios de chumbo na mão do atirador podem ser revelados com solução ácida de rodizonato de sódio.
  14. 14. DNA ou ADN em português, é a sigla para ácido desoxirribonucléico, que é um composto orgânico cujas moléculas contêm as instruções genéticas que coordenam o desenvolvimento e funcionamento de todos os seres vivos e de alguns vírus.
  15. 15.  O DNA se encontra no núcleo das células de um organismo, no interior dos cromossomos.  O principal papel do DNA é armazenar as informações necessárias para a construção das proteínas e RNA.
  16. 16.  O Teste de DNA é para a justiça como telescópio para as estrelas.  Não é uma lição de bioquímica, não uma exibição das maravilhas reveladas por uma lente, mas um modo de ver as coisas como elas realmente são.”  (Barry Scheck e Peter Neufeld, Actual Innocence1
  17. 17.  Pioneiro na execução de exames oficiais no país, o Instituto de Criminalística do Paraná recebe materiais biológicos de todas as regiões do Estado além de solicitações de outros estados.  Por ser uma instituição voltada para a esfera forense, executa seus exames rigorosamente dentro do âmbito oficial,
  18. 18. Quando houver solicitação das Autoridades;  Policial, Ministério Público ou Poder Judiciário, e por tanto, dispõe de três Peritos Criminais especialistas em biologia molecular para proceder as análises solicitadas.
  19. 19. - Violência sexual - Cadáveres carbonizados ou em decomposição - Corpos mutilados - Peças ósseas e órgãos humanos - Investigação de paternidade
  20. 20. Produção de perfis de material genético recuperado a partir de evidências de natureza biológica presentes em suportes diversos encontrados em locais de crimes (manchas de sangue, manchas de esperma, manchas de saliva, pêlos e outros)
  21. 21. O químico forense trabalha dentro do laboratório, analisando amostras colhidas por outros investigadores, e também nos locais de crimes e ocorrências.  Uma de suas tarefas principais é fazer análises especializadas para identificar materiais e conhecer a natureza de cada prova relacionada a um crime.
  22. 22.  Por lidar com grande variedade de provas e amostras, o químico forense deve ter conhecimentos sólidos de todas as áreas da química, principalmente de química orgânica e bioquímica, já que terá, com freqüência , de analisar fluidos de origem biológica.  Ele também precisa ter conhecimentos suficientes para decidir que tipo de análise será feita com o material disponível e quando é necessário buscar provas ou amostras adicionais. Por tudo isso, precisa manter-se permanentemente atualizado.
  23. 23.  Apesar de as investigações criminais serem o aspecto mais conhecido da química forense, ela não se limita a ocorrências policiais.  O químico forense também pode dar seu parecer em decisões de natureza judicial, atuar em questões trabalhistas, como determinar se uma atividade é perigosa ou insalubre, detectar adulterações em combustíveis e bebidas, uso de drogas ilícitas, fazer perícias em alimentos e medicamentos e investigar o doping esportivo.
  24. 24.  Este trabalho descreve que a Química Forense é um ramo muito respeitada, bastante pesquisada, de grande importância e que vem ganhando o seu lugar na Ciência Forense.  Concluímos que o Químico exerce um papel fundamental nas elucidações de crimes, no desenvolvimento de novas tecnologias com a finalidade de desvendar os fatos da carência e necessidade destes profissionais no desenvolvimento da Química Forense.
  25. 25. Conclusão Este trabalho descreve que a química Forense é um ramo muito respeitada, bastante pesquisada, de grande importância e que vem ganhando o seu lugar na ciência Forense. Concluímos que o Químico exerce um papel fundamental nas elucidações de crimes, no desenvolvimento de novas tecnologias com a finalidade de desvendar os fatos e da carência e necessidade destes profissionais no desenvolvimento da Química Forense. Dentre os vários segmentos de técnicas utilizadas pela Química Forense foram escolhidos para serem abordados neste trabalho á balística, a impressão digital e as manchas de sangue.
  26. 26.  www.oocities.org/vienna/choir/9201/espectrometria.htm  http://qnint.sbq.org.br/qni/visualizarTema.php?idTema=9 http://www.crq4.org.br/qv_forense http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/luminol/luminol.php  http://unifia.edu.br/revista_eletronica/revistas/gestao_foco/artigo s/ano2011/qui_forense.pdf  http://www.ic.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php? conteudo=7

×