Formação continuada de professores em exercício

1.269 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
155
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação continuada de professores em exercício

  1. 1. PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
  2. 2. “Como professor não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância se não supero permanentemente a minha. Não posso ensinar o que não sei.” (FREIRE, 1999, p. 107)
  3. 3. Objetivo Propor novas metodologias e colocar os profissionais a par das discussões teóricas atuais, com a intenção de contribuir para as mudanças que se fazem necessárias para a melhoria da ação pedagógica na escola e consequententemente na educação.
  4. 4. Começando por indagar aComeçando por indagar a prática....prática....
  5. 5. Abordagem contextualAbordagem contextual Mudanças Mudanças NovosNovos paradigmasparadigmas AvançoAvanço tecnológicotecnológico NovasNovas descobertasdescobertas científicascientíficas Evolução dosEvolução dos meios demeios de comunicaçãocomunicação
  6. 6. Indagações de um contexto emIndagações de um contexto em perspectivasperspectivas PERGUNTAS
  7. 7. TÍTULO VI Dos Profissionais da Educação • Art. 61. A formação de profissionais da educação, de modo a atender aos objetivos dos diferentes níveis e modalidades de ensino e às características de cada fase do desenvolvimento do educando, terá como fundamentos: I - a associação entre teorias e práticas, inclusive mediante a capacitação em serviço; II - aproveitamento da formação e experiências anteriores em instituições de ensino e outras atividades. O que diz a Carta Magna daO que diz a Carta Magna da Educação?Educação?
  8. 8. Adianta formação paraAdianta formação para continuar assim?continuar assim?
  9. 9. “Se uma pessoa ensina durante trinta anos, ela não faz simplesmente alguma coisa, ela faz também alguma coisa de si mesma: sua identidade carrega as marcas de sua própria atividade, e uma boa parte de sua existência é caracterizada por sua atuação profissional”. (TARDIF; RAYMOND, 2000, p. 210)
  10. 10. formar-se continuamentformar-se continuament
  11. 11. Assim, a formação em serviço requer um clima de real colaboração entre o docente e o programa de formação oferecido. “Quem não se dispõe a mudar não transforma a prática.” (IMBERNÓN) A formação continuada é um processo dinâmico, por meio do qual, ao longo do tempo, um profissional vai adequando sua formação às exigências de sua atividade profissional.
  12. 12. Não existe prática sem teoria, como também não existe teoria que não tenha nascido de uma prática. Porque o importante é que a reflexão seja um instrumento dinamizador entre prática e teoria. Porém não basta pensar, refletir, o crucial é fazer com que a reflexão nos conduza à ação transformadora, que comprometa-nos com nossos desejos, nossas opções, nossa história. (FREIRE, 1996)
  13. 13. FORMAÇÃOFORMAÇÃO INICIALINICIAL
  14. 14. • FORMAÇÃO CONTINUADA: extensão e complementação da formação inicial, ao longo da vida profissional do docente, muitas vezes dissociada de sua prática, posto que o profissional se percebe e se coloca como depositário do saber (formação inicial). Baseada no saber antes do fazer, orientada pela racionalidade técnica, tem como preocupação primordial a aquisição de competências escolares que habilitam os professores ao exercício da profissão. Parte da teoria para a ação. Formação continuada &Formação continuada & Formação continuada em exercícioFormação continuada em exercício
  15. 15. • FORMAÇÃO CONTINUADA EM SERVIÇO: Diz respeito à valorização da prática docente como a única possibilidade de êxito do professor aplicar criativamente a racionalidade técnica obtida no processo de aquisição de competências escolares. Os professores constituem-se em sujeitos do próprio processo de conhecimento. Parte da ação para a teoria. Formação continuada &Formação continuada & Formação continuada em exercícioFormação continuada em exercício
  16. 16. Referências FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, 1996. IMBERNÓN, Francisco. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010. PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. Artmed, 2000. TARDIF, Maurice; RAYMOND, Danielle. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Educação & Sociedade, ano XXI, no 73, Dezembro/2000. p. 209-244.

×