TRABALHO DIRIGIDO FÍSICA 2                           Professor (a)        Ano                Ensino        Turno          ...
a) 5     b) 30     c) 45      d) 60Q = m.Lf ՜ 30 = 1.Lf ՜ Lf = 30 cal/g.06. (UECE) Em um calorímetro, mistura-se um corpo ...
Durante a Conferência Rio-92, robusteceu se a consciência de que é preciso encontrar substitutos mais limpos              ...
I. No sólido: QS = m.cS.∆θL ՜ 50 = 5.cS.40 ՜ cS = 50/200 = 1/4 cal/g.0C.II. No Líquido: QL = m.cL.∆θL ՜ 100 = 5.cL.60 ՜ cL...
Q1 = m.c.∆θ = 0,5.4190.(100 – 30) = 146,65 Kj e Q2 = m.L = 0,5.2256 = 1128 kJ, logo QTOTAL = 146,65 +1128 = 1274,65 kJ.20....
a) 0,55   b) 0,75   c) 0,65   d) 0,85P = Q/∆t ՜ 150 = Q/10 ՜ Q = 1500 cal.Q = m.c.∆θ ՜ 1500 = 100.c.20 ՜ c = 1500/2000 = 0...
Q = m.c.∆θ400 = 50 · cS · (40 – 0)cS = 0,20 cal/g.°C.b) o calor latente de fusão;Na fusão (patamar):Q=mL500 – 400 = 50 · L...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Td de calorimetria

6.838 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.838
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
84
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Td de calorimetria

  1. 1. TRABALHO DIRIGIDO FÍSICA 2 Professor (a) Ano Ensino Turno Data Sergio Wagner 20 Médio Manhã 100% de aprovação Aluno (a) Nº para a vida.01. (UECE) A temperatura de 0,15 kg, de um líquido cujo calor específico é 0,50 cal/g.0C, elevou-se de – 200Caté 400C. A quantidade de calor recebida pelo corpo foi de:a) 4,5.103 cal b) 4,0.103 cal c) 1,5.103 cal d) 1,0.103 calm = 0,15 kg = 150 g.Q = m.c.∆θ = 150.0,5.[40 – (-20)] = 75.60 = 4500 cal = 4,5.103 cal.02. (UECE) Geraldo, velho admirador de Sócrates, filosofia: “ Verifico que, fornecendo calor a um corpo, suatemperatura se eleva; logo, o fornecimento de calor a coros sempre implicará em aumento de sua temperatura “.a) a verificação de Geraldo pode ser correta, mas sua generalização é falsa.b) a verificação e a generalização são ambas corretas.c) a verificação e a generalização só serão corretas para corpos de boa condutividade térmica.d) a verificação pode ser correta, mas a generalização só será válida para corpos de alto calor específico.O calor pode ser recebido (∆θ > 0) ou liberado (∆θ < 0).03. (UECE) Associe a primeira coluna com a segunda: COLUNA1 COLUNA 2I. irradiação ( ) não depende do meio materialII. convecção calorífica ( ) ocorre mais facilmente nos sólidos que nos gasesIII. condução térmica ( ) implica transporte de matériaA sequência correta, de cima para baixo, é:a) I, II, III b) I, III, II c) II, I, III d) II, III, INa condução ocorre somente nos sólidos; na convecção, ocorre nos fluídos (líquidos e gases) com transporte dematéria (massas de ar); e na irradiação, é a única que ocorre no vácuo, através de ondas eletromagnéticas, sendoque estas, não precisam de um meio material para se propagar.04. (UECE) Cedem-se 684 cal a 200 g de ferro que estão a uma temperatura de 100C. Sabendo-se que o calorespecífico do ferro vale 0,114 cal/0C, concluímos que a temperatura final do ferro será:a) 100C b) 200C c) 300C d) 400CQ = m.c.∆θ ՜ 684 = 200.0,114.∆θ ՜ ∆θ = 684/22,8 = 300C.∆θ = θ – θ0 ՜ 30 = θ – 10 ՜ θ = 30 + 10 = 400C.05. (UECE) O gráfico abaixo indica a variação da temperatura de 1,0 g de uma substância em função daquantidade de calor que lhe é fornecido. A substância está primitivamente no estado sólido. O calor de fusão dasubstância é, em cal/g:
  2. 2. a) 5 b) 30 c) 45 d) 60Q = m.Lf ՜ 30 = 1.Lf ՜ Lf = 30 cal/g.06. (UECE) Em um calorímetro, mistura-se um corpo A, de massa 200 g, de calor específico 0,2 cal/g.0C e a600C, com outro corpo B, de massa 100 g, calor específico 0,1 cal/g.0C e a 100C. A temperatura final deequilíbrio térmico, é:a) 500C b) 400C c) 300C d) 200CQA + QB = 0 ՜ mA.cA.(T – 60) + mB.cB.(T – 10) = 0 ՜ 200.0,2.(T – 60) + 100.0,1.(T – 10) = 0 ՜ 40.(T – 60)+ 10.(T – 10) = 0 ՜ 40T – 2400 + 10T – 100 = 0 ՜ T = 2500/50 = 500C.07. (UECE) Se um material A tem calor específico superior o de um material B, podemos assegurar que:a) A conduz melhor calor que B.b) B conduz melhor calor que A.c) A perde calor mais facilmente que B.d) B perde calor mais facilmente que A.08. (UECE) A capacidade térmica de uma caneca de alumínio é 16 cal/0C. Sabendo-se que o calor específico doalumínio é 0,2 cal/g.0C, pode-s afirmar que a massa dessa caneca, em gramas, é:a) 3,2 b) 32 c) 80 d) 160C = m.c ՜ 16 = 0,2.m ՜ m = 16/0,2 = 80 g.09. (UECE) Um calorímetro, cujo equivalente em água é igual a 35 g, contém 115 g de água à temperatura de200C. Colocam-se, então, no calorímetro, mais 300 g de água à temperatura de 500C. A temperatura deequilíbrio térmico é:a) 400C b) 500C c) 350C d) 200CQA + QB = 0 ՜ mA.cA.(T – 60) + mB.cB.(T – 10) = 0 ՜ (35 + 115).1.(T – 20) + 100.1.(T – 50) = 0 ՜ 150.(T –20) + 300.(T – 50) = 0 ՜ 150T – 3000 + 300T – 15000 = 0 ՜ T = 18000/450 = 400C.10. (UECE) O aumento da quantidade de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, motivado pela queima dopetróleo e derivados (óleo diesel e gasolina), carvão e lenha, nas usinas termoelétricas, na indústria, noscaminhões e automóveis, torna a atmosfera opaca à radiação térmica que tenta sair para o espaço, devolvendo-oà Terra: é o efeito estufa.
  3. 3. Durante a Conferência Rio-92, robusteceu se a consciência de que é preciso encontrar substitutos mais limpos 92, robusteceu-separa esses combustíveis, como por exemplo a energia solar. O esquema abaixo ilustra um sistema deaquecimento de água por energia solar: uma placa metálica P, pintada de preto, serve de apoio a um tubometálico T, recurvado em forma de serpentina; um depósito de água R é conectado à serpentina por meio decondutos de borracha S. A água passa pela serpentina exposta ao sol e vai para o recipiente R onde é solarmazenada. O aquecimento da água contida no depósito R, pela absorção de energia solar, é devidobasicamente aos seguintes fenômenos, pela ordem:a) condução, irradiação, convecção.b) irradiação, convecção, condução.c) convecção, condução, irradiação.d) irradiação, condução, convecção.11. (UECE) Quando há diferença de temperatura entre dois pontos, o calor pode fluir por condução, convecçãoou radiação, do ponto de temperatura mais alta para o de temperatura mais baixa. O “ transporte “ de calor se dá baixa.junto com o transporte de matéria no caso da:a) condução somente.b) radiação somente.c) convecção somente.d) radiação e convecção.12. (UECE) Mistura-se água fria,`a temperatura de 200C, com água quente a 800C, obtendo-se 1 kg de água a se400C. A massa de água fria misturada é, em, kg:a) 2/3 b) 1/3 c) 1/2 d) 1/4mF + mQ = 1 kg mQ = 1– mF.QF + QQ = 0 mF.cF.(40 – 20) + mQ.cQ.(40 – 80) = 0 mF.1.20 + (1– mF).1.(– 40) = 0 20mF – 40 + 40mF= 0 mF = 40/60 = 2/3 kg.13. (UECE) O gráfico fornece a variação de temperatura de uma substância, inicialmente no estado sólido, emfunção da quantidade de calor que ela recebe. A massa da substância vale 5 gramas. A razão do calor específicoda substância no estado sólido pelo seu calor específico no estado líquido é:a) 1/4 b) 1/3 c) 2/3 d) 3/4
  4. 4. I. No sólido: QS = m.cS.∆θL ՜ 50 = 5.cS.40 ՜ cS = 50/200 = 1/4 cal/g.0C.II. No Líquido: QL = m.cL.∆θL ՜ 100 = 5.cL.60 ՜ cL = 100/300 = 1/3 cal/g.0C.III. cS/cL = (1/4)/(1/3) = 3/4.14. (UECE) O chamado “ efeito estufa “, devido ao excesso de gás carbônico presente na atmosfera, provocadopelos poluentes, faz aumentar a temperatura por que:a) A atmosfera é transparente à energia radiante do sol e opaca às ondas de calor.b) A atmosfera é opaca à energia radiante do sol e transparente para as ondas de calor.c) A atmosfera é transparente tanto para a energia radiante do sol como para as ondas de calor.d) A atmosfera funciona como um meio refletor para a energia radiante e como meio absorvente para a energiatérmica.15. (UECE) O uso de chaminés para escape de gases quentes oriundos de combustão é uma aplicação doprocesso térmico de:a) irradiação b) condução c) dilatação d) convecção16. (UECE) A capacidade térmica de uma amostra de água é 5 vezes maior que a de um bloco de ferro. Aamostra de água se encontra a 20ºC e a do bloco, a 50ºC. Colocando-os num recipiente termicamente isolado ede capacidade térmica desprezível, a temperatura final de equilíbrio é:a) 250C b) 300C c) 350C d) 400CSabendo que C = m.c, CA = 5.CB = 5.mB.cB.QA + QB = 0 ՜ mA.cA.(T – 60) + mB.cB.(T – 10) = 0 ՜ CA.(T – 20) + CB.(T – 50) = 0 ՜ 5.CB.(T – 20) +CB.(T – 50) = 0 ՜ (dividindo os dois termos por CB) temos: 5.(T – 20) + 1.(T – 50) = 0 ՜ 5T – 100 + T – 50 =0 ՜ T = 150/6 = 250C.17. (UECE) O calor se propaga por convecção no(na):a) água b) vácuo c) chumbo d) vidro18. (UECE) Considere um sistema constituído de dois volumes de água, um de 400 litros à temperatura de 20ºCe o outro de 100 litros à 70ºC. Sabendo-se que o sistema está isolado da vizinhança, a temperatura de equilíbrioé, em graus centígrados, igual a:a) 20 b) 30 c) 45 d) 60QA + QB = 0 ՜ mA.cA.(T – 60) + mB.cB.(T – 10) = 0 ՜ 400.1.(T – 20) + 100.1.(T – 70) = 0 ՜ 400.(T – 20) +100.(T – 10) = 0 ՜ 400T – 8000 + 100T – 7000 = 0 ՜ T = 15000/500 = 300C.19. (UECE) Considerando que os calores específico e latente de vaporização da água são respectivamente c =4190 J/kg.K e L = 2256 kJ/kg, a energia mínima necessária para vaporizar 0,5 kg de água que se encontra a30oC, em kJ, é aproximadamente:a) 645 b) 1275 c) 1940 d) 3820
  5. 5. Q1 = m.c.∆θ = 0,5.4190.(100 – 30) = 146,65 Kj e Q2 = m.L = 0,5.2256 = 1128 kJ, logo QTOTAL = 146,65 +1128 = 1274,65 kJ.20. (UECE) Um corpo de massa 400 g é aquecido através de fonte térmica de potência 500 cal/min. constante.A temperatura do corpo, em função do tempo, aumenta segundo o gráfico abaixo:O calor específico do material de que é feito o corpo é:a) 0,615 cal/g.oC b) 0,715 cal/g.oC c) 0,625 cal/g.oC d) 0,725 cal/g.oCP = Q/∆t ՜ 500 = Q/10 ՜ Q = 5000 cal.Q = m.c.∆θ ՜ 5000 = 400.c.20 ՜ c = 5000/8000 = 0,625 cal/g.oC.21. Ográfico a seguir indica esquematicamente o diagrama da pressão (p) exercida sobre uma substância emfunção de sua temperatura (θ ):Quais as correspondentes fases do estado de agregação das partículas dessa substância, indicadas pelas regiõesassinaladas na figura?Região I – Sólido; Região II – Líquido; Região III – Vapor; e Região IV – Gás;22. (UECE) O gráfico representa a variação da temperatura de um corpo sólido em função do tempo, ao seraquecido por uma fonte que libera energia a uma potência constante de 150 cal/min. Sendo a massa do corpoigual a 100 g, o seu calor específico, em cal/gºC, é:
  6. 6. a) 0,55 b) 0,75 c) 0,65 d) 0,85P = Q/∆t ՜ 150 = Q/10 ՜ Q = 1500 cal.Q = m.c.∆θ ՜ 1500 = 100.c.20 ՜ c = 1500/2000 = 0,75 cal/g.oC.23. O diagrama de estado de uma substância é esquematizado abaixo:Identifique o que representa cada letra no diagrama:A – estado sólido; B – estado líquido; C – estado gasoso (vapor); D – estado gasoso (gás); K – temperaturacrítica ou ponto crítico; e Z – ponto triplo.24. Um corpo de massa 50 g, inicialmente no estado sólido, recebe calor de acordo com a representação gráficaa seguir, passando para o estado líquido:No gráfico, Q representa a quantidade de calor recebida pelo corpo e T, sua temperatura na escala Celsius.Calcule:a) o calor específico do estado líquido;No estado sólido:
  7. 7. Q = m.c.∆θ400 = 50 · cS · (40 – 0)cS = 0,20 cal/g.°C.b) o calor latente de fusão;Na fusão (patamar):Q=mL500 – 400 = 50 · LFLF = 2,0 cal/g.c) o calor específico do estado gasoso;No estado líquido:Q = m.c.∆θ600 – 500 = 50.cL.(80 – 40)cL = 0,05 cal/g °C25. (Efoa-MG) O gráfico ao lado representa o resultado do monitoramento da temperatura de um metal como MG)função do tempo durante o processo termodinâmico.Analisando o gráfico, é CORRETO afirmar que:a) o metal sofreu apenas a mudança da fase líquida para a sólida.b) o metal sofreu apenas a mudança da fase vapor para a líquida.c) ao final do processo o metal encontra na fase sólida. encontra-sed) ao final do processo o metal encontra na fase líquida. encontra-see) ao final do processo o metal encontra na fase vapor. encontra-seDurante todo o processo, a temperatura diminui e há dois patamares em que a temperatura semantém constante durante certo tempo, indicando então mudança de estado. Assim, o metal começano estado gasoso, resfria-se até mudar para o estado líquido, resfria se novamente e muda para o se resfria-seestado sólido e ainda se resfria mais um pouco.“O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário [ Albert Einstein ] O dicionário”.

×