Curso de Capacitação Técnico-Pedagógica para             Evangelizadores EspíritasO Evangelizador eseu compromisso      co...
“ ... A Educação verdadeira    é sempre um ato de amor.A relação entre amor e Educação   é intrínseca, indissociável.”
Minha tarefa aqui é  de incentivar a   reflexão sobrealguns conceitos e aspectos ligados à nobre tarefa de   Evangelização...
Comprometimento     Qualificação          Motivação
ComprometimentoUma importante pesquisa nos USA, revelou que:    • menos de 25% dos funcionários disseram         ter dado ...
ComprometimentoE nós, como estamos desenvolvendo  nosso trabalho na Casa Espírita ?
QualificaçãoQuais seriam as condições    essenciais para que       alguém possa desempenhar a tarefa da  Evangelização Esp...
Humanizar “ Deveremos qualificar-nos, esforçar-nos,para adquirir a consciência espírita, e claro,  procurar melhorar as qu...
Condições mínimas para que alguém possadesempenhar a tarefa de evangelização, segundo             Joanna de Ângelis ... “ ...
Qualificação do Evangelizador na visão de:Bezerra de Menezes: “(Os evangelizadores) devembuscar, continuamente, a atualiza...
Qualificação do Evangelizador na visão de:Guillon Ribeiro: “Que jamais se descuidem doaprimoramento pedagógico, ampliando,...
Qualificação do Evangelizador na visão de:Guillon Ribeiro: “Que não estacionem nas experiênciasalcançadas, mas que aspirem...
Qualificação do Evangelizador na visão de:Guillon Ribeiro : “É bom que se diga, o evangelizadorconsciente de si mesmo jama...
Motivação   “ Conjunto de fatorespsicológicos (conscientes     ou inconscientes)   de ordem fisiológica,  intelectual ou a...
Motivação  “ é algo interno, que     nasce do prazer     antecipado que    se espera ter em  relação a alguém, a      uma ...
MOTIVAR É POSSÍVEL ?“ Não obstante a motivação sejauma decisão unilateral, isto é, a   pessoa só se automotiva se  quiser,...
O elemento motivacional mais importante,   se não o único, é o voluntário sentir       prazer naquilo que executa.  Trabal...
Ao doarem sua energia e sua generosidade, os  voluntários estão respondendo a um impulsohumano básico: o desejo de ajudar,...
Reflexões Finais     A Educação Espírita é o   processo de orientação das novas gerações de acordo coma visão nova que o E...
Reflexões FinaisA Educação Cristã reformou o mundo, mas os homens acomplicaram e deturparam. A consciência do pecado pesou...
Reflexões FinaisA evangelização que é feita na maioria dos centros espíritas, no Brasilafora, segue o modelo católico de c...
Curso de Capacitação Técnico-Pedagógica para             Evangelizadores EspíritasO Evangelizador eseu compromisso      co...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra fabiano curso capacitação técnico pedagógica para evangelizadores

7.630 visualizações

Publicada em

Material utilizado por Fabiano Santos no curso de capacitação para evangelizadores.

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.630
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.690
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
164
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra fabiano curso capacitação técnico pedagógica para evangelizadores

  1. 1. Curso de Capacitação Técnico-Pedagógica para Evangelizadores EspíritasO Evangelizador eseu compromisso com a Evangelização Espírita Fabiano Santos fevº 2011
  2. 2. “ ... A Educação verdadeira é sempre um ato de amor.A relação entre amor e Educação é intrínseca, indissociável.”
  3. 3. Minha tarefa aqui é de incentivar a reflexão sobrealguns conceitos e aspectos ligados à nobre tarefa de Evangelização Espírita.
  4. 4. Comprometimento Qualificação Motivação
  5. 5. ComprometimentoUma importante pesquisa nos USA, revelou que: • menos de 25% dos funcionários disseram ter dado sempre o melhor de si; • 50% disseram fazer apenas o mínimo necessário para manter seus empregos; • 75% dos funcionários admitiram poder ser muito mais eficientes.
  6. 6. ComprometimentoE nós, como estamos desenvolvendo nosso trabalho na Casa Espírita ?
  7. 7. QualificaçãoQuais seriam as condições essenciais para que alguém possa desempenhar a tarefa da Evangelização Espírita?
  8. 8. Humanizar “ Deveremos qualificar-nos, esforçar-nos,para adquirir a consciência espírita, e claro, procurar melhorar as qualidades morais, sociais, familiares, as funcionais e as de trabalhador da Casa Espírita ...”
  9. 9. Condições mínimas para que alguém possadesempenhar a tarefa de evangelização, segundo Joanna de Ângelis ... “ ... a pessoa que deseje desempenhar a tarefa de Evangelização Espírita Infanto- Juvenil deve possuir conhecimento da Doutrina Espírita e boa moral como embasamento para a tarefa que pretende. Como necessidade igualmente primordial, deve ter conhecimentos de Pedagogia, Psicologia Infantil, Metodologia, sem deixar à margem o alimento do amor, indispensável em todo cometimento de valorização do homem.
  10. 10. Qualificação do Evangelizador na visão de:Bezerra de Menezes: “(Os evangelizadores) devembuscar, continuamente, a atualização de conteúdos eprocedimentos didático-metodológicos...”André Luiz: “Dedicar atenção constante à melhoriados processos pedagógicos...”
  11. 11. Qualificação do Evangelizador na visão de:Guillon Ribeiro: “Que jamais se descuidem doaprimoramento pedagógico, ampliando, suas aptidõesdidáticas para que não se estiolem sementespromissoras ante o solo propício, pela inadequação demétodos e técnicas de ensino, pela insipiência deconteúdos, pela ineficácia de um planejamento.”Bezerra de Menezes: “É justo que o evangelizadordeva estudar e rever, quanto possível, todos osensinos da Verdade...”
  12. 12. Qualificação do Evangelizador na visão de:Guillon Ribeiro: “Que não estacionem nas experiênciasalcançadas, mas que aspirem sempre a mais, buscandolivros, renovando pesquisas, permutando idéiasativando-se em treinamentos, mobilizando cursos,promovendo encontros, realizando seminários, nestadinâmica admirável quão permanente dos que sededicam aos abençoados impositivos de instruir e deeducar.”
  13. 13. Qualificação do Evangelizador na visão de:Guillon Ribeiro : “É bom que se diga, o evangelizadorconsciente de si mesmo jamais se julga pronto,acabado, sem mais o que aprender, refazer, conhecer...Ao contrário, avança com o tempo, vê sempre degrausacima a serem galgados, na infinita escala daexperiência e do conhecimento.”
  14. 14. Motivação “ Conjunto de fatorespsicológicos (conscientes ou inconscientes) de ordem fisiológica, intelectual ou afetiva, os quais agem entre si e determinam aconduta de um indivíduo.” Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa
  15. 15. Motivação “ é algo interno, que nasce do prazer antecipado que se espera ter em relação a alguém, a uma situação ou a alguma coisa.” Como Aprendemos? Lúcia Moysés
  16. 16. MOTIVAR É POSSÍVEL ?“ Não obstante a motivação sejauma decisão unilateral, isto é, a pessoa só se automotiva se quiser, é no entanto, possível criar um ambiente altamente prazeroso que estimuleas pessoas a se automotivarem.” Alkindar de Oliveria
  17. 17. O elemento motivacional mais importante, se não o único, é o voluntário sentir prazer naquilo que executa. Trabalho voluntário não tem nada a ver com obrigação, com coisa chata, triste, motivada por sentimento de culpa. Essa experiência deve ser espontânea, alegre, prazerosa, gratificante. QUEM QUER , VAI E FAZ !
  18. 18. Ao doarem sua energia e sua generosidade, os voluntários estão respondendo a um impulsohumano básico: o desejo de ajudar, de colaborar, de compartir alegrias, de aliviar sofrimentos, de melhorar a qualidade de vida em comum...Não é algo que fazemos por imposição de alguém. É um compromisso livremente assumido. No entanto, cada compromisso assumido é para ser cumprido. Nada é mais decepcionante do que prometer e não ser capaz de realizar.
  19. 19. Reflexões Finais A Educação Espírita é o processo de orientação das novas gerações de acordo coma visão nova que o Espiritismo oferece da realidade... é aformação de um homem novo ... J. Herculano Pires(e) se impõe como exigência dos PEDAGOGIA ESPÍRITA tempos.
  20. 20. Reflexões FinaisA Educação Cristã reformou o mundo, mas os homens acomplicaram e deturparam. A consciência do pecado pesou mais nasalmas do que a consciência da libertação em Cristo. Tomás deAquino ensinou: mães, os vossos filhos são cavalos! Educartransformou-se em domar, domesticar, subjugar. A repressão gerou arevolta e reconduziu o mundo ao ateísmo e ao materialismo, àloucura do sensualismo. A Educação Espírita é a Renascença daPedagogia Cristã. É nela que o exemplo e o ensino do Cristorenascem na Terra em sua pureza primitiva.
  21. 21. Reflexões FinaisA evangelização que é feita na maioria dos centros espíritas, no Brasilafora, segue o modelo católico de catequese e o modelo tradicional deeducação. O resultado prático desse modelo é que as crianças vão àevangelização obrigadas e depois de terem passado por evangelização,pré-mocidade, mocidade espírita, ao chegarem na universidade, muitasvezes, deixam de ser espíritas. Não criaram convicção, não aprenderama pensar por si mesmas, a discutir, a argumentar.Foram doutrinadas, contra a vontade e o espiritismo tornou-se umacrença postiça, e quando defrontada por doutrinas materialistas ounihilistas, desmorona… Além disso, a obrigatoriedade de ir a um centroespírita assistir a uma evangelização desinteressante faz do espiritismoum remédio amargo que a criança tem de engolir quando nova, masquando puder, vai rejeitar em bloco tudo o que vem desta fonte. Dora Incontri
  22. 22. Curso de Capacitação Técnico-Pedagógica para Evangelizadores EspíritasO Evangelizador eseu compromisso com a Evangelização Espírita Fabiano Santos fevº 2011

×