Projetos variados

4.914 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.914
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projetos variados

  1. 1. Escola é...... O lugar que se faz amigos.Não se trata só de prédios, salas, quadros,programas, horários, conceitos...Escola é, sobretudo, gente.Gente que trabalha, que estuda, quealegra, se conhece, se estima.O Diretor é gente,O Coordenador é gente,O Professor é gente,O aluno é gente,Cada funcionário é gente.E a escola será cada vez melhor na medidaem que cada um se comporte como colega,amigo, irmão.Nada de “ilha cercada de gente por todosos lados”.Nada de conviver com as pessoas e depois,descobrir que não tem amizade a ninguém.
  2. 2. Nada de ser como tijolo que forma aparede, indiferente, frio, só.Importante na escola não é só estudar,não é só trabalhar.É também criar laços de amizade,É criar ambiente de camaradagem, éconviver, é se “amarrar nela”!Ora é lógico...Numa escola assim vai ser fácil!Estudar, trabalhar, crescer, fazer amigos,educar-se, ser feliz.É por aqui que podemos começar amelhorar o mundo.Paulo Freiresexta-feira, 18 de novembro de 2011PROJETO RESGATANDO VALORESPúblico alvoO projeto será aplicado em toda a escola (18 turmas do 1º ao 9º anos)com alunos entre 06 e 18 anos, na Escola Estadual Profª Ana CoelhoPalmeira, no 2º semestre de 2011.DURAÇÃO: 3 MESES (Out/Nov./Dez)APRESENTAÇÃO
  3. 3. Este projeto tem por finalidade promover a construção de uma cidadaniasadia, critica, comparativa e consciente em seu educando, tornando-osparticipativos como cidadãos no desempenho do seu papel, frente aosseus direitos e deveres, e respeitosos perante os direitos e deveres dosseus semelhantes na sociedade em que vivem.JUSTIFICATIVAResgatar os valores morais e culturais que parecem adormecidosou esquecidos em prol de uma modernidade sem limites, materialista,que tira do jovem o direito de sonhar, ter esperança e acreditar em umaperspectiva de vida, onde haja uma convivência pacifica e harmoniosa,começando pela relação família, comunidade e escola.Na sociedade globalizada, convivem pessoas de culturas diferentescom distintos valores e convicções religiosas. A educação, como uma dasinstâncias da sociedade, possui uma dimensão moral, que tem a intençãode realizar uma educação na perspectiva do desenvolvimento dacapacidade de autonomia das crianças e jovens com que se trabalha. Amoral já se encontra presente na prática educativa que se desenvolvenas escolas. No cotidiano escolar, os valores se traduzem no regulamentoescolar e nas finalidades do ensino e aprendizagem, tornando-senecessário que se reflita sobre esses princípios e essas regras, para quese instalem no ambiente escolar, ações e relações democráticas.O desafio que se apresenta à escola é trabalhar com crianças eadolescentes de maneira responsável e comprometida, do ponto de vistaético, proporcionando as aprendizagens de conteúdos e desenvolvendocapacidades que possam transformar a comunidade de que fazem parte,fazendo valer o princípio da dignidade e criando espaços de possibilidadepara a construção de uma sociedade na qual a questão da moralidadedeva ser uma questão de todos e de cada um.OBJETIVOS Resgatar as tradições culturais conscientizando-os da importânciados valores na comunidade; Agrupar fatores que influenciaram a nossa cultura e deram base astradições presentes entre nós; Direcionar os valores como fonte geradora de paz, segurança,dignidade e evolução social. Palestra e/ou oficinas com temas direcionados aos pais dosadolescentes.Este projeto abrangerá toda a comunidade escolar, com participaçãoefetiva dos alunos e professores do Ensino Fundamental, divididos eorganizados por tópicos:
  4. 4.  Amor Amizade Bondade Compaixão Coragem Honestidade Esperança Fé Felicidade Generosidade Humildade Inteligência Justiça Obediência e Disciplina Paciência Paz Respeito Responsabilidade SolidariedadeRECURSOSSerão utilizadas todas as fontes de pesquisas possíveis: Vídeos e filmes (mãos talentosas, a corrente do bem, desafiandogigantes, a virada, entre outros); Revistas; Músicas;
  5. 5.  Jornais Materiais recicláveis; Entrevistas; Palestra; Aulas extraclasses para pesquisa e levantamento de dados. Data showDESENVOLVIMENTOOs temas abordados dentro da proposta dos valoresserão trabalhadoscom as turmas divididas em equipes com os seguintes recursos: Dramatização; Slides, vídeos ou cartazes; Paródias Histórias de vida.Ação dos professores:Além de trabalhar os valores dentro de sua disciplina, cadaprofessor, todos os dias, lerá mensagens, com temas relacionados avalores, para as turmas onde serão feitos comentários, opiniões eproduções de textos. Matemática: gráficos e estatísticas das conseqüências daviolência no estado e no país. Língua Portuguesa: conceito e dramatização da realidade deum dos valores e produções textuais. Inglês: tradução de letras de musicas, elaboração dehistória em quadrinhos e dicionário de acordo com o temaselecionado. Geografia: valorização das relações entre as pessoas etextos sobre valores. História: relatório sobre filmes assistidos.
  6. 6.  Ciências: valores ambientais. Arte: confecção de artigos natalinos para a decoração daescola visando à observação do trabalho cooperativo. Ensino religioso: arrecadar material escolar para doação emhospitais, lar dos idosos, etc. e estudo de passagensbíblicas. Educação física: expressão corporal.CONCLUSÃO DO PROJETO:A culminância do nosso trabalho acontecerá na semana de 12 a 16 dedezembro com alunos e professores numa exposição cultural a qual serárealizada por cada turma relacionando os temas abordados pelos mesmos.Os alunos deverão apresentá-los em forma de peça teatral, paródias, jograise ações representadas através de painel fotográfico e slides em Power Point.AVALIAÇÃOOs alunos serão avaliados por seu engajamento nas atividades, suaparticipação, suas contribuições positivas, suas colocações equestionamentos durante todo o projeto. Também será avaliada em suapostura nas diferentes situações e locais, sua capacidade de trabalho empequeno e grande grupo.PROJETO DIDÁTICO: A ÉTICA NO CONVÍVIO ESCOLARJUSTIFICATIVAEste Projeto surgi da necessidade encontrada na maioria dassalas de aula: a falta de valores éticos nas relações pessoais, onde a falta derespeito de si e ao próximo é visível. Busca-se que este projeto lanceoportunidades de diálogos, a propósito de uma construção da consciênciaética. Portanto ele tem a finalidade de promover entre os alunos umaconscientização sobre o que é Ética e como ela influencia a cidadania e asnoções de convívio social.Desenvolver este espírito em meio a uma sociedadealtamente corrompida, distanciada dos princípios de valores que fundamentamuma sociedade justa é o grande desafio do projeto. Dentro deste bojo a ética, ademocracia, os diretos humanos e a inclusão social são temáticas prioritárias
  7. 7. das ações coletivas nesse início do século XXI, principalmente aquelasdesenvolvidas na escola que serão pontes para as futuras, como cidadãosativos rumo a sociedade posterior.FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICASegundo Adolfo Sánches Vázquez (1982), a palavra ética vemdo grego ethos que quer dizer "modo de ser", ou "caráter", enquanto estilo devida que o homem adquire, este conceito remete a totalidade do homem, que ée está sendo por meio das relações sociais. Mas, pode-se definir ética comosendo um conjunto composto de conhecimentos racionais a respeito doconduta moral. Isso fica evidente desde os primórdios da ética, que assume-secomo uma jerarquia de normas de condutas empregadas nas relaçõeshumanas, sendo assim, tem-se a ética como chave das ações humanas emsociedade, e esta se encontra presente nos diversos tipos e níveis derelacionamento.Portanto a vida em sociedade pressupõe a criação e ocumprimento de normas e indicações norteadoras das relações interpessoais,com intuito de possibilitar o diálogo, a cooperação, a solidariedade e o respeitoentre os componentes sociais. Porém hoje na sociedade capitalista do séculoXXI é gritante o caos antiético que se instalou, quando mais a sociedade, ohomem se desenvolve tecnologicamente, mas perde seus valores éticos, suacapacidade de comunicação.A escola por sua vez ganha a incumbência de resgatar estaconsciência comunicativa de respeito mútuo entre os individuos da sociedade,pois se encontra submergida em regras e normas que orientam seufuncionamento e a convivência entre os diferentes elementos que nela atuam.Sendo uma espécie de experimentação da realidade social em um nívelelementar. Contudo tão importante quanto a própria vida, é fazer umaexistencia ética de cada sujeito. Nesse sentido, as normas passam a sercompreendidas corno condição necessária ao convívio social. Em um sentidomais amplo, o ponto de partida é umcontexto pequeno, sala de aula, escola atéa um contexto imenso a sociedade distribuida pelo planeta.Os Parâmetros Curriculares Nacionais ao preconizar a éticacomo "eixo norteador" de todos os temas transversais, visa contribuir para aformação de cidadãos comprometidos em transformar as situações deinjustiças, discriminações, repúdio, violência, falta de respeito etc. das relações
  8. 8. sociais, vivenciadas pela população em seu cotidiano. Como a escola é umambiente repleto de situações sociais que demandam princípios de postura,deve servir de primeira instância das relações interpessoais pautadas norespeito mútuo, com propósito de promover a discussão das questões éticas nasociedade vigente.Presumindo estes aspectos acima citadas a escola atual, segundoYves de la Taille compete:Lembrar e fazer lembrar em alto e bom tom, a seus alunos e à sociedade como um todo, quesua finalidade principal é a preparação para o exercício da cidadania. E, para ser cidadão, sãonecessários sólidos conhecimentos, memória, respeito pelo espaço público, um conjuntomínimo de normas de relações inter-pessoais, e diálogo franco entre olhares éticos. (TAILLE,2003, p. 23)Segundo este mesmo principio os PCNs destacam a ética emuma frase suprema:―A ética é um eterno pensar, refletir e construir‖. (Brasil, p. 72.)Esta frase revela a essência que o projeto: ―Ética no cotidianoescolar‖ quer despertar. Que é justamente Pensar em uma nova sociedadeque esta sendo formada em nossos dias, por intermédio da escola e por seusagentes. A propósito a tão almejada sociedade baseadas nos conceitos dejustiça, solidariedade, etc. Esta sociedade que será resultado de uma novapostura ética de agir, de tratar, desenvolvida no tempo presente, o hoje. Nestaperspectiva é a escola principal contribuidora para atingir esta meta. Refletir,neste trabalho árduo, que só será alcançado por encadeamentos pautados narealidade vivida e percebida, diante das discussões, do repensar atitudesdiante de situações afins.Construir critérios de atitudes coerentes com osnovos paradigmas desenvolvidos. Em suma é uma reavaliação do ser, do agire do conceber. É proporcionar aos alunos condições de reflexão e vivênciasadequadas de atitudes morais e sócio-culturais, coerentes com uma sociedadeequitaria.Respaltado na racionalidade moral, ou seja, na capacidade dedialogar, ponto fundamental na convivencia democrática, O projeto se ancorano equilíbrio que emerge da ponte entre a linha de pesquisa e trabalho em doisníveis: o individual e o coletivo. Reconhecendo, portanto, que a conduta éticadecorre hoje mais da qualidade intrínseca das regras, do que o modo
  9. 9. participativo como foram estabelecidas e da seriedade com que devem sercumpridas, do que da vontade individual.Outrossim, é este cenário que deseja abolir o projeto, fazendocom que os alunos e cidadão possam ser participante de todo processo detransformação, que advém deles, para isso é trabalhado com uma educaçãomoral que proporcione às crianças e adolescentes condições para odesenvolvimento de sua autonomia, entendida como capacidade de posicionar-se diante da realidade, fazendo escolhas, e principalmente, refletindo sobre oimpacto destas escolhas no âmbito da coletividade.OBJETIVO GERAL- Posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtivanas diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como forma de mediarconflitos e de tomar decisões coletivas.OBJETIVOS ESPECÍFICOS- Iniciar, retomar ou aprofundar ações educativas que levem à formação ética emoral;- Levar ao cotidiano das escolas reflexões sobre a ética, seus valorese fundamentos;- Trabalhar a construção de relações interpessoais mais democráticas naescola;- Construir valores socialmente desejáveis.CONTEÚDOS TRABALHADOS NO PROJETOLíngua Portuguesa- Escrita de texto considerando o gênero, o leitor, a legibilidade e a finalidade;
  10. 10. - Pontuação;- Coerência e coesão;- Letra maiuscúla e minúscula, paragrafação;- Negociação de acordos em situações comunicativas, debatendo opiniões emanifestando seus sentimentos, preocupando-se em fazer-se entender nasconversas.Matemática- Coletagem e organização de informações pesquisadas;- Construção de gráficos para comunicação de informações;- Escrita fracionárias e decimais;Geografia- As regiões brasileiras;- Os estados brasileiros;Ciências- O sitema auditivo;- Os órgão do corpo humano que compõem o sistema auditivo;- Problemas auditivos.História- A composição de Juri polular ( juiz, promotor, advogado de defesa eacusação, réu, testemunhas, corpo de jurados, etc. ).Artes- Leituras de imagens;- Elementos da dramatização;ATIVIDADES DO PROJETO
  11. 11. Lingua Portugesa- Roda de conversas sobre os problemas vivenciados na sala de aula;-Listagem dos problems encontrados na sala;- Produção de texto sobre o comportamento da sala;- Entrevista com um colega sobre como resolver os problemas encontrados nasala- Contrução de um contrato didático;- Elaboração de um acróstico como alfabeto, correlacionando com atitudespautadas nos valores éticos, para ser exposto na sala;- Elaboração e registro em um diario de classe sobre o comportamento da sala- AutoavaliaçãoMatemática e Geografia- Pesquisa na internet sobre os índices de violência nas regiões do Brasil e porcada estado.- Construção de mural com recortes de notícias de jornais abordando o temaviolência escolar (professor-aluno, aluno-professor)- Construção de gráficos com as informações pesquisadas- AutoavaliaçãoHistória- Juri simulado- Dinâmicas de grupo (relacionamento pessoal e interpessoal)- AutoavaliaçãoCiências- Roda de conversa: Os sons que lembram a escola, a casa, o parque, a igreja,etc. ;- Ouvir diferentes tipos de sons e os identificar;- Produzindo sons com partes do corpo (boca, mãos, pés, etc.) e objetos (folhade palem, instrumentos musicais, etc.);
  12. 12. - Confecção de cartazes alertando a escola sobre os problemas causados pelaexposição a muito barulho;- Autoavaliação.Artes- Dramatizações de cena discriminátoria, falta de respeito no contexto social eescolar (a professora antes escolherá dois alunos e passará a cena emsegredo dos demais colegas, no meio da aula eles encenam a briga, comxingamentos. Esta atividade lança um debate em torno das atitudes e valoresno trato com o próximo);- Debate sobre a dramatização;- Exibição do filme A corrente do bem, com o objetivo de relacionar o nossobem-estar à satisfação de contribuir com o outro;- Autoavaliação.RECURSOSCDs com sons variados ( passos, luta, briga, vento, etc);Aparelho de som;Televisão/filme;Papéis diversos (cartolina, 40, guache, sufite);Internet/computador/softwares;Lápis grafite, lápis de cor e giz de cera;Aparelho de dvd;Revista/ jornais;Cola e tesoura;BolasCULMINÂNCIAO projeto se findará com o juri simulado dos alunos que apósassinarem o contrato didático, deixaram de segui-lo, assim estará imbutidonesta atividade todos os conhecimentos estudados no projeto, servindo desuporte a decisão da banca de jurados.AVALIAÇÃO
  13. 13. A avaliação se constituirá em processo contínuo durante todoo projeto correlacionado à realidade cotidiana da sala de aula e suatransformação no percurso das vivências do projeto. Será considerando pontoforte da avaliação a autoavaliação do aluno, bem como o comportamento doeducando em seu relacionamento com os colegas e professores.REFERÊCIASSousa, Luiz Gonzaga de. Ética e sociedade. Disponívelem:http://www.eumed.net/libros/2006a/lgs-etic/1t.htm Acesso 01. Abril. 2010.Brasil. Parametros Curriculares Nacionais:apresentação dos temastransversais: ética/ Ministerio da Educação, Secretaria da EducaçãoFundamental. – 3.-Brasilia: A Secretaria, 2001.Dinâmicas.Disponivel em http://www.mundojovem.pucrs.br/subsidios-dinamicas.php Acesso em. Abril de 2010.ANEXOSDINÂMICAS DE GRUPOTROCA DE SEGREDOOBJETIVO: Criar maior habilidade de empatia entre os participantes grupais.TAMANHO DO GRUPO: 25 a 30 participantes.TEMPO REQUERIDO: 45 minutos aproximadamente.MATERIAL USADO: Lápis e papeletas.AMBIENTE FÍSICO: Uma sala com carteiras.PROCESSO:· O animador distribui uma papeleta para cada membro participante;· Os participantes deverão descrever, na papeleta, uma dificuldade quesentem no relacionamento, e que não gostariam de expor oralmente;· O animador recomenda que todos despistem a letra, para não revelar o autor;· O animador solicita que todos dobrem a papeleta de forma idêntica, e umavez recolhida, misturará e distribuirá uma papeleta dobrada para cadaparticipante;
  14. 14. · A seguir, o animador recomenda que cada qual assuma o problema queestiver na papeleta, como se fosse ele mesmo o autor, esforçando-se porcompreendê-lo;· Cada qual, por sua vez, lerá em voz alta o problema que estiver na papeleta,usando a 1ª pessoa "eu" e fazendo as adaptações necessárias, dando asolução;· Ao explicar o problema aos outros, cada qual deverá procurar pesonalizá-lo;· Não será permitido debate, nem perguntas sobre o assunto, durante aexposição;· No final, o animador poderá liderar o debate sobre as reações, formulando asseguintes perguntas:· Como você se sentiu ao descrever o seu problema ?· Como se sentiu ao explicar o problema de um outro ?· Como se sentiu quando o seu problema foi relatado por um outro ?· No seu entender, o outro compreendeu o seu problema ?· Conseguiu pôr-se na sua situação ?· Você sentiu que compreendeu o problema da outra pessoa ?· Como você se sentiu em relação aos outros membros do grupo ?· Mudaram seus sentimentos em relação aos outros, como conseqüênciadeste exercício ?ESCLARECIMENTOS DE VALORESObjetivos:a) Demonstrar que o conceito de valores varia de acordo com as pessoas.b) Conscientizar os membros participantes sobre o problema de valoresdiferentes.Tamanho Do Grupo: Oito a dez pessoas, podendo fazer-se o exercício, comvários subgrupos, simultaneamente.Tempo Requerido: Vinte e cinco minutos, aproximadamente.Material Exigido: Papel em branco, lápis ou caneta.Redação de três frases.Ambiente Físico: Uma sala suficientemente ampla, com cadeiras, paraacomodar todos os membros participantes.Processo:I. O animador explica inicialmente o exercício, e a seguir distribui uma folhacom frases para cada membro, para que possa escolher uma dentre as trêsque achar a mais importante. As três frases podem ser, por exemplo:
  15. 15. Ser generoso com as demais pessoas.Ser seu próprio chefe.Ter amigos compreensivos.II. Feita a escolha, formam-se subgrupos, juntando-se os membros de acordocom a escolha feita. Aqueles que escolheram, por exemplo, as primeirasfrases, como sendo a mais importante, irão discutir as razões destaimportância. Assim, formam-se subgrupos semelhantes, para cada combinaçãode frase.III. Após uns dez minutos de discussão, forma-se o plenário, para expor a todosos participantes as razões da escolha de tal ou qual frase.No final, haverá um momento para depoimentos sobe a experiência vivida noexercício.Outros Tipos de Frases. Sair de mim mesmo para ajudar os demais.. Poder indicar aos outro o que fazer.. Livrar-se das normas e das leis.. Fazer o que for moralmente correto.. Preparar os demais para ajudar-me.RELACIONAMENTO INTERPESSOALMaterial necessário: folhas em branco, canetas, balões coloridos.Esta dinâmica pode ser aplicada para melhorar a qualidade do relacionamentointerpessoal entre os integrantes de uma mesma equipe, a qualquer tempo.Processo:Para iniciar a atividade, convide os participantes para sentarem dispostos emum círculo e distribua uma caneta, uma folha de papel e um balão para cadaum;Peça para escreverem o nome completo no alto da folha, legível e, após, paradobrarem a folha de papel no formato de uma gaita, com várias dobrasespaçadas igualmente – se forem seis participantes, a gaita deve ter duasdobras; se forem oito, três dobras; se forem dez, quatro dobras e assim pordiante;Na seqüência, peça para todos encherem seus balões, ―descarregando‖ dentrodeles, todos os sentimentos negativos que impedem um bom relacionamento:ciúme, desconfiança, inveja, arrogância, etc… e que, após cheios e fechados,todos os balões devem ser depositados no centro do círculo;Agora, peça para cada participante entregar a sua folha para o colega a suadireita e este deve escrever, sem se identificar, um adjetivo que melhor define,
  16. 16. na opinião dele, o colega cujo nome está escrito na folha. Cada adjetivo deveser escrito em um dobra da gaita e repassado ao colega a direita.Quando todos estiverem escrito em todas as ―gaitas‖ (uma volta completa),peça para que os seus ―proprietários‖ leiam, em silêncio, tudo que está escritoem suas ―gaitas‖ – fique atento à reação dos participantes.Convide o grupo a se manifestar sobre os sentimentos que tiveram ao ler o quefoi escrito sobre cada um. É provável que o momento seja de elevada cargaemotiva.Após a participaçao espontânea de quem quiser falar, comente brevementesobre o espírito de equipe, a qualidade do relacionamento entre eles e encerrea atividade solicitando que todos, em pé, de braços ou mãos dadas, estouremos balões que encheram no início da atividadeQUE BICHO VOCÊ É?Projeto – 3º Bimestre1. DEFINIÇÃO DO TEMA: QUE BICHO VOCÊ É?2. PROBLEMATIZAÇÃO: É POSSÍVEL ACEITAR E CONVIVER COMAS DIFERENÇAS QUE EXISTEM ENTRE AS PESSOAS DE FORMAHARMONIOSA?3. OBJETIVOS: PERCEBER AS DIFERENÇAS INDIVIDUAIS E APRENDER ARESPEITÁ-LAS E APRECIÁ-LAS.RECONHECER QUE TODOS TÊM QUALIDADES, MAS TAMBÉMPROBLEMAS QUE PRECISAM SER TRABALHADOS.PESQUISAR CADA ANIMAL ESCOLHIDO, CONHECENDO SUASCARACTERÍSTICAS, HÁBITAT, ALIMENTAÇÃO, ADAPTAÇÃO AO MEIO EM
  17. 17. QUE VIVE.CONHECER O GÊNERO FÁBULA, PERCEBENDO AS CARACTERÍSTICASDESSE TIPO DE TEXTO.4. A QUEM SE DESTINA: AOS COLEGAS DE CLASSE.5. MATERIAL NECESSÁRIO: LIVROS DE FÁBULAS, LIVROS SOBREANIMAIS, FOLHAS DE PAPEL CANSON OU SIMILAR, MATERIALESCOLHIDO PARA A EXECUÇÃO DO DESENHO (LÁPIS DE COR, GIZDE CERA, GUACHE ETC.), SUCATA, MASSINHA OU ARGILA, PAPÉISCOLORIDOS.6. DESCRIÇÃO DO TRABALHO:A) APÓS A LEITURA DE ―A CIGARRA E A FORMIGA‖, O PROFESSORLEVANTARÁ, ORALMENTE, AS CARACTERÍSTICAS, QUE FORAMSALIENTADAS NESSA FÁBULA, DOS DOIS INSETOS DA HISTÓRIA. OPROFESSOR DEMONSTRARÁ, TAMBÉM, DE QUE FORMA UM PODERIABENEFICIAR O OUTRO, SE TRABALHASSEM JUNTOS.B) O PROFESSOR DEVERÁ LER OUTRAS FÁBULAS, SEMPRELEVANTANDO AS CARACTERÍSTICAS ATRIBUÍDAS AOS ANIMAIS EMCADA HISTÓRIA.Língua Portuguesa – 1º ano2www.vivereaprender.com.brC) PEDIR QUE CADA ALUNO ESCOLHA UM ANIMAL DE QUE GOSTE ECOM O QUAL SE IDENTIFIQUE, PARA QUE FAÇA UMA PESQUISASOBRE ELE, UTILIZANDO A FICHA ANEXA.D) FORNECER AOS ALUNOS UMA FOLHA DE PAPEL CANSON TAMANHOA4. OS ALUNOS A DIVIDIRÃO AO MEIO, COLANDO, EM UM LADO, APESQUISA QUE FIZERAM EM CASA E, NO OUTRO, O DESENHO DOANIMAL ESCOLHIDO.Pesquisa sobre o animal Desenho do animalE) O PROFESSOR DEVERÁ INCENTIVAR OS ALUNOS A FAZEREMDESENHOS DOS ANIMAIS, INSERIDOS EM SEUS HÁBITATS.F) OS TRABALHOS DOS ALUNOS DEVERÃO SER ENCADERNADOS,MONTANDO UM ―LIVRÃO‖, QUE DEVERÁ SER COMPARTILHADO COMA CLASSE.G) CONFECCIONAR CADA ANIMAL ESCOLHIDO UTILIZANDO MASSINHAOU ARGILA E MONTAR UM CENÁRIO ONDE OS ANIMAIS DE TODOSOS ALUNOS SERÃO COLOCADOS. O CENÁRIO PODERÁ SER FEITOUTILIZANDO SUCATA, PAPÉIS COLORIDOS OU DESENHOS FEITOS
  18. 18. PELOS ALUNOS.7. CONTEÚDOS A SEREM CONSTRUÍDOS E ASPECTOS A SEREMINVESTIGADOS:• CONCEITUAL: PERCEBER DAS CARACTERÍSTICAS DOGÊNERO TRABALHADO (FÁBULA). OBSERVAR E CONHECER ASCARACTERÍSTICAS DE DIFERENTES ANIMAIS.• PROCEDIMENTAL: REALIZAR PESQUISAS E REGISTROS SOBREANIMAIS, MODELAR COM MASSINHA OU ARGILA. COMPARTILHAROS CONHECIMENTOS ADQUIRIDOS COM OS COLEGAS.• ATITUDINAL: TRABALHAR COM EMPENHO E CAPRICHO. OUVIRAS PESQUISAS TRAZIDAS PELOS COLEGAS COM ATENÇÃO ERESPEITO, EMITIR OPINIÕES COERENTES. TRABALHAR EM GRUPO,RESPEITANDO AS OPINIÕES E AS IDEIAS DOS COLEGAS.8. ATIVIDADES INTER E MULTIDISCIPLINARES:• ARTES PLÁSTICAS: DESENHO E CONFECÇÃO DO ANIMALESCOLHIDO UTILIZANDO MASSINHA OU ARGILA. MONTAGEM DECENÁRIO, ONDE OS ANIMAIS SERÃO COLOCADOS.• HISTÓRIA/GEOGRAFIA: HÁBITAT DOS ANIMAIS, LOCALIZAÇÃOCONFORME O CLIMA, VEGETAÇÃO ETC.• ÉTICA: RESPEITO PELAS CARACTERÍSTICAS INDIVIDUAIS, OPINARACERCA DOS TRABALHOS APRESENTADOS DE FORMA ADEQUADA.• LÍNGUA PORTUGUESA: PESQUISA E ESCRITA SOBRE O ANIMALESCOLHIDO.9. DURAÇÃO: 3º- BIMESTRE.10. APRESENTAÇÃO DO PROJETO (PRODUTO REALIZADO/PRODUTOFINAL):CONFECÇÃO DE UM LIVRO ENCADERNADO COM OS TRABALHOSREALIZADOS PELOS ALUNOS. EXPOSIÇÃO DO CENÁRIO COM OSANIMAIS MODELADOS PELOS ALUNOS.11. AVALIAÇÃO E AUTOAVALIAÇÃO:AO FINAL DO TRABALHO, O PROFESSOR PODE SE SENTAR EM RODACOM OS ALUNOS E FAZER PERGUNTAS SOBRE O QUE APRENDERAM AOFAZER ESTA ATIVIDADE. SUGESTÕES DE PERGUNTAS:• VOCÊS GOSTARAM DE FAZER ESTE TRABALHO?• O QUE VOCÊS ACHARAM DAS ESCOLHAS DE SEUS COLEGAS COMRELAÇÃO AOS ANIMAIS?• VOCÊS ACHAM IMPORTANTE QUE CADA PESSOA SEJA DE UM JEITO?
  19. 19. • SERIA MAIS FÁCIL SE TODOS NÓS FÔSSEMOS IGUAIS?• O QUE SERÁ QUE ACONTECERIA SE TODOS NÓS QUISÉSSEMOSSER MÉDICOS, PROFESSORES OU DENTISTAS?• AGORA, DE OLHOS FECHADOS, PENSE NA CARACTERÍSTICA QUEACHA MAIS IMPORTANTE EM VOCÊ: RÁPIDO, BOM EM DESENHO,NOME DO ALUNO:ANIMAL ESCOLHIDO:POR QUE ESCOLHI ESSE ANIMAL?ALIMENTAÇÃO:ONDE VIVE:COMO ELE Éwww.vivereaprender.com.brCURIOSIDADES:Postado por E.F.COSTA às 18:01 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:PROJETO CHAPEUZINHO VERMELHOPROJETO CHAPEUZINHO VERMELHO
  20. 20. JUSTIFICATIVA O trabalho com contos clássicos torna a aula mais atrativa, dinâmica emais próxima da realidade dos alunos. Valoriza a língua como veículo de comunicação eexpressão das pessoas e dos povos, abrangendo o desenvolvimento da linguagem, daleitura e da escrita.OBJETIVOS:-Recuperar as histórias da primeira infância; -Preparar a criança para a aprendizagem daleitura e da escrita, de maneira lúdica e criativa; -Trabalhar com a narração, com o corpo ea gesticulação, entonação e preparação do espaço a ser utilizado pelas crianças,ampliando os vários sentidos da narrativa; -Garantir ainda uma relação mais afetiva entreprofessores e alunos e facilitar uma melhor integração no ambiente escolar; -Refletir sobreos princípios éticos, morais e culturais apresentados no vídeo, interligando-os com arealidade atual, desenvolvendo a habilidade da argumentação; -Produzir textos diversoscoletivamente (narrativos, descritivos, bilhete, receitas, anúncios,); -Explorar a linguagemoral e escrita. MATERIAL Fita de vídeo: Chapeuzinho Vermelho;Televisão e vídeo;CD da história Chapeuzinho Vermelho - Clássicos Inesquecíveis;Diversos (sulfite, lápis de cor, giz de cera, cartolina,...). DESENVOLVIMENTO 1)Apresentação do livro: capa, material, título, editora, ilustrações. 2) Ler a história toda emostrar as figuras; 3) Ouvir o CD Clássicos Inesquecíveis; 4) Interpretação oral: os alunoscontam a história, identifica os personagens, otempo, o espaço que acontece a história (Onde? Quando?); 5)Contar diferentes obras dediversos autores fazendo a comparação. 6) Dramatização;7) Atividades orais e/ou escritas tais como: · Escrita de palavras com letras móveis · Caça-personagens · Cruzadinha · Receita · Seqüência com tarjas (música) · Reescrita coletiva
  21. 21. do texto · Você já desobedeceu a sua mãe alguma vez? Se você nunca desobedeceu,conte alguma história de alguém que já tenha desobedecido. · Escreva um bilhete para amãe de Chapeuzinho avisando que a vovó não estava muito bem de saúde. (DIRIGIDA)TEMAS TRANSVERSAIS Ética: Diálogo, respeito mútuo, responsabilidade, cooperação,organização, solidariedade. Trabalho coletivo, compartilhar descobertas. PluralidadeCultural: Educação – Diferentes formas de transmissão de conhecimento: práticaseducativas e educadores nas diferentes culturas; Cidadania: Direitos e deveres individuaise coletivos. Literatura e tradição: línguas, dialetos, variantes e variação lingüística.HISTÓRIA – GEOGRAFIA – CIÊNCIAS ATIVIDADES: (DIRIGIDAS, ILUSTRADAS E/OUORALMENTE). TEMA: FAMÍLIA, CASA, ANIMAIS, ALIMENTOS, ZONA RURAL EURBANA,... 1) Diga sim ou não nas características do lobo: (Oralmente) feroz, mamífero,carnívoro, doméstico, quadrúpede, manso, herbívoro, corpo coberto de pêlos, selvagem,bípede. 2) O lobo é um animal quadrúpede, mamífero e tem o corpo coberto de pêlos.Escreva o nome de mais cinco animais que têm as mesmas características. 3) Qual é otipo de alimentação dos lobos? (Oralmente) 4) De onde vem a água que os animaisbebem? (Oralmente) 5) Escreva nomes de plantas que servem de alimentação para ohomem. 6) Entre os doces que Chapeuzinho levou para a vovó tinha um bolo de milho. Omilho é matéria-prima que serve de alimento para o homem e animais. Ele pode sertransformado em vários produtos industrializados. Diga o nome de alguns. (Oralmente) 7)Diga o nome de alguns produtos industrializados para cada matéria-prima. (Oralmente)Leite, carne, tomate, couro, cana-de-açúcar8) Quais os cuidados que devemos ter com osanimais? (Oralmente) 9) Você tem cachorro em casa? Quais os cuidados que você deveter com ele? (Oralmente) 10) Como deve ser o local onde os animais vivem? (Oralmente)11) Em que zona do município acontece a história do Chapeuzinho Vermelho?(Oralmente) 12) Em qual zona você mora? (Oralmente) 13) Qual zona do município émelhor morar? (Oralmente) 14) Quais os alimentos que utilizamos que vem do campo?(Oralmente) 15) Chapeuzinho Vermelho usou algum meio de transporte para visitar suaavó? (Oralmente) 16) Quando você vai visitar sua avó, qual o meio de transporte que vocêusa? (Oralmente) 17) Você obedece a sua avó? Como você trata seus avós? (Oralmente)18) Desenhe os meios de transporte que você conhece: Terrestre Aquático Aéreo 19) Emqual estação do ano você acha que aconteceu a história? Por quê? (Oralmente) 20) Vocêsabe quais são as estações do ano? (Desenhe-as). 21) Vamos recordar onde moramos:(Oralmente) Planeta, Continente, país, região, estado, capital, município, MATEMÁTICA(DIRIGIDA) 1) A mãe de Chapeuzinho fez um bolo de milho para vovó. Ela usou 5 espigasde milho e outros ingredientes. Se ela fizesse dois bolos, quantas espigas usaria?(Desenhar as espigas de milho).2) Chapeuzinho levou também brigadeiro. Para fazer brigadeiro precisa de uma lata deleite condensado. O preço da lata é R$ 2,00. Se ela fizesse o dobro de brigadeiro, quanto
  22. 22. gastaria? (Representar o dinheiro através de cédulas ou moedas).3) Se eu trouxesse 25 brigadeiros para distribuir entre os alunos, quantos brigadeiros cadaaluno iria receber? (Desenhar o número de alunos e os doces. Depois ligar um ao outro).PRODUTO FINAL: Confecção de livrinhos de receitas para o ―Dia das Mães‖AVALIAÇÃO: Os alunos serão avaliados no desempenho das habilidades e competênciasutilizadas nas atividades escritas e orais. Chapeuzinho Vermelho Era uma vez uma lindamenina, que morava com sua mãe em uma bela casinha. Ela sempre usava uma capacom um chapeuzinho bem vermelho. Certo dia sua mãe pediu que ela fosse levar umacestinha cheia de doces para sua vovó:__ Chapeuzinho! Chapeuzinho! Vá levar essa cestinha de doce para a vovó, mas evite ocaminho da floresta que é perigoso, vá pelo bosque e não fale com estranhos.__ Está bem mamãe. Tchau. Chapeuzinho adorava sua avó, e saiu em disparadacantando de alegria:. ―Pela estrada afora eu vou bem sozinha...‖. Queria fazer umasurpresa para a vovó e começou a colher as flores que encontrava pelo caminho. Amenina estava tão distraída com as flores quando deu de cara com o lobo mau. Ela nãosabia que ele era o Lobo malvado, mas não se assustou e nem sentiu medo.__ Bom Dia, Chapeuzinho Vermelho.__ Bom Dia!__ Aonde você está indo?__ Vou visitar minha vovozinha, que está muito doente.__ Por que você não vai pela floresta, que é bem mais perto?__ Será que é mesmo? Minha mãe disse para eu ir pelo bosque.__ Claro que é mais perto pela floresta, sua mãe está enganada.__ Muito obrigada Senhor Lobo, tchau.Enquanto Chapeuzinho seguia pelo caminho da floresta, o Lobo rapidamente seguiu pelobosque, cantando e correndo: ― Eu sou o Lobo Mau, Lobo mau....‖O Lobo chegou na casada vovozinha e bateu na porta:__ Tum, tum! Vovó, vovozinha?__ Quem está aí?__ Sou eu, Chapeuzinho Vermelho - disse o Lobo disfarçando a voz.__ Entre minha netinha, a porta está aberta.O Lobo que era muito rápido, foi entrando e deuma só vez engoliu a vovozinha. Depois vestiu as roupas dela, e ficou esperandoChapeuzinho Vermelho. Chegando na casa da vovó:__ Tum, tum! Vovó, vovozinha?__ Entre querida.__ Vovó! Por que suas orelhas estão tão grandes?__ É pra te ouvir melhor.__ Vovó! Para que esses olhos tão grandes?
  23. 23. __ É para te ver melhor.__ Credo vovó, por que a senhora está com essa boca tão grande?__ É para te comer!!!Dizendo isso, o Lobo começou a correr atrás de Chapeuzinho. Depoisde algum tempo ele tropeçou e caiu no chão.Enquanto isso a menina se escondeu dentrode um velho armário.O Lobo resolveu dar uma cochilada e começou a roncar. Unscaçadores que passavam escutaram:__ Que ronco esquisito é esse?__ Pois é, também estou ouvindo.__ Vamos ver o que é?__ Ah! É o Lobo!__ Será que ele comeu a vovó?Ouvindo isso, Chapeuzinho apareceu e contou toda a história:__ Senhores o Lobo me enganou, chegou aqui antes de mim e deve ter comido minhavovozinha. Ele queria me comer também.__ Então, o que vamos fazer? – disse um caçador.__ Vamos cortar a barriga dele.Aproveitando que ele está dormindo cortaram sua barriga,e tiraram a vovozinha de dentro. As duas se abraçaram muito felizes.__ E agora o que faremos com esse malvado?__ Vamos encher a barriga dele com pedras. – disse um dos caçadores. Quando o Loboacordou, tentou fugir, mas ele caiu e nunca mais levantou.Todos ficaram aliviados efelizes. Os caçadores foram embora, e as duas foram sentar na varanda e saborear osdoces.__ Vovó, eu prometo nunca mais desobedecer minha mamãe.__ Isso mesmo, os filhos não devem desobedecer suas mães, elas sempre querem omelhor para seus filhinhos.MÚSICA PELA ESTRADA A FORA, EU VOU BEM SOZINHALEVAR ESSES DOCES PARA A VOVOZINHAELA MORA LONGE, O CAMINHO É DESERTOE O LOBO MAU PASSEIA AQUI POR PERTOMAS À TARDINHA, AO SOL POENTEJUNTO À MAMÃEZINHA DORMIREI CONTENTE.NAO É DE MINHA AUTORIA
  24. 24. Postado por E.F.COSTA às 06:34 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:
  25. 25. quinta-feira, 10 de maio de 2012PROJETO DE ARTES: GrafismoJUSTIFICATIVA:Evidentemente a criança precisa encontrar-se imersa em um ambiente no qual o lápis e opapel, por exemplo, seja parte do "kit de ferramentas" culturalmente disponibilizado a ela -e em efetivo uso por parte dos membros mais experientes do seu meio social.OBJETIVOS:Esses objetos e seus significados culturais (lápis, papel, etc.) convidam explicitamente acriança a usá-los de um modo muito preciso. O seu significado cultural, desse ponto devista, só pode ser efetivamente apropriado através da participação guiada do aluno nomeio social no qual ele se encontra imerso. Portanto, o significado de desenho em grego étraçar, arranhar, redigir, dentre outros. Com os afixos seu sentido passa a ser: corrigir,transcrever, traduzir, etc.METODOLOGIAS:Atividades para desenvolver a coordenação motora das crianças, e para que elas seinterajam por o meio do desenho para futuramente serem adultos bem resolvidos e bemexpressantes.
  26. 26. O desenho é o meio pelo qual a criança permite transparecer seu interior, seu consciente eseu subconsciente, apresentando enorme importância para a comunicação eficaz e oentendimento desses ―seres tão pequenos‖ que muitas vezes não sabe como comunicar-se através das palavras.MATERIAL DIDÁTICO:-Livros didáticos e para didáticos;-Televisão / filmes;-Papéis diversos;-Tinta e pincéis;-Lápis colorido e giz de cera;-Hidrocor;-Cola;-Tesoura;-Figuras;-Cartolina;-Sulfite.CULMINÂNCIA:Apresentação do mural de cartazes dos alunos para a escola.AVALIAÇÃO:Deixar que os alunos interajam com todos através de seus traços, seus desenhos.EMEF “PROFª. ROBE RAMALHO MIRANDA ABDO”PROJETO DE ARTES: GrafismoPÚBLICO ALVO: 1° anoTEMPO PREVISTO:Primeiro SemestrePostado por E.F.COSTA às 17:33 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkut
  27. 27. Reações:PROJETO FOLCLORE -PROJETO FOLCLORE - MÚSICAS FOLCLÓRICASTurmas:Duração: Segundo SemestreJustificativa:O Folclore é um dos principais fatores de identificação de um povo e de sua nacionalidade.É, portanto necessário conhecer e identificar para valorizar.A música é uma linguagem que se traduz em formas sonoras capazes de comunicarsensações, sentimentos e pensamentos, por meio de organização e relacionamentoexpressivo entre o som e o silêncio.O projeto Folclore na Escola é desenvolvido , através de pesquisas, elevando oconhecimento deles. É uma atividade interessante e enriquecedora trabalhar com criançasde diferentes níveis de aprendizado, pois nos leva a um desafio maior, o do conhecimentopessoal.Objetivos:*Oportunizar o educando a entrar em contato com algumas manifestações da culturapopular da sua região;*Conhecer e divulgar a importância do Folclore;*Desenvolver a imaginação, através a leitura de lendas folclóricas;*Incentivar o gosto pela leitura, arte, música e dança- de forma contextualizada;*Conhecer para valorizar a cultura popular.Conteúdos:
  28. 28. a) Conceituais: Construir conceitos com as crianças sobre o que é folclore através deexperiências vivenciadas por elas.b) Procedimentais: Permitir que as crianças se apropriem de conhecimentos da culturahumana como novas formas de brincar, cantar, dançar, falar, etc.c) Atitudinais: Incentivar a valorização e o respeito pelas diferentes formas de viver dediferentes grupos e pessoas.*Danças:*Tradicionais da comunidade.Semana do Folclore*Músicas;*Ouvir discos e fitas de músicas folclóricas;*Brincadeiras de roda, rítmo;Recursos: livros e revistas (fontes de informação), papéis coloridos, cola, tesoura, Cdscom histórias e cantigas, brinquedos, fantasias, máquina fotográfica, filme fotográfico.Avaliação: A observação das formas de expressão das crianças, de seu envolvimento nasatividades e satisfação nas próprias produções será um instrumento de acompanhamentodo trabalho que ajudará na avaliação e no replanejamento da ação educativa.Culminância:Exposição para os pais, do Projeto Folclore, através de fotos, materiais de pesquisa,materiais coletados e confeccionados pelas crianças e apresentações.BibliografiaEdith Lacerda, Brinquedoteca Carretel de Folia. Ricardo Azevedo, Histórias Folclóricas de Medo e Quebranto.Ciça Fittipaldi, acervo de músicas folclóricas.Revista Guia Prático para Professoras de Educação Fundamental.Revista Arte das Crianças nºs 94 e 106.
  29. 29. Postado por E.F.COSTA às 17:18 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:terça-feira, 1 de maio de 2012Projeto águaProjeto água
  30. 30. Duração: 1 semestre -Descobrir, investigar e ampliar o conhecimento sobre água, seusestados, características e transformações. Material: sucata, plástico transparente outranslúcido – potes, copos, baldes, vasilhas. Atividades: -Dispor de copos transparentes,água potável, pó para suco e colheres – provar a água pura, depois modificá-la com o pó,inclusive misturando sabores. -Como encher um balde? Usar diferentes embalagens paraencher o balde, sem interferência do adulto. Tentar carregar o balde cheio. Esvaziar damesma forma, jogando a água nas plantas e/ou jardim. Possíveis perguntas: Vamosexperimentar a água? Como podemos sentir o cheiro da água? E como podemos mudar acor, o cheiro e o gosto?-Selecionar embalagens de diferentes materiais, tamanhos e formas, buchas, esponjas,tampas, pratos. Propor que se encham bacias para brincar com barquinhos e outros.Perguntas: Qual o melhor pote a escolher? Será melhor pegar o grande, que cabe mais,ou o pequeno, onde cabe menos, e volto mais rápido? Em qual bacia devo colocar aágua?Obs.: usar potes com furos, como vasos, e observar a reação da criança até que eladescubra o que fazer. -Fazer chá, gelo, lavar roupa de boneca, tomar banho de esguicho,misturar água e areia, derreter gelo, lavar panelinhas, dar banho nas bonecas, fazerbolhas de sabão. Brincadeiras com bexiga d‘água. Que perguntas podem ajudar? - O queaconteceu com a água? - Para onde foi a água? - O que se transformou? (gosto, estado,etc) - O que se deu com a água?- O pó virou água? (perguntas que recuperem a memória) -Assegurar acesso aosmateriais e livre escolha. -Conversas dirigidas sobre desperdício, observação da caixad‘água e do hidrômetro. -Orientação para evitar desperdício na escovação de dentes eidas ao banheiro, demonstrando, na prática, o que se deve ou não fazerATIVIDADES PARA O DIA DA ÁGUAEssas atividades com a água são a partir das sensações das crianças.
  31. 31. VISÃO Que cor é a água? Colocar água em copos brancos e observar sua cor. A seguircolocar tempera colorido (cores primárias) e exploramos as cores que surgiram. Usar cháde marcela, café e outras substâncias. ―A água é transparente‖AUDIÇÃO _ Reproduzir em gravador (pode ser de celular, câmera digital) o som da águacaindo em copo, balde, vidro, plástico. Colocar água em garrafinhas de vidro (cada umacom uma quantidade diferente de água) e bater nelas com um ferrinho. _ Comparar o somde uma gota de água caindo em diversos materiais diferentes (panela, potinho plástico,vidro, numa porção de água, na mão do amigo). _ Agitar as mão dentro de um tanque deágua. _ se a escola for perto da praia (felizmente é o meu caso – morram de inveja), ir,observar o barulho das ondas, o movimento da marola, a cor da água, o cheiro...TATO Tocar na água com diversas substâncias Areia (meio copo de areia para um copode água).Maisena (mesma medida da areia) Sal (três colheres de sal para um copo de água) Açúcar(mesma medida do sal) Tocar na água morna, gelada, na temperatura ambiente.PALADAR Provar água com sal, açúcar, café, chá, álcool, perfume (aproveitar paratrabalhar noção matemática de muito e pouco – muito sal, muito açúcar....).OLFATO Cheirar a água pura Cheirar a água com diversas substâncias (vinagre, café,leite, perfume...).OUTRAS ATIVIDADES1. Jogo Derrete, Não Derrete. Usar vidrinhos vazios, tampinhas, copinhos de remédio,potinhos de tempera. Dentro de eles colocarem água e diversas substâncias (farinha,açúcar, grãos, bala, gelo, bolo tinta, giz, papel, terra, cola grama, casca de árvore, cafésolúvel, chocolate, leite, giz de cera, isopor, esponja, óleo, vinagre, cebola, comprimido de
  32. 32. remédio). Usar etiquetas para classificar os vidrinhos e três bandejas. Em uma colocar―derrete‖, na outra ―não derrete‖ e na terceira deixar todos os recipientes com a água e asubstância já misturada e classificada. Pode ser observado depois de algumas horas ouna aula seguinte. Separar nas bandejas o que derrete e o que não derrete.2. Transportando Água Como podemos transportar a água? Transportar a água que seencontra em um balde para pequenas vasilhas. Sem material: Apenas com as mãos ―Nãodá? Então o que faremos? Com material: peneira, garrafa, furadas, regadores, copos,funis, pires, colheres...3. Quantos Copos de Água Cabem Nessa Jarra? Colocar água em uma vasilha grande eescolher uma jarra. As crianças deverão transportar a água em copos até encher a jarraenquanto contam. Podem usar colheres para encher um copo.4. Quem Enche Primeiro? É a mesma atividade acima, apenas divide a turma em equipese cada equipe tem que encher seu recipiente. Vence quem encher primeiro.5. Como Se Faz e o Que Acontece? O que acontece quando se tira cubos de gelo docongelador? O que se faz com cubos de gelo e como se faz cubos de gelo? Material: Umestoque de cubos de gelo (tirar da geladeira aos poucos) Recipientes diversos para fazermoldes. Desenvolvimento: Deixá-los brincar a vontade com o gelo e depois perguntar: _Podemos fabricar gelo? Como? Encher novamente as formas e colocar no congelador.6. Fogo e Água Nessa altura da aula, as crianças já sabem que gelo é água, entãocolocamos água em estado líquido no fogo para observarmos, depois colocamos gelo.Observar o vapor subindo: * Colocar um vidro no vapor e dar para as crianças tocarem *Colocar papel no vapor e observar. Observação: Algumas das últimas atividades foramretiradas de documento da Web, mas não tenho os créditos. Se alguém souber quem ascriou, favor avisar-me.DRAMATIZAÇÃO: O CICLO DA ÀGUAPERSONAGENS:Vários alunos.
  33. 33. DESENVOLVIMENTO1ª Personagem — Uma menina representando a Água FALA: — Há, como é triste serÁgua...!— Fui feita para matar a sede, limpar, lavar, repor energia, dar vida! — Vejam como estouagora: * Fraca, cada vez mais poluída, indefesa. — Não sei o que fazer!2 ª Personagem – Um menino, representando um EcologistaFALA: — É amiga Água , tenho brigado muito para te defender, mas são poucos os queme escutam. Alguns homens se reúnem, discutem, falam em te proteger, que estãopreocupados em evitar que te maltratem tanto, que acabes sumindo da terra, mas sãomuitos, os que não estão, nem ai para você.— Não fique triste minha amiga, eu vou continuar lutando para despertar nos homens, aconsciência pela tua importância. Mostrar para eles que sem você é impossível a vida naterra, para qualquer ser vivo.3ª Personagem – (Menino ou menina)O Sol FALA: — É, eu estou decepcionado com a humanidade. — Agora, com a escassezde água, tenho que aumentar o meu calor. — Não consigo me controlar. — Estou fazendomal a terra, sem querer.2ª FALA DA ÁGUA — Vejam meus amigos, já não consigo nem se quer seguir meu ciclonormalmente, pois faltaEU, a água, muitas vezes... — Eu tenho que estar nos corpos para sair no suor. -- Eutenho que esta nas plantas e nos animais, para sair em vapor -- Tenho subir para aatmosfera, ser aquecida pelo meu amigo SOL, virar nuvens fofinhas. --Tenho que ficargeladinha, pesada, tão pesada que desço de lá como chuva, há como é gostosa essabrincadeira, trás vida e felicidade aos seres vivos. — Por favor!!! Cuidem de mim, eu nãoquero acabar, e chora.RETORNAM AO PALCO: O SOL, ECOLOGISTAS E OUTROS PERSONAGENS. Ao redorda água, começam a cantar: A Água é minha amiga Com ela posso contar Pra lavar etomar banho E minha sede matar Vamos todos protegê-la E a natureza preservarResgatar suas nascentes Para ela não faltar Não fique triste amiga Água De você vamoscuidar Conscientizar a humanidadePostado por E.F.COSTA às 13:00 Um comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:terça-feira, 24 de abril de 2012Projeto CIRCO PRÉ II.Projeto CIRCO PRÉ II.
  34. 34. PROFs. Daniella e RosildaMês de atuação: MARÇO ( 27 de Março: Dia do Circo)Dias de aplicação: terças e sextas-feirasObjetivos:* Estimular a atenção, observação, criatividade e coordenação motora;* Observar que, o circo existe porque existe cooperação e respeito (valores) entre eles;* Conhecer os profissionais que trabalham no circo;* Dramatizar situações que acontecem no circo;* Ilustrar a sala de aula sobre o tema proposto.Descrição do projeto:Rodinha: Como funciona o circo?Quem trabalha lá?Como se vestem?O que cooperação e respeito têm a ver com circo?Onde moram?Música: O Palhacinho AtrapalhadoO Circo chegouPalhaço PicoléO Palhacinho DengosoBrincadeiras: Com bolhas de sabão;De equilíbrio (jogar com as mãos, atingir alvos, obstáculos, mira e etc.)Expressão corporal/facial;Dança.Atividades integradas: Assistir filmes;Confecção de fantoches e dedoches;Explorar as figuras geométricas.Introdução das letras C de Circo e P de Palhaço;Recorte/colagem/pintura;Dobraduras.Culminância: Assistir uma peça teatral ― Os Palhaços‖Local: SESCPintura de palhaço nas crianças.Recursos de apoio: DVDs – Deu Zebra e O Circo chegouCD – Xuxa CircoLivro – O Palhaço diferentePostado por E.F.COSTA às 15:09 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:1º DE MAIO: DIA DO TRABALHO Dia doTrabalho - Mini-projeto: Imitando asprofissões
  35. 35. 1º DE MAIO: DIA DO TRABALHOED.INFANTILDia do Trabalho - Mini-projeto: Imitando as profissões• Em roda de conversa utilizar a mímica para cantar a canção ou ler os versos. Vão-semudando o nome das profissões e fazendo gestos enquanto cantam.• Comentar sobre cada personagem das canções, apresentando o nome da profissão.Fazer um levantamento do conhecimento prévio dos alunos, perguntando: O que ele faz?Em que lugar trabalha? O que utiliza em seu trabalho? Listar os nomes das profissões noquadro.• Pedir aos alunos que façam um desenho sobre a profissão de que mais gostam.VAMOS CANTAR:Passa, passa gaviãoTodo mundo é bom!A costureira faz assimA costureira faz assim,Assim, assim, assim, assim!Passa, passa gaviãoTodo mundo é bom!O motorista faz assimO motorista faz assim,Assim, assim, assim, assim!Passa, passa gaviãoTodo mundo é bom!A professora faz assimA professora faz assim,Assim, assim, assim, assim! (médico/piloto/dentista/etc.)Livro das profissões• Em roda de conversa perguntar aos alunos qual a profissão de seus pais. Escreva noquadro, com letra de imprensa maiúscula.• Comentar com a turma sobre cada profissional: O que ele faz? Em que lugar trabalha? Oque utiliza em seu trabalho? Perguntar que outras profissões eles conhecem e explicarcomo cada uma delas contribui para a vida em sociedade. Trabalhar o sentido de utilidadedas profissões e satisfação pessoal no trabalho, como valor.• Elaborar com os alunos o Livro das Profissões para que possam registrar por meio de
  36. 36. desenhos ou palavras, as profissões de seus pais, aquelas de que mais gostam e asdemais, com seus objetos e ferramentas principais. Se for preciso, o professor pode atuarcomo escriba dos alunos.Livro das profissões•Sentados em roda, motivar os alunos para a brincadeira. A professora diz: "Estoupensando em alguém que faz pão". Os alunos tentam adivinhar e dizer o nome daprofissão. Quando alguém acertar, a professora deve escrever na lousa/quadro o nome daprofissão, em letra de imprensa maiúscula.O jogo continua, com o aluno seguinte, na roda.Sugestões:Apaga o fogo; vende jornal; trabalha na feira; pinta casas; conserta sapatos; cuida dosdoentes;Faz comida; ensina crianças etc.TEXTO INFORMATIVO :O Dia do Trabalho é comemorado em quase todo o mundo. No dia 1º de maio, ostrabalhadores e seus representantes se reúnem para comemorar a data escolhida paralembrar a prisão, morte e violência com que a polícia atacou centenas de trabalhadores nacidade de Chicago, Estados Unidos em 1º de maio de 1886.SUGESTÃO: Discuta a questão do trabalho infantil com seus alunos. · Pergunte aosalunos se eles conhecem alguma criança que trabalha. Se ela estuda também ou sótrabalha. · Questione-os a respeito do que acham ser o correto: trabalhar ou estudar?FONTE ;http://wata-eh-legal.blogspot.com.br/Postado por E.F.COSTA às 15:01 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:sábado, 14 de abril de 2012Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
  37. 37. Tema: Eu, revendo o meio ambienteÁreas: Língua Portuguesa, Matemática ,Geografia , História e CiênciasSensibilização :* Músicas:Que será de mim?ViverViolência não!* Campanha publicitária:Cartazes e textos construídos pelos alunos* Construção dos terrários (1 por turno )Objetivo Geral: proporcionar às crianças através de atividades, pesquisas e experiências,conhecimentos que permitam a elas se perceberem como sujeitos ativos dentro do meioambiente ,através de variados aspectos da natureza e da ação humana sobre esta,conscientizando-se sobre as formas de preservação.Objetivos específicos:* Perceber- se como parte do ambiente.* Identificar as características dos diversos meios em que vivemos.* Investigar as características comuns e diferentes dos variados meios ambientes.* Reconhecer as necessidades e importância dos seres vivos dentro do meio ambiente.* Registrar formas de poluição do meio ambiente* Coletar informações sobre a preservação do meio ambiente* Identificar , listar e participar de ações para a preservação do meio ambiente.* Demonstrar através da capacidade de observação o desenvolvimento do pensamentológico no que diz respeito a temática ambiental.* Comparar os diferentes modos de vida e sua ação na natureza.* Fornecer subsídios teóricos para compreensão de conceitos de meio ambiente, seusaspectos, características, depedração e preservação.Justificativa: Ao percebermos que as crianças não conseguem perceber- se como parteintegrante do meio ambiente, nem as conseqüências das ações dos seres humanos nadestruição dos recursos naturais ou mesmo na sua preservação, resolvemos propor umamplo projeto que as mobilizassem no sentido de se compreenderem como parteintegrante da natureza, sujeito às conseqüências de sua depredação e conscientes dasações que podem preservar o meio ambiente e os seres vivos, não só de sua espécie ecomunidade, mas de toda biodiversidade do planeta.Metodologia:* Projeto interdisciplinar constando das seguintes etapas:* Sensibilização* Coleta de material* Discussões e debates, filmes e vídeos* Pesquisas, palestra, oficinas, feira ,passeio* Relatórios de conclusão* Portifolium das atividades e açõesConteúdos Atitudinais :* Ouvir com atenção.* Respeitar opiniões* Argumentar em defesa de suas idéias* Participar ativamente das atividades e ações desenvolvidas no projeto* Cooperar com o grupo.Conteúdos por área de conhecimento:Língua Portuguesa ® Oralidade* exposição de idéias* argumentação
  38. 38. * dramatizaçõesEscrita:* Produção de textos variados (relatórios, cartazes, poemas, acrósticos, murais, etc.)Leitura:* Leitura de textos diversos em livros, revistas, jornais, etc.Matemática:* Trabalhar problemas, gráficos, tabelas que envolvam dados relativos ao meio ambiente* Reprodução de espaços explorando o meio ambiente* Grandezas e medidas relativas ao meio ambienteCiências:* Explorar conceitos de meio ambiente, ecologia, ecossistema, biodiversidade.* Seres vivos e não vivos* Recursos naturais: utilidade/cuidados/importância* Transformações dos recursos naturais em artificiais* Tecnologia* Depedração e poluição do meio ambiente* Ações para preservação do meio ambiente* Trocas energéticas (cadeia alimentar)* Higiene física e ambientalGeografia:* Formas de poluição dos recursos naturais* A Terra – nosso planeta casa* Problemas ambientais ocasionados pela má utilização dos recursos naturais* Deslocamento do homem na esfera local, regional e mundial provocado pelastransformações no meio ambiente* Adaptação do homem ao meio* Exploração dos meios urbano/rural e natural/artificial* Formas de preservação do meio ambiente nas esferas local/regional/mundialHistória:* Comparação do uso, pelo homem, dos recursos naturais na história humana* Observação da exploração, uso do espaço e deslocamento no espaço dos sereshumanos* Formas de variadas etnias em se relacionar com o meio ambiente* Consumo e o meio ambienteAvaliação – Será feita no decorrer do projeto com o objetivo de redimensioná-lo, a fim deatingir os objetivosSerão usados os seguintes instrumentos:Avaliação oralParticipação nas ações e atividadesAtividades escritas (textos, relatórios, murais)Ficha de acompanhamento das açõesRecursos: Ônibus, fitas, filmes, vídeos, transparências, retroprojetor, papéis, micro-system,fita cassete, filmito, vasilha transparente, pedrinhas, terra de vários ambientes e tipos,pequenos animais e vegetais, caneta e lápis para anotações, vasilha para água, sementes,cola, tesoura, sucatas, tinta.Postado por E.F.COSTA às 07:21 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:
  39. 39. quarta-feira, 11 de abril de 2012Projeto Minha InfanciaProjeto Minha InfanciaAutora: Andreza S F de Melo MenezesIdade: Sem limiteDuração: 02 semanasJustificativa:Hoje em dia passamos muito tempo dedicadas ao trabalho e as atividades do lar e esquecemosum pouco da nossa convivencia com os filhos, esse projeto é para resgatar o tempo das criançascom a família, trazendo para elas lembranças que elas não tem, que é de quando eram bebespara que elas se sintam amadas e importantes.Objetivo geral:Conhecer a nossa infância.Objetivos específicos:Desenvolver a coordenação motora, através da escrita, pintura, recortes e colagens.Trabalhar formar geométricas.Resgatar valores como respeito, amor, amizade.Estimular a criança a se alto conhecerem.Trazer para sala de aula um ambiente descontraído e animador.Atividades a serem realizadas:* Rodas de conversas para conhecer o que as crianças gostam de fazer, qual a brincadeira quemais gosta, qual o brinquedo, qual roupa, qual desenho animado, conhecer seus medos, mostrasque todas são diferentes e devem ser respeitadas;* Um dia na semana promover:Dia do brinquedo;Dia da comida preferida;Dia das brincadeiras;Dia das histórias;* Pedir para as mães trazerem álbuns de quando elas eram pequenas para ser mostrado a todasas crianças da escola;* Confecções de murais com coisas preferidas;* Trazer os pais para a escola para promover um momento da história, onde os pais terão quecontar histórias, piadas, brincar, cantar e etc;Fazer para cada turma um boneco " Eu sou eu", pode ser confeccionado ou um boneco de panoou de sua prefencia, cada criança levará um dia o boneco para casa e junto com ele um diáriopara que os pais conte o que aconteceu durante a dormida fora de casa e os cuidados que osfilhos tiveram com eles e solicitar que as crianças registre em forma de desenho o boneco.Postado por E.F.COSTA às 05:22 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:sábado, 31 de março de 2012
  40. 40. Projeto Contos de Fadas Educação Infantile Ensino FundamentalProjeto Contos de Fadas“Ah! Tu, livro despretensioso, que na sombra de uma prateleira, uma criançalivremente descobriu, pelo qual se encontrou e, sem figuras sem extravagância, fê-laesquecer as horas, os companheiros, a merenda... tu, sim, és um livro infantil, e oteu prestígio será na verdade, imortal.” Cecília Meireles.Clientela:Educação Infantil e Ensino FundamentalDuração:Início: 04/08/Fechamento: 20/09/Justificativa:O projeto é uma viajem ao mundo encantador das fadas, bruxas, príncipes e princesas, dobem contra o mal, e da felicidade eterna...... Felizes para sempre!!!!!!Assim resgatando a auto estima do aluno e também professores e funcionários, nessestempos tão complicados que vivemos. Revivendo os valores morais que aos poucos nosestão escapando pelos vãos dos dedos.Melhorando sem duvida alguma o desempenho pedagógico dos alunos. QUEM LÊ EINTERPRETA O QUE LEU, RESOLVE QUALQUER PROBLEMA E ESCREVE BEM.Objetivo Geral:Dar prazer à leitura e a escrita.Objetivos específicos:Ampliar o repertório lingüístico dos alunos através de reproduções de textos a partir doscontos de fadas
  41. 41. Desenvolver a expressão corporal através da dramatização de históriasOrganizar uma coletânea com todos os contos produzidos pelos alunos num livro lançadoem noite de autógrafos.Desenvolvimento:Roda de leituraParódia de contosReescrita de contosDramatizaçãoDançaJogosBrincadeiras cantadasOrganização de um Tribunal para defender personagens opostos (bruxa e princesa porexemplo)Confecção de livro com os contos escritos e ou desenhados pelos alunosRecursos:Livros de literatura infantilFantasiasFantochesPapeis para atividades diversas (dobradura, cartolina, cartão, etc.)Dvd‘sCd‘sAparelho de áudioAparelho de vídeoPainel do castelo mágicoSucatasCulminância:Noite de autógrafos com o lançamento do livro e apresentações artísticas. (danças edramatizações).Postado por E.F.COSTA às 06:09 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:quarta-feira, 21 de março de 2012FOLCLORE Linguajar popular, nomespopulares, provérbios, adivinhas, danças,músicas, frases, trava língua, parlendas,trovas.FOLCLORELinguajar popular, nomes populares, provérbios, adivinhas, danças, músicas, frases, trava língua, parlendas, trovas.OBJETIVO GERAL Despertar que todo e qualquer ser humano tem sua própria cultura!Dúvidas: Nos queremos saber o significado do folclore,quais são as danças dofolclore,quais são as linguajar popular do folclore? Quais são os provérbios do folclore?Quais são as adivinhas do folclore?Quais as músicas do folclore? Quais as frases dofolclore?Quais são os trava-línguas do folclore? Certezas: já conhecemos uns
  42. 42. personagens do folclore como:Saci-pererê, Mula-sem-cabeça, bumba-meu-boi, Curupira,Boto-corderosa, Yara, etc... Danças:Fandango, Frevo, Batuque, Coco, Dança de Fitas,Bailados, etc... JUSTIFICATIVA: O Brasil apresenta grande diversidade, seu folclore ériquíssimo. O folclore é passados que precisam ser cultivados para que não percam, sãohistórias representativas de diversas comunidades. Estudar a cultura do outro é viajar pelahistória humana. É sair do nosso mundo e conhecer o do outro, e ter a capacidade deexpressar o mundo em que vivemos. DESENVOLVIMENTO Cada povo tem um jeito muitoespecial de compreender o que acontece em sua volta. Para explicar fenômenos naturais,forças desconhecidas, ou para contar passagens importantes da nossa história, aspessoas comuns de todas as raças e regiões criam muitas, lendas danças, musicas,hábitos. O saber popular é aquele que atravessa o tempo pela comunicação oral dasgerações, sendo recontado, falado, declamado ou contado. Boto, cuca, curupira, saci-pererê, lobisomem, mula-sem-cabeça, existem na fantasia e imaginação de milharespessoas e fazem parte, de alguma maneira, da nossa memória.Folclore, portanto conjunto das tradições, conhecimentos, prensas populares, lendas,músicas, danças, adivinhações, provérbios superstições, brinquedos, jogos, poesias,artesanato, cantos,enfim, tudo o que se faz parte da cultura e da memória do povo. NoBrasil, as fontes do folclore são três correntes étnicas que contribuirão para a suaformação: -O Português -O Indígena -O Negro. A origem da palavra folclore: A origem dotermo vem de uma palavra criada pelo inglês William John Thoms. Em 22 de agosto de1.846. Folk:Povo Lore: Conhecimento de saber. Esta data foi consagrada como o diamundial do folclore. DANÇAS O folclore também è interpretado através de danças sendoque várias delas permanecem vivas ate hoje de norte a sul do pais. Boi-bumbà, laxado,forro, maracatu, siriri, bumba-meu-boi, cango, cataia, danças do jogo, capoeira, caculelé, aquadrilha são juninas são algumas davas,caso seja possíl, mostos através de vídeo oufatos algumas destas danças. PROVÉRBIOS Provérbios e um jeito inteligente e engraçadode falar sobre diversas citações das circunstancias da vida. Quando uma pessoa ajuda onecessitado, agrada a deus. Os provérbios surgiram de acordo com a convivência depessoas de vários bairros, cidades e essa pratica se alastrou pôr todo mundo. Eles sãocriados da boca do povo, pôr sua sabedoria e informações. Todo provérbio é umaprendizado. Apesar de engraçado, sempre trazem uma mensagem. Em culturas dediferentes, compreendemos melhores a historia de uma região, de um povo e dedeterminada época por intermediado de seus provérbios. TRAVA- LÍNGUAS EQUADRINHAS São parlendas que travam a língua de maneira divertida a nossa deserção.Deve-se falar os verbos bem de pressa, e geralmente a língua costuma ficar presa,travada ao falarmos repetidamente as palavras ADIVINHAS Tida como teste deinteligência, desenvolve a atenção e o raciocínio, aguça a inteligência e conduz a volta deá conclusão do pensamento. É um passa tempo,em prosa ou verso, uma fórmula deintrodução ( que é que é, que é uma coisa etc).A mais antiga adivinha registrada é uma pergunta da Esfinge a Édipo.Quem não arespondia era sacrificado; quem a certasse casa-se com a rainha : Que é que é, que demanhã ando de quatro pés de tarde com dois e á noite com três? ― TROVAS EQUADRINHAS Usamos as trovas e quadrinha para falarmos de amor,brincadeiras,desafios ou fazer saudações. PARLENDAS Parlendas são pequenos versos,com rimas que profecia inúmeras atividades de ensinamentos para crianças de todas asidades. DITADOS E EXPRESSÕES POPULARES ‗‘Os ditados são frases de nomeiopúblico, criados pelas sabedorias populares e passado de geração em geração. Trabalhao entendimento... MÚSICAS FOLCLÓRICAS É a musica do povo (media, harmonia eritmo) sem autoria conhecida, transmitida oralmente e integrada no conecto do meio folk ,linguagem cultural que veiculas expressões em momentos e finalidade determinada. Temcaracterística própria se apresenta através de voz humana ou de instrumentos musicais,sendo este ou mais comuns tambores, pandeiro, adufe, bumbo, caixa, zabumba, cuíca,viola, cavaquinho, violão, rebeca, berimbau, flauta, buzina, apito, berra-boi, sanfona,bastões, chocalhos.Como conjunto instrumental, a banda Cavação( banda de pífanos,bandas de ouro, zabumba, formada por dois pífanos, um zabumba é uma e um caixa,variando com pandeiro, triângulo, prato. PREGÕES São dizeres que camelos, feirantes evendedores usam para chamar a atenção e atrair a freguesia. Linguajar popular Termos e
  43. 43. expressões características usadas na comunidade : gírias, ditados, e provérbios, gestos emímicas etc. Nomes populares Nomes ou apelidos com que o povo batiza ruas ,caminhos, bairros, acidentes geográficos e sua explicação popular. frases populares Sãopalavras e frases que na sua grande maioria têm a função comparativa com diversosassuntos,como animais,modo de agir,modo de pensar. O que difere o ditado de frasespopulares é que este serve de alerta ao futuro e não apenas julga na ocasião doacontecimento como faz a frase. Exemplo: PROVÉRBIOS: ―A árvore quando está sendocortada,observa com tristeza que o cabo do machado é de madeira.‖(provérbio árabe) ‗‘Agente tropeça sempre, nas pedras pequenas, Porque as grande a gente lo enxergar.(provérbio árabe) ― Tudo o que acontece uma vez, pode nunca mais acontecer... Mas tudoo que acontece duas vezes, acontecerá certamente uma tercaira. ( provérbio árabe). ―Pouco se aprende com a vitória, Mas muito com a derrota ;. ( provérbio japonês). ‗‘Quemestuda e não pratica o que a prendeu ,é como o homem que lavra e não semeia‖ (provérbio árabe). ‗‘ Ao termino de jogo, o rei e o peão voltam para a mesmacaixa;.(provérbio italiano). ―― Ser pedra é fácil, o difícil, é ser vidraça;.(provérbio chinês). ‗‘Quando as armas estão pandas O bom mesmo-se- embora ;.( provérbio árabe ).‗‘Ninguém experimental a profundidade de um rio com os dois pés ;.(provérbio africano).‗‘Mas vale um pássaro na mão do que dois voando‖ • Macaco velho não bate a mão emcambucá. • Pé de galinha não mata pinto. • Em terra de sego quem tem um olho é rei. •Quem nasce pra da reis, não chega a vinte. • Santo de casa não faz milagre. • Águaspassadas não movem moinho. • A cavalo dado não se olha os dentes. • De pequeno é quese torce o pepino. • Quem nunca comeu melado quando come se lambuza. • Por causa desanto beija-se o altar. • Quem tudo quer, tudo perde. • Casa de ferreiro, espeto de pau é. •Quando a esmola é muito, o santo desconfia. • Quem espera alcança. • Devagar se vailonge. • Orvalho não enche o papo. • Pelo afinar da viola se conhece o tocador. • Quem ripor ultimo ri melhor. • Nem só de pão vive o homem. • Quem com ferro fere com ferro seráferido. • Miguel , Miguel, tem abelha e vende mel. • Quem vê cara não vê coração. • Osino, o burro e o preguiço, sem pancada nenhum faz o ofício. • Quem ama o feio, bonitolhe parece. • Nem tudo que balança cai. • Quem não tem cão caça com gato. • A galinhado vizinho sempre é mais gorda. • De médico, poeta e louco, todo mundo tem um pouco. •O olho do dono engorda o porco.TRAVA-LÍNGUASA pia pinga O pinto pia! Quanto mais o pinto pia Mais a pia pinga. Isto parece mentira, Mase verdade patente. A gente nunca se esquece De quem se esquece da gente. Há quatrocoisa Que dão gosto de viver. Amar e ser amado Perdoar e esquecer.Por aquela serra acimaVai o velho seco epeco.Este cepo seco é seu?Se saudade matasse Muita gente morreria E eu seria a primeira Que a saudade mataria.Olha o sapo dentro do saco O saco com o sapo dentro, O sapo batendo papo. E o sacobatendo vento.Bagre branco brancobagre. Aranha arranha a jarra, a jarra arranha a aranha. Lara agarra a cigarra e amarra nataquara.Eu não ligo para Lia,Porque a lia não meliga.Se a Lia me ligasse,Eu ligava para Lia.Mas como a Lia nãome liga, Eu não ligopara Lia.Um prato de trigo para um tigre branco. Dois pratos de trigo para dois tigres brancos.Nunca vi socó coçar sem bico, nunca vi um bico socó coçar, um socó, dois socós, três
  44. 44. socós, quatro socós , quantos socós para um só coçar.Sugestão de adivinha 1-A mãe é verdadeira, a filha encarnada; a mãe é mansa, a filha édanada. O que é ? (pimenta) 2- Eu fui feito de pancada só sirvo se for bom torto/ vouprocurar quem esta vivo/ espetadinho bem morto( anzol) 3- Não me queira possuir/ nãome deixe crescer/ se não me mate /eu é que te matarei( faca) 4-O que é o que é se vênum minuto /duas vezes um momento, mas já vê num?( m letra) 5- São três irmãos/ oprimeiro já morreu/ o segundo vive conosco/o terceiro não nasceu.( passado, presente,futuro.)6-O que não pode faltar no pé (acento no é). 7- Tem cabeça, tem dente, tem barba, nãome bicho nem gente. (alho) 8-Passo o dia no céu e a noite na água( dentadura).9- É irmãda minha tia, mas não é minha tia ( minha mãe).Segunda –feira eu te amo. Terça- feira te quero bem; Na quarta morro por ti Quinta pormais ninguém. QUADRINHASTanto limão, tanta limaTanta silva tanta amora,Tanta menina bonitaE meu pai sem uma nora. Tigelinha d‘água morna . O que faz na prateleira Esperandomeu benzinho, Que chega segunda feira.O meu rosário de mágoas .Com o teu amor eu formei.As contas são gotas d‘águaDos pratos que derramei. Você disse que amor não dói. Dói dentro do coração Queria bema vida ausente Veja lá se dói ou não...ParlendasTelhado, telhadinho Te dou meu dente velho E você me dá um (novinho) Rei, soldado,Capitão, ladrão, Moça bonita Do meu (coração) A casinha da vovó Cercadinha de cipó Ocafé está demorando Com certeza não tem( pó)PregõesMoça bonita Não paga, Mas também Não leva! Ursinho do coração quem Leva ganha umcordão!Na banca do ManéTem de tudo o queVocê quer! É um ...é dois é três se Entrar vão ficar freguês!MúsicasCAI CAI BALÃO Cai, cai, balão Cai, cai, balão! Na rua do sabão Não cai não, Não cai não,CAPELINHA DE MELÃO Capelinha de melão É de São João. É de cravo é de rosa É demanjericão. São João está dormindo Não ouve não MARCHA SOLDADO Marcha soldadoCabeça de papel, Quem não marchar direito Vai preso no quartel. O quartel pegou fogo Apolícia deu sinalNão cai não! Cai aqui na minha mão Acordai, acordai, Acordai João! Acode acode aBandeira Nacional!CONCLUSÃO .BIBLIOGRAFIA WWW.FOLCLORE.COM.BR WWW.GLOBO.COM/SITIO WWW.GLOBO.COM.BRPostado por E.F.COSTA às 19:57 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012
  45. 45. PROJETO ANIMAIS MARINHOS
  46. 46. ESTOU MONTANDO ...Postado por E.F.COSTA às 03:50 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:PROJETO HIGIENE CORPORAL
  47. 47. Objetivo:Objetivo Geral- Ensinar hábitos e práticas de higiene para as crianças da educação infantil incentivando-as a conhecer ea cuidar do próprio corpo.Objetivo Específico- Ensinar as crianças a identificar as partes do corpo;- Ensinar e estimular os hábitos de higiene pessoal;- Demonstrar a importância dos cuidados com o corpo e da higiene para a saúde;- Favorecer a auto-estima da criança;- Identificar e promover a utilização dos objetos de higiene pessoal.Justificativa:Segundo aspectos contidos nos PCNs (2001), na infância, os alunos podem verificar que, sob orientaçãode um adulto, são capazes de cuidar da sua higiene. Ressalta-se ainda que, é na infância que se dá inicioa tomada de consciência acerca do esquema geral do corpo. Neste contexto, com embasamento nosconteúdos de ciências trabalhar aspectos que envolvem a formaçãoda higiene pessoal em crianças da educação infantil.Conteúdo:Saúde e Higiene PessoalMetodologia:Os alunos assistirão vídeos sobre higiene. Serão apresentadas músicas para conhecimento do própriocorpo e da higiene corporal. Os alunos participarão de atividades e brincadeiras com brinquedos e objetosde higiene pessoal. Será realizado um teatro com fantoches. Durante o projeto há momentos de conversasobre o tema, com a participação da turma.
  48. 48. Recursos:- Folhas de papel- Giz de cera e lápis de cor- Brinquedos- Objetos de higiene pessoal- Fantoches- Livros de histórias infantis- Músicas- VídeosAvaliação/ Resultados:A avaliação será processual, visando verificar o desenvolvimento da aprendizagem e formação infantil.Postado por E.F.COSTA às 03:47 Nenhum comentário:Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar noOrkutReações:sexta-feira, 28 de outubro de 2011PROJETO BALEIA AZULlRecebi este projeto sobre o meio ambiente da amiga Nívea Maria, ela e a Rose são as autoras doprojeto e montaram as atividades.Segue então para vocês todo o projeto, na íntegra, e ainda o livro de atividades que elasmontaram que ficou lindíssimo!Eu sou suspeita, tudo que é feito com capricho fico lindo.Então queridos colegas, leiam e explorem o tema e apliquem com seus alunos.CENTRO DE INTERESSE: MEIO AMBIENTETEMA ESPECÍFICO: A BALEIA AZULCOLÉGIO NOSSA SENHORA DAS NEVESPROFESSORAS: NÍVEA E ROSEEDUCAÇÃO INFANTIL: NÍVEL III - 2011DURAÇÃO DO PROJETO:01 TRIMESTRE - IIINível III - 20111.JUSTIFICATIVAPreservar o Meio Ambiente nunca teve em tanto destaque como nos últimos tempos. O serhumano nunca antes esteve diante de tamanha decisão tão importante para o futuro da própriaraça. Preservar ou destruir?
  49. 49. Sendo assim, diante de constantes transformações do planeta decorrente de sua degradaçãodesenfreada, preservar o meio ambiente agora virou prioridade para poder se pensar noamanhã. E isso depende de cada um de nós.Cientes da necessidade de cooperar pela sustentação do planeta é que, exercendo o papel deeducadoras percebemos o quanto o assunto é importante para ser trabalhado com educaçãoinfantil, pois as crianças nessa faixa etária de idade demonstram maior interesse e preocupaçãopelas causas que afetam o meio ambiente. Ensinar a criança a cuidar dos bens que Deus nos deué nossa prioridade.Considerando como referencial o projeto “Meio Ambiente” e tendo como centro deinteresse a poluição das águas é que nasceu a ideia de desenvolver estudos acerca do maioranimal do planeta “A Baleia-Azul”animal que está tão distante do universo das crianças, masque desperta curiosidades em todas. O projeto visa despertar nas crianças além da curiosidade,atitudes de preservação e a não poluição das águas, contribuindo para o respeito com osanimais,a solidariedade, acooperação, a autoestima e autoconfiança. Pois,conhecer mesmo quenão tenham um contato direto com o animal contribui e fortalece significativamente aconstrução da de responsabilidades, ensina a criança a lidar com os sentimentos de frustação,alegria e tristeza. Enfim, é neste aspecto da vida que as crianças devem compreender o quantoas atitudes do homem influenciam na preservação ou destruição do “Meio Ambiente”.Nesta perspectiva, partindo da curiosidade e interesse dos alunos acerca desse animalem específico, visamos a aprendizagem de conteúdos relacionados a importância da baleia azulpara o meio ambiente, como ainda seu modo de viver, suas necessidades e outros.2. OBJETIVOS2.1- GERAL:· Compreender a importância da preservação do meio ambiente especificamente das água do marpara que todas as espécies de vida que lá habitam possam continuar deslumbrando nossanatureza com seu colorido e magia;2.2- ESPECÍFICOS:· Valorizar o ambiente natural e sua importância na vida dos animais;· Reconhecer a Baleia Azul como o maior mamífero existente;· Descobrir características específicas da Baleia Azul;· Valorizar a água compreendendo a sua importância como fonte de vida;1. · Promover momentos de estudo e reflexão que levem o estudante aconstituir-se e sentir-se agente e sujeito do meio ambiente em que está inserido;2. · Reconhecer a inter-relação entre o homem e o meio ambiente para melhorrespeita-lo e preservá-lo.3. · Envolver os educandos em atividades pratica de produção utilizandomateriais recicláveis;3.CONTEÚDOS* Tamanho: grande/pequeno;* Cores e formas;*Perto/longe;*Rápido/devagar;* Saudação;* Transportes: marítimos* Poluição (desastre ecológico no mar);* Perigos;* Coletividade;* Observação;
  50. 50. * Tipos de peixes;* Danos na natureza causados pelo homem;* Tempo: ensolarado/dia/noite;* Atitudes de preservação e destruição do meio ambiente;* A importância de trabalhar em grupo;* Amizade;* Leitura;* Leve/pesado;* Quantidade;* Numerais;* Ameaças de extinção da Baleia Azul (causas);4. METODOLOGIA· Apresentação do projeto (na roda iremos fazer o levantamento dos conhecimentos prévios dascrianças. Ex. Quem conhece um animal grande que mora no mar? Ele é azul......);· Enviar um CD-rom com a história e música “A Baleia Azul” para cada criança realizar umtrabalho em casa com a família (junto irá um bloquinho de atividades relacionada ao projeto emestudo);· Leitura de livros infantis relacionados a “Baleia Azul”· Atividades pedagógicas (dobraduras, produção de texto coletivo, pinturas, apreciação demúsicas, brincadeiras etc.);· Desenho espontâneo e dirigido;· Escrita espontânea do nome do animal estudado;· Vídeos sobre as baleias;· Atividade de artes (pintura em tela);· Pesquisa sobre a “Baleia Azul”· Confeccionar uma baleia com E.V.A, colocar dentro de uma garrafa pet com água;· Confecção de outros animais que vivem na água (peixes);· Trabalhando a cor do animal (azul);· Apresentação musical5. AVALIAÇÃOA avaliação será realizada no decorrer do processo de aprendizagem levando emconsideração a participação dos alunos nas atividades proposta tanto individual quantocoletivas.SUGESTÕES DE LIVROS.* JONAS E A BALEIA AZUL*A TARTARUGA VERDE E A BALEIA AZUL
  51. 51. A baleia azul e seu filhoteDe repente, uma surpresa no mar verde-azul, coberto de espuma branca.Os animais do mar começaram a afastar as plantas, e as plantas começaram a prepararum lugar que logo foi ocupado por uma baleia-azul muito bonita.
  52. 52. Mas era uma beleza especial!E depois que cena fantástica!Aconchegada na mãe baleia-azul, mamando calmamente, lá estava a baleia bebê.As ondas do mar cantaram bem baixinho uma canção de ninar.Então era isso! Todos no mar se prepararam para a dona baleia dar de mamar para o seufilhote.Que coisa mais linda!BALEIAAs baleias, assim como os golfinhos, não são peixes! Pertencem a um grupo de mamíferoschamados de cetáceos. Respiram através de um orifício na cabeça. Cuidado com o jato queproduzem na expiração! Ao contrário dos peixes, que balançam suas caudas de um lado paraoutro, as baleias nadam impulsionando a cauda de cima para baixo.Vivem em grupos e apesar do tamanho adoram saltar para fora da água. A maior parte têmdentes e se alimentam de peixes e lulas. Já as que não tem dentes, como a baleia azul ecinzenta, se alimentam de pequenos animais e plânctons.Segue algumas curiosidades sobre as baleias: Baleias piloto - podem alcançar 48 quilômetros por hora Baleias rorqual - mergulham até 450 metros Baleia azul - é o maior animal do planeta com mais de 30 metros! Orca, a baleia assassina - grande predador, além de peixes e lulas, aves marinhas,focas e pingüins fazem parte da sua dieta. Baleia Cachalotes - a espécie mais numerosa de todas. Possui o maior cérebro detodos os mamíferos!Sugestão de atividades para lembranças e aula de artes:
  53. 53. "Educar é viajar no mundo do outro, sem nunca penetrar nele. É usar o que passamos paratransformar no que somos."Augusto Cury

×