Aula república velha

971 visualizações

Publicada em

Nossa aula sobre a República Velha.

Publicada em: Turismo, Tecnologia
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Professora.. A senhora não habilitou esse pra poder ser salvo. Não tá dando pra baixar por causa disso.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
971
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula república velha

  1. 1. A REPÚBLICA VELHA (1889-1930) E CRISE DA REPÚBLICAPeríodo chamado de República Velha ou PrimeiraRepúblicaPredomínio das oligarquias agrárias – em nívelfederal e estadual;Oligarquias secundárias – açúcar, algodão,pecuária, cacau, fumo, borracha, mate, etc…
  2. 2. • Primeira Mudança: A velha oligarquia nordestinacontrolava o Império – A República passou a sercontrolada basicamente pelos cafeicultores doOeste Paulista e de Minas Gerais (formavam osetor mais moderno e dinâmico da época);• Segunda Mudança: grupos até entãomarginalizados (classe média urbana e nascenteburguesia industrial), passaram a ter condiçõesde influir, ainda que limitadamente, na políticanacional;
  3. 3. LUTA PELO PODER: Cafeicultores,classe média e a burguesia urbana• Velhas oligarquias: logo se juntaram aos republicanos, insatisfeitos com a aboliçãoe com as reformas propostas pelo gabinete do Visconde de Ouro Preto.*Os interesses dos grupos que proclamaram a República eram inconciliáveis –divergências entre as políticas monetária , fiscal, cambial, alfandegária, creditícia etc.*Outro fator era a desconfiança mútua entre civis e militares – “Casacas” e os“fardas” – autoritários e violentos; corruptos e incompetentes;* No princípio tudo transcorreu harmoniosamente. Entretanto alguns meses depois a“lua-de-mel” chegou ao fim – a disputa ganhou as ruas, com passeatas,manifestações já não tão pacíficas, chegando até à luta armada, à guerra civil.• Crise da República: 1889 – 1894, abrangendo o Governo Provisório e aspresidências dos marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto;• 1894: Prudente de Morais assumiu a Presidência da República – Paulista eintimamente ligado aos cafeicultores, sua posse significou a vitória das oligarquiasrurais e de uma política econômica voltada totalmente para a agricultura;
  4. 4. GOVERNO PROVISÓRIO (1889 -1891):MILITARES, CAFEICULTORES EINDUSTRIAIS• Chefiado pelo Marechal Deodoro da Fonseca(composto por elementos da elite cafeeira,profissionais liberais de classe média e militares).Três Ministérios Mais Importantes: Justiça,Fazenda e Guerra: ocupados respectivamentepor Campos Sales (cafeicultor), Rui Barbosa(advogado) e Benjamin Constant (militar);• Rui Barbosa e Benjamin Constant foramnomeados também para os cargos de primeiro esegundo vice-presidentes da República.
  5. 5. FUNÇÕES DO GOVERNOPROVISÓRIO• Governar provisoriamente o país;• Consolidar o regime Republicano;• Institucionalizar a República pormeio da aprovação de umaConstituição;• Executar diversas reformaspolíticas e administrativas;
  6. 6. ADOÇÃO DE PROVIDÊNCIAS• Expulsão de D. Pedro II e sua família;• Revogação da Constituição de 1824;• Extinção da Câmara dos Deputados, do Senado, do Conselho deEstado, das Assembléias Legislativas Provinciais e das CâmarasMunicipais;• Substituição de todos os presidentes de províncias e intendentes(prefeitos) por interventores nomeados pelo governo;• Transformação das Antigas Províncias em Estados, com grandeautonomia local;• Naturalização: medida que concedia cidadania brasileira a todosos estrangeiros aqui residentes;• Separação entre Igreja e Estado, o que levou à criação decartórios de Registro Civil e transferiu a administração doscemitérios para as prefeituras;• Reforma do sistema judiciário e bancário;• Convocação de uma Assembléia Constituinte para a elaboraçãoda primeira Constituição Republicana;
  7. 7. A POLÍTICA INDUSTRIALISTA DE RUI BARBOSA:• Rui Babosa foi o primeiro, desde a independência, aoptar por uma política industrialista. Ele achava quea consolidação da República só aconteceria se o paísfosse politicamente e economicamente forte. Paraisso era necessário que o país se industrializasse:• Aumento das taxas alfandegárias de importação;• Reformas na legislação sobre as sociedadesanônimas;• Criação de Créditos bancários às indústrias;• Anulação dos empréstimos à lavoura;• Essas ações esbarravam em alguns problemas:dívida externa e banqueiros estrangeiros que senegavam a emprestar dinheiro;• SOLUÇÃO: emitir moeda;
  8. 8. • ENCILHAMENTO: primeiros resultados foram positivos,ocorrendo um rápido crescimento nos negócios e a formação deum grande número de empresas industriais, comerciais e deserviços;• Compra e venda de “papéis” cresceu vertiginosamente, dandoinício àquilo que é uma das características do capitalismo:especulação;• Encilhamento: foi a consequência da política emissionista deRui Barbosa; O objetivo era promover a industrialização; oresultado foi a quebra do mercado de ações e o agravamentoda inflação;
  9. 9. RAZÕES DO FRACASSO:• Falha política;• Resistência dos grupos contrários à industrialização;• Caráter profundamente colonial de nossa economia e denossa sociedade;• Combatida por grupos econômicos internacionais e pelaelite agrária;• Todo o sistema criado e gerenciado aqui durante anosatendia aos interesses da Metrópole e de outras potênciaseuropéias;• A industrialização era uma tentativa que abriria o Brasilpara a modernização e para o rompimento com aestrutura colonial em que ainda vivíamos;• Para a burguesia européia e norte-americana isso trariaum enorme prejuízo.
  10. 10. CONSTITUIÇÃO DE 1891:• Organizou política e juridicamente o Brasil até 1930;• Inspirada no modelo dos EUA:• Republicana;• Federativa;• Presidencialista;• Liberal;O Brasil passava a ser uma República Federativa, composta de 20 Estados (nãoexistiam ainda os atuais estados do Acre, do Mato Grosso do Sul, de Rondônia,do Amapá e do Tocantins);Cada Estado possuía autonomia: governador, Assembléia Legislativa,constituição Própria, sistema judiciário, serviços públicos, escolas, forçaspoliciais…)Código Civil e Código Penal: elaborados pelo governo federal, eram um só parao País, embora cada Estado tivesse seu próprio judiciário;Três Poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário;Disposições Transitórias: o Congresso Nacional elegeria o Primeiro presidenteda República e seu vice pelo voto indireto.

×