Sistematização dos Capítulo IV
          do Sermão de Santo António aos peixes (P.e
                       António Vieira)...
O pregador inicia as repreensões aos
                 peixes/homens, seguindo o método usado para os
                     ...
b. Exemplificação

        Alguém que morreu                                Algum réu em julgamento
Comem-no os herdeiros ...
b. Amplificação
                  . Os peixes / homens comem os mais pequenos
                  . Os homens comem não só o...
2. Primeira Repreensão
                         A IGNORÂNCIA E CEGUEIRA DOS PEIXES
                        A IGNORÂNCIA E ...
Fonte Bibliográfica:

. Guerra, João Augusto; Vieira, José Augusto ( 1998) Aula Viva-
   Português B – 11ºano, Porto Edito...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistematização dos Capítulos II e II do Sermão de Santo António aos peixes

10.183 visualizações

Publicada em

Sistematização dos Capítulos II e III do Sermão de Santo António aos peixes (P. António Vieira)

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.253
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
249
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistematização dos Capítulos II e II do Sermão de Santo António aos peixes

  1. 1. Sistematização dos Capítulo IV do Sermão de Santo António aos peixes (P.e António Vieira) Repreensão dos VÍCIOS / DEFEITOS GERAIS dos Peixes “Antes porém, que vos vades, assim como ouvistes os vossos louvores, ouvi também agora as vossa repreensões. Servir-vos-ão de confusão, já que não seja de emenda.” www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista 1
  2. 2. O pregador inicia as repreensões aos peixes/homens, seguindo o método usado para os louvores dos peixes/homens: do geral para o particular. 1. Primeira Repreensão OS PEIXES COMEM-SE UNS AOS OUTROS – OS HOMENS COMEM-SE UNS AOS OUTROS a. Apelo à Observação: Vedes Andarem buscando os Todo aquele bulir TUDO homens como hão-de Todo aquele andar Aquele concorrer e cruzar AQUILO comer e como se hão-de Aquele subir e descer É comer Aquele entrar e sair www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista 2
  3. 3. b. Exemplificação Alguém que morreu Algum réu em julgamento Comem-no os herdeiros Come-o o meirinho Comem-no os testamenteiros Come-o o carcereiro Comem-no os legatários Come-o o escrivão Comem-no os credores Come-o o solicitador Comem-nos os oficiais dos defuntos Come-o o inquiridor e dos ausentes Come-o o médico Come-o o advogado Come-o a testemunha Come-o o sangrador Come-o o julgador Come-o a mulher Come-o o coveiro Come-o o tocador de sinos Comem-no os padres CONCLUSÃO – valor denotativo do verbo COMER Ainda o não comeu a terra e já o tem Ainda não está executado nem comido toda a terra sentenciado e já está comido www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista 3
  4. 4. b. Amplificação . Os peixes / homens comem os mais pequenos . Os homens comem não só o povo, mas a sua plebe . Os homens não só se comem, mas engolem-nos e devoram-nos . Os homens devoram e comem como se se tratasse de pão O estilo de Vieira nesta 1º parte do discurso a. Lógica da argumentação: Observação / Exemplificação / Ampliação b. Lógica das conclusões: Conclusões implacáveis c. Ritmo das frases: ritmo variado: lento e repousado (frases longas, com exemplos de paralelismo) / rápido e muito rápido (frases curtas, com sucessivas anáforas e interrogações retóricas , vivo (exemplo do defunto e do réu), capaz de prender facilmente os ouvintes Discurso: Ondular das águas do mar: revoltas e vivas, para depois se espraiarem pela areia (gradações crescentes) g. Visualismo: a repetição da forma verbal “vedes”, certamente a acompanhar o gesto expressivo, cria na mente dos ouvintes um forte visualismo do espectáculo descrito, assim como os deícticos e as Nominalizações/ Substantivação do infinitivo verbal (deixa de ser uma acção limitada para ser uma situação alargada) e. Efeitos dos deícticos demonstrativos: localizar os actos referidos. www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista 4
  5. 5. 2. Primeira Repreensão A IGNORÂNCIA E CEGUEIRA DOS PEIXES A IGNORÂNCIA E CEGUEIRA DOS HOMENS PEIXES HOMENS . Caem tão facilmente no engodo da . Enganam facilmente os indígenas isca (peixes que facilmente se deixam enganar) CONCLUSÃO Os peixes / homens são muito cegos e ignorantes No entanto, Santo António nunca se deixou enganar pela vaidade do mundo, fazendo- se pobre e simples, e assim pescou muitos para salvação. www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista 5
  6. 6. Fonte Bibliográfica: . Guerra, João Augusto; Vieira, José Augusto ( 1998) Aula Viva- Português B – 11ºano, Porto Editora, pp. 59-60. . CARDOSO, A. M. et alii (2004) Das Palavras aos Actos – Português B – 11º ano, Edições Asa, pp. 91-92. . http://lithis.net/p.php?id=19 www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina 6 Baptista

×