Louvor das virtudes aos peixes

21.089 visualizações

Publicada em

Sistematização do capítulo II e III do Sermão de Santo António aos Peixes do Padre António Vieira.

Publicada em: Educação
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21.089
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.668
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
379
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Louvor das virtudes aos peixes

  1. 1. Sistematização dos Capítulos II e III do Sermão de Santo António aos peixes (P. António Vieira) www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista “ E desta maneira satisfaremos as obrigações do sal, que melhor vos está ouvi-las vivos que experimentá-las mortos.” “ Ao menos têm os peixes duas boas qualidades: de ouvintes OUVEM, MAS NÂO FALAM ”
  2. 2. Cap. II e IIII - CONFIRMAÇÃO LOUVOR DAS VIRTUDES dos PEIXES www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista “ E desta maneira satisfaremos as obrigações do sal, que melhor vos está ouvi-las vivos que experimentá-las mortos.” “ Ao menos têm os peixes duas boas qualidades: de ouvintes OUVEM, MAS NÂO FALAM ”
  3. 3. Funções do sal: Conservar o são Impedir a corrupção Funções do Sermão: Louvar o Bem Repreender o mal www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista
  4. 4. VIRTUDES GERAIS dos peixes www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista Virtudes que dependem sobretudo de Deus Virtudes naturais dos peixes • foram as primeiras criaturas criadas por Deus • foram as primeiras criaturas nomeadas pelo homem • são os mais numerosos e os maiores • obediência, quietação, atenção, respeito e devoção com que ouviram a pregação de Santo António • não se domam • não se domesticam
  5. 5. <ul><li>RELAÇÃO COM OS HOMENS </li></ul><ul><li>“ Poderia cuidar que os peixes irracionais se tinham convertido em homens , e os homens, não em peixes, mas em feras.” (ll. 40-41) </li></ul><ul><li>. “Aos homens deu Deus uso da razão, e não aos peixes; mas neste caso os homens tinham a razão sem o uso, e os peixes o uso sem a razão.” (ll.41-42) </li></ul><ul><li>“ Os homens tiveram entranhas para deitar Jonas ao mar, e o peixe recolheu nas entranhas a Jonas, para o levar vivo à terra.” (ll. 50-52) </li></ul><ul><li>“ Não condeno, antes louvo muito aos peixes este retiro e, me parece que , se não fora natureza, era grande prudência, Peixes!” </li></ul><ul><li>(ll. 65-66) </li></ul>www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista
  6. 6. <ul><li>. Quão grande bem é estar longe dos homens </li></ul><ul><li>. Tanto mais unido a Deus, quanto mais apartado dos homens. </li></ul>CONCLUSÃO – CAP. II www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista
  7. 7. VIRTUDES PARTICULARES <ul><li>. </li></ul>www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista Peixe TOBIAS ´RÉMORA TORPEDO QUATRO-OLHOS VIRTUDES . O fel sara a cegueira . O coração lança fora os demónios . Pequena no corpo .grande na força e no poder. . Energia . Dois olhos olham para cima .dois olhos olham para baixo COMPARAÇÂO S. António. S. António. S. António Pregador Alumiava e curava as cegueiras dos homens . Lançava os Demónios fora de casa A Língua de S. António Domou a fúria das paixões humanas: Soberba, Vingança, Cobiça, Sensualidade 22 pescadores tremeram ouvindo as palavras de S. António e converteram-se O peixe ensinou o pregador a olhar para o Céu (para cima) e para o Inferno (para baixo)
  8. 8. As quatro imagens associadas ao peixe RÉMORA www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista Imagens Elementos Nau Soberba Nau Vingança Nau Cobiça Nau Sensualidade Vocabulário essencial: • substantivos • adjectivos • verbos • velas, vento • inchadas • desfazer, rebentavam • artilharia, bota-fogos • abocada, acesos • corriam, queimariam • gáveas • sobrecarregada, aberta • incapaz de fugir • cerração • enganados • perder Efeitos do poder da língua de S. António Mão no leme a sua língua detém a fúria a sua língua detêm a cobiça a sua língua contêm-nos Finalidade das interrogações Convencer os ouvintes Comentário sobre cada imagem Usadas com a finalidade de chamar a atenção dos ouvintes para as várias tentações a evitar.
  9. 9. www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista . Tobias: Os homens precisam de ser alumiados e curados da cegueira que lhes obscurece a razão. . Rémora : «pegada ao leme da nau, é freio da nau e leme do leme» = «virtude e força da língua de António» que teve mão nos soberbos, Língua de Santo António : nos vingativos, nos cobiçosos, nos sensuais, o que sugere alegoricamente por meio de naus que a língua do Santo prendeu. . Torpedo: Aos pescadores da terra fazia-lhes falta um torpedo, para lhes fazer tremer o braço e arrepiar caminho! .Quatro-olhos: Mais falta fariam os dois pares de olhos aos homens do que aos peixes. O elogio dos peixes termina realçando-se a sua importância na prática do jejum e o seu mais fácil acesso aos pobres. CONCLUSÃO – CAP. III
  10. 10. <ul><li>. Se eu pregara aos homens e tivera a língua de Santo António, eu os fizera tremer.“ (ll.99-100) </li></ul><ul><li>&quot;… se tenho fé e uso da razão, só devo olhar direitamente para cima, e só direitamente para baixo&quot;. (ll. 133-134) </li></ul><ul><li>“ Os solhos e os salmões são muito contados, porque servem à mesa dos reis e dos poderosos; mas o peixe que sustenta a fome dos pobres de Cristo, o mesmo Cristo o multiplica e aumenta.” (ll. 168-170) </li></ul>www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista
  11. 11. <ul><li>Fonte Bibliográfica: </li></ul><ul><li>. Guerra, João Augusto; Vieira, José Augusto ( 1998) Aula Viva- Português B – 11ºano, Porto Editora, pp. 44-45 e 52-53. </li></ul><ul><li>.http://lithis.net/p.php?id=19 </li></ul>www.sebentadigital - 11ºano - Profª Dina Baptista

×