Mário Cesariny deVasconcelos<br />Inês Soares 10ºD<br />
Pontos importantes na sua biografia:<br /><ul><li>Frequentou a Escola de Artes Decorativas António Arroio e a Académie de ...
Estudou música com o compositor Fernando Lopes Graça;
1947: encontra-se com André Breton;
Participa com Alexandre O’Neill, António Pedro etc., no Grupo Surrealista de Lisboa;
Funda o "Grupo Surrealista Dissidente”;
Primeiro livro de poesia: Corpo Visível, publicado em 1950;
Prémios: Grande Prémio Vida Literária APE/CGD e Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.</li></ul>Inês Soares 10ºD<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mário Cesariny de Vasconcelos

4.852 visualizações

Publicada em

Conhecer a vida e obra de um poeta surrealista português: Mário Cesariny de Vasconcelos - Trabalho de Inês Soares (10ºD | Escola Básica 2,3/S de Vale de Cambra), no âmbito do estudo dos poetas do século XX, na disciplina de Português.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
121
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mário Cesariny de Vasconcelos

  1. 1. Mário Cesariny deVasconcelos<br />Inês Soares 10ºD<br />
  2. 2. Pontos importantes na sua biografia:<br /><ul><li>Frequentou a Escola de Artes Decorativas António Arroio e a Académie de La Grande Chaumière, em Paris;
  3. 3. Estudou música com o compositor Fernando Lopes Graça;
  4. 4. 1947: encontra-se com André Breton;
  5. 5. Participa com Alexandre O’Neill, António Pedro etc., no Grupo Surrealista de Lisboa;
  6. 6. Funda o "Grupo Surrealista Dissidente”;
  7. 7. Primeiro livro de poesia: Corpo Visível, publicado em 1950;
  8. 8. Prémios: Grande Prémio Vida Literária APE/CGD e Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.</li></ul>Inês Soares 10ºD<br />
  9. 9. O Surrealismo e o Poeta<br />Escritor surrealista, mas por vezes a sua poesia é tão consciente e verdadeira que é difícil qualificá-la como verdadeiramente surrealista. A sua poesia apresenta afinidades com nomes tão variados quanto Álvaro de Campos, Mário de Sá-Carneiro, António Maria Lisboa e outros surrealistas franceses Breton e Artaud.<br />Mário Cesariny, com a sua poesia, influenciou muitos poetas à semelhança dos escritores do Orpheu.<br />Inês Soares 10ºD<br />
  10. 10. Obras mais importantes<br /><ul><li>Poesia -1961;
  11. 11. Planisfério e Outros Poemas -1961;
  12. 12. Um Auto para Jerusalém -1964;
  13. 13. Titânia e A Cidade Queimada -1965;
  14. 14. Burlescas, Teóricas e Sentimentais -1972;
  15. 15. Primavera Autónoma das Estradas -1980;
  16. 16. Titânia -1994.
  17. 17. Corpo Visível - 1950;
  18. 18. Discurso sobre a Reabilitação do Real Quotidiano - 1952;
  19. 19. Louvor e Simplificação de Álvaro de Campos -1953;
  20. 20. Manual de Prestidigitação -1956;
  21. 21. Pena Capital-1957;
  22. 22. Alguns Mitos Maiores e Alguns Mitos Menores Postos à Circulação pelo Autor -1958;
  23. 23. Nobilíssima Visão -1959; </li></ul>Inês Soares 10ºD<br />
  24. 24. Lembra-te<br />Lembra-te que todos os momentos que nos coroaram todas as estradas radiosas que abrimos irão achando sem fim seu ansioso lugar seu botão de florir o horizonte e que dessa procura extenuante e precisa não teremos sinal senão o de saber que irá por onde fomos um para o outro vividos Mário Cesariny, in "Pena Capital”<br />Inês Soares 10ºD<br />
  25. 25. Analise do poema<br />Podemos dividir o poema em três partes distintas:<br /><ul><li>1ª parte: Todos temos um caminho, todos percorremos uma estrada
  26. 26. 2ª parte: o objectivo desses caminhos (seu ansioso lugar/ seu botão de florir/ horizonte)
  27. 27. 3ª parte: conclusão, o alcance ou não dos objectivos</li></ul>Lembra-te que todos os momentos que nos coroaram todas as estradas radiosas que abrimos irão achando sem fim seu ansioso lugar seu botão de florir o horizonte e que dessa procura extenuante e precisa não teremos sinal senão o de saber que irá por onde fomos um para o outro vividos <br />
  28. 28. Netgrafia<br />http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/portugues/portugues_trabalhos/cesariny.htm#vermais 02-02-2011 Entre 17:00h e as 18:30h<br />http://www.citador.pt/poemas.php?poemas=Mario_Cesariny&op=7&author=21188<br />Inês Soares 10ºD<br />
  29. 29. Trabalho realizado por:<br />Inês Soares nº13 10º D<br />"Para a pátria, a igreja e o estado a nossa última palavra será sempre... MERDA“<br />Mário Cesariny<br />

×