Jantar no Hotel Central

4.487 visualizações

Publicada em

Análise do episódio "Jantar no Hotel Central", d'Os Maias, de Eça.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.487
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
610
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jantar no Hotel Central

  1. 1. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Análise dos Chás e do jantar na casa do Conde Gouvarinho Capítu l oXeX II
  2. 2. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Capítulo X O idílio entre Carlos e a condessa de Gouvarinho durou três semanas na casa de uma tia da condessa; Ega encontra-se em Celorico e andava a escrever uma comédia que se deveria chamar o Lodaçal; Carlos continua a ver a mulher de Castro Gomes e decide pedir a Dâmaso que lha apresente; Corridas no hipódromo de Belém; Dâmaso informa Carlos que Castro Gomes partira para o Brasil; Carlos recebe um bilhete de Maria Eduarda para no dia seguinte ir visitar uma pessoa de família que se encontrava doente. 1
  3. 3. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Capítulo XII Ega regressa a Lisboa e instala-se no Ramalhete; No comboio, a condessa convidou Ega e Carlos a jantarem na segunda-feira; Ega abandonou a comédia O Lodaçal por o afligir, por ser “feroz de mais…”. Além disso fazia-o “remexer na podridão lisboeta.” e tenciona continuar as Memórias; Dâmaso, em tom difamatório, informa Ega da relação amorosa de Carlos com Maria Eduarda; Ega e Carlos vão jantar a casa dos Gouvarinhos, onde está Sousa Neto; Carlos frequenta a casa de Maria Eduarda e aluga a Craft uma casa, nos Olivais, para aí alojar Maria Eduarda; Carlos confidencia os seus amores a Ega. 2
  4. 4. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Relação do episódio com o título d’Os Maias preponderância da figura de Carlos na sociedade Lisboeta e apresentação das suas paixões. Relação do episódio com o subtítulo d’Os Maias crítica à incompetência dos governantes da nação, nas áreas da administração e da política. 3
  5. 5. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Objetivos deste espaço social Observar e criticar: a mediocridade mental os valores o atraso de algumas figuras da sociais intelectual alta burguesia e da do país aristocracia. 4
  6. 6. nho Conde Gouvari Condessa Gouva rinho o reino; Ministro e par d etente; Político incomp Adúltera; Fútil; Sensual; Vaidoso; Sousa Neto Provocadora; Representante da administração pública; Homem ignorante; Ega e Carlos; Companheir o e confidente d m Coimbra; Boé mio estudantil e Carlos da Maia fantasioso, de autor; L iterato ousado, os seus planos o a concretizar nunca chegand a escrever – Culto; ros que tencion Lodaçal Os liv um Átom o e a comédia O Educado; As Memórias de Diletante; projetos não passam de dos;Gostos requinta Aristocrata rico 5
  7. 7. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Temas discutidos/criticados • A educação das mulheres: (…) Ega defende que “a mulher só devia ter duas prendas: cozinhar bem e amar bem.” • A falta de cultura dos homens que ocupam cargos políticos: Sousa Neto desconhece Proudhon (…) • O deslumbramento pelo estrangeiro: Sousa Neto manifesta a sua curiosidade em relação aos países estrangeiros, interrogando Carlos, o que revela o aprisionamento cultural de Sousa Neto, confinado às terras portuguesas. 6
  8. 8. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós HIPÁLAGE “Ega protestou com calor.” USO EXPRESSIVO DO ADJETIVO “a boa titi, uma velha pequenina, chamada Miss Jones”; “Castro Gomes não era um esposo a sério: era um dandy, um fútil, um homem de sport e de cocotes…” USO EXPRESSIVO DO ADVÉRBIO “Falou de ti constantemente, irresistivelmente, imoderadamente!” 7
  9. 9. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós USO DO GE RÚNDIO “(…) e uma o u outra papou e além”; “pas la vermelheja mando para a ndo aqui para o rio.” estrada, pasm ando USO DO DIMIN UTIVO COM V ALOR PEJORA “Carlos cumprim TIVO entou as duas irmãs do Taveir ambas corretam a, magrinhas, lo ente vestidas, d irinhas, e xadrezinho.” 8
  10. 10. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós USO DE EMPRÉSTIMOS Galicismos (palavras francesas) Anglicismos (palavras inglesas) coupé; couté; cache-nez dead-beat; handicap; gentleman; foot-ball 9
  11. 11. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós DISCURSO INDIRETO LIVRE “Carlos encolheu os ombros. Como podia ela acreditar no Dâmaso?” MARCAS DE ORALIDADE “Não seja piegas, homem!”; “Fez-me o efeito de haver um cabrão mais na cidade.” 10
  12. 12. EB 2,3/S de Vale de Cambra2011/2012| Português – 11º ano | Trabalho sobre os Episódios da Crónica de Costumes d’Os Maias, de Eça de Queirós Trabalho realizado por: Sofia Moreira Joana Oliveira Patrícia Martins 11ºF 11

×