Felizmente há Luar, de Luís Sttau Monteiro

24.095 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.763
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
598
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Felizmente há Luar, de Luís Sttau Monteiro

  1. 1. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 Luís Infante de Lacerda Sttau Monteiro 03/04/1926 (Lisboa) 23/07/1993 (Lisboa) Publicação e representação: apesar de ter sido publicada em 1961 , só subiu à cena portuguesa após o 25 de Abril, em 1978 , no Teatro Nacional. Houve, no entanto, uma representação anterior, em França , no ano de 1969 .
  2. 2. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 Objectivos . Biografia do autor . A especificidade do texto dramático – a importância das didascálias . Classificação: a influência de Brecht e da técnica da distanciação histórica . Características da obra . Contexto histórico: - Paralelismo com os anos 60 Tempo Espaço Personagens . Título . Linguagem e Estilo . Trágica apoteose . Os símbolos
  3. 3. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 BIOGRAFIA DO AUTOR- Luís Infante de Lacerda Sttau Monteiro Para mim há uma coisa sagrada: ser livre como o vento . Nasceu no dia 03/04/ 1926 em Lisboa. Partiu para Londres com dez anos de idade, acompanhando o pai que exercia as funções de embaixador de Portugal. Regressa a Portugal em 1943, no momento em que o pai é demitido do cargo por Salazar. Licenciou-se em Direito em Lisboa, exercendo a advocacia por pouco tempo. Parte novamente para Londres, tornando-se condutor de Fórmula 2 . Regressa a Portugal e colabora em várias publicações , destacando-se a revista Almanaque e o suplemento "A Mosca" do Diário de Lisboa, e cria a secção Guidinha no mesmo jornal. Em 1961, publicou a peça de teatro Felizmente Há Luar , distinguida com o Grande Prémio de Teatro, tendo sido proibida pela censura a sua representação. Só viria a ser representada em 1978 no Teatro Nacional. Foram vendidos 160 mil exemplares da peça, resultando num êxito estrondoso. Foi preso em 1967 pela Pide após a publicação das peças de teatro A Guerra Santa e A Estátua, sátiras que criticavam a ditadura e a guerra colonial. Escreveu o romance inédito Agarra o Verão, Guida, Agarra o Verão, adaptada como novela televisiva em 1982 com o título Chuva na Areia. Faleceu no dia 23 de Julho de 1993. O que distingue as suas obras: valorização da Liberdade individual e colectiva.
  4. 4. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 ESPECIFICIDADE DO TEXTO DRAMÁTICO Em Felizmente Há Luar , o público terá de esforçar-se para entender a peça. "O público tem de entender, logo de entrada, que tudo o que se vai passar no palco tem um significado preciso. Mais: que os gestos, as palavras e o cenário são apenas elementos duma linguagem a que tem de adaptar-se" (p.15, Areal editores) TEATRO Fenómeno de comunicação Literatura em acção Envolvimento do espectador T. Clássico (Aristotélico): .Desperta emoções .Identificação com as personagens T. Moderno Teatro épico de Brecht: Leva o espectador a pensar e a desenvolver o espírito crítico “ visa a distanciação” Diversidade de Signos Importância das didascálias Indicações sobre signos não linguísticos Tom de voz /Som / Silêncios Linguagem gestual e movimentação Cenário/iluminação / trajes / adereços
  5. 5. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 CLASSIFICAÇÃO LITERÁRIA DA OBRA Drama narrativo de carácter épico De acordo com Brecht, Sttau Monteiro pretende representar o mundo e o homem em constante evolução de acordo com as relações sociais. Estas características afastam-se da concepção do teatro aristotélico que pretendia despertar emoções, levando o publico a identificar-se com o herói. Análise crítica da sociedade , mostrando a realidade, de forma a levar os espectadores a reagir criticamente e a tomar uma posição. BRECHT O mundo e o homem em constante transformação Preocupação com o homem e o seu destino , a luta contra a miséria e a alienação e a denúncia da ausência de moral Necessidade de uma sociedade solidária que permita a verdadeira realização do homem
  6. 6. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS DA OBRA Estrutura: dois actos, sem qualquer indicação de cenas: PODER e ANTI-PODER Particularidades: paralelismo entre o tempo da acção (séc XIX) e o tempo da escrita (década de 60) permite/visa denunciar indirectamente o totalitarismo, a violência e as injustiças do regime ditatorial salazarista; Temática explícita: a rebelião e a condenação à morte do General Gomes Freire de Andrade , acusado de conspirar contra o Estado durante o período que antecede o Liberalismo (século XIX); Temática implícita: a dicotomia Opressão/Liberdade visível através daa luta intemporal do ser humano contra a tirania, a opressão e todas as formas de perseguição. Motivo de censura: a peça denuncia a hipocrisia da sociedade e defende valores como a liberdade e a justiça social . Foi, por isso, proibida pela censura da ditadura.
  7. 7. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 CONTEXTO HISTÓRICO – Paralelismo Histórico-Metafórico
  8. 8. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 CONTEXTO HISTÓRICO – Paralelismo Histórico-Metafórico
  9. 9. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 CONTEXTO HISTÓRICO O paralelismo do tempo . Tempo da História - Século XIX (1817) / Tempo da Escrita - Século XX (1961) Tipo de regime Desigualdades sociais Agitação social Denúncia, perseguição e repressão . Tempo da representação: 1h30m/2h . Tempo da acção dramática : a acção está concentrada em 2 dias . Tempo da narração: informações respeitantes a eventos não dramatizados, ocorridos no passado, mas importantes para o desenrolar da acção Um texto - metáfora
  10. 10. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 Elementos Simbólicos A Simbologia do Título Felizmente há Luar ! Fonte: Acetatos Português B-12ºano , Porto Editora
  11. 11. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 Os vampiros No céu cinzento sob o astro mudo Batendo as asas p’la noite calada Vêm em bandos com pés de veludo Chupar o sangue fresco da manada Se alguém se engana com seu ar sisudo E lhes franqueia as portas à chegada Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo E não deixam nada (Bis) A toda a parte chegam os vampiros Poisam nos prédios, poisam nas calçadas Trazem no ventre despojos antigos Mas nada os prende às vidas acabadas São os mordomos do universo todo Senhores à força, mandadores sem lei Enchem as tulhas bebem vinho novo Dançam a ronda no pinhal do rei Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo E não deixam nada (Bis) No chão do medo tombam os vencidos Ouvem-se os gritos na noite abafada Jazem nos fossos vítimas de um credo E não se esgota o sangue da manada Se alguém se engana com seu ar sisudo E lhes franqueia as portas à chegada Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo E não deixam nada (Bis) Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo E não deixam nada (Bis)
  12. 12. | Português – 12º ano | Felizmente há Luar, de Luis Sttau Monteiro Dina Baptista | www.sebentadigital.com EB 2,3/S de Vale de Cambra 20092010 Fontes sitográficas usadas: Fontes biográficas usadas e leituras recomendadas: . DELGADO, Isabel Lopes- Para uma leitura de FELIZMENTE HÁ LUAR de Luís de Sttau Monteiro, Lisboa, Editorial Presença, 2000. . LUCAS, Ana Maria e CORREIA, Fátima Vieira - Felizmente Há Luar / Proposta de Análise , Sebenta, 2000. . MOREIRA, Vasco e PIMENTA, Hilário, Preparação para o Exame nacional 2009, Português 12ºano , Porto Editora, 2009, pp. 58-75. Edição usada: MONTEIRO, Luís de Sttau - Felizmente Há Luar !, Areal Editores, Lisboa, 2000. http://www.prof2000.pt/ users / jsafonso / Port / luar.htm http:// www.portaldaliteratura.com /autores.php?autor=251#ixzz0ksbNC4iv

×