INTRODUÇÃO
 A Bíblia de Estudo Pentecostal define "dons" Neste trimestre, estudaremos
a mensagem de Deus entregue aos san...
I - AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1)
 1. Autoria.
 Em primeiro lugar, é preciso destacar o fato de que há, ...
I - AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1)
2. Local e data.
Embora a maioria dos biblistas veja a Palestina, e
ma...
I - AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1)
3. Destinatário.
"Às doze tribos que andam dispersas" (Tg 1.1). Há mui...
R. Tiago, filho de José e Maria e meio-irmão do
nosso Senhor.
R. Os cristãos dispersos na Palestina e variadas igrejas
est...
II - O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO
 1. Orientar.
 Em um tempo marcado pela falsa espiritualidade e egoísmo, as
orient...
II - O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO
 2. Consolar.
 Numa cultura onde não se dobrar a César, honrando-o como
divindade,...
II - O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO
 3. Fortalecer.
 Além das perseguições cruéis, os crentes eram explorados
pelos ri...
R. Orientar, consolar e fortalecer a Igreja de Cristo.
III - ATUALIDADE DA EPÍSTOLA
1. Num tempo de superficialidade espiritual.
Outro propósito da epístola é levar o leitor a...
III - ATUALIDADE DA EPÍSTOLA
 2. Num tempo de confusão entre "salvação pela fé" ou
"salvação pelas obras".
 O leitor des...
III - ATUALIDADE DA EPÍSTOLA
3. Uma fé posta em prática.
Muitos dizem ser discípulos de Cristo, mas estão
distantes das ...
R. Que o autor está em plena
concordância com o ensino de Jesus
Cristo.
R. Porque apesar de as obras não garantirem a
salv...
CONCLUSÃO
 Como em toda a Escritura Sagrada, a Epístola de Tiago é um
farol acesso e permanentemente atual.
 Ela nos ale...
ACESSE O NOSSO SITE
www.escola-dominical.com
www.proaviva.blogspot.com
Produção dos slides
Ev. Ismael Pereira de Oliveira
...
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras

809 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
809
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
109
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
63
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição 1: Tiago — Fé que se Mostra pelas Obras

  1. 1. INTRODUÇÃO  A Bíblia de Estudo Pentecostal define "dons" Neste trimestre, estudaremos a mensagem de Deus entregue aos santos irmãos do primeiro século por intermédio de Tiago, o irmão do Senhor.  Assim pode ser resumida a Epístola universal de Tiago: uma carta de conselhos práticos para uma vida bem-sucedida e de acordo com a Palavra de Deus.  A espiritualidade superficial, a ausência de integridade, a carência de perseverança e a insuficiência da compaixão para com o próximo são características que permeiam o caminho de muitos crentes dos dias modernos.  O estudo dessa epístola é relevante para os nossos dias, pois contempla a oportunidade de aperfeiçoarmos o nosso relacionamento com Deus e com o próximo, levando-nos a compreender que a fé sem as obras é morta (Tg 2.17).
  2. 2. I - AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1)  1. Autoria.  Em primeiro lugar, é preciso destacar o fato de que há, em o Novo Testamento, a menção de quatro pessoas com o nome de Tiago: Tiago, pai de Judas, não o Iscariotes, (Lc 6.16); Tiago, filho de Zebedeu e irmão de João (Mt 4.21; 10.2; Mc 1.19, 10.35; Lc 5.10; 6.14; At. 1.13; 12.2); Tiago, filho de Alfeu, um dos doze discípulos (Mt 10.3; Mc 3.18; 15.40; Lc 6.15; At 1.13) e, finalmente, Tiago, o autor da epístola, que era filho de José e Maria e meio-irmão do nosso Senhor (Mt 1.18,20).  Após firmar os passos na fé e testemunhar a ressurreição do Filho de Deus, o irmão do Senhor liderou a Igreja em Jerusalém (At 15.13- 21) e, mais tarde, foi considerado apóstolo (Gl 1.19). Pela riqueza doutrinária da carta, o autor não poderia ser outro Tiago, senão, o irmão do Senhor e líder da Igreja em Jerusalém.
  3. 3. I - AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1) 2. Local e data. Embora a maioria dos biblistas veja a Palestina, e mais especificamente Jerusalém, como local mais indicado de produção da epístola, tal informação é desconhecida. Sobre a data, tratando-se do período antigo da era cristã, sempre será aproximada. Por essa razão, a Bíblia de Estudo Pentecostal data a produção da carta de Tiago entre os anos 45 a 49 d.C., aproximadamente.
  4. 4. I - AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1) 3. Destinatário. "Às doze tribos que andam dispersas" (Tg 1.1). Há muito a estrutura política de Israel perdera a configuração de divisão em tribos. Assim, em o Novo Testamento, a expressão "doze tribos" é um recurso linguístico que faz alusão, de forma figurativa, à nação inteira de Israel (Mt 19.28; At 26.7; Ap 21.12). Todavia, ao usar a fórmula "doze tribos", na verdade, Tiago refere-se aos cristãos dispersos na Palestina e variadas igrejas estabelecidas em outras regiões, isto é, todo o povo de Deus espalhado pelo mundo.
  5. 5. R. Tiago, filho de José e Maria e meio-irmão do nosso Senhor. R. Os cristãos dispersos na Palestina e variadas igrejas estabelecidas em outras regiões, isto é, todo o povo de Deus espalhado pelo mundo.
  6. 6. II - O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO  1. Orientar.  Em um tempo marcado pela falsa espiritualidade e egoísmo, as orientações de Tiago são relevantes e pertinentes. Isso porque a Escritura nos revela o serviço a Deus como a prática concreta de atitudes e comunhão: guardar-se do sistema mundano (engano, falsidade, egoísmo, etc.) e amar o próximo.  Assim, através de orientações práticas, Tiago almeja fortalecer e consolar os cristãos, exortando-os acerca da profundidade da verdadeira, pura e imaculada religião para com Deus a qual é:  a) visitar os órfãos e as viúvas nas tribulações;  b) não fazer acepção de pessoas e  c) guardar-se da corrupção do mundo (Tg 1.27).
  7. 7. II - O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO  2. Consolar.  Numa cultura onde não se dobrar a César, honrando-o como divindade, significava rebelião à autoridade maior, os crentes antigos foram impiedosamente perseguidos, humilhados e mortos.  Entretanto, a despeito de perder emprego, pais, filhos e sofrer martírios em praças públicas, eles se mantiveram fiéis ao Senhor.  Por isso, a epístola é, ainda hoje, um bálsamo para as igrejas e crentes perseguidos espalhados pelo mundo (Tg 1.17,18; 5.7- 11).
  8. 8. II - O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO  3. Fortalecer.  Além das perseguições cruéis, os crentes eram explorados pelos ricos e defraudados e afligidos pelos patrões (Tg 5.4).  Apesar de a Palavra de Deus condenar com veemência essa prática mundana, infelizmente, ela ainda é muito atual (Ml 3.5; Mc 10.19; 1 Ts 4.6).  A Epístola de Tiago não foge à tradição profética de condenar tais abusos, pois, além de expor o juízo divino contra os exploradores, o meio-irmão do Senhor exorta os santos a não desanimarem na fé, pois há um Deus que contempla as más atitudes do injusto e certamente cobrará muito caro por isso.  A queda de quem explora o trabalhador não tardará (Tg 5.1-3).
  9. 9. R. Orientar, consolar e fortalecer a Igreja de Cristo.
  10. 10. III - ATUALIDADE DA EPÍSTOLA 1. Num tempo de superficialidade espiritual. Outro propósito da epístola é levar o leitor a um relacionamento mais íntimo com Deus e com o próximo. A carta traz diversas citações do Sermão do Monte como prova de que o autor está em plena concordância com o ensino de Jesus Cristo. Tiago chama a atenção para a verdade de que se as orientações de Jesus não forem praticadas, o leitor estará fora da boa, perfeita e agradável vontade de Deus. Portanto, a Igreja do Senhor não pode abandonar os conselhos divinos para desenvolver uma espiritualidade sadia e profunda.
  11. 11. III - ATUALIDADE DA EPÍSTOLA  2. Num tempo de confusão entre "salvação pela fé" ou "salvação pelas obras".  O leitor desavisado pode pensar que a Epístola de Tiago contradiz o apóstolo Paulo quanto à doutrina da salvação mediante a fé.  Nos tempos apostólicos, falsos mestres torceram a doutrina da salvação pela graça proclamada pelo apóstolo dos gentios (2 Pe 3.14-16 cf. Rm 5.20-6.4).  Entretanto, a Epístola de Tiago evidencia que não se pode fazer separação entre a fé e as obras.  Apesar de as obras não garantirem a salvação, a sua manifestação dá testemunho da experiência salvífica do crente (Ef 2.10; cf. Tg 2.24).
  12. 12. III - ATUALIDADE DA EPÍSTOLA 3. Uma fé posta em prática. Muitos dizem ser discípulos de Cristo, mas estão distantes das virtudes bíblicas. Estes não evidenciam sua fé por intermédio de suas atitudes. Os pseudo discípulos visam os seus interesses particulares e não a glória de Deus. Precisamos urgentemente priorizar o Reino de Deus e a sua justiça (Mt 6.33). Tiago nos ensina, assim como João Batista (Lc 3.8- 14), que precisamos produzir frutos dignos de arrependimento.
  13. 13. R. Que o autor está em plena concordância com o ensino de Jesus Cristo. R. Porque apesar de as obras não garantirem a salvação, a sua manifestação dá testemunho da experiência salvífica do crente (Ef 2.10; cf. Tg 2.24).
  14. 14. CONCLUSÃO  Como em toda a Escritura Sagrada, a Epístola de Tiago é um farol acesso e permanentemente atual.  Ela nos alerta contra a mediocridade da vida supostamente cristã e nos exorta a fazer das Escrituras o nosso pão diário. Jesus Cristo sempre foi zeloso pelo bem estar do seu rebanho (Jo 10.10).  Em todas as épocas Ele é o bom pastor que cuida das suas ovelhas (Jo 10.11).  É do interesse do Mestre que os discípulos vivam em harmonia e amor mútuo, a fim de não trazerem escândalo aos de dentro e, muito menos, aos de fora (1 Co 10.32).  E não nos esqueçamos: A religião pura e imaculada é a fé que se mostra através de nossas práticas e obras
  15. 15. ACESSE O NOSSO SITE www.escola-dominical.com www.proaviva.blogspot.com Produção dos slides Ev. Ismael Pereira de Oliveira & Ismael Isidio

×