Infra Vermelho

11.372 visualizações

Publicada em

Calor superficial terapêutico.

3 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.372
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
531
Comentários
3
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infra Vermelho

  1. 1. Infra-vermelho Terapêutico
  2. 2. O que é?  A radiação infravermelha é um agente térmico superficial usado para alívio da dor e rigidez, para aumentar a mobilidade articular e favorecer a regeneração de lesões de tecidos moles e pele.
  3. 3. Espectro Eletromagnético
  4. 4. Fontes de IV
  5. 5. Transmissão de Energia REFLEXÃO Meio 1 Meio 2
  6. 6. Transmissão de Energia REFRAÇÃO Meio 1 Meio 2
  7. 7. Transmissão de Energia ABSORÇÃO Meio 1 Meio 2
  8. 8. Absorção, penetração e reflexão A radiação precisa ser absorvida para se conseguir os efeitos terapêuticos;  A penetração depende da intensidade da fonte, do comprimento de onda (IVA),do ângulo de incidência e do coeficiente de absorção dos tecidos.  Penetração em média de 0,8 mm (hipertermoterapia superficial)
  9. 9. Efeitos Biológicos O IV não dá origem a efeitos fotoquímicos.  O IV aquece os tecidos através da vibração molecular e produção de calor.  Portanto os efeitos biológicos seguem o princípio físico do aquecimento dos tecidos e seus efeitos terapêuticos.
  10. 10. Evidências de Eficácia Clínica  Alívioda dor;  Diminuição da rigidez articular;  Diminuição do edema crônico;  Algumas lesões de pele como: infecções por fungos (paroníquia e psoríase);  Aumento do metabolismo.
  11. 11. Paroníquia e Psoríase
  12. 12. Dosimetria Intensidade: De acordo com a sensibilidade do paciente. A intensidade pode ser alterada afastando ou aproximando o gerador da pele do paciente. Lei do Quadrado Inverso
  13. 13. Dosimetria Temperatura na pele: Dose leve: entre 36 e 38 o.C. Dose moderada: entre 38 e 40 o.C.
  14. 14. Dosimetria Tempo de aplicação por sessão: entre 10 a 20 minutos Dependerá do tamanho da área, vascularização, cronicidade e natureza da lesão.
  15. 15. Dosimetria Distância da Lâmpada: Varia de acordo com a potência da lâmpada Entre 50 e 75 cm
  16. 16. Infravermelho com e sem toalha Sá et al. (submetido em 2008)
  17. 17. RISCOS  Queimaduras;  Adesões de tecidos subdermais pós cirurgia (estágio agudo);  Testículos;  Sistema respiratório de bebês (apnéia);  Idosos (desidratação e redução temporária da PA, tontura e cefaléia) principalmente na cervical e ombro.  Dano óptico.
  18. 18. Contra-indicações  Sensibilidade térmica deficiente;  Doença cardiovascular avançada;  Circulação periférica comprometida;  Tecido cicatricial ou desvitalizado;  Tecido maligno;  Redução do nível de consciência;  Febre;  Dermatite ou eczema;  Testículos.

×