Aula 5 - 4 Auditoria Interna

2.557 visualizações

Publicada em

Aula 5 4 Auditoria Interna, lecionada na turma do 8º período do curso de Administração da Faculdade Maurício de Nassau-Unidade Lagoa Nova, Natal/RN

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
230
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 5 - 4 Auditoria Interna

  1. 1. 4AUDITORIA INTERNA
  2. 2. Objetivodesteponto ApresentaraAuditoriaInterna(AI); CompararAuditoriaInternacomExterna; RessaltaropapeldaAIcomoatividadedesuporteàmelhoriadosresultadosdagestão 4AUDITORIA INTERNA
  3. 3. 4.1 Introdução –Conceito e abrangência 4.2 Usuários da Auditoria Interna 4.3 Finalidade 4.4 Detecção de Fraudes e Erros 4.5 Comparativo Auditoria Interna X Externa 4.6 Vantagens e Benefícios da Auditoria Interna Síntese 4AUDITORIA INTERNA
  4. 4. “Compreendeosexames,análises,avaliações,levantamentosecomprovações,metodologicamenteestruturadosparaaavaliaçãodaintegridade,adequação,eficácia,eficiênciaeeconomicidadedosprocessos,dossistemasdeinformaçõesedecontrolesinternosintegradosaoambiente,edegerenciamentoderiscos,parasubsidiaràadministraçãodaentidadenocumprimentodeseusobjetivos.”(NBCTI01,12.1.1.3) 4.1 Introdução-Conceito
  5. 5. 4.1 Introdução -Conceito
  6. 6. “AIéumaatividadeindependenteeobjetivaqueprestaserviçosdeavaliação(assurance)edeconsultoriaetemcomoobjetivoadicionarvaloremelhorarasoperaçõesdeumaorganização.Aauditoriaauxiliaaorganizaçãoaalcançarseusobjetivosadotandoumaabordagemsistemáticaedisciplinadaparaaavaliaçãoemelhoriadaeficáciadosprocessosdegerenciamentoderiscos,decontrole,egovernançacorporativa.”(TheInstituteofInternalAuditors–IIA) 4.1 Introdução-Conceito
  7. 7. 4.1 Introdução –Posição na estrutura Organizacional (Organograma) Presidência Diretoria Técnica Diretoria Financeira Diretoria Administrativa Diretoria de ... Auditoria Interna
  8. 8. (a)AltaAdministração:Presidência,ConselhoFiscal,deAdministraçãoeComitêdeAuditoria. (b)GestoresdaEmpresa:Diretores,Gerentes,Supervisores,etc. (c)AuditoresIndependentes:ParasubsidiarostrabalhosdeAuditoriaindependente(AE) “AinformaçãoproduzidapelaAuditoriaInternaérestritaeconfidencial” 4.2 Usuários da Auditoria Interna
  9. 9. Temporfinalidadeagregarvaloraoresultadodaorganização,apresentandosubsídiosparaoaperfeiçoamentodosprocessos,dagestãoedoscontrolesinternos,pormeiodarecomendaçãodesoluçõesparaasnão-conformidadesapontadasnosrelatórios.(NBCTI01,12.1.1.4) 4.3 Finalidade
  10. 10. QuemrealizaostrabalhosdeAuditoriaInterna? AuditoresinternosAuditoresindependentes 4.3 Finalidade
  11. 11. AItemcomofunçãoprincipalavaliaroprocessodegestão,nosseusprincipaisaspectos: Governançacorporativa Gestãoderiscos Aderênciaàsnormasregulatórias EficiênciaeEficáciadosprocessos DetecçãodedesviosevulnerabilidadedosCI’s 4.3 Finalidade
  12. 12. 4.3 Finalidade
  13. 13. 4.3 Finalidade
  14. 14. AAuditoriaInternadeveassessoraraAdministraçãodaentidadenotrabalhodeprevençãodeFraudeseErros, obrigando-seainformá-la,sempreporescrito,demaneirareservada,sobrequaisquerindíciosouconfirmaçõesdeirregularidadesdetectadasnodecorrerdeseutrabalho. 4.4 Detecção de Fraudes e Erros
  15. 15. FRAUDE Atointencionaldeomissãoe/oumanipulaçãodetransaçõeseoperações,adulteraçãodedocumentos, registros,relatórios,informaçõesedemonstraçõescontábeis,tantoemtermosfísicosquantomonetários. 4.4 Detecção de Fraudes e Erros
  16. 16. ERRO–Atonão-intencionaldeomissão,desatenção, desconhecimentooumáinterpretaçãodefatosnaelaboraçãoderegistros,informaçõesedemonstraçõescontábeis,bemcomodetransaçõeseoperaçõesdaentidade,tantoemtermosfísicosoumonetários. 4.4 Detecção de Fraudes e Erros
  17. 17. AUDITOR INTERNO AUDITOR EXTERNO Empregado da organização Sem vínculo empregatício Menor grau de independência Maior grau de independência Auditoria contábil e Operacional Auditoria contábil Objetivos principais:  Verificar o seguimento das NI’s  Verificar a necessidade de aprimorar as NI’s  Verificar a necessidade de novas NI’s  Auditar as demonstrações contábeis  Auditar os processos operacionais. O principal objetivo é emitir uma opinião sobre as demonstrações contábeis, atestando se estas refletem adequadamente a posição econômica patrimonial e financeira da Entidade. E, se as Demonstrações Contábeis foram elaboradas de acordo com os PCGA e normas de contabilidade aplicáveis. Maior volume de testes O Auditor interno possui maior disponibilidade de tempo para executar os serviços de auditoria. Menor volume de testes Interesse em erros possam alterar de modo relevante as informações das Demonstrações Contábeis. 4.5 Comparativo Auditoria Interna X Externa
  18. 18. 4.6 Vantagens & Benefícios da Auditoria Interna •MonitoraaeficiênciadosCI’s,apontandoanecessidadedeimplantaçãodenovoscontroleseamelhoriadosexistentes •Asseguramaiorcorreçãoeconfiançanosregistroscontábeis •Dificultadesviosdebenspatrimoniaisepagamentosindevidos •Possibilitaaapuraçãodeomissãonosregistrosdasreceitas •Apontafalhasnaorganizaçãoadministrativadaempresa;
  19. 19. 4.6 Vantagens & Benefícios da Auditoria Interna •Asseguramaiorfidedignidadenasinf.sobreaempresa; •Contribuiparaamaiorproteçãodosbensedireitosdaempresa; •Auxilianaidentificaçãodepassivoscontingenteseocultos; •Contribuiparaamaiorexatidãodasdemonstraçõescontábeis; •Contribuiparaaobtençãodemelhoresinformaçõessobrearealsituaçãoeconômica,patrimonialefinanceiradasempresas;
  20. 20. ESTUDAMOS: •OsconceitosdeauditoriaFiscaleseususuários •QuempoderealizarAIequaisassuasfinalidades •OsconceitosdeFraudeeErro •VantagenseBenefíciosproporcionadospelaAI Síntese da Aula

×