Trabalho realizado por:
Laís Terumi Eusébio Endo Nº16 8ºA
Preservativo: método contracetivo do tipo
barreira e é o mais utilizado em todo o mundo.
Vantagens:
• É barato e de fácil ...
Vasectomia: Consiste em uma pequena cirurgia que interrompe os
canais deferentes (canais por onde os espermatozoides passa...
Preservativo: feito de um tubo de borracha fina, e tem um anel
em cada extremidade. É o mais utilizado em todo o mundo.
Va...
Dispositivo intrauterino (DIU): é um pequeno dispositivo que é inserido no
útero, por um médico, para evitar a gestação.
V...
Pílula: É uma combinação de estrogênio e progestágeno
que é ingerida oralmente para por exemplo impedir a
gravidez.
Vantag...
Adesivo contracetivo: É um método de contraceção constituído
por um adesivo fino cheio de hormonas que são continuamente
t...
Laqueadura: é um método contracetivo definitivo que consiste na
interrupção da trompa da mulher.
Vantagens:
•Impede que a ...
Diafragma: é um pequeno anel flexível, porém com bordas
firmes , que impede a entrada de espermatozoides no útero.
Vantage...
Anel vaginal: é um dispositivo anticoncecional hormonal para uso
vaginal e tem a forma de anel, é transparente e flexível....
Contracetivos injetáveis: é uma injeção intramuscular de
hormônios semelhantes aos produzidos pelo ovário feminino, e
evit...
Pílula de contraceção de emergência (pílula do dia seguinte): são
drogas utilizadas para evitar a gravidez, pois estas atu...
La+¡s endo 820 contracetivos masculinos e femininos
La+¡s endo 820 contracetivos masculinos e femininos
La+¡s endo 820 contracetivos masculinos e femininos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

La+¡s endo 820 contracetivos masculinos e femininos

720 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
720
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
157
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

La+¡s endo 820 contracetivos masculinos e femininos

  1. 1. Trabalho realizado por: Laís Terumi Eusébio Endo Nº16 8ºA
  2. 2. Preservativo: método contracetivo do tipo barreira e é o mais utilizado em todo o mundo. Vantagens: • É barato e de fácil acesso. Os jovens podem obtê-lo gratuitamente nos centros de saúde; • Permite que o homem participe na prevenção da gravidez; • Previne também o contagio de doenças sexualmente transmissíveis. Desvantagens: • Têm que ser colocados e utilizados corretamente para serem eficazes; • Utilização única; • Possibilidade de rutura durante o ato sexual • Tem data de validade
  3. 3. Vasectomia: Consiste em uma pequena cirurgia que interrompe os canais deferentes (canais por onde os espermatozoides passam desde os testículos até ao pénis). Vantagens: •Económico a longo prazo; •Este método não altera o desempenho sexual; •A cirurgia é simples e rápida, com anestesia local e não necessita de internação. Desvantagens: •Necessita de exames pré-operatórios. •A cirurgia é de difícil reversão por isso deve ser uma escolha bem pensada. •É necessário o uso de outro método contra a gravidez nas próximas ejaculações após a cirurgia. •· Este método não protege contra as Doenças Sexualmente Transmissíveis.
  4. 4. Preservativo: feito de um tubo de borracha fina, e tem um anel em cada extremidade. É o mais utilizado em todo o mundo. Vantagens: •É mais resistente do que o preservativo masculino; •Boa prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis; •Mais controlo, para a mulher, na prevenção. Desvantagens: • Pode fazer barulhos durante o ato sexual; • O seu preço é o triplo dos preservativos masculinos; • São difíceis de encontrar á venda; • Demora a adquirir a prática de o colocar.
  5. 5. Dispositivo intrauterino (DIU): é um pequeno dispositivo que é inserido no útero, por um médico, para evitar a gestação. Vantagens: •É um método de longa duração; •Alta eficácia; •É removível pelo médico, a qualquer momento que a mulher desejar; Desvantagens: •Não protege contra doenças sexualmente transmissíveis; •Pode causar cólicas e sangramentos; •Pode interferir com o ato sexual, causando dores. (Raramente); •É possível aumentar o fluxo menstrual e does durante o período menstrual; Em algumas mulheres, pode causar esterilidade.
  6. 6. Pílula: É uma combinação de estrogênio e progestágeno que é ingerida oralmente para por exemplo impedir a gravidez. Vantagens: •Não interfere na relação sexual; •Regulariza os ciclos menstruais; •Diminui a probabilidade de ter a doença inflamatória pélvica); •Reduz significativamente, 50%, o risco de cancro nos ovários. Desvantagens: •É necessário tomar diariamente; •Não protege contra as doenças sexualmente transmissíveis.
  7. 7. Adesivo contracetivo: É um método de contraceção constituído por um adesivo fino cheio de hormonas que são continuamente transferidas para a corrente sanguínea, através da pele, para prevenir a gravidez. Vantagens: •Possui uma taxa de eficácia de aproximadamente 98%; •Apenas tem de mudar uma vez por semana; •Torna as hemorragias mais curtas, regulares e menos dolorosas; •É um processo reversível. Desvantagens: •Não protege contra as doenças sexualmente transmissíveis.
  8. 8. Laqueadura: é um método contracetivo definitivo que consiste na interrupção da trompa da mulher. Vantagens: •Impede que a mulher engravide; • Elimina a preocupação com uso errado de contracetivos. Desvantagens: •Muitas mulheres arrependem-se, porém o procedimento pode não ser reversível; •Não evita a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis; •Envolve risco como qualquer outro procedimento médico; •Difícil acesso nos serviços públicos de saúde.
  9. 9. Diafragma: é um pequeno anel flexível, porém com bordas firmes , que impede a entrada de espermatozoides no útero. Vantagens: •Não interfere no ato sexual; •Sem efeitos secundários. Desvantagens: •Dificuldade na colocação e na utilização.
  10. 10. Anel vaginal: é um dispositivo anticoncecional hormonal para uso vaginal e tem a forma de anel, é transparente e flexível. Vantagens: •É reversível; •Não interfere no ato sexual; •Menstruações são mais curtas e regulares; •Proteção contra o cancro dos ovários e colo do útero; •Previne o aparecimento de quistos nos ovários. Desvantagens: •Pode provocar irritação vaginal; •Não protege contra as doenças sexualmente transmissíveis; •Pode provocar perda ou ganho de peso.
  11. 11. Contracetivos injetáveis: é uma injeção intramuscular de hormônios semelhantes aos produzidos pelo ovário feminino, e evita a gravidez através do impedimento da ovulação. Vantagens: •Elevado nível de eficácia; •Não interfere na relação sexual; •Não é necessário uma toma regular diária (é aplicado a cada 30 dias); •Reduz as perdas de sangue. Desvantagens: •Pode, algumas vezes, provocar irregularidade no ciclo menstrual; •Para voltar aos níveis normais de fertilidade, leva algum tempo; •Não protege contra as doenças sexualmente transmissíveis.
  12. 12. Pílula de contraceção de emergência (pílula do dia seguinte): são drogas utilizadas para evitar a gravidez, pois estas atuam impedindo a ovulação ou fertilização. Vantagens: •Não interfere com o uso regular de pílulas anticoncecionais; •Impede uma gravidez indesejada; •Pode não afetar a fertilidade por muito tempo, se for tomada corretamente. Desvantagens: •Não protege das doenças sexualmente transmissíveis; •Deve ser tomada o mais rapidamente possível (antes das 72 horas apos o ato sexual), pois a sua eficácia diminui ao passar das horas; •Se for tomada várias vezes, mais tarde, poderá não ter filhos; •Poderá ter efeitos secundários, por exemplo: náuseas, hemorragia intrauterina, tonturas e sensibilidade mamária, que podem levar á morte:

×