O gato comilão

1.723 visualizações

Publicada em

histórias pré mourão

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
278
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
137
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O gato comilão

  1. 1. n na. ,IX
  2. 2. 'A' › . ""'O[IIU
  3. 3. Êtêe) “num-a : mm ÃVIÊÉILÁIÊ¡ ünhúr mv. . ; mia U guru : :ra ¡Illliiis : :Ç í' ÊHÍÍÊFYÉ] ãlüillplãe : a ver : a: ; aurajguhyvtcíz Mér¡
  4. 4. Um dia, a velha-fez uma panela da papas para o almoço; mas, mesmo quando as ia provar, o gato assaltou a cozinha e comeu as papas, e a panela, e a velha. ..
  5. 5. Como já não sobrava nada al¡ para comer, foi dar um passeio pelo bosque. No camíphg encontrou um anão que lhe perguntou: , rxx . TV/ L . K @mr › 'à , , › V' - ” , ” n 'w . qlz" ; Nizan J', ~- _ r ~ - Ó gato, porque estás tão gordo? . - Porque com¡ as papas, e a panela, e a velha. .. E engoliu-o de uma só dentada. .. TAMBÉM_
  6. 6. Estava ainda o gato a limpar os bigodes, quando passou por ali um homem montado num burro. - Ó gato, porque estás tão gordo? - perguntou ele. - Porque comi as papas, e a panela, e a velha, e o anão. .. E já que estou aqui, NHAMMM! VOU comer-te 390W¡ a ÍÍZ E comeu o homem, e o burro. ..
  7. 7. Deitou-se então o gato debaixo de uma árvore, para dormir a sesta. .. e, num ramo, pousaram cinco passarinhos. - Ó gato, porque estás tão gordo? - perguntou um deles.
  8. 8. - Porque comi as papas, e a panela, e a velha. e o anão, e o homem do burro. .. agora a ti: NHAMMM! E já que estou aqui, vou comer-te Agarrou o pássaro por uma pata e papou-o, 1 AWBN' e aos outros quatro. ..
  9. 9. De repente, apareceram sete meninas. - Ó gato, porque estás tão gordo? - quis saber a mais velha. - Porque comi as papas. e a panela, e a velha, e o anão, e o homem do burro, e os cinco pássaros. ..
  10. 10. Agarrou a rapariga pelos cabelos e devorou-a, ' E e às seis que restavam. ..
  11. 11. 'Pouco depois passou por ali -w ma dama de manto branco que lhe perguntou: - Ó gato, porque estás tão gordo? . - Porque comi as papas, e a panela, e a velha, e o anão, e o homem do burro, e os cinco pássaros, e as sete meninas. .. E já que estou aqui. - a ti: N vou comer-te 39°” manto branco. .. " . a, e 0 a. en9°““ a dam .
  12. 12. E ílñgnzu. ll. › q ue Égua; 210.43 . mad “os ? FPB 'muouz 3p : Ç 1: 10° WSÊPVQC 113 'Ewystpuzz 'eq 'Educ' * "'"'! |'H"' : c: . 99333333 : cube ; sd ; sua : ma: qrpzey; 1D JFS 'Cauoçtqquztz ay opngqmvn 3p"? ar'- ap 'sãmqmc Ugs “cpnp em: : si¡ qq, avg 2:4; em¡ arm ap mas. . se¡ y. , n »w . m. v. . , , ' , uatngsn e; ?Fepg gugu-uq ; um ¡Dd*5p¡-. “a4 p' «QL-Q «P9 -0~"". ” nf". eva-, eux 8113390821 . mm a: : eeaxc: : se' 'eme~^~ ' ' N “q Á Only? ” O g P : pucca : pts ' r. , saum; o cont? " sgh; grnlggu¡ n; s! , se r __ van¡- . ~r. ~-. 0” me Jvsac' a A naum. , cgau. : : :r "
  13. 13. voc¡ *v-Isuuúgâ ? Iiííí-K: :ar ; n f¡ P_ 315115311 Spec: : »v ! '11 A «Jg-aqua npvam.
  14. 14. A carne do padre era um bocadinho dura e caiu-lhe mal. Sentou-se então o gato na beira do caminho, para descansar, mas logo apareceu um Ienhador que vinha do bosque. 0 homem, que nunca vira um gato a arrastar a barriga, ficou de boca aberta, e perguntou-lhe: - Ó gato, porque estás tão gordo? - Porque comi as papas, e a panela, e a velha, e o anão, e o homem do burro, e os cinco pássaros, e as sete meninas, e a dama de branco. e o padre de preto. .. EJIá que estou aqu¡ a ti: N vou comer-te 39073
  15. 15. t t? ' ¡ W;
  16. 16. Mas quando o gato abriu a boca, o lenhadoqempunhou o machado que levava às costas. .. . _ . _ . e, CR CRAQUE. , ao engoli lo, o gato partiu se em dois. Nesse instante sairam em cortejo o padre de . preto, a dama de branco, as sete meninas, os cinco pássaros, A "q. o homem do burro, o anão, e a velha. .. *__
  17. 17. ^ vtaflfsn "mim ífhêallllãñlíh. gravam? aim: : : riu: m: :: Imagens at: Êfcvrnr: amv : rgmrwuu m. : upnuamzun : :g gnngng_ a *ngm a Vil"" ; mw m¡ um, tlillFffítfl : t: , amante ar: *infinita . !ICE 1 "E3. n. .
  18. 18. q! à! a a; . mu. à. , uv . 22v. .. : Í . . . .
  19. 19. l¡ 1 l I I I l

×