Emrc _ Peddy paper Cidade de Viseu_ Encontro 9º ano

1.513 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Emrc _ Peddy paper Cidade de Viseu_ Encontro 9º ano

  1. 1. XII ENCONTRO INTER – ESCOLAS EMRC / 9º ANO Geração Esperança VISEU, 08 DE ABRIL DE 2011 “Viseu: Cidade Museu, Cidade Jardim…”Telefone de Contacto:____________________A capital do distrito de Viseu é a cidade de Viseu, cuja origem do nome será já do tempovisigótico (Castro Vesense — Vesi significava “visigodo”), apesar das lendas várias em torno doassunto (que “Viso Eu?” >Viseu”).Cidade antiquíssima, parece remontar aos tempos proto-históricos tendo origem no núcleocastrejo que remonta ao neolítico, segundo vestígios arqueológicos, que se encontrava no altodo monte onde, hoje, se situa a Sé Catedral.Outra lenda, mais verosímil e referida no brasão da cidade, sugere que aqui terá vivido um rei denome D. Ramiro II (provavelmente Ramiro II de Leão) que, em viagem para outras terras, conheceuSara, a irmã de Alboazar, rei do castelo de Gaia, por quem se apaixonou. Tal foi a paixão que seapoderou do rei, que este raptou Sara. Ao saber do sucedido, o irmão de Sara vingou-se raptando aesposa do rei, D. Urraca. Ferido no orgulho, D. Ramiro terá escolhido em Viseu alguns dos seusmelhores guerreiros para o acompanharem, penetrando sorrateiramente no castelo, e deixando osguerreiros nas proximidades. Enquanto Alboazar caçava, D. Ramiro conseguiu entrar no castelo eencontrar D. Urraca que, sabendo da traição do marido, recusou-se a acompanhá-lo. QuandoAlboazar regressou da caça, Urraca decide vingar-se do marido mostrando-o ao raptor. Ramiro,mandado executar, pede como último desejo morrer ao som da sua buzina, que era o sinal que tinhacombinado com os soldados para entrarem no castelo. Ao final do sexto toque, os soldados cercamimediatamente o castelo, incendiando-o. Alboazar morreria às mãos dos soldados do rei Ramiro. Bem vindos à mui nobre cidade de Viseu. Vamos descobrir esta cidade, os seus museus, os seus 0 jardins e as suas gentes ilustres. Viseu De acordo com a informação do teu professor(a) inicia o peddy paper pela exposição (Seminário) ou no Jardim de Sta Cristina. 1- Quantos mártires podes encontrar na sala dos mártires? António Alves Martins (Alijó, 18 de Fevereiro de 1808 — 5 de 1 Fevereiro de 1908) foi Bispo de Viseu desde Julho de 1862. Foi eleito deputado em 1842 e nomeado enfermeiro-mor no Hospital de São José em 1881. Iria viver para Viseu, Portugal, a 29 de Janeiro de 1868 e aclamado ministro do Reino quer no mesmo ano, quer em 1870. Viria a falecer pobre, no entanto, no Paço do Fontelo. Na estátua em sua homenagem, no Jardim de Sta Cristina, figura uma citação sua que ainda hoje é muito polémica. 1- Completa a polémica citação de D. António Alves Martins: “AD.António Alves Martins religião…”
  2. 2. Na Rotunda de Sta. Cristina podes observar a antiga Biblioteca Municipal e, a meio da rotunda, podes observar a reconstituição da antiga muralha romana. Uma beleza! 2 1-O que funciona actualmente na Antiga Biblioteca Municipal? 2- Como se chamava o primeiro proprietário deste edifício? 2-De que ano é datada a muralha que se encontra reconstruída no interior Praça Sta Cristina da rotunda? O espaço que se observa na imagem está agora para sempre protegido e à vista de todos aqueles que nutrem alguma curiosidade pelas origens das suas terras. Durante as obras de requalificação da Rua Formosa foi encontrado 3 este troço de Muralha Romana com um Torreão, do séc.III. Actualmente pode ser observado num espaço museológico ao ar livre ao início da rua Formosa, no sentido Sta Cristina - Rossio. Passa por lá e descobre um pouco da história da cidade. Muralha Romana 1- Durante as escavações foram encontradas cerâmicas antigas. De que séculos eram? Sensivelmente a meio da Rua Formosa, entre o Largo de Sta Cristina e o Rossio, encontra-se o antigo Mercado 2 de Maio. Este espaço, requalificado pelo mundialmente famoso arquitecto Siza Vieira, tem 4 funções culturais, mas em tempos já foi local de venda de fruta e de peixe. Mercado 2 de Maio 1- Quantas magnólias encontras a embelezar esta Praça? No século XIX é construído o edifício da Câmara Municipal, no Rossio, transladando consigo o centro da cidade, anteriormente na parte alta, na zona da Catedral e do Museu Grão Vasco. 5 1- Quantas janelas tem o edifício da Câmara no rés-do-chão? Câmara Municipal Do lado poente da Câmara Municipal, implantado no centro do Rossio, fica o Jardim Tomás Ribeiro, que, com os seus canteiros floridos 6 distribuídos à volta de um pequeno lago onde convivem peixes e nenúfares, te convida ao prazer da leitura! Recentemente restaurado este jardim manteve o nome Tomás Ribeiro nos caracteres originais. 1- Transcreve o nome como se encontra no azulejo apresentado na imagem.Jardim Tomás Ribeiro Os painéis de azulejos que decoram a parede junto ao Jardim das 7 Mães de temática regionalista são de enorme beleza. Não deixes e os apreciar. 1-Quais os animais que se podem encontrar ao longo do painel? 2-Quantos músicos? 3-Quantos guarda-chuva?Painel de Azulejos-Rossio A nascente do Rossio ergue-se o Jardim das Mães, como uma 8 plataforma florida dominada ao centro por uma estátua que representa o menino dormindo no colo de sua mãe. 1-Quem é o autor da estátua que se encontra a meio do Jardim? 2-Completa a frase: “O melhor…” Jardim das Mães
  3. 3. CASA MUSEU DE ALMEIDA MOREIRA _ Rua Soar de Cima 9 O museu está instalado na casa que foi residência do capitão Francisco António de Almeida Moreira, a qual, com o recheio constituído por biblioteca e peças várias, pinturas, mobiliário, porcelanas e escultura, doou para museu-biblioteca e que se encontra aberto ao público. 1-Almeida Moreira foi fundador e director de que Museu?Museu Almeida Moreira A Porta do Soar de Cima faz parte da famosa Muralha Afonsina, 10 mandada edificar por Afonso V, rei de Portugal e do Algarve. Actualmente apenas existe esta porta e outra, a Porta dos Cavaleiros, no outro extremo da cidade. 1-Quantas entradas tinha a cerca gótica da cidade de Viseu? 2- Quais os outros nomes da Porta do Soar? Porta do Soar Junto a esta capela da Sra. dos Remédios realizou-se durante muitos 11 anos a feira semanal. Ainda este largo se chamava da Erva. Actualmente é denominado de Largo Pintor Gata, ilustre pintor viseense. 1- Qual a forma geométrica da capela? 2- Quantos sinos tem a capela? 3- Segundo a inscrição a quem pertence a capela? Capela dos Remédios A Fonte das três bicas, de 1805, é uma obra que foi considerada de 12 utilidade pública durante muitos anos. Actualmente é um monumento bonito que nem sempre é respeitado e admirado como merece. Há alturas do ano em que as suas bicas jorram água, outras nem por isso. 1- Actualmente em quantas bicas poderias saciar a tua sede de água? Fonte das Três Bicas A Igreja da Misericórdia data dos fins do séc. XVII e é de fachada 13 barroca ou rócócó. No seu interior encontramos um estilo tipicamente neoclássico do séc. XIX. 1-Conta o número de degraus que dão acesso ao patamar de entrada da Igreja.Igreja da Misericórdia Desce um pouco a rua e observa a casa, actualmente em obras. “Das poucas edificações do séc. XVI que ainda existem em Viseu, 14 nesta ânsia de bota-abaixo e de substituição por construções incaracterísticas e arrepiantes, é esta, sem dúvida, a mais notável e aquela que, apesar das transformações porque naturalmente tem passado através dos tempos, mais conserva o seu carácter primitivo.” Casa do Miradouro 1- O que funciona actualmente neste edifício? Regressa ao Largo da Sé. Mas não o faças antes de apreciar as pinturas por baixo da casa do arco e as duas janelas quinhentistas na casa contígua. É duma grande elegância, nas suas linhas sóbrias de estilo 15 Renascença, o portal do antigo Seminário de Viseu, mais tarde Paço dos Bispos, (Paço dos Três Escalões) e vulgarmente conhecido pelo nome de Colégio, no Adro da Sé. Este edifício alberga actualmente o Museu Grão Vasco. Superiormente ao entablamento, que liga as duas elegantíssimasMuseu Grão Vasco-Sé colunas laterais, está uma inscrição em latim que quer dizer: «António: Nuno te preparou esta obra, digna de dois bispos». 1-Quando podes visitar gratuitamente o Museu?
  4. 4. A planta da Sé de Viseu é de três naves, divididas por seis colunas românicas, tendo a forma duma cruz latina, como geralmente acontece nas igrejas românicas. Os dois braços da cruz formam o transepto - a sua haste constitui a nave central e a Capela-mor… A frontaria actual da Catedral de Viseu é, portanto, já a 3ª edificada e que chega a ser mesquinha, não estando em harmonia com o estilo 16 delicado e ao mesmo tempo grandioso do interior. Como único pormenor interessante, vêem-se nela 6 nichos com esculturas de pedra de Ançã, representando a do alto, Nossa Senhora da Assunção, como orago da Catedral; as laterais representam os quatro Evangelistas - S. João, S. Lucas, S. Marcos e S. Mateus, acompanhados pelas figuras que respectivamente os simbolizam... Ao centro vê-se a imagem de S. Teotónio, que foi 2.° prior da Catedral no século XII, fundou o Convento de Santa Cruz de Coimbra e é o padroeiro da cidade de Viseu. Fachada da Sé 1-Indica quantas esculturas humanas tem a fachada da Sé? 2-Quantos animais acompanham as esculturas? Quadro de S. Pedro de Grão Vasco 17 A sua figura, austera e grave, destaca-se dentro deste cenário, com toda a grandeza e imponência. Infunde respeito. Impõe autoridade, na sua altivez e na quase rudeza do seu olhar. Este é sem dúvida o quadro mais popular de Vasco Fernandes, o Grão Vasco.S. Pedro de Grão Vasco 1-Procura saber qual o horário de funcionamento do Museu Grão Vasco para futuramente poderes vir apreciar este magnífico quadro? D. Duarte I (Viseu, 31 de Outubro de 1391 — Tomar, 13 de Setembro 18 de 1438), décimo-primeiro Rei de Portugal, filho de João I de Portugal e de Filipa de Lencastre. Duarte sucedeu a seu pai em 1433. Foi cognominado O Eloquente pelo verbo usado nas obras que escreveu; alternativamente, é também chamado O Rei-Filósofo. Praça D. Duarte 1- Coloca em numeração árabe a data romana que se encontra na base desta estátua do Rei D. Duarte? Para testar que Camões já “habitou” estas paragens aqui está a 19 fotografia. E até estava instalado num bonito pórtico. Mas daqui se mudou, ou melhor, foi mudado, e encontra-se hoje a observar os alunos da EB 2, 3 de Grão Vasco. 1-Voltado de costas para D. Duarte tens a Rua Augusto Hilário à esquerda e, em frente, a R. do Comércio e a Rua D. Duarte. Segue pela segunda. Não deixes de observar as pinturas que se encontram na parede da casa que liga estas duas ruas. Luís de Camões 1- Quantas pinturas (figuras humanas) podem ser observadas? 2- Qual a frase que acompanha os dois anjos da esultura? Esta janela, a mais notável das poucas que, pertencentes ao seu estilo, existem ainda em Viseu, é geminada, tendo ao alto o brasão dos Gomes de Abreu, por ter pertencido ao Cónego Pedro Gomes de 20 Abreu. No campo do escudo esquartelado estão figurados, no 1º e 4º quartel, os símbolos heráldicos representativos dos Abreus (côtos dasas) e no 2º e 3º os dos Soares de Albergaria (uma cruz flordelizada rodeada de cinco quinas). É tradicional dizer-se que nesta casa nasceu D. Duarte. É mais natural, porém, que assim não tivesse acontecido… 1-De quem são as armas que se encontram representadas na janela? Janela Manuelina Rua D. Duarte
  5. 5. Chegaste à RUA DIREITA. Chama-se assim por ser directa do extremo Norte do velho burgo ao seu extremo Sul. É a mais extensa e a mais torta de todas as ruas da cidade sendo, ao mesmo tempo, a mais 21 pitoresca e concorrida. Perdeu, naturalmente, muito do seu carácter antigo; mas, ainda assim, é a rua que nos mostra mais exemplares arquitectónicos dos sec. XVI, XVII e XVIII. Antes de descobrires os monumentos descobre quem foi Mestre Albuquerque. Segue pela tua esquerda, em sentido descendente. Rua Direita Mestre Pedro Teotónio de Albuquerque nasceu em vinte e nove de Junho de 1914 em Serrazela, freguesia do Sátão. Frequentou a Escola 22 Comercial e Industrial de Viseu, nos nossos dias conhecida pela Escola Emídio Navarro, tendo sido discípulo do Mestre Arnaldo Malho. Imbuído de uma personalidade forte, enraizada numa educação familiar de sólidos valores, cedo transpareceu propensão para as artes. Mestre Pedro de Albuquerque legou um vasto espólio artístico, distribuído, após a sua morte, pelo Museu Grão Vasco, Câmara Mestre Albuquerque Municipal de Viseu, Câmara Municipal do Sátão e Capelinha de São Silvestre, em Serrazela, a sua terra natal. 1- Observa, à tua direita, a placa que atesta a arte em que Mestre Albuquerque era especialista. Refere-a. 2- Logo a seguir encontras uma dessas casas antigas, com brasão, onde actualmente funciona o Banco Montepio. Em tempos este solar do séc. XVIII pertenceu a um Visconde. De onde era? Este cruzamento de ruas já foi testemunha de muitos acontecimentos e passagem de gente ilustre. À esquerda, subindo para a Praça D. 23 Duarte, a Rua do Hilário, e à direita, dirigindo-se a Sta Cristina, a Rua da Árvore. O edifício, n.º 1 e mais antigo deste local, com arcos característicos, já serviu para várias funções, mas a sua primeira e mais ilustre função foi de Sinagoga judaica. O azulejo que atesta que já foi a Papelaria Dias encontra-se agora coberto com uma placa a indicar a sua actual função. Falta de gosto, parece-nos, não terem deixado o Antiga Sinagoga azulejo à vista! 1- Identifica a actual função do edifício 24 Na Rua Direita, por cima do Cabeleireiro Silva, aprecia as bonitas janelas manuelinas. (Cabeleireiro Silva) Este monumento aos Heróis anónimos da Guerra encontra-se num Largo muito bonito e muito bem enquadrado. Para além do Lar de Sto. 25 António com a sua bela igreja, temos aqui também o início, ou fim (!), da Rua Direita, o Teatro Viriato e o Jardim de Sto António. 1- A que Guerra se refere este Monumento ao Soldado Desconhecido? 2- Que outro nome tem este Largo?SOLDADO DESCONHECIDO
  6. 6. Fonte de S. Francisco - num recanto de Av. Emídio Navarro, junto à Porta dos Cavaleiros. Linda fonte barroca (século XVIII), foi o cenário 26 de um dos mais movimentados episódios do romance de Camilo Castelo Branco, " Amor de Perdição ". 1- Transcreve a inscrição que se encontra no painel de azulejos da Porta PORTA DOS CAVALEIROS dos Cavaleiros. Dirige-te ao Portal do Fontelo, na entrada do Parque do Fontelo Portal do Fontelo - à entrada da Parque do Fontelo, o maior “pulmão” da cidade de Viseu, junto ao Instituto Português da Juventude, pode 27 ser observado este belo Portal que foi mandado fazer por D. Gonçalo Pinheiro, em 1565. Passa por baixo dele e “suporta” quase 500 anos de história. 1- Antes de entrares no Fontelo descobre o nome da Rua onde se encontra o Instituto Português da Juventude, numa placa junto da entrada do mesmo. Trata-se de um Grande Português! Porque será que a resposta vai PORTAL DO FONTELO encher de orgulho os alunos de Cabanas de Viriato?Dirige-te à “Árvore da esperança”, junto ao Parque de merendas, e entrega as tuas respostasdevidamente identificadas.Parabéns e… vamos lá identificar o Amigo Secreto!
  7. 7. FOLHA DE RESPOSTAS (A preencher pelo professor de EMRC de cada Escola) Nome da Escola: _________________________________________Nome do responsável do grupo__________________Assinatura do Professor(a): A preencher por cada escola / grupo A preencher pela organizaçãoNúmero Resposta Avaliação Total 0 1- 1 1- 2 1- 2- 3- 3 1- 4 1- 5 1- 6 1- 7 1- 2- 3- 8 1- 2- 9 1- 10 1- 2- 11 1- 2- 3- 12 1- 13 1- 14 1- 15 1- 16 1- 2- 17 1- 18 1- 19 1- 2- 20 1- 21 22 1- 2- 23 1- 24 25 1- 2- 26 1- 27 1-

×