Projeto 200 anos

3.166 visualizações

Publicada em

Apresentação do Projeto sobre os 200 anos da Família Real ao Brasil, desenvolvido na Escola Estadual Prof. Otaviano Gonçalves S. Jr.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto 200 anos

  1. 1. Projeto 200 anos da vinda da Família Real ao Brasil E. E. Prof. Otaviano G. Silveira Júnior
  2. 2. Atividades desenvolvidas na STE. Período de maio a outubro 2008.
  3. 3. Geografia Profª. Rosana Maia Ilustração(paint) representando a vinda da Família Real ao Brasil
  4. 4. Vagner e Jane 1ªB Maria Cristina 1ªB Jonatan 1ªB
  5. 5. A Família Real Caíque, 4ªA Taynara, 4ªA Ana Paula 4ªA Daiane e Raquel, 4ªA
  6. 6. Artes – 4ª Fase A Profª. Fátima Fernandes Releitura (paint) e Comentários sobre algumas Obras de Debret.
  7. 7. Vanessa Vanderléia Claudio
  8. 8. Jenifer e Paola jessika Jessica Moraes
  9. 9. Os trabalhadores negros eram mantidos como escravos e ainda quando faziam algo de errado eles apanhavam amarrados. Jeniffer e Paola Os senhores estão fazendo a ceia da manhã, também tratando seus escravos, como um cachorro de estimação oferecendo migalhas de pão às crianças. Jessica Moraes
  10. 10. Denis e Vicente Principal ponto de resgates de escravo no continente africano durante séculos coloniais guine século XVI congo e angola século XVII Moçambique. Essa diversidade cultural serviu de instrumento de sujeição para os senhores de escravos, que por segurança costumavam mestrar escravo de culturas e línguas Diferente em seu plantel negros de diferentes etnias como revelam essa imagem. ELISANGELA E SHIRLEY
  11. 11. <ul><ul><li>Artes – 2ª Fase A </li></ul></ul><ul><li>Profª. Marivalda </li></ul><ul><li>Comparação entre as obras de alguns artistas da Missão Artística Francesa ao Brasil . </li></ul>
  12. 12. Missão Artística Francesa ao Brasil . Com a chegada da Família Real, o Brasil passa a sofre forte influencia européia, principalmente nas artes. A Missão Artística Francesa chegou ao Brasil em 1816 e dela faziam parte, entre outros artistas, Nicholas-Antoine Taunay , Jean-Baptiste Debret e Thomas Ender . A principal tarefa dessa missão artística era organizar uma escola de arte acadêmica aqui no Brasil, além de trazer a arte clássica para cá, e produzir imagens do Brasil para o velho mundo ver.
  13. 13. Taunay costumava pintar as paisagens os animais enfim a natureza. Ender costumava pintar imagens de nosso país, recém saído de sua condição de colônia. Ele costumava reproduzir as paisagens, a fauna e a flora brasileiras e seu trabalho era mais descritivo que artístico. Debret costumava pintar os indígenas e negros e suas relações com o homem branco. Tamires e Mª de Lourdes
  14. 14. Biologia Profª. Maria Aparecida 1ª Fase A Saneamento e Hábitos de Higiene
  15. 15. O saneamento e os hábitos de higiene eram precários, e contribuíam para a proliferação de maus cheiros e doenças. Cotidianamente, escravos iam às fontes e chafarizes, logo ao nascer do sol, em busca de água limpa. Transportavam grandes recipientes- geralmente apoiados em suas cabeças-,podendo ter como destino a casa de seus senhores ou de terceiros, neste caso trabalhando como escravos de ganho, para lucro de seus donos.
  16. 16. Lavadeiras de Debret A lavagem das roupas também era feita fora dos domicílios, nos mesmos locais das fontes ou nas beiras dos rios.
  17. 17. <ul><li>Ao entardecer, era tarefa dos escravos, conhecidos como tigres transportar para as praias, valas ou lugares afastados vasos com excrementos recolhidos nas casas. A utilização das águas como depósito de resíduos era um hábito que há tempos gerava problemas, mesmo com um número de habitantes reduzidos. </li></ul>
  18. 18. Profª. Giovana Física – 1ª Fase B A VINDA DA FAMÍLIA REAL AO BRASIL E SUA LIGAÇÃO COM A FÍSICA Transformações de Unidades de Medidas.
  19. 19. Nos restringimos a trabalhar com unidades de área. <ul><li>“ ...Em 27 de dezembro, partiram com destino a Cabo Frio, distante 823 léguas...” </li></ul><ul><li>*Se essa distância fosse medida em metros, eles teriam percorrido 4.571.765 metros. </li></ul><ul><li>“ ...Os navios da família real a bordo, aproximando – se do Equador, entraram numa área de calmarias lá existente. Levaram 10 dias para galgar 30 léguas ...” </li></ul><ul><li>* Se essa distância fosse percorrida em metros, eles teriam percorrido 55.550 metros ou 55 km e 550 metros . </li></ul>
  20. 20. Algumas mudanças ocorridas no Brasil com a vinda da Família Real em 1808. Fachada da Biblioteca Nacional-RJ Palmeiras imperiais- Jardim Botanico- RJ
  21. 21. *A fundação do Banco do Brasil, em 1808; * A criação da Imprensa Régia e a autorização para o funcionamento de tipografias e para a publicação de jornais também em 1808; * A abertura de algumas escolas, entre as quais duas de medicina – uma na Bahia e outra no Rio de Janeiro; * A vinda da ‘’Missão Artística Francesa’’, em 1816, e a fundação da Academia de Belas-Artes; * A mudança de denominação das unidades territoriais, de “capitanias’’ para “províncias’’ (1821); * A criação da Biblioteca Real (1810), do Jardim Botânico (1811) e do Museu Real (1818), mais tarde Museu Nacional. *Promoveu a vinda de colonos europeus. *A produção agrícola voltou a crescer. O açúcar e do algodão, passaram a ser primeiro e segundo lugar nas exportações, no início do século XIX. *Dom João abriu os portos do Brasil aos países amigos, permitindo que navios estrangeiros comercializassem livremente nos portos brasileiros.
  22. 22. http://escolaotavianoprojeto200anos.blogspot.com Blog do Projeto: Profª. Sandra C. Morais Sala de Tecnologia Educacional - STE
  23. 23. Sala de Tecnologia Educacional - Prof. Sandra Morais Alunos, Professores e Funcionários – EJA - Noturno “ Se não fossem Eles, Não seríamos a nação Que somos hoje.” E.E. Prof. Otaviano Gonçalves da Silveira Jr.

×