Saímos do Framework Scrum e sobrevivemos à Agilidade

861 visualizações

Publicada em

Palestra Ministrada no Javaneiros 2014.
Uma decisão de mudança pode impactar muitas coisas. A cultura tradicional enraizada em na mente de boa parte da população bloqueia a forma de pensar, facilita o hábito, inibe a decisão e resiste a mudanças.
A palestra apresenta como essa cultura afetou negativamente e positivamente meu processo de aprendizado e mudanças, assim como o fato de livra-se dos fardos antigos permitiu a melhoria no time que atuo na DígithoBrasil.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
861
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Saindo da Caixa – Aplicando o desapego a processos fechados
  • A relação do organograma empresarial com a mão de obra.
    Relação de poder e ser pensante
    O base do processo não tem o direito de pensar.
  • De certa forma foi com um pouco desses costumes que entrei na DígithoBrasil
  • Incluindo o fato de estar no cenário feliz, entrando em uma empresa que já estava certa maturidade na cultura Ágil.

  • O Scrum sendo executado conforme o Guia Scrum
    Funcionando muito bem
  • De repente o Scrum virou algo como isso aqui para mim.
  • Essas discussões mudaram a minha percepção sobre a agilidade, principalmente no fator questione o que esta fazendo.

    Ao retornar para empresa com a percepção ampliada, passeia a aceitar e incentivar os questionamentos no time.
  • Com isso veio na cabeça e agora o que fazer? Claro seguir o Scrum está fácil e está dando certo.
    Abri
  • Então o primeiro cara a morrer foi o Burndown em um dos times que trabalho. O time venceu meus argumentos da necessidade do Burndown então, bora experimentar tirar ele por 2 Sprints; resultado, já se passaram mais de 15 Sprints e o time falhou 1 única vez nesse período todo de entregas.
  • O Segundo, trabalhar com Baby Steps para Histórias de Usuários (Itens de Produtos de Backlog), quebrando de 2 em 2 na mesa de trabalho (Sai fora sala de reunião);
  • Dentre outras pequenas mudanças, veio o quarto grande item, sem reunião diária, segundo o time “- A gente já pareia o dia inteiro e conversa o dia inteiro, não precisamos de reunião Diárias”. Ok bora experimentar. Resultado: após 4 ou 5 Sprints retomamos a reunião diária, a pedido do time.
  • Saímos do Framework Scrum e sobrevivemos à Agilidade

    1. 1. Saímos do Framework Scrum e sobrevivemos à Agilidade: “use o Scrum e questione o Scrum” Samuel M. B. Cavalcante Twitter: @samuelmbc samuelmbc@gmail.com
    2. 2. Eu? 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 2
    3. 3. Agenda • Uma História • Os experimentos e resultados • Um pouco do que aprendi 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 3
    4. 4. Profissões #Entregador de Jornal #Faxineiro #Auxiliar de Caixa #estagiário #Suporte #Atendente #Analista 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 4
    5. 5. O que essas profissões tem em comum? 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 5
    6. 6. Além de mim! 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 6
    7. 7. Gestão Comando e Controle Eu executo Eu penso 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 7
    8. 8. Scrum Master 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 8
    9. 9. Cultura ágil disseminada 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 9
    10. 10. 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 10
    11. 11. Rodando Scrum 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 11
    12. 12. Curso de CSM na #K21 e #AgileTrendsBr 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 12
    13. 13. Saindo da caixa, mente aberta a mudanças O que estamos fazendo? Como estamos fazendo? 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 13
    14. 14. Qual o processo certo? #ReuniãoDiária? #Retrospectiva? #BurnDown? #Kanban? #HorasNasTarefas? #Planejamento? 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 14
    15. 15. Acordo do time, quem ganha em argumentação “Tudo com saúde, no Stress”. Fazer Baby Steps de Mudança, 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 15
    16. 16. Os experimentos e resultados Então o primeiro cara a morrer Experimentação: 2 Sprints (15 dias de trabalho) Resultado: 1 falha em 15 Sprints Burn Down 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 16
    17. 17. Os experimentos e resultados O Segundo, trabalhar com Baby Steps para Histórias de Usuários 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 17
    18. 18. Dentre outras pequenas mudanças, veio um grande item, sem reunião diária. Resultado: após 4 ou 5 Sprints retomamos a reunião diária, a pedido do time. 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 18
    19. 19. Existem várias coisas que o time testou e continua testando, e isso tem garantido um aprendizado continuo e “seguro”, sem deixar afetar o cliente e o rendimento direto do time. Quando o time falha essa falha é rápida e fácil de ser corrigida, pois sabemos aonde falhamos. 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 19
    20. 20. Dicas Resumindo, hoje o meu entendimento sobre evolução de processo em Times Ágeis: • O Framework Scrum é ótimo para começar os trabalhos; • O time precisa trabalhar um bom tempo com “um método” para criar maturidade; • Em paralelo criar maturidade nas práticas ágeis, ou seja, evoluir o Ágil em pessoas e equipes é fundamental para times eficientes; 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 20
    21. 21. Dicas • Após a maturidade, é uma boa fazer experimentações, auxiliar o time para pensar se do jeito que esta sendo feito esta ajudando o time ou entravando; • Mudar em passos pequenos. Mude, meça (mesmo que empiricamente) e veja se deu certo; • Não ter medo de errar e passar essa segurança para o time, errou, corrija; 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 21
    22. 22. Dicas • Os experimentos precisam ser pequenos para controlar o riscos e custos; • Utilizar ferramentas para auxiliar as pessoas é uma boa, exemplo, Feedback Canvas (Matheus Haddad), Documentos de Visão, Missão, criar identidade para o time; 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 22
    23. 23. Acredito que esse processo de mudança, possa ser levado para qualquer área de atividade. 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 23
    24. 24. “As pessoas podem pensar e podem mudar o jeito de fazer. As vezes só precisam sentir segurança para que isso aconteça”. 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 24
    25. 25. OBRIGADO!!! samuelmbc@gmail.com @samuelmbc www.samuelcavalcante.com 29/11/2014 www.samuelcavalcante.com 25

    ×