Prova de português Colégio Militar de fortaleza 2012 9ºano

57.949 visualizações

Publicada em

2 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
57.949
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.114
Comentários
2
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prova de português Colégio Militar de fortaleza 2012 9ºano

  1. 1. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO D E C Ex - D E P A COLÉGIO MILITAR DE FORTALEZA CASA DE EUDORO CORRÊA CONCURSO DE ADMISSÃO 2012/2013 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA – 1ª PARTE Nº DE INSCRIÇÃO __________ NOME: ____________________________________ 1. Esta prova está dividida em duas partes, contendo um total de 17 (dezessete) folhas, incluindo a capa, 01 (uma) folha de rascunho e 01 (uma) folha de redação. 1a . parte (folhas 02 a 13 ) – itens objetivos de 01 a 20 (passar para o cartão-resposta). 2a . parte (folhas 14 a 17) – item 21 – produção textual. 2. Verifique se sua prova está completa. 3. Escreva nos locais indicados na capa seu número de inscrição e nome. 4. Além da capa, APENAS A FOLHA 14 deverá ser identificada no local indicado: número de inscrição, nome completo e assinatura. 5. Assine o cartão-resposta, escreva o seu número de inscrição e marque-o no local indicado. Em caso de erro ou dúvida na identificação do cartão-resposta, consulte o fiscal. 6. Só serão aceitas as respostas contidas no local indicado no cartão-resposta e assinaladas com caneta de tinta azul ou preta. 7. Só será aceito o texto redigido com caneta de tinta azul ou preta. 8. Leia com atenção todos os itens e, somente então, comece a resolvê-los. 9. Não será permitida a consulta a quaisquer documentos, nem a outro candidato. 10. O tempo máximo para a resolução de toda a prova (1a . e 2a . partes) é de 3 (três) horas. 11. Só será permitida a saída do candidato após 80 (oitenta) minutos do início da prova. 12. Tire suas dúvidas quanto à impressão da prova nos 10 (dez) primeiros minutos. 13. Ao término da prova, entregue tudo ao fiscal: 1a . parte, 2a . parte (com folha de rascunho) e cartão- resposta. 1º ANO DO ENSINO MÉDIO PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS
  2. 2. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÈDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 02 MARQUE, NO CARTÃO-RESPOSTA ANEXO, A ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA CORRESPONDENTE A CADA ITEM TEXTO 1 QUANDO O FACEBOOK MATA Deu na Rádio Holanda: começou o julgamento do que a mídia holandesa chama de "Assassinato do Facebook". Resumo da história: uma adolescente de 16 anos, Polly, tramou com seu namorado, pouco mais velho, a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly. A trama envolveu a contratação de um terceiro adolescente, Jinhua, de 15 anos, para eliminar a amiga-transformada-em-desafeto, em troca de um pagamento de € 100 (R$ 253). Em janeiro, Joyce foi esfaqueada em sua casa até a morte. Onde é que entra o Facebook nessa história? Simples: o "crime" de Joyce, a vítima, foi ter espalhado na rede social que sua amiga Polly tinha uma vida sexual bastante ativa. O Facebook também teria sido intensamente usado para contatos com o que viria a ser o executor da vingança. Imagino que você aí é bem capaz de dizer que situações e desfechos como esse ocorriam antes da invenção do Facebook e até da internet (e até do telefone, para ser ainda mais detalhista). Ok, concordo. Mas não dá para negar que as redes sociais deram à disseminação de rumores (ou fatos) uma velocidade e um alcance inacreditáveis. O que me surpreende, tanto quanto o absurdo de um crime como esse, é que não aconteçam casos similares (ou piores) no Brasil. Qualquer um que tenha passado os olhos seja no Facebook como nos comentários a colunas como esta dar-se-á conta imediatamente da quantidade industrial de fofocas, preconceitos, infâmias, acusações sem a menor prova e coisas do gênero que infestam as redes sociais. Sobra pouco espaço para uma conversa inteligente e útil. Não sei se acontece a mesma coisa em outros países porque não tenho tempo para fazer esse tipo de avaliação. Mas, aqui, a coisa é feia, muito feia. Dá a nítida sensação de que o anonimato a que podem recorrer usuários da internet provocou um "liberou geral" de recalques, invejas e demais sentimentos baixos que a alma humana abriga. Antes que algum leitor tarado pense que sou um dinossauro contrário à Internet ou às redes sociais, aviso que fui dos primeiros a utilizar a rede, antes mesmo que ela estivesse instalada no Brasil. Foi no meu período (infelizmente curto) como correspondente em Madri, faz exatos 20 anos. A internet e seus filhotes são instrumentos maravilhosos de informação e de comunicação. Permitem a formação de um delicioso botequim virtual para bate-papo. Mas, como ocorre com boa parte das invenções humanas, seu uso pode ser para o bem ou para o mal, como aconteceu com os adolescentes holandeses. Paciência. Minha defesa é nem ler os comentários que saem ao pé da coluna. Grande parte deles contém xingamentos, em vez de argumentos. Fica, pois, o aviso: quem quer que eu comente seu comentário, que o envie por e-mail, com argumentos e boa educação. Do contrário, vai para o lixo. Pena que a sino-holandesa Polly tenha preferido matar a amiga, em vez de lhe dedicar o merecido desprezo. Clóvis Rossi é repórter especial e membro do Conselho Editorial da Folha, ganhador dos prêmios Maria Moors Cabot (EUA) e da Fundación por un Nuevo Periodismo Iberoamericano. Assina coluna às terças, quintas e domingos no caderno "Mundo". É autor, entre outras obras, de "Enviado Especial: 25 Anos ao Redor do Mundo” e "O Que é Jornalismo". Escreve às terças, quintas e domingos na versão impressa do caderno "Mundo" e às sextas no site.crossi@uol.com.br FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/1142523-quando-o-facebook-mata.shtml- ACESSADO EM: 24/08/2012
  3. 3. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 03 TEXTO 2 RAIO X DA VIOLÊNCIA JUVENIL Pesquisa do Ministério da Justiça revela que o Brasil é o sexto país do mundo em número de jovens assassinados. Enquanto a taxa de mortes na população brasileira diminuiu nas últimas três décadas, a mortalidade na faixa etária de 15 a 24 anos aumentou. Por: Sofia Moutinho Publicado em: 01/03/2011/ Atualizado em: 01/03/2011 O gráfico mostra as principais causas de morte violenta entre jovens e adultos no Brasil. (fonte: SIM/SVS/MS) FONTE: http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2011/03/raio-x-da-violencia-juvenil Acessado em: Nov de 2012 AS QUESTÕES 1 A 13 REFEREM-SE AOS TEXTOS 1 E 2. 01. O texto 1 exprime a opinião do autor sobre um fato recorrente na atualidade. Indique a alternativa que explicita tal opinião: (a) O grande número de adolescentes filiados às redes sociais. (b) A utilização negligente que jovens e adultos têm feito das redes sociais. (c) O anonimato a que podem recorrer os usuários da internet. (d) O uso do Facebook e das redes sociais de forma ofensiva e criminável. (e) A morte de adolescentes motivada por contatos virtuais e redes sociais.
  4. 4. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 04 02. Os gêneros textuais são formas de organização do discurso e, entre outras características, têm um objetivo predominante. Assim, o texto 1 objetiva: (a) criticar o advento das redes sociais e, por conseguinte, sua evolução. (b) apresentar uma autocrítica do autor por ter sido um dos primeiros usuários das redes sociais. (c) argumentar contra aqueles que usam as redes sociais. (d) denunciar o assassinato ocorrido na Holanda, do qual foi vítima a adolescente Polly. (e) chamar a atenção para os riscos que existem no mundo virtual. 03. Em: “... o ‘crime’ de Joyce, a vítima, foi ter espalhado na rede social que sua amiga Polly tinha uma vida sexual bastante ativa.” (Texto 1, 4º §), o uso das aspas na palavra crime indica: (a) destaque. (b) ironia. (c) ênfase. (d) coloquialismo. (e) neologismo. 04. Marque o item em que a reescrita do último período do texto 1 encontra-se de acordo com a norma culta da língua: (a) Pena que a sino-holandesa Polly tenha preferido matar a amiga, no lugar de lhe dedicar o merecido desprezo. (b) Pena que a sino-holandesa Polly tenha preferido matar a amiga, em vez de dedicá-la o merecido desprezo. (c) Pena que a sino-holandesa Polly tenha preferido matar a amiga, ao invés de lhe dedicar o merecido desprezo. (d) Pena que a sinoholandesa Polly tenha preferido matar a amiga, em vez de lhe dedicar o merecido desprezo. (e) Pena que a sino-holandesa Polly tenha preferido matar a amiga a dedicar-lhe o merecido desprezo.
  5. 5. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 05 05. Baseando-se na depreensão do texto 2, leia as assertivas abaixo e marque V para as verdadeiras e F para as falsas: ( ) Os condutores respeitam as pessoas mais idosas, o que resulta num índice de apenas 0,9% de mortes nesse segmento causadas por transporte. ( ) À medida que as pessoas envelhecem, aumentam-lhes as chances de morte por causas naturais. ( ) O universo de jovens que morrem por causas externas corresponde ao total de mortes violentas. ( ) Cerca de um quarto dos jovens morre em decorrência de fatores naturais. ( ) Metade dos óbitos por mortes violentas entre os não jovens estão relacionados ao trânsito. ( ) O baixo índice de mortes naturais entre os jovens revela as boas condições de saúde pública no Brasil. A sequência correta é: (a) F-F-V-V-F-F (b) F-V-F-V-F-F (c) V-V-F-F-V-F (d) V-V-V-F-V-F (e) F-V-F-F-V-V 06. A associação da linguagem verbal e não verbal é imprescindível para a construção do sentido dos textos. Assim, pela análise dos resultados acerca das formas de morte violenta, pode-se afirmar que (a) a diferença entre a porcentagem de jovens e não jovens não é significativa. (b) cerca de 50% dos jovens que morrem em decorrência de homicídios são vítimas de acidentes de trânsito. (c) aumentam as mortes violentas entre jovens no Brasil na mesma proporção que as mortes entre não jovens. (d) o menor índice de mortes violentas se dá no universo da população de jovens. (e) os homicídios entre a população não jovem corresponde ao dobro das mortes relacionadas ao trânsito.
  6. 6. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 06 07. A leitura dos textos 1 e 2 permite-nos afirmar que (a) é possível estabelecer-se o diálogo entre os textos 1 e 2, já que tratam da violência da qual alguns jovens são vítimas. (b) os dados demonstrados no texto 2 reforçam o que é relatado no texto 1. (c) o episódio da morte de Joyce é reflexo dos resultados obtidos na pesquisa sobre a violência juvenil. (d) os argumentos apresentados no texto 1 assinalam as consequências do que é demonstrado no texto 2. (e) os dois textos visam diagnosticar as causas da violência na população jovem. 08. Em “Fica, pois, o aviso: quem quer que eu comente seu comentário, que o envie por e-mail, com argumentos e boa educação.” (Texto 1, 14º§), a pontuação utilizada na oração destacada (a) isola o vocativo e introduz uma citação de valor explicativo. (b) indica o sentido conclusivo da palavra pois e o valor apositivo da segunda oração. (c) indica o sentido explicativo da palavra pois e o sentido explicativo da segunda oração. (d) indica o sentido retificativo da palavra pois e introduz um diálogo iniciado na segunda oração. (e) isola o aposto e introduz uma oração com sentido conclusivo. 09. Em “Não sei se acontece a mesma coisa em outros países porque não tenho tempo para fazer esse tipo de avaliação.” (Texto 1, 9º§). Dos itens abaixo, aquele que contém um fragmento no qual o termo destacado pertence à mesma classe gramatical da palavra SE é: (a) “Onde é que entra o Facebook nessa história?” (b) “O que me surpreende, tanto quanto o absurdo de um crime como esse, é que não aconteçam casos similares (ou piores) no Brasil”. (c) “... o ‘crime’ de Joyce, a vítima, foi ter espalhado na rede social que sua amiga Polly tinha uma vida sexual bastante ativa.” (d) “Qualquer um que tenha passado os olhos seja no Facebook como nos comentários a colunas como esta dar-se-á conta imediatamente da quantidade industrial de fofocas.” (e) “Minha defesa é nem ler os comentários que saem ao pé da coluna.”
  7. 7. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 07 10. Marque a única opção em que os termos destacados exercem a mesma função sintática que o pronome LHE no fragmento “Pena que a sino-holandesa Polly tenha preferido matar a amiga, em vez de lhe dedicar o merecido desprezo” (Texto 1, 15º§). (a) “...a mídia holandesa chama de ‘Assassinato do Facebook’.” (b) “Onde é que entra o Facebook nessa história?” (c) “Mas não dá para negar que as redes sociais deram à disseminação de rumores (ou fatos) uma velocidade e um alcance inacreditáveis.” (d) “A internet e seus filhotes são instrumentos maravilhosos de informação e de comunicação.” (e) “Grande parte deles contém xingamentos, em vez de argumentos.” 11. Marque a única opção em que a substituição da palavra como pela palavra ou expressão entre parênteses ocasiona alteração semântica em um dos fragmentos do texto 1. (a) “... que situações e desfechos como esse ocorriam antes da invenção do Facebook e até da internet.” (do mesmo modo que) (b) “Qualquer um que tenha passado os olhos seja no Facebook como nos comentários...” (tanto quanto) (c) “Foi no meu período (infelizmente curto) como correspondente em Madri, faz exatos 20 anos.” (na qualidade de) (d) “Mas, como ocorre com boa parte das invenções humanas, seu uso pode ser para o bem ou para o mal (...)” (segundo) (e) “... como aconteceu com os adolescentes holandeses.” (conforme) 12. Observe a passagem abaixo extraída do texto 1: “Resumo da história: uma adolescente de 16 anos, Polly, tramou com seu namorado, pouco mais velho, a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly.” Transpondo o período acima para a voz passiva sintética, obtém-se a seguinte construção: (a) Resumo da história: é tramada a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly, por uma adolescente de 16 anos. (b) Resumo da história: tramaram a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly. (c) Resumo da história: tramou-se a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly. (d) Resumo da história: trama-se a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly. (e) Resumo da história: a morte de Joyce, 15 anos, a melhor amiga de Polly, foi tramada por uma adolescente de 16 anos, com seu namorado, um pouco mais velho.
  8. 8. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 08 13. Numere a segunda coluna de modo a estabelecer a correta relação entre os termos destacados na primeira coluna e o respectivo valor semântico, na segunda. (1) “A trama envolveu a contratação de um terceiro adolescente, Jinhua, de 15 anos, para eliminar a amiga-transformada-em-desafeto...” ( ) intensidade (2) “... foi ter espalhado na rede social que sua amiga Polly tinha uma vida sexual bastante ativa.” ( ) causa (3) “... ocorriam antes da invenção do Facebook e até da internet (e até do telefone, para ser ainda mais detalhista)...” ( ) tempo (4) “Não sei se acontece a mesma coisa em outros países porque não tenho tempo para fazer esse tipo de avaliação.” ( ) finalidade (5) “... fui dos primeiros a utilizar a rede, antes mesmo que ela estivesse instalada no Brasil. ( ) alternância (6) “... mas como ocorre com boa parte das invenções humanas, seu uso pode ser para o bem ou para o mal...” ( ) inclusão A sequência correta é: (a) 3-4-5-6-2-1 (b) 3-5-2-1-6-4 (c) 2-5-3-1-6-4 (d) 2-4-5-1-6-3 (e) 3-6-5-4-1-2
  9. 9. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 09 LEIA O TEXTO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES 14 E 15. TEXTO 3 CRIADORA DO DIÁRIO DE CLASSE, CATARINENSE É UMA DAS PERSONALIDADES SELECIONADAS PARA CAMPANHA DO FACEBOOK Isadora Faber aparece em post comemorativo à marca de 1 bilhão de usuários Isadora ficou feliz por ter sido escolhida entre mais de 50 milhões de páginas do Facebook Foto: Facebook / Reprodução A criadora da página Diário de Classe, a estudante Isadora Faber, foi uma das personalidades selecionadas pelo Facebook Brasil para participar da campanha comemorativa à marca de 1 bilhão de usuários ativos na rede social em todo o mundo. A catarinense respondeu à pergunta: "Se você pudesse falar diretamente com 1 bilhão de pessoas, o que você diria?". Isadora respondeu "Gostaria que estudantes do mundo inteiro tivessem direito e acesso a uma educação digna e moderna. Tenho certeza que, se todo mundo fizer um pouquinho, juntos poderemos mudar a educação, e assim, deixar o planeta mais justo e melhor para todos". Na página do Diário de Classe, a catarinense escreveu: "Fiquei muito feliz por ser escolhida entre mais de 50 milhões de páginas no Facebook Brasil. Muito obrigada galera do facebook, foi um presentão pra mim". A página da menina tem mais de 320 mil curtidas. O Facebook completou 1 bilhão de usuários na quinta-feira, dia 4. Além de Isadora, participam da campanha nomes como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a apresentadora Ana Maria Braga e o jornalista Gilberto Dimenstein. Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2012/09/apos-denuncias-de-isadora-faber-escolas-municipais- recebem-projeto-escola-cidada-em-florianopolis-3883101.html Acessado em: Nov. em 2012.
  10. 10. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 10 14. Releia o último período do texto 3 e assinale a alternativa em que o nome próprio em destaque NÃO exerce função sintática de aposto. (a) “Além de Isadora, participam da campanha nomes como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a apresentadora Ana Maria Braga e o jornalista Gilberto Dimenstein.” (b) “Além de Isadora, participam da campanha nomes como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a apresentadora Ana Maria Braga e o jornalista Gilberto Dimenstein.” (c) “Além de Isadora, participam da campanha nomes como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a apresentadora Ana Maria Braga e o jornalista Gilberto Dimenstein.” (d) “Além de Isadora, participam da campanha nomes como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a apresentadora Ana Maria Braga e o jornalista Gilberto Dimenstein.” (e) “Além de Isadora, participam da campanha nomes como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a apresentadora Ana Maria Braga e o jornalista Gilberto Dimenstein.” 15. Releia o trecho: "Fiquei muito feliz por ser escolhida entre mais de 50 milhões páginas no Facebook Brasil. Muito obrigada galera do facebook, foi um presentão pra mim.". Agora, observe as seguintes reescritas: I. Fiquei hiper-feliz, por ser escolhida entre mais de 50 milhões de páginas no Facebook Brasil. Muito obrigada! Pessoal do facebook, foi um favor para mim. II. Fiquei exultante por ser escolhida entre mais de 50 milhões de páginas no Facebook Brasil. Muito obrigada a todos do facebook, foi um grande presente para mim. III. Fiquei muito feliz! Ser escolhida entre mais de 50 milhões páginas no Facebook Brasil! Muito obrigada pessoal do facebook! Foi um superpresente pra mim! IV. Sou uma felizarda por ser escolhida entre mais de 50 milhões de páginas no Facebook Brasil. Muito obrigada, gerentes do facebook, foi um enorme presente para mim.
  11. 11. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 11 As reescritas que obedecem ao padrão formal culto da Língua Portuguesa, às regras gramaticais, à nova ortografia e mantêm o sentido original são: (a) I e II. (b) II e III. (c) III e IV. (d) II e IV. (e) I e IV. 16. Releia os fragmentos dos textos 1 e 3 e assinale nos parênteses F para FATO e O para OPINIÃO. ( ) “Deu na Rádio Holanda: começou o julgamento do que a mídia holandesa chama de ‘Assassinato do Facebook.’.” (T-1) ( ) “O Facebook também teria sido intensamente usado para contatos com o que viria a ser o executor da vingança.” (T-1) ( ) “A internet e seus filhotes são instrumentos maravilhosos de informação e de comunicação.” (T-1) ( ) “A criadora da página Diário de Classe, a estudante Isadora Faber, foi uma das personalidades selecionadas pelo Facebook Brasil para participar da campanha comemorativa à marca de 1 bilhão de usuários ativos na rede social em todo o mundo.”(T-3) ( ) “Tenho certeza que, se todo mundo fizer um pouquinho, juntos poderemos mudar a educação, e assim, deixar o planeta mais justo e melhor para todos.”(T-3) A sequência correta é: (a) O-O-F-F-O (b) F-O-O-O-F (c) O-F-O-F-F (d) F-O-O-F-O (e) F-F-O-F-O
  12. 12. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 12 LEIA O TEXTO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES 17 E 18. TEXTO 4 NINGUÉM ESTÁ SEGURO Coração acelerando Adrenalina subindo Ninguém está seguro Você está fugindo Fugindo de quê? Do ódio, da morte Do homem com a arma Lançando sua sorte Você se encolhe Chorando, tremendo Ou você está caído Ou você está correndo A loucura crescendo E a noite caindo Ninguém está seguro Ele está te seguindo. Autores: Eduardo Vianna-Rayssa Façanha-Façanha-Yuri Eliakin- In Antologia do Colégio Militar de Fortaleza – 2011. 17. Leia atentamente as afirmações abaixo: I. O pronome VOCÊ foi usado como forma de interlocução direta com o leitor. II. Os verbos no GERÚNDIO indicam que as ações ocorrem numa certa extensão de tempo. III. Os verbos COPULATIVOS têm a função de ligar o sujeito a uma determinada ação verbal. IV. O pronome NINGUÉM, por ser definido, identifica o sujeito. Estão corretas: (a) I e II. (b) II e III. (c) I e III. (d) III e IV. (e) II e IV. 18. A quebra de paralelismo, causada pelo pronome oblíquo no último verso do poema, justifica-se porque (a) indica a situação à qual o texto faz referência. (b) explicita a relação entre seres e pessoas do discurso. (c) marca a relação antitética entre os pronomes. (d) adequa-se ao gênero literário, aproximando-se da linguagem coloquial. (e) torna o texto menos cansativo, devido à reiteração de pronomes de terceira pessoa.
  13. 13. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 13 LEIA O TEXTO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES 19 E 20. TEXTO 5 FONTE: http://www.billnarede.net/2012/08/aluna-de-13-anos-cria-pagina-no-facebook.html ACESSADO EM: Out. de 2012. 19. Sabendo-se que o contexto é a situação concreta a que um texto faz referência, só NÃO se pode afirmar que (a) os termos cutucada e curti são recursos exclusivos do ciberespaço Facebook. (b) o uso de cutucada e não curti podem, também, referir-se à reação dos responsáveis pela escola. (c) nem todas as pessoas com acesso às redes sociais seriam capazes de inferir a situação representada no texto. (d) o texto reproduz uma situação de natureza cultural e social. (e) os termos cutucada e curti, na linguagem informal, indicam os atos de chamar a atenção de alguém e gostar de algo. 20. Em relação ao texto 5, só NÃO se pode afirmar que (a) exemplifica um gênero textual assim como a crônica, o conto e as histórias em quadrinhos. (b) faz uma crítica contundente sobre uma questão relevante para a sociedade atual. (c) registra um acontecimento atemporal em relação ao momento em que foi produzido. (d) estabelece uma relação intertextual com o texto 4. (e) utiliza da polissemia para provocar a reflexão e a ironia.
  14. 14. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 14 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA – 2a PARTE 21. PRODUÇÃO TEXTUAL OBSERVAÇÕES:  A redação não deverá conter fragmentos dos textos da prova.  Deve se limitar a, no mínimo, 15 linhas e, no máximo, 30.  Será atribuído grau zero ao texto que não atender ao tema.  Você dispõe de uma Folha de Rascunho para planejar seu texto, porém, para efeito de avaliação, só será considerado o que você escrever na FOLHA DE REDAÇÃO, usando caneta de tinta azul ou preta. Nº CÓDIGO (Não escreva neste espaço) LEIA ATENTAMENTE A PROPOSTA QUE SEGUE E PRODUZA UM TEXTO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO SOBRE O TEMA: FACEBOOK, DIÁRIOS DE CLASSE, MUNDO VIRTUAL: CANAIS PARA A CIDADANIA OU PERIGO? IDENTIFICAÇÃO N° DE INSCRIÇÃO: ______________________ NOME: _______________________________________________________________ ____ ASSINATURA: _____________________________________________________________ ESCORES 1a. PARTE: __________________ 2a .PARTE: __________________ TOTAL: ____________________ ___________________________ _
  15. 15. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 15 COLETÂNEA A) Isadora Indelicada 28/08/2012 - 06h58 A grande celebridade do momento é a Gina Indelicada - a personagem criada por um estudante de publicidade num perfil do Facebook, onde já conseguiu, em pouco tempo, 1,4 milhão de fãs. Gina é, de fato, um interessante personagem. Mas não se compara à criação de uma outra estudante, dessa vez com 13 anos. Uma criação que dá mais respostas sobre como melhorar a educação do que muito candidato a vereador e prefeito. Isadora Faber fez um perfil intitulado "Diário de Classe", onde conta o que ocorre em sua escola pública em Florianópolis, denunciando seus problemas. Logo passou a ser hostilizada pelos seus comentários. Acham, talvez, que ela está sendo indelicada. Mas está sendo delicada com sua comunidade - e dando uma aula de jornalismo comunitário. Ela não tem os fãs de Gina. Mas seus 8 mil fãs foram suficientes para torná-la uma celebridade na educação brasileira. Se mais gente, especialmente os estudantes, usassem os meios de comunicação para apontar problemas nas escolas, o ensino seria melhor. Está aí um dos ingredientes para ajudar a educação brasileira: a transparência do que ocorre dentro dos muros da escola. Gilberto Dimenstein ganhou os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores. Integra uma incubadora de projetos de Harvard (Advanced Leadership Initiative). Desenvolve o Catraca Livre, eleito o melhor blog de cidadania em língua portuguesa pela Deutsche Welle. É morador da Vila Madalena. palavradoleitor@uol.com.br FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gilbertodimenstein/1144296-isadora-indelicada.shtml- ACESSADO EM: Nov. de 2012. B) C) “As redes sociais servem para mobilizar pessoas para muitas causas. Neste caso quero compartilhar com vocês uma notícia aparecida na seção de educação do Estadão e vejam como a jovem Isadora Faber utiliza o Facebook para registrar o que acontece na sua escola, em uma versão de diário ou jornal escolar, mas com uma abrangência e poder de mobilização muito maior.” FONTE: http://gonzaloabio- educa.blogspot.com.br/2012/08/facebook-o-diario-de- classe-e-isadora.html ACESSADO EM: Agost. de 2012. D) “Cidadania é a expressão concreta do exercício da democracia. Exercer a cidadania plena é ter direitos civis, políticos e sociais. Expressa a igualdade dos indivíduos perante a lei, pertencendo a uma sociedade organizada. É a qualidade do cidadão de poder exercer o conjunto de direitos e liberdades políticas, socioeconômicas de seu país, estando sujeito a deveres que lhe são impostos. Relaciona-se, portanto, com a participação consciente e responsável do indivíduo na sociedade, zelando para que seus direitos não sejam violados.” FONTE: Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos
  16. 16. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 16 FOLHA DE RASCUNHO
  17. 17. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 – Fl. 17 FOLHA DE REDAÇÃO PARÂMETROS PARA CORREÇÃO Apresentação Conteúdo Tipo de texto Gramaticalidade Coerência Coesão Total Nota 0 1 2 0 1 2 3 0 1 2 0 1 2 3 4 0 1 2 0 1 2 Nº CÓDIGO (Não escreva neste espaço)
  18. 18. CONCURSO DE ADMISSÃO – 1º ANO / ENS. MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA – 2012/13 GABARITO 1. d 11. b 2. e 12. c 3. b 13. d 4. e 14. a 5. b 15. d 6. e 16. e 7. a 17. a 8. b 18. d 9. c 19. a 10. a 20. c

×