PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE  SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOSUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS             E...
A avaliação da aprendizagem como um princípio no           desenvolvimento da autoria        Cursista: Maria Hortencia Var...
AVALIAÇÃO DO ENSINO E DA     APRENDIZAGEM   Vivemos em tempos de ressignificação, de  profunda mudanças, de contestações d...
O QUE É AVALIAÇÃOAvaliação é, basicamente, acompanhamento da evolução do    aluno no processo de construção do conheciment...
Avaliação da aprendizagem, como agir para ajudar o educando aalcançar o que procura, pois sabe-se que o erro, especialment...
Luckesi (1996, p. 67) diz que, “enquanto é avaliado, o educando  expõe sua capacidade de raciocinar e criar histórias, seu...
Para Menegola e Sant’Anna (2001, p. 25):(...) planejar a ação educativa para o homem não impondo lhediretrizes que o alhei...
ConclusãoPortanto, A avaliação deve ter peso à auto-avaliação, considerando   ser o próprio julgamento sobre o resultado d...
Hoffmann, Jussara. O jogo do contrário em avaliação. Porto Alegre: Mediação, 2005.  192p.Cipriano Luckesi- 1. ed- são Paul...
Avaliacao da aprendeizagem_como_um_principio_no_desenvolvimento_da_autoria2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliacao da aprendeizagem_como_um_principio_no_desenvolvimento_da_autoria2

508 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
508
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliacao da aprendeizagem_como_um_principio_no_desenvolvimento_da_autoria2

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOSUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL Mediadora: MARIA M. SAKATE AVA_2012
  2. 2. A avaliação da aprendizagem como um princípio no desenvolvimento da autoria Cursista: Maria Hortencia Vargas AVA_2012
  3. 3. AVALIAÇÃO DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM Vivemos em tempos de ressignificação, de profunda mudanças, de contestações de toda ordem, de crise da ciência e da sociedade moderna. (112 p. 2003 Hoffmann e Janssen )
  4. 4. O QUE É AVALIAÇÃOAvaliação é, basicamente, acompanhamento da evolução do aluno no processo de construção do conhecimento. (Hoffmann, 2005)
  5. 5. Avaliação da aprendizagem, como agir para ajudar o educando aalcançar o que procura, pois sabe-se que o erro, especialmente,no caso da aprendizagem, não deve ser fonte de castigo, pois é um suporte para a autocompreensão de sua aprendizagem,
  6. 6. Luckesi (1996, p. 67) diz que, “enquanto é avaliado, o educando expõe sua capacidade de raciocinar e criar histórias, seu modo de entender e de viver.”
  7. 7. Para Menegola e Sant’Anna (2001, p. 25):(...) planejar a ação educativa para o homem não impondo lhediretrizes que o alheiem. Permitindo, com isso, que a educação, ajude o homem a ser criador de sua história.
  8. 8. ConclusãoPortanto, A avaliação deve ter peso à auto-avaliação, considerando ser o próprio julgamento sobre o resultado da aprendizagempessoal, um dos elementos que ajudará o aluno a identificar no que deve melhorar e a empreender esforço próprio para superar ou avançar na construção de conhecimentos. AVALIAÇÃO
  9. 9. Hoffmann, Jussara. O jogo do contrário em avaliação. Porto Alegre: Mediação, 2005. 192p.Cipriano Luckesi- 1. ed- são Paulo: Cortez.2011. Avaliação da aprendizagem componente do ato pedagógico.MENEGOLLA, Maximiliano. SANT’ANNA, Ilza Martins. Por que planejar? Como planejar? 10ª Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.Práticas avaliativas e aprendizagens significativas: em diferentes áreas do currículo- Organizadores Janssen Felipe da Silva , Jussara Hoffmann, Maria Tereza Esteban. – Porto Alegre: Mediação, 2003. p.112.

×