Aula de desenho 2 vistas

1.404 visualizações

Publicada em

Projeções (Vistas)

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.404
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
375
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de desenho 2 vistas

  1. 1. 1 Profº Villardo Desenho Técnico
  2. 2. 2 Profº Villardo Desenho Técnico Métodos de projeções ortográficas Imagine a peça envolvida por um cubo, no qual cada face corresponderá a uma vista, ou seja, o que você estaria enxergando da peça se você estivesse olhando esta face de frente. Este cubo de vistas é então “planificado”, desdobrado. Desta forma é possível visualizar todos os lados da peça em uma folha de papel. A projeção ortográfica, na prática, pode ser feita de duas formas: - no primeiro diedro: imagine vendo a peça a partir de um dos lados do cubo. O desenho da vista será feito no lado oposta em que você se “localiza”
  3. 3. 3 Profº Villardo Desenho Técnico
  4. 4. 4 Profº Villardo Desenho Técnico
  5. 5. 5 Profº Villardo Desenho Técnico
  6. 6. 6 Profº Villardo Desenho Técnico
  7. 7. 7 Profº Villardo Desenho Técnico
  8. 8. 8 Profº Villardo Desenho Técnico
  9. 9. 9 Profº Villardo Desenho Técnico
  10. 10. 10 Profº Villardo Desenho Técnico
  11. 11. 11 Profº Villardo Desenho Técnico
  12. 12. 12 Profº Villardo Desenho Técnico
  13. 13. 13 Profº Villardo Desenho Técnico No terceiro diedro: imagine-se vendo a peça a partir de um dos lados do cubo. O desenho da vista será feito, no mesmo lado, em que você se “localiza”.
  14. 14. 14 Profº Villardo Desenho Técnico Projeção das vistas no terceiro diedro
  15. 15. 15 Profº Villardo Desenho Técnico O conceito de vistas é aplicado para todos os seis lados possíveis do “cubo”. A diferença entre a representação no primeiro diedro e no terceiro diedro é simplesmente a inversão das posições das vistas no papel.
  16. 16. 16 Profº Villardo Desenho Técnico
  17. 17. 17 Profº Villardo Desenho Técnico Traçado das Projeções (VISTAS) Para desenhar à mão livre as projeções ortogonais de qualquer objeto, é conveniente seguir as recomendações seguintes: • Analisar, previamente, qual a melhor combinação de vistas que representa a peça, de modo que não apareça ou que apareça o menor número possível de linhas tracejadas. • Esboçar, com traço muito leve e fino (Lápis HB) o lugar de cada projeção, observando que as distâncias entre as vistas devem ser visualmente iguais.
  18. 18. 18 Profº Villardo Desenho Técnico Traçado das Projeções (VISTAS) • A escolha da distância entre as vistas é importante porque, vistas excessivamente próximas ou excessivamente afastadas umas das outras, tiram a clareza e dificultam a interpretação do desenho. • Desenhar os detalhes resultantes das projeções ortogonais, trabalhando simultaneamente nas três vistas. • Apagar as linhas de guia feitas no início do desenho.
  19. 19. 19 Profº Villardo Desenho Técnico Traçado das Projeções (VISTAS)...Continuação • Com o mesmo traço (contínuo e forte) acentuar em cada vista os detalhes visíveis. • Reforçar com traço definitivo (traço contínuo e forte) os contornos de cada vista. • Desenhar em cada vista, com traço médio, as linhas tracejadas correspondentes às arestas invisíveis. • Conferir cuidadosamente o desenho resultante.
  20. 20. 20 Profº Villardo Desenho Técnico Traçado das Projeções (VISTAS)...Continuação A Figura a seguir, mostra as sucessivas fases para elaboração de um desenho à mão livre. Assim sendo, as vistas devem preservar: •Os mesmos comprimentos nas vistas de frente e superior. •As mesmas alturas nas vistas de frente e lateral. •As mesmas larguras nas vistas laterais e superiores
  21. 21. 21 Profº Villardo Desenho Técnico
  22. 22. 22 Profº Villardo Desenho Técnico Modelo
  23. 23. 23 Profº Villardo Desenho Técnico Modelo
  24. 24. 24 Profº Villardo Desenho Técnico Peça 1
  25. 25. 25 Profº Villardo Desenho Técnico Exercício em sala Peça 1 =Vistas=
  26. 26. 26 Profº Villardo Desenho Técnico
  27. 27. 27 Profº Villardo Desenho Técnico Exercício em sala Peça 2 =Vistas=
  28. 28. 28 Profº Villardo Desenho Técnico Representação de Arestas Ocultas Como as representações de objetos tridimensionais, por meio de projeções ortogonais, são feitas por vistas tomadas por lados diferentes, dependendo da forma espacial do objeto, algumas de suas superfícies poderão ficar ocultas em relação ao sentido de observação. Observando a Figura 2.16 vê-se que a superfície “A” está oculta quando a peça é vista lateralmente (direção 3), enquanto a superfície “B” está oculta quando a peça é vista por cima (direção 2). Nestes casos, as arestas que estão ocultas em um determinado sentido de observação são representadas por linhas tracejadas. As linhas tracejadas são constituídas de pequenos traços de comprimento uniforme, espaçados de um terço de seu comprimento e levemente mais finas que as linhas cheias.
  29. 29. 29 Profº Villardo Desenho Técnico
  30. 30. 30 Profº Villardo Desenho Técnico
  31. 31. 31 Profº Villardo Desenho Técnico
  32. 32. 32 Profº Villardo Desenho Técnico
  33. 33. 33 Profº Villardo Desenho Técnico Peça 3
  34. 34. 34 Profº Villardo Desenho Técnico Exercício em sala Peça 3 =Vistas=
  35. 35. 35 Profº Villardo Desenho Técnico Peça 4
  36. 36. 36 Profº Villardo Desenho Técnico Peça 4 =Vistas=
  37. 37. 37 Profº Villardo Desenho Técnico Peça 5
  38. 38. 38 Profº Villardo Desenho Técnico Peça 5 =Vistas=
  39. 39. 39 Profº Villardo Desenho Técnico Representação de Superfícies Inclinadas A representação de superfícies inclinadas pode ser dividida em dois casos distintos: 1 – Quando a superfície é perpendicular a um dos planos de projeção e inclinada em relação aos outros planos de projeção
  40. 40. 40 Profº Villardo Desenho Técnico
  41. 41. 41 Profº Villardo Desenho Técnico A projeção resultante no plano que é perpendicular à superfície inclinada será um segmento de reta que corresponde à verdadeira grandeza da dimensão representada. Nos outros dois planos a superfície inclinada mantém a sua forma, mas sofre alteração da verdadeira grandeza em uma das direções da projeção resultante. A representação mantendo a forma e a verdadeira grandeza de qualquer superfície inclinada só será possível se o plano de projeção for paralelo à superfície.
  42. 42. 42 Profº Villardo Desenho Técnico
  43. 43. 43 Profº Villardo Desenho Técnico
  44. 44. 44 Profº Villardo Desenho Técnico
  45. 45. 45 Profº Villardo Desenho Técnico
  46. 46. 46 Profº Villardo Desenho Técnico
  47. 47. 47 Profº Villardo Desenho Técnico
  48. 48. 48 Profº Villardo Desenho Técnico
  49. 49. 49 Profº Villardo Desenho Técnico Exercícios Propostos Nos desenhos abaixo, faça a identificação dos planos que compõem as formas espaciais das peças dadas e analise seus rebatimentos nas vistas correspondentes.
  50. 50. 50 Profº Villardo Desenho Técnico Exercícios Propostos Nos desenhos abaixo, faça a identificação dos planos que compõem as formas espaciais das peças dadas e analise seus rebatimentos nas vistas correspondentes.
  51. 51. 51 Profº Villardo Desenho Técnico Exercícios Propostos Aplicando as recomendações do item anterior desenhe as três vistas das peças mostradas abaixo tomando o cuidado para que tenham o menor número de linhas tracejadas possíveis.
  52. 52. 52 Profº Villardo Desenho Técnico Dadas as peças abaixo, desenhe a vista que falta
  53. 53. 53 Profº Villardo Desenho Técnico Dadas as peças abaixo, desenhe a vista que falta
  54. 54. 54 Profº Villardo Desenho Técnico Dadas as peças abaixo, assinale os nos correspondentes
  55. 55. 55 Profº Villardo Desenho Técnico Dadas as peças abaixo, assinale os nos correspondentes

×