Conta-me o teu Passado e Usa-o Para Moldar o Teu Futuro
Nós não temos uma bola de cristal, não temos uma ferramenta onde
p...
No fundo, moldar o futuro ao nosso gosto.
Esta “bola de cristal” chama-se História.
História é, e sempre foi, uma das minh...
Hitler tentou o mesmo em 1941. Apenas para cair no mesmo erro.
O exército Nazi e dos seus aliados amontoavam a uns supreen...
Se Hitler se tivesse lembrado de Napoleão quando decidiu invadir a Russia durante a Segunda Guerra Mundial,
os nossos livr...
A verdade é que todos nós somos apenas o produtodo
nosso passado.
Se nos segues no Facebook, deves ter visto umas fotos no...
O problema surge quando estás a olhar para ti e não gostas do produto consequente do teu passado. Não gostas do teu estilo...
– Karen Salmanson
Serve para recebermos o feedback que precisamos para transformar o nosso futuro.
Muda as tuas ações, tom...
Não deixes a tua vida ao acaso. Vive de propósito!
A tua Percepção do Passado define o teu Sucesso Futuro
Como todos sabem...
E com cada cópia dessa memória vão se introduzindo elementos na história que não são necessariamente facto, mas tornaram-s...
Isto chama-se prestar atenção ao feedback. Estás a decifrar o que podes melhorar, porquê que estás a ter
resultado X em ve...
O aumento da distância temporal entre os acontecimentos lembrados e a pessoa também permitem uma perspectiva mais ampla
e ...
Vais tomar a tua decisão hoje?
Rute Gabriel
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conta me o teu Passado e usa-o para Moldar o teu Futuro

120 visualizações

Publicada em

Somos todos produto do nosso passado, e todos temos esta ferramenta ao nosso dispor. Aqui vão as razões porque o teu passado e a tua História Pessoal é uma via de feedback importantíssima para moldares o teu futuro de sucesso e como o podes fazer eficazmente.

Publicada em: Aperfeiçoamento pessoal
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conta me o teu Passado e usa-o para Moldar o teu Futuro

  1. 1. Conta-me o teu Passado e Usa-o Para Moldar o Teu Futuro Nós não temos uma bola de cristal, não temos uma ferramenta onde possamos prever onde o Futuro nos leva… Ou temos? Todos nós temos uma ferramenta que, se bem utilizada, vai fazer toda a diferença para moldar o Futuro na forma que tu quiseres. Até ao final deste artigo vais ver que temos todos ao nosso dispor uma ferramenta que nos dá a informação que precisamos para transformar a nossa vida, o nosso negócio, carreira, ter sucesso.
  2. 2. No fundo, moldar o futuro ao nosso gosto. Esta “bola de cristal” chama-se História. História é, e sempre foi, uma das minhas disciplinas preferidas… … mas sempre ouvi a maioria das pessoas dizer que não serve para nada saber acerca do nosso passado, uma das razões sendo que não tem utilidade nenhuma para o nosso dia a dia, certo? Vai dizer isso a Hitler. Napoleão Bonaparte cometeu o grande erro de tentar invadir a Russia no Outono de 1812. E levou consigo o seu “Exército Europeu” de 550,000 to 600,000 pessoas, juntamente com 160 000 cavalos da Cavalaria e para Transporte. Por esta altura, Napoleão era o Senhor da Europa – o seu Imperador. No final das contas feitas, mesmo após ter tomado Moscovo, com a vinda do Inverno Russo implacável, Napoleão saboreou uma derrota enorme. A vitória da tomada da capital Russa transformou-se numa batida em retirada, e das 600 0000 pessoas que compunham o exército do Imperador da Europa, apenas 120 000 saíram vivos da Rússia. Foi o inicio do fim para Napoleão Bonaparte.
  3. 3. Hitler tentou o mesmo em 1941. Apenas para cair no mesmo erro. O exército Nazi e dos seus aliados amontoavam a uns supreendentes 4 milhões de soldados, tanques e carros blindados, armamento Blitzkrieg e 600 000 cavalos. De pouco lhe serviu. Depois de ter subestimado o famoso Inverno Russo e uma derrota de 800 000 baixas em Estalinegrado, também Hitler foi empurrado para fora da Rússia, e em 1944-1945, o exército Russo tomou Berlim. Hitler suicidou-se em Abril de 1945. Já estás a entender a utilidade desta ferramenta altamente ignorada?
  4. 4. Se Hitler se tivesse lembrado de Napoleão quando decidiu invadir a Russia durante a Segunda Guerra Mundial, os nossos livros de História seriam hoje muito diferentes. Eheh o que vale é que há males que vêm por bem. Mas o que podemos aprender com esta sucessão do mesmo fracasso por pessoas separadas por mais de 100 anos é Aqueles que não aprendem com a História estão condenados a repeti-la. -George Santayana A ideia não é repetir os mesmos erros, mas aprender para poder cometer alguns novos. Sim, se leste este artigo, já sabes que fracassos são meramente feedback, e portanto, se é para cometer erros (que é inevitável na vida), mais vale irmos cometendo uns novos do que estar sempre a cometer os mesmos e estarmos completamente estagnados, certo? Agora, não vim para aqui escrever sobre História, mas antes a tua História. Aquele livro gigantesco chamado memória onde documentamos toda a nossa História. A tua História Pessoal, ou seja, o teu Passado, é uma das ferramentas mais importantes que podes ter se queres ter sucesso em qualquer área.
  5. 5. A verdade é que todos nós somos apenas o produtodo nosso passado. Se nos segues no Facebook, deves ter visto umas fotos nossas a assistir ao evento da Empower Network em stream direto. Foram 3 dias de formação com os melhores da indústria do empreendedorismo, internet marketing, blogging e vendas. Ouvi um membro da audiência perguntar a um dos oradores o que é que ele faz hoje que lhe deu o sucesso que tem. O orador riu-se dizendo que o sucesso que ele tem hoje não tem nada a ver com o que ele está fazer hoje. “Se eu te dissesse o que faço hoje no meu negócio com o blog, isso não te iria trazer sucesso nenhum. O que tu queres verdadeiramente saber é o que eu já fiz no passado que me deu o sucesso que vivo hoje.” E é verdade. O que eu faço, por exemplo, no meu blog e no meu negócio hoje, não é o que me está a dar sucesso agora, mas o que me trará sucesso no futuro. O sucesso que vivo hoje, como ter passado 6 meses de férias num ano e ter podido regressar a Portugal, resulta da decisão de querer ser independente online e do trabalho que tenho feito no blog daí para a frente. Somos o resultado, o produto, do nosso passado – das nossas decisões, das nossas ações ao longo do tempo. O nosso presente não é o resultado do que fazemos hoje,mas sim a consequência do que já fizémos. As nossas ações ao longo do tempo foram nos moldando a vida, e quem somos, naquilo que somos hoje, e o sucesso que vivemos hoje.
  6. 6. O problema surge quando estás a olhar para ti e não gostas do produto consequente do teu passado. Não gostas do teu estilo de vida, ou do teu emprego, ou da qualidade dos teus relacionamentos, ou tens baixa auto-estima, ou não tens o teu emprego de sonho, etc… Isso significa que precisamos de mudar alguma coisa que temos estado (ou não) a fazer… Porque, se queres mudar o teu futuro, não podes tomar as mesmas ações e decisões que te puseram onde estás hoje, certo? Faz sentido, porque assim estarás sempre a entrar no mesmo loop e acabas no mesmo sitio no futuro que estás hoje.  Portanto, se não gostas da situação em que te encontras hoje, precisas de aprender com a tua História ou condenas-te a repeti-la.  Se nós somos o produto das nossas decisões, então as decisões que estás a tomar hoje estão neste preciso momento a moldar o teu futuro. Portanto sempre que hesitas hoje, sempre que não ages hoje por medo do futuro, estás a afetar negativamente o teu futuro e a criar um produto final que não é o que desejas.  É preciso manter uma consistência e uma congruência nas tuas decisões e ações se queres moldar o teu futuro num que queiras ter.  E se nós queremos moldar o nosso futuro ao nosso gosto, mas não sabemos que ações tomar para ter determinado desfecho no nosso futuro, nada melhor que consultar o passado para melhorar as nossas hipóteses de sucesso. MAS ATENÇÃO O passado nao é um fardo. É um ponto de referência. Olhar para o passado não é ficar preso na vitimização, ou olhar para os fracassos do passado e as tuas imperfeições com medo do que isso significa para o teu futuro. O passado é um espaço para aprender, não um espaço para viver.
  7. 7. – Karen Salmanson Serve para recebermos o feedback que precisamos para transformar o nosso futuro. Muda as tuas ações, toma melhores decisões aprendendo com o feedback que a tua História te dá. Não tenhas medo de fazer algo diferente só porque nunca o fizeste antes. A verdade é que só tomando novas decisões e fazendo algo diferente, mesmo que isso te assuste, é a forma de não deixares repetir a História e superares-te. Apenas assim consegues evoluir e ter sucesso. O passado não é um fardo. É um ponto de referência. Permite-te olhar para trás e compreender a relação entre as tuas decisões e o teu percurso de vida e o produto resultante hoje. Sem passado, não temos referência para o Futuro. E se tomar decisões face ao futuro é um motivo para tantas pessoas stressarem e se preocuparem e terem medo, imagina sem ter essa ferramenta poderosa que é o feedback do passado. Agora já vês que basta olhar para a tua História e compreender que decisões e ações passadas causaram o teu presente. Permite-te melhorar essa relação causa-efeito no futuro, para que consigas moldar o futuro ao teu gosto em vez de estar a juntar ingredientes ao calhas com esperança que saia o resultado que queres – isso parece mais jogar à lotaria.
  8. 8. Não deixes a tua vida ao acaso. Vive de propósito! A tua Percepção do Passado define o teu Sucesso Futuro Como todos sabemos, História é escrita pelos vitoriosos. Ou seja, o relato dos factos fica tingida através da percepção dos ditos “vitoriosos” e essa versão passa à versão oficial dos acontecimentos,mesmo que não seja absolutamente verdade. Não é fiável. Pode induzir ao erro e pode até levar-nos a acreditar em coisas que não são verdade. Mas aqui é que olhar para o Passado também nos ensina algo vital. A História está constantemente a ser re-escrita. E a tua História Pessoal também pode. Tu és o Produto da tua perspectiva do Passado. Um estudo de Northwestern Medicine e publicado no Journal of Neuroscience em Setembro de 2012, revela que a própria memória de um acontecimento nem sequer é a memória do acontecimento em si, mas sim a memória da última vez que te lembraste desse acontecimento.
  9. 9. E com cada cópia dessa memória vão se introduzindo elementos na história que não são necessariamente facto, mas tornaram-se verdade para a pessoa que recorda. É por isso que as várias pessoas a relatar o mesmo acontecimento no passado vão introduzindo erros nos seus relatos sem se aperceberem. À medida que a História vai sendo trabalhada e estudada, algumas noções que eram dadas como facto hoje sabemos que são falsas. Ao olharmos para o nosso passado, devemos também ter consciência da perspectiva que temos dessas memórias. Essa é a diferença entre teres um Passado que te debilita ou teres uma História de Superação e Sucesso. Se deixares que os vitoriosos da tua História sejam as dificuldades, os desafios, o medo, a raiva, então esse será o ponto de vista relatado no teu livro de História chamado memória. Se deixares o medo, ou raiva, ou incerteza, controlar as tuas decisões como talvez já te tenha acontecido no passado, então vai ser o medo e a raiva e a incerteza que vão escrever essa História, na sua perspectiva pessimista, derrotista, e negativa. Essa versão derrotista e vitimizada do teu passado transforma-o, de uma ferramenta útil de feedback e aprendizagem, numa âncora que te impede de fazer algo diferente e te prende na tua situação presente. Por causa disso é muito importante não nos deixar-nos definir pelo nosso passado, mas antes revê-la e re-escrevê-la para que em vez de nos prender, nos libertar. Re-interpreta a tua História para absorver conhecimento em vez de acumular trauma. Conhecimento que te dará maior vantagem estratégica na tomada de decisões e ações que fazes HOJE.
  10. 10. Isto chama-se prestar atenção ao feedback. Estás a decifrar o que podes melhorar, porquê que estás a ter resultado X em vez de Y. No meu dia-a-dia a trabalhar na minha paixão aqui no blog/negócio, como em qualquer outra actividade e negócio sério, fazemos isto através da documentação. Eu uso uma folha de cálculo para documentar diáriamente o desempenho do meu blog e do meu negócio. Faço-o em menos de 15 minutos e assim posso ver o historial de toda a minha actividade e perceber, por exemplo, de onde estão a vir os resultados que estou a ter hoje, quais os artigos mais populares, que conteúdo é que me devo debruçar mais, conhecer a minha audiência, leitores, prospetos e clientes, etc… Mas durante muito tempo não o fiz. Não prestava atenção à informação e feedback que o passado me queria transmitir. Não tinha um historial do meu blog, nem do seu desempenho ao longo do tempo. Quando não tinha muitos resultados, mesmo com as formações estupendas da equipa de bloggers eempreendedores online a que me juntei, nem sabia onde aplicar as soluções oferecidas, porque eu nem sabia onde estava o problema. Apenas sabia o que via à superficie, mas não tinha a documentação e os números para tentar identificar o que precisava de melhorar e/ou ajustar para ter o futuro blog de sucesso que queria. Nem sabia o que estava a fazer certo ou errado. Hoje, este feedback do passado permite-me focar as minhas ações de uma forma mais precisa de modo a atingir resultados mais eficazmente. Esta estratégia aplica-se tanto no crescimento do meu blog como negócio e forma de ganhar dinheiro com a minha paixão, como no meu desenvolvimento pessoal como individuo. Uma forma de documentação a um nível mais pessoal é manter um diário.
  11. 11. O aumento da distância temporal entre os acontecimentos lembrados e a pessoa também permitem uma perspectiva mais ampla e clara, como quem voa por cima da situação e consegue ver o puzzle todo, mudar completamente a perspectiva do relato que a memória conta e apurar a veracidade da informação que essa história te estava a transmitir. O nosso passado, mesmo sendo uma ferramenta útil para nos guiar as decisões presentes, não é a verdade absoluta e muito menos define quem és ou o que és capaz de fazer. Qualquer grande império começou por ser um país, que começou com uma região, que antes era apenas uma cidade, e antes disso uma pequena aldeia. Qualquer grande pessoa, com uma grande carreira, ou com muito sucesso hoje em dia, começou com um passo, uma decisão, um cliente, um blog, e foi ouvido o feedback que a vida transmite para guiar os passos. Pessoalmente, foi o que me trouxe até ti hoje. Tu és o produto das tuas decisões passadas, mas esse passado não precisa de tomar as tuas decisões hoje. “Somos o Produto do nosso Passado, mas não temos que ser seus Prisioneiros” -Rick Warren Portanto decide hoje com mais certeza que nunca, age com a mesma força, aprende com o teu passado para que o Futuro seja melhor que o que já passou.
  12. 12. Vais tomar a tua decisão hoje? Rute Gabriel

×