O papel do e tutor

279 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
279
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O papel do e tutor

  1. 1. Acção de formação “iniciação ao e-lerning”, Incurso, Vale de Cambra O e-Tutor como organizador
  2. 2. Neste papel de organizador cabe-lhe a intervenção na área da gestão (organizativa e administrativa), Eloy Rodrigues, Campuz Gultmar, Braga <ul><li>Funções </li></ul><ul><li>Numa perspectiva construtivista(1), e tendo por princípio a Inteligência Emocional dos formandos, cabe-lhe </li></ul><ul><li>. Intervir na área da gestão (organitazitiva e administrativa) </li></ul><ul><li># estabelecendo a agenda </li></ul><ul><li># estabelecendo os objectivos </li></ul><ul><li># estabelecendo calendários </li></ul><ul><li># estabelecendo procedimentos </li></ul><ul><li># limitando a duração das secções </li></ul><ul><li># Planeando cuidadosamente a utilização dos fóruns </li></ul><ul><li># Definindo e divulgando regras de funcionamento e utilização dos fóruns </li></ul><ul><li># criando e animando grupos </li></ul><ul><li># monotorizando o pogresso </li></ul><ul><li># definindo trabalhos e tarefas </li></ul><ul><li># norteando ou esclarecer as normas e esclarecer as normas das interacções </li></ul><ul><li>(Morgado,E.) </li></ul>
  3. 3. Segundo Maria Sofia Barba M.M.Barbosa (2007) <ul><li>“ O e- Tutor tem de estruturar, conceber e desenvolver cursos. Monotorizar a actividade de aprendizagem , utilizar ferramentas de gestão de grupos, questionários, criar espaços de discussão, respondendo ás questões colocadas pelos alunos, indicar sites para visita7perquisa na Internet, elaborar trabalho e avaliar. Em resumo, o e-Tutor assume também o papel activo de facilitador da aprendizagem.” </li></ul><ul><li>è um agente activo do processo. É incentivado a aprender novas abordagens, partilhar conhecimentos e dasafiar os alunos a partilhar conhecimentos também. Em suma, tem a função de: Ensinar, Avaliar;Tutoriar e Aconselhar. </li></ul><ul><li>A avaliação é da sua responsabilidade. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Nos sistemas “estabilizados” de formação não cabe ao tutor propor actividades, dados que estas saão definidas pelo conceptor da formação. (JRL; Abril de 2004) </li></ul><ul><li>Em algumas situações, o termo Tutor é associado à designação do auxiliar do formador na mediação das questões técnico pedagógicas. (artigo da Intenet acedido pelo Google.com, em 20 de Julho de 2011) </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Nota </li></ul><ul><li>(1) Construtivismo , é um conceito ou teoria baseado numa teoria cognivista . “ Este parte da premissa de que todos nós construímos a nossa perspectiva do mundo, através da experiência individual e esquemas mentais<<<<<<<shuman,1996 </li></ul><ul><li>Das várias definições de construtivismo todas partilham um conjunto de princípios básicos: </li></ul><ul><li>o conhecimento é conhecido activamente pelo aluno; não é transmitido. </li></ul><ul><li>a aprendizagem é simultaneamente um processo activo e reflexivo. </li></ul><ul><li>a interpretação que o aluno faz da nova experiência é influenciada pelo seu conhecimento prévio. </li></ul><ul><li>as interacções sociais introduzem perspectivas múltiplas na aprendizagem. </li></ul><ul><li>A aprendizagem requer a compreensão do todo assim como das partes, e estas deverão ser entendidas no contexto do todo. A aprendizagem. Por isso, em contexto e não em factos isolados. </li></ul><ul><li>A essência do construtivismo é, pois, construir o seu próprio conhecimento, o qual é visto como relativo(nada é absoluto) e falível (Wilhelmsen et al., 1999) </li></ul>
  6. 6. Bibliografia <ul><li>Apontamentos da plataforma e-learning </li></ul><ul><li>Barbosa, Maria.S.B.M. M,” e-Learnig – um conceito a ser seguido…” , 2007 </li></ul><ul><li>Rodrigues,E. ,”Papel do e-Tutor no e-Learning”, Campus de Gualtar, Braga </li></ul><ul><li>Morgado,E., “TUTORIA ONLINE, Cenários e percepções para uma Avaliação” </li></ul><ul><li>JRL, “ e-Learnig – Onde está o formador?, Abril 2004 </li></ul><ul><li>“ O papel do Tutor para favorecer a reflexão em cursos de formação de professores a distância”, Internet explorer, acedido em 20 de Julho de 2011 </li></ul>

×