PLANEJAMENTO PARA MÍDIAS SOCIAIS? QUE BICHO É ESSE?
Sabemos que o sucesso está totalmente ligado ao planejamento estratégi...
Fale sobre o seu cliente
• Claro que o cliente já sabe sobre o próprio negócio. Mas é importante que você
comece a apresen...
 Formate a linguagem que será utilizada nas redes sociais. Crie uma persona e
tire-a do papel. Leve-a para o ambiente vir...
7. Personalização
 Personalize ao máximo. Identidade visual, links, linguagem. Crie um padrão
para que o público saiba qu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dicas para criar um planejamento para redes sociais

329 visualizações

Publicada em

Dicas para criar um planejamento para redes sociais

Publicada em: Marketing
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
329
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dicas para criar um planejamento para redes sociais

  1. 1. PLANEJAMENTO PARA MÍDIAS SOCIAIS? QUE BICHO É ESSE? Sabemos que o sucesso está totalmente ligado ao planejamento estratégico. Quando você conhece o cenário em que está se inserindo e identifica oportunidades ou fraquezas, você aumenta consideravelmente suas possibilidades de vitória. O Marketing Digital é ainda algo novo para os profissionais comunicação. Já temos alguns bons especialistas no assunto, mas precisamos de muito mais. Meu trabalho de conclusão de curso, em 2010, já abordava mídias sociais. Lembro que na época, eu e meu grupo lutamos muito para conseguir fontes confiáveis que embasassem o nosso projeto, por isso falo com conhecimento de causa. O cenário está mudando, ainda bem! Mas sei que as dúvidas ainda incomodam aqueles que já ingressaram nesse meio. A insegurança ainda predomina o desenvolvimento do trabalho no dia a dia. Por isso, hoje vou compartilhar uma estrutura detalhada que utilizo para fazer um planejamento de mídia para os clientes. Esse planejamento vai te ajudar, inclusive, a formatar um briefing, antes de começar a trabalhar. Não criei nada. Ele foi formatado com base em estudos já existentes, como os 8 P’s do Marketing, elaborado pelo professor Conrado Adolpho (saiba mais aqui) estudos pessoais em vários blogs, dicas de amigos que trabalham na área (obrigada, Camila!) e ideias que vão surgindo ao longo do trabalho. Um alerta: planejar não é um trabalho fácil, mas para quem gosta (como é o meu caso) é um trabalho gratificante. Não desista, vale a pena. Então, vamos ao que interessa. O conteúdo está aqui porque ficou muito grande para postar no blog. Peço que o utilize de maneira livre, mas não se esqueça de citar a fonte, caso for compartilhá-lo com alguém. Não guarde para si. Curta, comente, compartilhe! E me incentive a continuar fazendo esse trabalho. ;)
  2. 2. Fale sobre o seu cliente • Claro que o cliente já sabe sobre o próprio negócio. Mas é importante que você comece a apresentação mostrando que você conhece o negócio e sabe bem do que está falando. Mostre a importância das redes sociais para o negócio dele (a) • Certamente ele já está ciente dessa importância, mas pode ser que ainda haja dúvidas. Para não correr o risco, reforce a importância das redes sociais e a força que elas representam. Destrinche os 8 P’s do Marketing 1. Pesquisa  Mostre o cenário do mercado em que seu cliente atua, dentro das redes sociais. Pesquise os concorrentes e a forma como atuam. Encontre oportunidades e brechas para que seu cliente mostre diferencial para o público.  Aponte cases de sucesso e insucesso. Apenda com eles ajude o seu cliente a aprender também. Se o cliente já atua nas redes sociais, mostre a ele como está essa atuação (número de posts por dia, número de interações... ele está seguindo um padrão? Atualiza constantemente? Como anda a interação?).  Mostre o comportamento do público e entenda-o. Tudo isso mostrará a atuação do s eu cliente frente aos concorrentes e ajudará a encontrar pontos de melhoria, mudanças e adequações.  Faça a análise Swot e aponte nela, com base nas pesquisas, os pontos fracos e fortes. As ameaças e oportunidades. 2. Planejamento  Quais são os objetivos de atuação? Aponte-os. Seu cliente quer vender? Comprar? Mostrar a empresa e torná-la mais conhecida? Defina. Quem é o público do seu cliente? Identifique-o. Como seu cliente irá atuar para atrair esse público, ou mantê-lo? Explique.  Faça uma nuvem de tags com palavras-chave que identifiquem o cenário em que o seu cliente está inserido. Essas palavras vão lhe orientar na construção dos textos, na elaboração de anúncios, na criação de materiais.  Crie um mote que irá direcionar você e sua equipe na hora de produzir conteúdos. Esse mote deve estar totalmente alinhado com os objetivos de atuação do seu cliente.
  3. 3.  Formate a linguagem que será utilizada nas redes sociais. Crie uma persona e tire-a do papel. Leve-a para o ambiente virtual e a faça conversar com o público. 3. Produção  Defina um conselho que irá munir você e sua equipe com as informações que serão veiculadas nas redes. A quem você vai recorrer quando surgir uma questão que você não sabe responder? Além disso, ninguém melhor que o próprio cliente para oferecer ideias de conteúdo e informações sobre o negócio. O recomendável é que haja uma reunião semanal para definição dessas pautas – mas, por favor, não vá para as reuniões de mãos vazias. Leve as sugestões. Com o tempo, as reuniões servirão apenas para validar suas ideias que já estarão em sintonia com as ideias do cliente.  Crie uma identidade visual. Troque-a de tempos em tempos para não viciar o olhar do público. 4. Publicação  Formate a estratégia de publicação. Periodicidade, canais, volume. Ela não precisa ser engessada, mas é bom seguir uma linearidade para que o público se acostume com a marca dentro das redes e saiba o quando esperar conteúdos veiculados por ela. Ao longo do tempo, os ajustes serão necessários. Aumentar ou diminuir o número de posts, ingressar em novas redes ou sair de outras. Algo que exigirá análise e acompanhamento constante.  Dê algumas recomendações ao seu cliente. Defina quem está autorizado a publicar. Defina como será logística de respostas ao público. Crie regras e resguarde você e sua equipe de publicações não autorizadas/programadas.  Crie um planejamento de crise e delegue responsabilidades aos setores da empresa do seu cliente, quando for o caso. Quem irá assumir e orientar os analistas de mídias sociais em caso de uma crise que trate do tema x? 5. Promoção  Como a veiculação de anúncios será trabalhada?  Em que canais o cliente vai anunciar? Com que periodicidade?  Qual será o valor investido?  Como esse valor será distribuído ao longo do período planejado? 6. Propagação  Quais serão as estratégias utilizadas para que o conteúdo seja repercutido de forma abrangente e atinja o público-alvo? Conteúdo? E-books? Enquetes? Brindes? Pesquisas? Pense na(s) melhor alternativa para o seu cliente.
  4. 4. 7. Personalização  Personalize ao máximo. Identidade visual, links, linguagem. Crie um padrão para que o público saiba que é o seu cliente falando, sem fazer esforço. 8. Precisão  Monitore. Acompanhe o que o público fala sobre o seu cliente. Aproveite o monitoramento para gerar insights e incrementar a comunicação nas redes. Fique atento às reclamações e críticas.  Apresente os resultados. Faça relatórios mostrando os números que importam. Os conteúdos que foram bem avaliados e os que foram mal avaliados também. Aprenda com os resultados e aplique novas estratégias sempre que necessários. Trace metas  Não negligencie o feedback que o público dá. Molde as estratégias sempre que for preciso, até que ela agrade ao público e se encaixe às necessidades dele. É o público que mantem a empresa viva. É por ele que o trabalho deve ser desenvolvido. Jamais feche os olhos ou ouvidos para o que ele tem a dizer. Deixe achismos de lados e embase suas estratégias em comprovações. No mais, sucesso!

×