3 P's do Sacerdocio no Lar

117 visualizações

Publicada em

O Sacerdocio no Lar

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
117
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3 P's do Sacerdocio no Lar

  1. 1. “As responsabilidades de liderança do sacerdócio não desaparecem quando deixam o quórum de Elders ou logo após terem sido ordenados um Diácono. De facto, a maior parte dos vossos deveres no Sacerdócio poderão nem sequer girar em torno das reuniões da Igreja.”
  2. 2. O Pres. Kimball dirigiu-se aos líderes do Sacerdócio quando disse: “O nosso comprometimento na vivência do Evangelho centrado no Lar deve tornar-se a mensagem clara de todos os programas do Sacerdócio e das auxiliares, reduzindo, quando necessário, algumas das actividades opcionais que possam desviar do objectivo próprio e prioritário da Família e do Lar.”
  3. 3. • Consigam tanta educação quanto for possível. Providenciar para a vossa família poderá começar muito antes de vocês considerarem casar-se ou ter filhos. Façam-no enquanto são jovens e sem outras responsabilidades.
  4. 4. • Uma vez que obtiveram o(s) grau(s) necessário(s) na sua área ou especialidade, encontrem um emprego honesto que vos permita realizar o dinheiro suficiente para providenciar as vossas necessidades. No entanto, não façam mais do que o necessário; não exagerem!
  5. 5. • Não se deixem apanhar pelas “horas extras” se isso vos mantiver afastados de passar tempo com as vossas esposas e filhos.
  6. 6. • Trabalhem juntos com vossas esposas para administrar os recursos familiares e pagar as contas.
  7. 7. • Paguem seu Dizimo e ofertas de jejum. Só assim o senhor estará “obrigado” a vos abençoar “abrindo as janelas do céu”
  8. 8. • Vivam dentro das vossas possibilidades e coloquem dinheiro de parte para poupanças, se possível 10% do vosso rendimento (um valor igual ao vosso dizimo).
  9. 9. • Obtenham um suprimento para 1 ano de bens alimentares, agua, roupas e combustível. • Mantenham o armazenamento de comida através do consumo dos bens mais antigos substituindo-os por mais recentes.
  10. 10. • Se possível, organizem uma horta para poder colher parte das frutas e legumes necessários á vossa alimentação. Não só ajuda a poupar como também é uma excelente oportunidade de poder envolver todos os membros da família no trabalho.
  11. 11. • Ensinem vossos filhos a trabalhar desde cedo, quer seja a ter um emprego a tempo parcial, quer seja a ajudar a tratar da roupa suja ou do jardim. • Ensinem-nos a ter uma excelente ética profissional enquanto são jovens pois isso será de elevada influencia nas suas vidas adultas.
  12. 12. • Seja um Patriarca no Lar. Como cabeça da família você será aquele a quem sua esposa e filhos recorrerão para obter direcção e apoio. • Trabalhem juntos como pais para estabelecer as regras e disciplina familiares. • Mantenham-se unidos no uso das vossas técnicas com pais.
  13. 13. • Criem um lar onde o Espírito possa habitar. Isto quer dizer, desembaraçar- se das perturbadoras e desviantes coisas do mundo e substitui- las por coisas mais elevadas que façam lembrar o Evangelho á vossa família.
  14. 14. • Talvez possam pendurar uma foto de Jesus Cristo perto da porta de acesso, para lembrar os membros da família quem eles representam quando saem de casa cada dia. • Sejam um exemplo para os vossos filhos. As crianças são criaturas imitadoras e seguem quase tudo que os seus pais fazem.
  15. 15. • Coloquem-nos no caminho correcto e sejam um modelo de regras quando necessário, sendo educados e evitando a profanidade. • Liderem a Noite-Familiar, oração familiar, estudo das escrituras e conselhos familiares como uma acção fundamental e habitual.
  16. 16. • Realizem entrevistas formais com os vossos filhos mensalmente e prestem-lhes o vosso testemunho. Estas entrevistas não significam ser um interrogatório. Em vez disso elas providenciam tempo para vocês e vossos filhos poderem debater o seu crescimento pessoal e dignidade num ambiente confortável e descontraído.
  17. 17. • Estejam presentes nas actividades sociais, educacionais e espirituais dos vossos filhos e envolvam-se nas suas actividades de responsabilidade. Isto mostrar-lhes-á o vosso apoio nos diversos aspectos das suas vidas. • Ensinem os vossos filhos a fazer escolhas sábias em detrimento dos amigos e dos “media”.
  18. 18. • Criem um abrigo seguro e façam as correcções necessárias para manter a vossa família em segurança das tempestades e outras intrusões. • Protejam os vossos filhos da imoralidade encorajando-os a vestir roupas modestas e advertindo-os acerca dos perigos de quebrar a Lei da Castidade.
  19. 19. • Tomem medidas para proteger o vosso lar, mesmo que isso signifique colocar fechaduras de alta segurança, um sistema de alarme, luzes com sensores de movimento, ou equipamentos de vídeo-vigilancia (se financeiramente viável), extintores, mantas corta- fogo, etc.
  20. 20. • Discutam um plano de emergência e evacuação com a vossa família em caso de incêndio, tornados, furacões, inundações e sismos, sem esquecer a preparação de uma mochila de emergência para cada membro da família capaz de a transportar.
  21. 21. • Sigam o Profeta e encorajem vossa família a fazer o mesmo. Estejam atentos acerca dos locais onde vossos filhos estão ou frequentam, com quem estão e o que costumam fazer.
  22. 22. • No seu discurso “ Aos pais de Israel”, Nov. 1987, o Pres. Ezra Taft Benson sugeriu 10 maneiras específicas para os pais providenciarem eficazmente liderança espiritual aos seus filhos. • Ele advertiu os pais:
  23. 23. 1. Dêem bênçãos paternas aos vossos filhos. Baptizem e confirmem os vossos filhos. Ordenem os vossos filhos ao Sacerdócio. Isto tornar-se-á o princípio mais importante na vida espiritual dos vossos filhos. 2. Pessoalmente dirijam a oração familiar e estudo/leitura diária das escrituras e as noites familiares semanalmente. O seu envolvimento pessoal mostrará aos seus filhos o quão importantes estas actividades são.
  24. 24. 3. Sempre que possível assistam ás reuniões da igreja juntos como família. A adoração em família sob a vossa liderança é vital para o bem-estar espiritual dos vossos filhos. 4. Realizem “encontros” Pai/Filha e saídas Pai/Filho. Como família façam acampamentos e “pic-nics”, vão a jogos e recitais, programas de escola e por aí adiante. Ter o Pai presente nessas ocasiões fará toda a diferença.
  25. 25. 5. Criem tradições familiares e outras saídas. Essas recordações serão muito estimadas pelos vossos filhos. 6. Tenham entrevistas um-a-um com os vossos filhos. Deixem-nos falar acerca daquilo que eles têm em mente. Ensinem-lhes os Princípios do Evangelho. Ensinem-lhes verdadeiros valores. Digam-lhes que os amam. Tempo individual com os vossos filhos mostra-lhes onde é que o Pai coloca as suas prioridades.
  26. 26. 7. Ensinem os vossos filhos a trabalhar e mostrem-lhes o valor do trabalho com um propósito digno, respeitável e honrado. Estabeleçam um fundo missionário e um fundo educacional para os vossos filhos mostrando- lhes o que o pai considera ser importante. 8. Incentivem boa música, arte e literatura nos vossos lares. Os lares dos santos devem ter um espírito de refinamento e beleza que abençoará os vossos filhos para sempre.
  27. 27. 9. Tanto quanto a distancia o permita, assistam ao templo com a vossa esposa. Os vossos filhos irão compreender melhor a importância do casamento no templo, dos convénios do templo e da unidade familiar eterna. 10. Permitam aos vossos filhos ver a felicidade, alegria e satisfação no serviço da igreja. Isso poderá tornar-se contagioso e por isso eles também quererão servir na igreja e amar o Reino do Senhor.
  28. 28. Rui Carreira – Aula 5º Domingo – 31 Agosto 2008 Preparado em Junho 2008

×