Educação intercultural

1.187 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação intercultural

  1. 1. Educação Intercultural Discriminação V/s Integração
  2. 2. 1. Introdução • Considerando a multiplicidade de culturas existentes na sociedade actual e a necessidade de se tratar delas em âmbito escolar, surge a necessidade, cada vez mais urgente, de promover uma Educação que tenha como princípio o respeito pela diversidade numa perspectiva intercultural. • É precisamente no sentido de integrar e não discriminar que surge este projecto, tentando responder às exigências sociais do mundo actual. A Educação Física pelas suas características pode ser um excelente meio de abordar estas matérias. • O trabalho foi desenvolvido com a turma do 6º ano turma C, onde a diversidade cultural e étnica estão bem presentes. Os alunos são provenientes de diversas zonas do globo, desde o Brasil, passando por Angola, Guiné Bissau, Israel e obviamente por Portugal. • Atividades: • Compilação de receitas dos alunos e outra de jogos tradicionais. • Construção de histórias sobre o tema discriminação, seguidas de pequenas dramatizações das mesmas. • Realização de um percurso de Orientação, englobando tarefas que apelam à reflexão sobre a discriminação. • Cartaz com mensagem à população escolar.
  3. 3. 2. Caracterização da população alvo • Este Projecto, destina-se aos alunos do 6º C, é uma turma constituída por 17 alunos, 7 são do sexo feminino e 10 são do sexo masculino. As suas origens são diversas, assim temos, 1 aluno da Guine Bissau, 2 do Brasil, 1 de Israel, 1 de descendência directa de Angola, os restantes 12 são naturais de Portugal.
  4. 4. 3. Objectivos • Consciencialização das diferenças entre as pessoas, mostrando que a diversidade não implica inferioridade; • Conhecer outras culturas; • Respeitar as etnias não dominantes; • Desenvolver atitudes de responsabilidade; • Proporcionar o desenvolvimento físico e motor, valorizando actividades de grupo, promovendo o sentido de entreajuda • Desenvolver e estruturar noções de espaço e de tempo.
  5. 5. 4. Material Pedagógico Criado e Actividades desenvolvidas
  6. 6. O trabalho com a turma desenvolveu-se em: 2 actividades. Actividades desenvolvidas 1ª actividade constou do seguinte: • Aplicação de um questionário, no qual se pretendia saber as origens e naturalidade dos alunos, a gastronomia, os jogos tradicionais e as danças e cantares do seu país (anexo I); • Registo de toda a informação do questionário num quadro de síntese (anexo II); • Posteriormente, foi criada uma ficha para a gastronomia ( anexo III), onde se registaram as receitas e uma ficha para os jogos tradicionais (anexo IV), onde se procedeu à discrição e o seu desenvolvimento. • Esta fase do projecto ficou concluída, no entanto alguns alunos ainda não entregaram o questionário. Na fase seguinte, os alunos irão passar no computador e compilar este material construindo dois livros, um de gastronomia e outro de Jogos tradicionais. No âmbito do Projecto Curricular de Turma esta actividade será desenvolvida em articulação com as disciplinas de Estudo Acompanhado e Área de Projecto.
  7. 7. 2ª actividade • Realização de um percurso de orientação com a finalidade de promover a reflexão sobre o tema Discriminação V/s Integração. • A Orientação é uma matéria da disciplina de Educação Física, nela podemos realizar diversos percursos caracterizados pela existência de um mapa no qual se marcam pontos de passagem obrigatória ou postos de controlo. Assim, explorando esta situação coloquei diversas questões (anexos V), distribuídas pelos diferentes postos de controlo. O local da prova foi a escola, por isso, utilizei a planta da escola, para tornar a situação mais adequada ao tema, sobrepus o mapa do mundo (anexo VI). Desta forma, dei as indicações segundo a localização geográfica no mapa mundo (anexo VII) que correspondia a determinado ponto da escola, identificável através da leitura do mapa. Nesta actividade inclui os jogos tradicionais, assim, em algumas situações tinham que Jogar à “Malha”, noutras, os alunos deslocavam-se ao local de destino utilizando: “1 arco e 1 gancheta” ou então faziam uma “corrida de sacas”. • Em cada posto de controlo os grupos encontravam 1 envelope dentro do qual existia uma letra (anexoVIII), que correspondia a um enigma, a ser desvendado por todos os grupos no final da actividade, quando juntassem todas as letras que compõem a mensagem. No final, foi produzido um cartaz com esta mensagem e outras, produzidas pelos alunos durante a abordagem deste tema. Este material ficou exposto numa vitrina no átrio da escola.
  8. 8. 5. Recursos • Materiais - De desgaste: Cartolinas; canetas e lápis de cor; folhas de papel; entre outros. • • Humanos - Professor de Estudo Acompanhado, Área de Projecto, Formação Cívica e de Educação Física.
  9. 9. 6. Divulgação • Será divulgado à Escola através da colocação do painel de parede com as mensagens no átrio da escola e no Jornal Escolar.
  10. 10.   7 – Período de execução • O Projecto foi desenvolvido no 2º Período e continuará no 3º Período do ano lectivo de 2009/2010. • Estas actividades estão contempladas no PCT da turma.
  11. 11. 8 – Avaliação • O critério de sucesso recairá sobre o interesse e grau de satisfação demonstrado na realização de tarefas, na evolução e aceitação da diferença como um factor valorativo, enriquecedor.
  12. 12. 9 - Conclusão • A complexidade da sociedade actual, fruto da diversidade cultural, da desigualdade social, faz-me pensar que as mudanças só serão efectivas quando todos os sujeitos do processo professores, alunos e Encarregados de Educação estiverem comprometidos com a questão. Julgo que alguma mudança passa pela compreensão dos alunos, da sua cultura de origem, criando-se estratégias para a prática pedagógica que visem os interesses de todos os grupos presentes na escola. • Relativamente ao grupo em estudo eles aceitam bem as diferenças étnicas, demonstram um bom relacionamento interpessoal e convivem no mesmo espaço com respeito mútuo e solidariedade, demonstrando espírito de entreajuda, auto-aceitação, auto-valorização. • Houve um bom envolvimento na aprendizagem em sala de aula e oportunidade de trabalhar de forma interdisciplinar. Os alunos reagiram bem às actividades propostas e participaram nelas com muito entusiasmo e empenhamento.

×