Trabalho dsp doenças sexualmente transmissíveis

3.855 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.855
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
218
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho dsp doenças sexualmente transmissíveis

  1. 1. IntroduçãoNo nosso trabalho iremos falar sobre as causas , sintomas , formas de prevenção, de transmissão e de tratamento das Doenças Sexualmente transmissíveis.
  2. 2. Sumário Sífilis Gonorreia Hepatite B
  3. 3. Sífilis
  4. 4. O que é? A Sífilis ataca qualquer tecido desde a pele aos ossos, fígado, órgãos genitais e olhos. O seu maior perigo é alcançar a sistema nervoso e o coração, o que pode levar à morte. A bactéria da sífilis, para sobreviver, precisa de um ambiente quente e húmido.
  5. 5. Sintomas No local da infeção, na região genital, um pequeno nódulo rosado que evolui para uma úlcera indolor; Sintomas de mal-estar; Fadiga; Dores de cabeça e nos ossos; Erupção cutânea. NOTANesta altura a doença torna-se muito contagiosa.
  6. 6. Formas de Transmissão A transmissão dá-se mais facilmente por contacto sexual, mas um simples beijo em qualquer zona que tenha uma pequena ferida, é arriscado. Não há contágio através dos sanitários, toalhas e outros objetos.
  7. 7. Prevenção O preservativo é muito eficaz e a mulher pode aplicar irrigações vaginais com líquidos desinfetantes suaves. Fazer análises antes do casamento e durante a gravidez.
  8. 8. Tratamento O tratamento para sífilis vai depender do grau em que a doença se encontra. Quando se encontra no primeiro grau, deve-se tomar 1 dose de penicilina benzatina intramuscular. No segundo grau, deve-se tomar 2 doses de penicilina benzatina intramuscular. Caso a sífilis esteja no seu grau mais grave, passado alguns meses, ou quando o tempo de contaminação é indeterminado, o tratamento deve ser feito com 3 doses de penicilina benzatina, com intervalo de 1 semana entre elas. O tratamento é considerado um sucesso quando os valores de VDRL* caem após 6 meses ou 1 ano.* Laboratório de Pesquisa de Doenças Venéreas
  9. 9. Gonorreia
  10. 10. O que é ? É uma infeção nas vias genitais provocada por uma bactéria. Pode afetar o colo do útero da mulher e também a uretra do homem, podendo expandir-se para a região anal.
  11. 11. Sintomas Aparece um ardor nas zonas intimas; Um pus acinzentado ou esverdeado, através do pénis ou da vagina; Dor ao urinar.
  12. 12. Formas de Transmissão Contacto sexual direto; Durante o parto.
  13. 13. Prevenção É muito eficaz o uso do preservativo e a lavagem das partes intimas com desinfetantes adequados ao corpo humano.
  14. 14. Tratamento Os tratamentos mais comuns para a Gonorreia podem ser com Ceftriaxona intramuscular ou Ciprofloxacino por via oral. Se quisermos optar por outro tratamento também podemos escolher Azitromicina.Nota: O seu parceiro deve ser constantemente investigado e tratado . Aconselha-se abstinência sexual ate que não haja sintomas. É possível contrair Gonorreia mais que uma vez.
  15. 15. Hepatite B
  16. 16. O que é ? É um vírus que ataca o fígado. E os nossos próximos meios transmissíveis são o sangue e a saliva. Se não for tratada a tempo a vitima pode morrer. O vírus sobrevive durante bastante tempo e resiste a alguns desinfetantes.
  17. 17. Sintomas Náuseas; Vómitos; Diarreias; Cansaço; Falta de apetite; Surgimento de icterícia; Alteração da cor das fezes e da urina.
  18. 18. Formas de Transmissão Transmissão ao feto pela mãe; Através do sémen; Secreções vaginais; Suor; Lágrimas; Saliva.
  19. 19. Prevenção É possível prevenir esta doença através das vacinas.
  20. 20. Tratamento A hepatite B aguda é tratada com repouso e aconselha-se o doente a não consumir bebidas alcoólicas e alimentos ou medicamentos que possam ser tóxicos para o fígado.
  21. 21. Vídeo http://www.youtube.com/watch?v=k8uU 88vH94w
  22. 22. Conclusão Com a elaboração deste trabalho concluímos que nunca devemos ter relações sexuais desprotegidas, não só para não termos uma gravidez indesejada como para nos protegermos das DST.

×