A História do Vulcanismo dos Açores
“A vulcanologia deve ser motivo de paixão e não motivo de medo.” 
Victor Hugo Forjaz
Os Açores situa-se no nordeste do 
Oceano Atlântico entre os 36º e os 
43º de latitude Norte e os 25º e os 
31º de longitu...
Europa 
África 
RiDfteo rdsea lT Meércdeiair ado Atlântico 
Oceano Atlântico 
Falha Glória 
Plataforma dos Açores 
● Uma f...
Muitos conhecem o vulcanismo como um fenómeno negativo…
…mas esquecem que constitui uma das maiores 
forças formativas do Mundo
Todas as ilhas dos Açores são de origem vulcânica 
…de fases de vulcanismo submarino e subaéreo 
…com magmas viscosos dand...
Ilha de Santa Maria 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico 
As Formações e os Complexos da Ilha de Santa ...
Ilha de São Miguel 
O Complexo do Nordeste 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha do São Miguel 
O Complexo da Povoação 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha das Flores 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico 
O Complexo da Base e o Complexo Superior da Ilha ...
Ilha da Terceira 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo dos Cinco Pontos 
No Tempo Geológico
Ilha de São Miguel 
O Complexo das Furnas 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha da Graciosa 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo da Serra das Fontes 
No Tempo Geológico
Ilha de São Miguel 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo das Sete Cidades 
No Tempo Geológico
Ilha de São Jorge 
O Complexo do Topo 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha do Faial 
O Complexo da Ribeirinha 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha do Corvo 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico 
O Complexo da Base e o Complexo Superior do Corvo
Ilha do Pico 
O Complexo das Lajes 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha de São Miguel 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo de Água de Pau 
No Tempo Geológico
Ilha da Graciosa 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico 
O Complexo das Serras Dormida e Branca
Ilha do Pico 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo da Calheta do Nesquim 
No Tempo Geológico
Ilha de São Miguel 
A Sequência da Formação dos Açores 
Zona Fractural/Fissural da Lagoa 
No Tempo Geológico
Ilha da Terceira 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo de Guilherme Moniz 
No Tempo Geológico
Ilha da Terceira 
A Sequência da Formação dos Açores 
O Complexo de Santa Bárbara 
No Tempo Geológico
Ilha da Graciosa 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico 
O Complexo de Vitória-Vulcão Central
Ilha do Faial 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico 
O Complexo dos Cedros e a Formação da Caldeira
Ilha do Pico 
O Complexo da Madalena 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha de São Jorge 
O Complexo das Manadas 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha de São Jorge 
O Complexo de Rosaias 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha da Terceira 
O Complexo do Pico Alto 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
Ilha do Faial 
O Complexo do Capelo 
A Sequência da Formação dos Açores 
No Tempo Geológico
As Ilhas dos Açores 
No Tempo Histórico
Ilha de Santa Maria 
• De origem vulcânica 
Pico Alto (587m) 
• As estruturas vulcânicas estão degradadas 
• Sucessão de p...
Ilha de Santa Maria 
Facho (Complexo do Porto) 
Santa Bárbara 
Pico Alto e Pico da Faleira 
Pico Alto (587m) 
Cavacas (492...
Ilha de São Miguel 
Complexo das Sete Cidades 
• Formou-se de duas ilhas 
Zona Fissural da Lagoa 
• A ilha e coberto com e...
Ilha de São Miguel 
A Ilha Verde 
O Nordeste 
• 1439: Erupção de Sete Cidades 
• 1563: Erupção da Serra de Agua de Pau e f...
Ilha de São Miguel 
Pico da Vara (1103m) 
Pico Verde (931m) 
Sebastião Avles (924m) 
Bartolomeu (887m) 
Eguas (873m) 
Pico...
Ilha das Flores 
• Actividade vulcânica limitada 
Rocha dos Bordões 
Ribeira Grande e Fajãzinha 
• Originada por uma suces...
Ilha da Terceira 
• A formação da Terceira foi de “carácter extremamente explosivo” 
• Constituída por deposição e consoli...
Ilha da Terceira 
Vulcão de Santa Barbara 
Vulcão dos Cinco Picos 
Vulcão do Pico Alto 
Santa Barbara (1021m) 
Serra Alta ...
Ilha da Graciosa 
• A ilha formou-se seguindo a direcção nordeste-sudeste ao longo duma fractura 
• A Caldeira é a estrutu...
Ilha de São Jorge 
Complexo de Rosais 
Complexo de Manadas 
Urzelina 
• Três zonas de estratos de vulcanismo fissural 
• E...
Ilha de São Jorge 
Caldeira do Santo Cristo 
(Complexo do Topo) 
Caldeiras 
(Complexo de Manadas) 
Eurpção de Pico da Pedr...
Ilha do Corvo 
• Origem limitada 
Ilha e Caldeira 
Morro dos Homens (715m) 
Serão Alto (663m) 
Morro da Fonte (371m) 
Pão ...
Ilha do Pico 
Planalto da Achada 
(Complexo da Calheta de Nesquim) 
• O Pico é a mais conhecida imagem vulcânica dos Açore...
Ilha do Pico 
Ponte do Pico (2351m) 
Cabeço das Cabras (1231m) 
Grotões (1008m) 
Caldeira da Santa Bárbara (906m) 
Cabeço ...
Ilha do Faial 
Complexo da Ribeirinha 
Complexo do Capelo Caldeira 
• A ilha formou-se de fracturas ao longo a falha Faial...
Ilha do Faial 
1957 
De 16 a 27 de Setembro de 1957, registou-se uma crise sísmica 
A água do mar começou a fervilhar 
Pon...
Ponto da Serrata 
(Ilha de Terceira) 
Os cientistas continuam de olhar pela bacia da Platforma dos Açores… 
…porque um ilh...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A História do Vulcanismo dos Açores (A History of the Volcanism of the Azores)

993 visualizações

Publicada em

A presentation of the historic volcanism of the Azores, produced for Portuguese class (ie. in Portuguese), showing visually the region, and timeline of the archipelago's creation over the geological history

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
993
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A História do Vulcanismo dos Açores (A History of the Volcanism of the Azores)

  1. 1. A História do Vulcanismo dos Açores
  2. 2. “A vulcanologia deve ser motivo de paixão e não motivo de medo.” Victor Hugo Forjaz
  3. 3. Os Açores situa-se no nordeste do Oceano Atlântico entre os 36º e os 43º de latitude Norte e os 25º e os 31º de longitude Oeste sobre a Dorsal Média do Atlântica. Os territórios mais próximos são a Península Ibérica, a cerca de 2000 km a leste, a Madeira a 1200 km a sueste, a Nova Escócia a 2300 km a noroeste e a Bermuda a 3500 km a sudoeste. O ponto mais alto do arquipélago situa-se na ilha do Pico - e daí o seu nome, com uma altitude de 2 352 m. A orografia açoriana apresenta-se muito acidentada, com linhas de relevo orientadas na direcção leste-oeste, coincidentes com as linhas de fractura que estão na génese das ilhas. Este arquipélago faz parte duma cordilheira submarina A origem vulcânica dos Açores tem a sua expressão máxima na ilha de São Miguel, no famoso Vale das Furnas e teve a sua mais recente actividade terrestre no Vulcão dos Capelinhos, na Ilha do Faial, em 1957-1958. No mar, a última erupção verificou-se ao largo da Serreta (ilha Terceira) em 1998-2000. Dorsal Média do Atlântico
  4. 4. Europa África RiDfteo rdsea lT Meércdeiair ado Atlântico Oceano Atlântico Falha Glória Plataforma dos Açores ● Uma faixa de expansão oceânica: a Dorsal Média do Atlântico ● A Falha Glória: forças tectónicas corre concorrente do Leste-Oeste ● Ao meio, a Rifte de Terceira: um falha em desligamento ● Formam uma bacia com vulcões submarinas, fissuras tectónicas e fontes hidrotermais: a Platforma dos Açores
  5. 5. Muitos conhecem o vulcanismo como um fenómeno negativo…
  6. 6. …mas esquecem que constitui uma das maiores forças formativas do Mundo
  7. 7. Todas as ilhas dos Açores são de origem vulcânica …de fases de vulcanismo submarino e subaéreo …com magmas viscosos dando origem às erupções violentos …de caracteristicas explosivo, efusivo e freatomagmático …com cinzas, piroclásticos e lavas curtas ou almofadas
  8. 8. Ilha de Santa Maria A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico As Formações e os Complexos da Ilha de Santa Maria
  9. 9. Ilha de São Miguel O Complexo do Nordeste A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  10. 10. Ilha do São Miguel O Complexo da Povoação A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  11. 11. Ilha das Flores A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico O Complexo da Base e o Complexo Superior da Ilha das Flores
  12. 12. Ilha da Terceira A Sequência da Formação dos Açores O Complexo dos Cinco Pontos No Tempo Geológico
  13. 13. Ilha de São Miguel O Complexo das Furnas A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  14. 14. Ilha da Graciosa A Sequência da Formação dos Açores O Complexo da Serra das Fontes No Tempo Geológico
  15. 15. Ilha de São Miguel A Sequência da Formação dos Açores O Complexo das Sete Cidades No Tempo Geológico
  16. 16. Ilha de São Jorge O Complexo do Topo A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  17. 17. Ilha do Faial O Complexo da Ribeirinha A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  18. 18. Ilha do Corvo A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico O Complexo da Base e o Complexo Superior do Corvo
  19. 19. Ilha do Pico O Complexo das Lajes A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  20. 20. Ilha de São Miguel A Sequência da Formação dos Açores O Complexo de Água de Pau No Tempo Geológico
  21. 21. Ilha da Graciosa A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico O Complexo das Serras Dormida e Branca
  22. 22. Ilha do Pico A Sequência da Formação dos Açores O Complexo da Calheta do Nesquim No Tempo Geológico
  23. 23. Ilha de São Miguel A Sequência da Formação dos Açores Zona Fractural/Fissural da Lagoa No Tempo Geológico
  24. 24. Ilha da Terceira A Sequência da Formação dos Açores O Complexo de Guilherme Moniz No Tempo Geológico
  25. 25. Ilha da Terceira A Sequência da Formação dos Açores O Complexo de Santa Bárbara No Tempo Geológico
  26. 26. Ilha da Graciosa A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico O Complexo de Vitória-Vulcão Central
  27. 27. Ilha do Faial A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico O Complexo dos Cedros e a Formação da Caldeira
  28. 28. Ilha do Pico O Complexo da Madalena A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  29. 29. Ilha de São Jorge O Complexo das Manadas A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  30. 30. Ilha de São Jorge O Complexo de Rosaias A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  31. 31. Ilha da Terceira O Complexo do Pico Alto A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  32. 32. Ilha do Faial O Complexo do Capelo A Sequência da Formação dos Açores No Tempo Geológico
  33. 33. As Ilhas dos Açores No Tempo Histórico
  34. 34. Ilha de Santa Maria • De origem vulcânica Pico Alto (587m) • As estruturas vulcânicas estão degradadas • Sucessão de produtos vulcânicos e depósitos sedimentares • Não existe actividade vulcânica no período histórico As praias de areias sedimentares
  35. 35. Ilha de Santa Maria Facho (Complexo do Porto) Santa Bárbara Pico Alto e Pico da Faleira Pico Alto (587m) Cavacas (492m) Pico Alto (587m) Cavacas (492m) Caldeira (481m) Pico da Faleira (465m) Cruz dos Picos (459m) Pico de Penedo (423m) Cavaleiro (396m) Facho (254m) Saramango (247m) Monte das Flores (207m)
  36. 36. Ilha de São Miguel Complexo das Sete Cidades • Formou-se de duas ilhas Zona Fissural da Lagoa • A ilha e coberto com estruturas vulcânicas Complexo da Serra de Água de Pau • Numerais erupções, terramotos e desmoronamentos no período histórico • Três zonas de actividade: Sete Cidades, Serra de Água de Pau e Furnas
  37. 37. Ilha de São Miguel A Ilha Verde O Nordeste • 1439: Erupção de Sete Cidades • 1563: Erupção da Serra de Agua de Pau e formação da Lagoa do Fogo • 1630: Erupção da Lagoa Seca (Furnas): “O Ano Cinzeiro”
  38. 38. Ilha de São Miguel Pico da Vara (1103m) Pico Verde (931m) Sebastião Avles (924m) Bartolomeu (887m) Eguas (873m) Pico da Cruz (845m) Serra de Agua de Pau (824m) Pico do Carvão (813m) Mata do Canário (811m) Salto do Cavalo (805m) Lomba da Salga (717m) Gafanhoto (715m) Cedros (707m) Pico do Buraco (702m) Pico de El-Rei (674m) Agua Retorta (673m) Pico Meirinho (659m) Pico das Três Lagoas (655m) Pico do Ferro (544m) Vulcão de Agua de Pau Vulcão de Povoação Pico da Vara Vulcão das Furnas
  39. 39. Ilha das Flores • Actividade vulcânica limitada Rocha dos Bordões Ribeira Grande e Fajãzinha • Originada por uma sucessão de produtos vulcânicos e depósitos sedimentares • Um evente freatomagmático terá dado origem aos crateras de explosão Pico da Burrinha (886m) Pico dos Sete Pés (849m) Marcela (773m) Pico da Se (721m) Pico do Touro (671m) Pico da Terra Nova (581m) Pico Negro (476m) Caldeiras
  40. 40. Ilha da Terceira • A formação da Terceira foi de “carácter extremamente explosivo” • Constituída por deposição e consolidação de fluxos de cinzas e nuvens ardentes • A caldeira dos Cincos Picos (com diâmetro de 7km) está quase degradada completamente • A erupção dos Picos das Calderinhas (Picos Gordos) foi a mais recente erupção terrestre (1761) • O Algar do Carvão é a mais conhecido estrutura vulcânica, na caldeira de Guilherme Moniz
  41. 41. Ilha da Terceira Vulcão de Santa Barbara Vulcão dos Cinco Picos Vulcão do Pico Alto Santa Barbara (1021m) Serra Alta das Doze (961m) Pico Alto (808m) Lomba (778m) Terra Brava (718m) Furnas do Enxofre (662m) Pico das Duas (648m) Bagacina (638m) Pico do Gaspar (597m) Pico do Fogo (519m) Ginjal (482m) Matela (437m) Monte Brasil (205m) Algar do Carvão
  42. 42. Ilha da Graciosa • A ilha formou-se seguindo a direcção nordeste-sudeste ao longo duma fractura • A Caldeira é a estrutura mais visível (1,500m comprimente; 800m largura e 100m profundidade). • Conhecida pela caverna famosa situado 200m no fundo da Caldeira: as Furnas do Enxôfre • Poucos datações são recordados no período histórico Serra Branca Caldeira Serra das Fontes
  43. 43. Ilha de São Jorge Complexo de Rosais Complexo de Manadas Urzelina • Três zonas de estratos de vulcanismo fissural • Erosão marina degradou os cones: criando rochas de 400-800 m Complexo do Topo • Os cones: degradaram e normalmente divididos em partes laterais • Pior erupção histórica: erupção de Pico de Pedra e nuvem ardente de Urzelina (1808)
  44. 44. Ilha de São Jorge Caldeira do Santo Cristo (Complexo do Topo) Caldeiras (Complexo de Manadas) Eurpção de Pico da Pedra Ilhéu do Topo Pico de Esperança (1083m) Moiro Pelado (1019m) Pico Areeiro (958m) Pico Verde (954m) Pedra Vermelha (905m) Pico da Pedra (901m) Fábrica da Serra (893m) Pico das Fachas (857m) Pedras Brancas (803m) Pico Montoso (784m) Cume da Fajã do Beio (758m) Brejo do Cordeiro (739m ) Piquinho da Urze (711m) Moro Grande (161m)
  45. 45. Ilha do Corvo • Origem limitada Ilha e Caldeira Morro dos Homens (715m) Serão Alto (663m) Morro da Fonte (371m) Pão da Açúcar (300m) Coroa do Pico (267m) • Distinguida por fases de vulcanismo submarino com arribas • Uma fase cataclismica deu origem uma cratera de grandes dimensões • Vila Nova do Corvo situada numa fajã lávica onde pontuam alguns cones de escória
  46. 46. Ilha do Pico Planalto da Achada (Complexo da Calheta de Nesquim) • O Pico é a mais conhecida imagem vulcânica dos Açores • O núcleo da ilha foi o último pelo formar no aquipélago Caldeira de Santa Bárbara (Complexo das Lajes) A Calheta de Nesquim • O antigo vulcão do Topo formou primeiro; o Pico (o Complexo de Madalena) é mais recente • Uma zona fissural de cones (da Calheta do Nesquim) ligam os dois vulcões escudos
  47. 47. Ilha do Pico Ponte do Pico (2351m) Cabeço das Cabras (1231m) Grotões (1008m) Caldeira da Santa Bárbara (906m) Cabeço de Sintrão (875m) Chão Verde (856m) Cabeço do Moiro (748m) Cabeço da Serrata (643m) ACTIVO
  48. 48. Ilha do Faial Complexo da Ribeirinha Complexo do Capelo Caldeira • A ilha formou-se de fracturas ao longo a falha Faial-Pico na área de Ribeirinha (no Este) • A Caldeira do Cabeço Gorde é o maior estrutura vulcânica (diâmetro de 2km e 400m profundidado) • Uma linha de cones estende ao longo das vertentes exteriores da Caldeira ao Oeste • A recente erupção do Vulcão dos Capelinhos (1957/58) representa o término deste sistema
  49. 49. Ilha do Faial 1957 De 16 a 27 de Setembro de 1957, registou-se uma crise sísmica A água do mar começou a fervilhar Ponte dos Capelinhos Uma erupcão submarina formou uma “Ilha Nova” Actividade desistiu e a “Ilha” submergou-se Mas as erupcões voltaram O vulcão juntou-se à ilha A área da ilha aumentou por 240km²
  50. 50. Ponto da Serrata (Ilha de Terceira) Os cientistas continuam de olhar pela bacia da Platforma dos Açores… …porque um ilhéu ou ilha pode estar apenas a 10 ou 8 metres da superfície do mar

×