•
•
•

Quando falamos em empreender, falamos em colocar as
ideias em prática.
Melhor fazer coisas novas e diferentes para ...
• Ocorre quando novas ideias conseguem
ser aplicadas com sucesso.
• Pesquisas comprovam que ideias criativas
capazes de ge...
Existem diversos tipos de inovação e a
lista aumenta sempre. Ela pode se dar:
no modelo de negócio, no produto, no
process...
Modelo surgiu com Alex Osborn em 1930 e foi aqui adaptado a
partir do livro “Criatividade e Inovação” organizado por João
...
• Pessoas – de 4 a 6 pessoas e que sejam
preferencialmente de especialidades diferentes.
• Processo – para potencializar a...
INVERSÃO DE PRESSUPOSTOS (Steve Grossman)

INVERSÃO DE PRESSUPOSTOS (Steve Grossman)
Desafio: Abrir um restaurante ou trab...
INTUIÇÃO SEMANTICA (Arthur B. VanGundy)
Coisas que o guardachuva faz
Protege
Abre
Fecha
Repele

Pares
semânticos
Protege l...
Cheklist de melhoria do produto (Arthur B. VanGundy)
Consiste em refletir a cerca de um produto ou serviço
partindo de 4 c...
• No passado, muitas vezes, o inventor era 
uma pessoa. Da Vinci, Graham Bell e 
outros.
• Hoje as invenções são coletivas...
• Cooperar é cada um fazer um pouco.
• Colaborar em co-working é todos 
participarem de tudo, ainda que a tarefa 
venha a ...
• Co-working é um conjunto de práticas e
ferramentas que veem se desenvolvendo
nas últimas décadas como a coprodução
ou co...
•Assegurar uma comunicação frequente e eficiente
entre os membros da equipe;
•Adotar uma atitude colaborativa e construtiv...
• No mercado de trabalho ninguém fará o
trabalho por você.
• As empresas adotam cada vez mais
essas praticas que integram ...
Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração
Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração
Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração
Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração
Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração
Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração

933 visualizações

Publicada em

Breve introdução aos tópicos que interagem entre si.

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
933
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Empreendedorismo: inovação, brainstorm e colaboração

  1. 1. • • • Quando falamos em empreender, falamos em colocar as ideias em prática. Melhor fazer coisas novas e diferentes para ter repercussão. (impacto) Algumas distinções são clássicas: – Nem tudo que é novo inova. Ex.: podemos abrir uma padaria que vai ser uma novidade numa região, mas ela não inova na forma de produzir ou atender o público) – Criatividade é pensar, fazer diferente. Nem toda criação é válida ou útil. Quando criamos algo novo e ele passa a ser adotado estamos inovando.
  2. 2. • Ocorre quando novas ideias conseguem ser aplicadas com sucesso. • Pesquisas comprovam que ideias criativas capazes de gerar inovação e mudar os padrões existentes surgem de muito esforço, estudo e trabalho. • Não é natural, nem espontâneo. Pode ser treinado e aprendido. Começa com a disposição de abrir seu pensamento para o novo
  3. 3. Existem diversos tipos de inovação e a lista aumenta sempre. Ela pode se dar: no modelo de negócio, no produto, no processo, na tecnologia entre outros. Ela pode ser incremental (aos poucos) ou disruptiva (radical e completamente diferente) Quem inova se diferencia e no mundo de hoje se você for mais um, você é nada. Faça a diferença.
  4. 4. Modelo surgiu com Alex Osborn em 1930 e foi aqui adaptado a partir do livro “Criatividade e Inovação” organizado por João Monteiro Jr e editado pela Pearson 1. 2. 3. 4. Críticas são proibidas Disparates são bem-vindos Quanto mais ideias melhor Procure melhorias e combinações
  5. 5. • Pessoas – de 4 a 6 pessoas e que sejam preferencialmente de especialidades diferentes. • Processo – para potencializar a dinâmica procure inverter os pressupostos dominantes sobre o objeto em questão, propiciar a intuição semântica e o checklist de melhorias do produto. • Ambiente – descontraído e aberto para estimular a participação. • Produto – nem sempre se chega ao resultado final neste momento, mas nele se produz ideias e damos os primeiros passos para o desenvolvimento delas
  6. 6. INVERSÃO DE PRESSUPOSTOS (Steve Grossman) INVERSÃO DE PRESSUPOSTOS (Steve Grossman) Desafio: Abrir um restaurante ou trabalhar no ramo de alimentação Pressupostos Pressupostos Nova idéia invertidos Restaurantes servem Restaurantes não Um serviço de entrega refeições para as servem refeições para de refeição pessoas as pessoas semiprontas ou prontas para atender a necessidade de alimentação das pessoas As pessoas sentam no restaurante para almoçar Outras ideias
  7. 7. INTUIÇÃO SEMANTICA (Arthur B. VanGundy) Coisas que o guardachuva faz Protege Abre Fecha Repele Pares semânticos Protege lona Assim  sucessivamente  Partes de um guardachuvas Lona Varetas Empunhadura   Ideias Desenvolver spray que impermeabiliza  junto o guarda chuva  
  8. 8. Cheklist de melhoria do produto (Arthur B. VanGundy) Consiste em refletir a cerca de um produto ou serviço partindo de 4 categorias e uma série de palavras que estimulem a geração de ideia. Tente Torne o produto Pense em Retire ou adicione Esboçar; limpar; ajustar Macio; menor; mais rápido Escadas rolantes; mingau  de aveia; bomba relógio Camadas; serviços,  características
  9. 9. • No passado, muitas vezes, o inventor era  uma pessoa. Da Vinci, Graham Bell e  outros. • Hoje as invenções são coletivas. • Quem inventou o IPHONE? • Não foi o Steve Jobs. Foi uma equipe de  analistas, engenheiros, programadores e  várias outras empresas fornecedoras de  insumos sob sua visão e liderança.  • Aprenda a trabalhar em conjunto e a  interagir com o mundo.
  10. 10. • Cooperar é cada um fazer um pouco. • Colaborar em co-working é todos  participarem de tudo, ainda que a tarefa  venha a ser desenvolvida por um. • Em outras palavras, alguém pode produzir  uma propaganda, mas outras pessoas  podem participar do processo de  confecção desde o início.
  11. 11. • Co-working é um conjunto de práticas e ferramentas que veem se desenvolvendo nas últimas décadas como a coprodução ou cocriação. • É compatível e esta na base da Web 2.0 das teorias de Design Thinking, inovação aberta. • Está na base das plataformas do Google, Microsoft, wikipidia e outros
  12. 12. •Assegurar uma comunicação frequente e eficiente entre os membros da equipe; •Adotar uma atitude colaborativa e construtiva; •Ir organizando e actualizando o que se vai produzindo; •Contribuir de forma efectiva e empenhada no esforço do grupo; •Ter capacidade de argumentar, considerar outros pontos de vista, negociar e chegar a consensos; •Avaliar o trabalho desenvolvido. •(retirado do Projeto medeia – medeia.org)
  13. 13. • No mercado de trabalho ninguém fará o trabalho por você. • As empresas adotam cada vez mais essas praticas que integram pessoas e etapas. • Existe muito trabalho a ser feito. • Seja protagonista dessa história!!!

×