Congresso Virtual  sobre Comunicação   FACE-A-FACE COMUNICAÇÃO MEDIATIZADA   Unidade Curricular: Comunicação Educacional -...
Artigo: Distinguindo as sensações espácio-temporais na performance de grupos mediados por computador, usando videoconferên...
Questão Crucial <ul><li>Quais são os factores que determinam que a comunicação mediada seja inferior à comunicação  </li><...
Percepção e Realidade <ul><li>Foi realizada uma experiência com a finalidade de esclarecer as seguintes questões: </li></u...
Comunicação <ul><li>A experiência realizada tinha por fim averiguar e comparar o impacto de dois modos de comunicação util...
Vantagens do Sistema Múltiplos Canais <ul><ul><li>Teoria da presença social; </li></ul></ul><ul><ul><li>Pistas em contexto...
Processamento de Informação <ul><li>A evolução humana dotou-nos da capacidade de transmitir simultaneamente informação afe...
Vantagens da Videoconferência <ul><li>Em eventos de comunicação, as funções da informação visual transcendem/ultrapassam a...
Independência Temporal <ul><li>Uma das formas pela qual a comunicação mediada por computador (CMC) liberta o utilizador de...
Independência Espacial <ul><li>Os Sistemas de grupos colaborativos permitem que as organizações possam dispersar os seus m...
Metodologia 58 estudantes  universitários  constituíram grupos  de 3 ou 4 membros. Objectivo: pesquisar e  preparar um rel...
O Meio Sete grupos realizaram  actividades, face-a-face,  uma vez por semana,  durante cinco semanas  Oito grupos realizar...
Avaliação Foram aplicados questionários de auto-diagnósticos focando: <ul><li>presença social dos sistemas (CMC); </li></u...
Análise dos Resultados realização  das atividades objetivos  alcançados interação envolvimento social Tempo real Tempo vir...
Conclusão X Verificou-se que existem limitações nas interacções mediadas, uma vez que  são influenciadas por  regras socia...
Conclusão Relativamente ao determinismo  tecnológico, sabe-se que os  utilizadores adaptam-se e  habituam-se à utilização ...
Conclusão Podemos concluir que a ausência da presença  física não afecta o desempenho dos grupos.
Muito obrigado/a pela vossa atenção. Vamos iniciar o debate.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Distinguindo as sensações espácio-temporais na performance de grupos mediados por computador, usando videoconferência assíncrona.

833 visualizações

Publicada em

Congresso Virtual
sobre Comunicação FACE-A-FACE & COMUNICAÇÃO MEDIATIZADA - - Trabalho de Comunicação Educacional do Curso de Mestrado em Pedagogia do e-learning da Universidade Aberta ( Equipa Verde: Filomena Marques, Marcus Vinicius
, Pedro Teixeira e Rosalina Simão Nunes)

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
833
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Distinguindo as sensações espácio-temporais na performance de grupos mediados por computador, usando videoconferência assíncrona.

  1. 1. Congresso Virtual sobre Comunicação FACE-A-FACE COMUNICAÇÃO MEDIATIZADA Unidade Curricular: Comunicação Educacional - MPEL 2009 Professora: Mysa Randt & Rosalina Simão Nunes Filomena Marques Marcus Vinicius Pedro Teixeira Local de realização: No Auditório da E-Learning 3 - Academy Data: 21 de Junho de 2009 Horário: 23 horas
  2. 2. Artigo: Distinguindo as sensações espácio-temporais na performance de grupos mediados por computador, usando videoconferência assíncrona . Autores: Kristine Nowak; James Watt e Joseph Walther 37th Hawaii International Conference on System Sciences - 2004 Isor Portland Lira Umia Marcusv Ying Petros Starship Equipa Verde
  3. 3. Questão Crucial <ul><li>Quais são os factores que determinam que a comunicação mediada seja inferior à comunicação </li></ul><ul><li>face-a-face? </li></ul><ul><ul><li>É a componente social? </li></ul></ul><ul><ul><li>É a componente tecnológica? </li></ul></ul>
  4. 4. Percepção e Realidade <ul><li>Foi realizada uma experiência com a finalidade de esclarecer as seguintes questões: </li></ul><ul><ul><li>Haverá correspondência entre aquilo que as pessoas necessitam e aquilo que pensam que necessitam para </li></ul></ul><ul><ul><li>colaborar em grupo? </li></ul></ul><ul><ul><li>A forma como as pessoas usam e os sistemas de telecomunicações é determinada por regras sociais </li></ul></ul><ul><ul><li>pré-determinadas ou por factores tecnológicos? </li></ul></ul>
  5. 5. Comunicação <ul><li>A experiência realizada tinha por fim averiguar e comparar o impacto de dois modos de comunicação utilizados em trabalho de grupo: </li></ul><ul><ul><li>Comunicação face-a-face; </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunicação assíncrona </li></ul></ul><ul><li>de vídeo-conferência; </li></ul>
  6. 6. Vantagens do Sistema Múltiplos Canais <ul><ul><li>Teoria da presença social; </li></ul></ul><ul><ul><li>Pistas em contexto social; </li></ul></ul><ul><ul><li>Teoria da riqueza das pistas. </li></ul></ul>
  7. 7. Processamento de Informação <ul><li>A evolução humana dotou-nos da capacidade de transmitir simultaneamente informação afectiva e substantiva, através de canais complementares de comunicação verbal e não verbal. </li></ul>
  8. 8. Vantagens da Videoconferência <ul><li>Em eventos de comunicação, as funções da informação visual transcendem/ultrapassam a informação veiculada: </li></ul><ul><ul><li>O vídeo fornece um espaço de trabalho partilhado, permitindo aos comunicadores avaliar o ambiente em que a comunicação é realizada; </li></ul></ul><ul><ul><li>A videoconferência proporciona vantagens de comunicação específicas para grupos dispersos em termos geográficos ou temporais. </li></ul></ul>
  9. 9. Independência Temporal <ul><li>Uma das formas pela qual a comunicação mediada por computador (CMC) liberta o utilizador de restrições temporais é através de comunicação assíncrona : </li></ul><ul><li>- Nos canais de interacção assíncrona os intervenientes podem escrever e responder independentemente da sua localização geográfica ou fuso horário. </li></ul>
  10. 10. Independência Espacial <ul><li>Os Sistemas de grupos colaborativos permitem que as organizações possam dispersar os seus membros geograficamente. </li></ul><ul><li>Benefícios da comunicação electrónica: </li></ul><ul><ul><li>Economia do tempo em viagens; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custos associados. </li></ul></ul>
  11. 11. Metodologia 58 estudantes universitários constituíram grupos de 3 ou 4 membros. Objectivo: pesquisar e preparar um relatório oral durante 12 a 15 minutos
  12. 12. O Meio Sete grupos realizaram actividades, face-a-face, uma vez por semana, durante cinco semanas Oito grupos realizaram actividades utilizando audio-visual assíncrono.
  13. 13. Avaliação Foram aplicados questionários de auto-diagnósticos focando: <ul><li>presença social dos sistemas (CMC); </li></ul><ul><li>envolvimento comunicacional; </li></ul><ul><li>percepção da eficácia do grupo. </li></ul>
  14. 14. Análise dos Resultados realização das atividades objetivos alcançados interação envolvimento social Tempo real Tempo virtual
  15. 15. Conclusão X Verificou-se que existem limitações nas interacções mediadas, uma vez que são influenciadas por regras sociais pré-determinadas, considerando-se também que a comunicação face-a-face é mais satisfatória do que a videoconferência. Qual a diferenças face-a-face e videoconferência assíncrona:
  16. 16. Conclusão Relativamente ao determinismo tecnológico, sabe-se que os utilizadores adaptam-se e habituam-se à utilização de qualquer meio de CMC.
  17. 17. Conclusão Podemos concluir que a ausência da presença física não afecta o desempenho dos grupos.
  18. 18. Muito obrigado/a pela vossa atenção. Vamos iniciar o debate.

×