Apresentação Celacom

727 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado no XVI Colóquio Internacional da Escola Latino-Americana de Comunicação, realizado no campus da UNESP em Bauru/SP, nos dias 08 a 10 de agosto de 2012.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
727
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Celacom

  1. 1. Maíra Masiero Comunicação, democracia einfluência da mídia nas práticas políticas O Caso Fernando Collor XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  2. 2. Objetivo• Mostrar até que ponto a mídia, pelos seus mais variados meios, pode influenciar as práticas políticas, desde o início da eleição, passando pela escolha democrática da população e pelos atos do governante eleito, até o final do mandato. XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  3. 3. Estudo de caso• Período de governo do ex-presidente da República Fernando Collor de Melo, desde a eleição em 1989 até os motivos que o levaram a sofrer o impeachment, três anos depois. XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  4. 4. Mídia• Plural latino de medium• É o “conjunto das instituições que utiliza tecnologias específicas para realizar a comunicação humana” (LIMA, 2009, p. 17)• Forma de se comunicar atende às necessidades de cada geração XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  5. 5. Formação de imagens pela mídia Três processos:• Por acontecimentos verídicos;• Por uma manipulação direta de afirmações e de dados;• Por uma interpretação direcionada de um fato verdadeiro XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  6. 6. Mídia e representação na democracia• Brasil: em mais de 500 anos de história, poucos períodos de democracia Interrupção com a ditadura do Estado Novo (1937-1945), retomando no ano seguinte Início em 15 de Instituição da Ditadura novembro de 1889 Militar (1964-1985) Primeira eleição direta para Presidente em 1989 XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  7. 7. Democracia de massa• “(...) é preciso lembrar que somente em meados da década de 80 deste século o Brasil se juntou ao clube das democracias de massa – pois nossa experiência democrática anterior, entre 1945 e 1964, possuía fortes configurações elitistas, determinadas pela característica rural de boa parte da população. Consequentemente, de certo modo a democracia de massa no Brasil está sendo modelada – e não apenas mudada – pela mídia. Isso significa que a democracia brasileira provavelmente está sendo mais influenciada pela mídia do que as velhas democracias da Europa e dos Estados Unidos, que tinham tradições consolidadas antes da explosão dos meios de comunicação.” (SINGER, 2000-2001, p. 60). XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  8. 8. Influência da mídia em 4 pontos (MIGUEL & BIROLI, 2010, diagrama nosso) Intermediação eficaz entre políticos e cidadãosDescaracterização do Produção da agenda discurso político pública Gestão da visibilidade dos políticos XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  9. 9. Mídia e representação na democracia• Representação rigorosamente planejada, devido às circunstâncias e à construção de cada ator social• Papel específico da imprensa no cenário político• Polarização ideológica na primeira disputa política após a ditadura XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  10. 10. Fernando Collor de Melo• Nasceu no Rio de Janeiro, em 1949• Em 1973, assumiu o comando do jornal da família em Maceió, a Gazeta de Alagoas• Foi prefeito nomeado de Maceió (1979), deputado federal (1982) e eleito governador de Alagoas (1986) XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  11. 11. 4 pontos da influência da mídia no governo Collor Intermediação eficaz entre políticos e cidadãos• Relativa perda de importância dos partidos• Collor se candidatou por um partido “nanico”• Uso e abuso do marketing pessoal XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  12. 12. 4 pontos da influência da mídia no governo Collor Descaracterização do discurso político• Problema: suposta mutação para uma fala propriamente política• Discurso “messiânico” de Collor (TAVARES, 1998): alia arguições político-religiosas a estruturas populistas XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  13. 13. 4 pontos da influência da mídia no governo Collor Produção da agenda pública• Grau de preocupação da maioria das pessoas sobre algo é proporcional à sua visibilidade nos meios de comunicação• “Agendamento” pode não ser neutro – “enquadramento” das notícias XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  14. 14. 4 pontos da influência da mídia no governo Collor• Gestão da visibilidade dos políticos• Variáveis que determinam o candidato vencedor numa eleição: estruturais e comunicacionais (FIGUEIREDO & ALDÉ, 2010)• Preservação da vida privada e equilíbrio emocional são primordiais XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  15. 15. Considerações finais• Influência forte da mídia na prática política• Discurso de Collor é marcado por traços de marketing pessoal e, assim, condizente com o processo midiático vigente na época• Mídia foi uma espécie de “gangorra”: alcance do posto máximo do Executivo e declínio de sua imagem política. XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  16. 16. Considerações finais• Visibilidade de Collor altamente prejudicada: manifestações contrárias a ele no campo político e no campo social• Turbulenta relação entre os parlamentares e o presidente – falta de uma estabilidade de alianças
  17. 17. Referências• FERNANDO Afonso Collor de Mello – Biografia. UOL Educação. Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/biografias/fernando-afonso-collor-de-mello.jhtm> . Acesso em: 07 ago. 2012.• FIGUEIREDO, M. ; ALDÉ, A. Intenção de Voto e Propaganda Política: Efeitos e gramáticas da propaganda eleitoral. In: MIGUEL, L.F.; BIROLI, F. (orgs.) Mídia, representação e democracia. São Paulo: Hucitec, 2010.• LIMA, V. A. Mídia: Teoria e Política. São Paulo: Editora Fundação Perseu. Abramo, 2001.• MIGUEL, L.F.; BIROLI, F. Comunicação e Política: um campo de estudos e seus desdobramentos no Brasil. In: ______. (orgs.) Mídia, representação e democracia. São Paulo: Hucitec, 2010.• SINGER, A. Mídia e democracia no Brasil. Revista USP, São Paulo, n.48, dez./fev. 2000-2001, p. 58-67. Disponível em: <http://www.usp.br/revistausp/48/05- andresinger.pdf>. Acesso em: 08 jun. 2012. XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação
  18. 18. Obrigada! Maíra MasieroE-mail: mairazinha_2005@hotmail.com /rp_maira /mairabocaina http://rpitacos.blogspot.com.br XVI CELACOM - Colóquio Internacional da Escola Latino-americana de Comunicação

×