RC Vizela: O Início

844 visualizações

Publicada em

Dia 27 de Julho às 21h e 30m na Sede o C.º Past-Presidente Domingos Vaz Pinheiro falou sobre a fundação do nosso Clube. Domingos Vaz Pinheiro foi o C.º Fundador do Rotary Club de Vizela. Como convidado esteve presente o C.º Inácio Silva do Rotary Club de Santo Tirso, Clube Padrinho.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
844
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
300
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

RC Vizela: O Início

  1. 1.
  2. 2. Saudação às bandeiras<br />
  3. 3. Momento do Protocolo com o C. Cipriano Alves<br />
  4. 4. Momento do Presidente C.ºCarlos Martins<br />
  5. 5. C.º Domingos Vaz Pinheiro no uso da palavra<br />
  6. 6. “Caros Companheiros e Amigos,<br />Com os meus cumprimentos, venho junto de vocês, a pedido do nosso Companheiro Presidente, Carlos Martins, tentar recordar o mais fielmente possível como foi que surgiu a ideia da fundação do RotaryClub em Vizela.<br />Embora aqui faça alguns apontamentos, não vou rigorosamente seguir à risca o que aqui escrevo, pois quem me conhece sabe perfeitamente que eu nunca fui, nem sou, adepto da leitura de discursos, pois esse não é o meu forte. Aliás, não sei se serei forte em alguma coisa.<br />Assim, decidi servir-me de algumas imagens que aqui vamos projectar, para me ajudar a memória e relembrar os princípios do nosso Club.<br />Estávamos no início da década de 90, e em Vizela lutávamos ainda pela emancipação desta terra, e a criação do nosso Concelho, o que nos levava a sermos inventivos e interventivos, e a procurar tudo o que pudesse projectar o nome de Vizela, para manter sempre bem viva a chama da autonomia, foi assim que apareceu a Rádio Vizela, e esta era também mais uma oportunidade de levar longe o nome e as coisas da nossa terra.<br />
  7. 7. Foi dentro deste espírito que, nessa data, finais de 1992, recebi a visita de dois amigos meus, sendo eles, José Carlos Oliveira Sousa, de Vizela, bem como Faria de Abreu, este último rotário do Club de Santo Tirso. Como tema da visita foi a sondagem que a pedido do nosso conterrâneo, muito ilustre advogado na cidade do Porto, Dr. Augusto Leite Faria, que na altura era Governador do Distrito 1970 e que tinha manifestado ao RotaryClub de Santo Tirso a vontade, de ainda na sua presidência, conseguir criar um RotaryClub na terra que ele considerava sua (Vizela), uma vez que era natural do Casalinho, em Felgueiras, aqui ao lado.<br />Assim, o RotaryClub de Santo Tirso, nessa altura presidido pelo meu amigo e companheiro, Eduardo Pinheiro Guimarães, tomou muito a peito o pedido do então Governador, tendo nomeado o Companheiro Faria de Abreu para procurar alguém em Vizela que, patrocinado e apadrinhado pelo seu Club, conseguisse levar a bom termo aquela vontade do grande vizelense, Dr. Augusto Leite Faria.<br />
  8. 8. O Governador Augusto Leite Faria preparando-se para a entrega da Carta Constitucional ao primeiro Presidente do RotaryClub de Vizela, Domingos Vaz Pinheiro.<br />
  9. 9. Foi no seguimento desta diligência que apareceram os dois amigos que acima falei, para quem me disponibilizei pelos motivos que também já citei. Daí em diante, conjuntamente com aqueles dois companheiros, começamos a fazer os primeiros contactos para a formação do nosso Club. Porque eu tinha de facto um bom relacionamento em Vizela, não foi difícil encontrar um grupo de homens bons que, conjuntamente comigo, começamos a ser instruídos, elucidados, sempre com muita amizade e dedicação pelos companheiros de Santo Tirso, que destacaram para essa missão quatro bons elementos dos seus membros, com os quais foi mais fácil ainda levarmos o nosso barco a bom porto; foram eles os Companheiros Eduardo Pinheiro Guimarães, Faria de Abreu, Delfim Guimarães e Inácio Silva, aos quais muito agradeço e saúdo com amizade, muito especialmente o saudoso Delfim Guimarães, que infelizmente já não se encontra entre nós.<br />
  10. 10. Durante praticamente meio ano, isto é, finais de 1991 e primeiro trimestre de 1992, foram reuniões de preparação com aqueles companheiros, que sempre apareciam (praticamente todos), que chegamos ao dia 19 de Fevereiro de 1992 que ficou considerado o dia da Fundação do Club. Seguidamente fomos admitidos em Rotary, em 29 de Abril de 1992 e, finalmente, foi-nos entregue, pelo já Past-Governador, Augusto Leite Faria, a Carta Constitucional que erigia oficialmente o RotaryClub de Vizela.<br />De seguida começou oficialmente o mandato do primeiro Presidente, que fui eu, pois já vinha desde o princípio sendo considerado praticamente como tal e, confesso, que com o grupo de profissionais como era o nosso, muito bem assessorado pelo RotaryClub de Santo Tirso, que sempre nos acompanhou em todos os actos mais marcantes e festivos, não foi difícil fazer um mandato razoável, para quem não tinha experiência alguma.<br />
  11. 11. Entrega da Carta Constitucional ao primeiro Presidente do RotaryClub de Vizela, Domingos Vaz Pinheiro em 20-06-1992<br />
  12. 12.
  13. 13. Entretanto, senti-me satisfeito e realizado quando nos finais de Junho consegui, com algum brilho, entregar o Club ao meu sucessor, aqui felizmente presente, e que fez um grande mandato, aliás como foram todos os que se seguiram e que ainda hoje faz com que o RotaryClub de Vizela seja um dos mais conhecidos do país, quando aqui promove qualquer evento. Para isso também concorre bastante a sede que escolhemos, mas que também promovemos, o Restaurante Águia D’Ouro, que nunca nos deixa mal quando nos dias das nossas festas recebemos os visitantes doutros Clubes que, normalmente, enchem a sala. “<br />Domingos Vaz Pinheiro <br /> <br />Vizela, 27 de Julho de 2011<br />
  14. 14. C.ºInácio Silva do RotaryClub de St Tirso no uso da palavra<br />
  15. 15. C.ºCarlos Martins entrega Diploma ao C.º Inácio Silva <br />
  16. 16. C.ºCarlos Martins entrega Diploma e Medalha alusiva à Reunião ao C.º Domingos Vaz Pinheiro<br />
  17. 17. C.ºCarlos Martins entrega Diploma e Medalha alusiva à Reunião ao C.º Domingos Vaz Pinheiro<br />

×