Conto de terror

1.695 visualizações

Publicada em

AULA DIGITAL DISPONÍVEL NO SITE EDUCOPÉDIA.

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Meus parabéns pelo trabalho, professora. Como contadora de histórias e arte educadora, sei o quanto as histórias de terror despertam o interesse de crianças e adolescentes. Usá-las como instrumento para os estudos de literatura e interpretação de texto é uma ótima iniciativa!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.695
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
635
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://capricho.abril.com.br/blogs/itgirls/colunadagi-os-produtos-de-make-essenciais-para-montar-seu-primeiro-kit-de-make/
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://art-terror.blogspot.com.br/2007/09/premonio.html
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://mobground.net/arquivo-nsn-lendas-urbanas-brasileiras/
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://www.redemaranatha.com.br/?p=8809
     
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://www.beatrix.pro.br/index.php/venha-ver-o-por-do-sol-lygia-fagundes-telles/
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://www.beatrix.pro.br/index.php/venha-ver-o-por-do-sol-lygia-fagundes-telles/
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://www.beatrix.pro.br/index.php/venha-ver-o-por-do-sol-lygia-fagundes-telles/
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://www.personalizaroblogger.com.br/2012/10/4-dicas-para-manter-seu-blog-sempre.html
  • Fonte das imagens:
    Disponível em: http://www.freebievectors.com/pt/pre-visualizacao-do-item/60625/serra-vaivem-vermelho-puzzle-piece-clip-art/
  • Fonte do texto:
    Disponível em: https://docs.google.com/presentation/d/1nLppB3F6pCKcUY8dXhZKewFhD981idPNL2dTeneL2Cg/edit?usp=sharing
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://www.beatrix.pro.br/index.php/venha-ver-o-por-do-sol-lygia-fagundes-telles/
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://www.aprendemos.com.br/percebemos-a-trilha-sonora-dos-filmes-de-terror-como-sons-semelhantes-a-gritos-e-outros-barulhos-alarmantes/
  • Fonte da tirinha:
    Disponível em: http://www.telaquente.com.br/site/calvin?start=20
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://lercontosdeterror.blogspot.com.br/2012/12/wwjacobs-pata-do-macaco.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://lercontosdeterror.blogspot.com.br/2012/12/wwjacobs-pata-do-macaco.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: https://docs.google.com/presentation/d/1H7DSTTvrFXr_jtuY9HeFMzPWsZP0Qiw9B7DEPP4dNbs/edit?usp=sharing
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://medosensitivo.blogspot.com.br/2012/08/nao-se-deve-brincar-com-o-sobrenatural.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: https://docs.google.com/document/d/1Tx9RQ8G8RUX6t2IjbjbBWcfHPBFSOStzyofwkx0KeTk/edit?usp=sharing
  • Fonte do vídeo:
    Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=lXc08E3muds
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://books.google.com.br/books?id=Cjb34i2SzokC&pg=PA69&dq=a+queda+da+casa+de+usher&hl=pt-BR&sa=X&ei=HJePUY7pGoPA9gSXkYGoCg&redir_esc=y#v=onepage&q=a%20queda%20da%20casa%20de%20usher&f=false
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://www.dignow.org/post/globo-inicia-produ%C3%A7%C3%A3o-de-%E2%80%9Cdois-irm%C3%A3os%E2%80%9D-nova-s%C3%A9rie-nacional-5447262-88299.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://edgarallanpoe2k.blogspot.com.br/2009/01/o-gato-preto.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://edgarallanpoe2k.blogspot.com.br/2009/01/o-gato-preto.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: http://lercontosdeterror.blogspot.com.br/2012/09/quarto-vermelho-hg-wells.html
  • Fonte do texto:
    Disponível em: https://docs.google.com/document/d/1QMOS6o5KyUZya--ntE3oIf3RBTaYUe7onDPz5BZHLWA/edit?usp=sharing
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://servojurandir.blogspot.com.br/2011/04/pensando-grande.html
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://poressaspaginas.wordpress.com/2011/10/31/livros-de-terror-algumas-recomendacoes/
    Fonte do texto:
    Disponível em: https://docs.google.com/document/d/1qvehOTDPXBjnDmskTzX5e3Ey8N2W-hl2HxIdq56q4aY/edit?usp=sharing
  • Fonte da imagem:
    Disponível em: http://vizinhancadochaves.wordpress.com/2013/03/07/jornal-do-rio-de-janeiro-faz-trocadilho-sobre-morte-de-hugo-chavez/
  • Conto de terror

    1. 1. Na aula passada, estudamos o universo feminino nos editoriais das revistas. Vamos relembrar? Clique no ícone abaixo e leia um Editorial de Moda bem bacana. Atividade 1: Relembrando
    2. 2. Atividade 2: Apresentação inicial Nesta aula vamos estudar os CONTOS DE TERROR. Após esta aula você estará pronto para compreender o gênero conto de terror, reconhecendo as etapas da narrativa, a pertinência de temas e acontecimentos “medonhos” e os efeitos de sentido explorados a partir de recursos linguísticos. Vá em frente e ... não olhe para trás! Fonte:art-terror.blogspot
    3. 3. Uma pergunta invadiu o meu cérebro, como um raio assustador em uma tempestade sinistra: Atividade 3: Pergunta-desafio Está com medo de responder errado? Fique tranquilo que no decorrer desta aula você vai adquirir o conteúdo necessário para responder corretamente. Quais são os ingredientes característicos de um conto de terror? Fonte:mobground
    4. 4. Você já leu ou já ouviu alguma história de terror? Viu algum filme do gênero? Com certeza, não é mesmo? As histórias de terror geralmente despertam no leitor o medo, através de situações misteriosas, esquisitas e até mesmo sobrenaturais. O coração acelera. A dose de adrenalina aumenta consideravelmente no sangue. Ficamos despertos, atentos. A imaginação flui. Pronto: estamos completamente integrados à narrativa. Sofremos, nos assustamos, vivenciamos intensamente a experiência. Atividade 4: Por que isso é importante? As histórias de terror geralmente promovem em nós uma reflexão sobre a sociedade e seus perigos, muitos dos quais ocultos. Que tal nos assustarmos, quer dizer, estudarmos juntos sobre os contos de terror? Fonte:redemaranatha
    5. 5. Atividade 5: Educoquiz 1 – O que você já sabe? Leia o texto clicando no ícone abaixo e depois responda: o texto é um exemplo de a)romance. b)crônica. c)editorial. d)conto.
    6. 6. Atividade 6: Educoquiz 1 – O que você já sabe? O conto Venha ver o pôr do sol, de Lygia Fagundes Telles, lido na questão anterior, é ambientado em um cemitério. O objetivo desta escolha é imprimir na narrativa um clima a) de mistério e de medo. b) de suspense e de humor. c) de paz e de medo. d) de mistério e de reflexão.
    7. 7. Atividade 7: Educoquiz 1 – O que você já sabe? Leia o trecho abaixo do conto Venha ver o pôr do sol e depois responda: “Veja- disse, apontando uma sepultura fendida, a erva daninha brotando insólita de dentro da fenda -, o musgo já cobriu o nome na pedra. Por cima do musgo, ainda virão as raízes, depois as folhas…Esta a morte perfeita, nem lembrança, nem saudade, nem o nome sequer. Nem isso”. A repetição intencional da palavra nem, no contexto da narrativa, tem como objetivo a) enfatizar o clima de descontração do encontro. b) informar o leitor sobre uma característica de Raquel. c) enfatizar o clima de desolação do ambiente. d) exemplificar a escassez de recursos financeiros de Ricardo.
    8. 8. Segundo o famoso escritor de histórias de terror Howard P. Lovecraft, “a emoção mais forte e mais antiga do homem é o medo, e a espécie mais forte e mais antiga de medo é o medo do desconhecido”. Uma coisa é fato: todo mundo tem medo de alguém ou de alguma coisa, até mesmo quem não tem coragem de confessar! Agora que tal desenhar o que te dá medo? Fonte:personalizaroblogger
    9. 9. Atividade 9: Mas afinal, o que é o conto? Agora que já refletimos sobre os nossos medos, vamos definir o conto? É só recolher todas as peças do quebra-cabeças. narrativa ficcional mais curto que o romance objetividade linguagem simples e direta poucos personagens tempo cronológico Fonte: freebievectors enredo simples
    10. 10. Atividade 10: Com que ingredientes se faz um conto? Vamos relembrar quais são os elementos da narrativa? Você sabia que os elementos da narrativa são os ingredientes do conto? Clique no ícone abaixo para um mini flashback.
    11. 11. Atividade 11: Dissecando o enredo de um conto Vimos que o Enredo é a sequência de acontecimentos que compõem a narrativa. Como a um cadáver, vamos agora dissecar as partes do enredo: * Introdução/apresentação – é o início da história. Geralmente o narrador apresenta os fatos iniciais, os personagens, o tempo e o espaço. * Complicação/desenvolvimento – é a parte na qual se desenvolve o conflito. * Clímax – é o momento de maior tensão da narrativa. * Desfecho/conclusão – é o final da história, a solução para o conflito (ou não). Agora, releia o conto da atividade 5 clicando no ícone abaixo e anote em seu caderno os elementos da narrativa e as partes do enredo.
    12. 12. Atividade 12: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? De acordo com a definição de conto que estudamos, o conto é uma a)narrativa ficcional curta com poucos personagens e enredo complexo. b)narrativa ficcional curta com tempo cronológico e pouca objetividade. c)narrativa ficcional curta com poucos personagens e enredo simples. d)narrativa ficcional curta com linguagem simples e muitos personagens.
    13. 13. Atividade 13: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? Observe a tirinha abaixo e depois responda: “YECCHH” e “URF” são exemplos de onomatopeias, recursos ortográficos frequentemente utilizados em contos de terror e que têm por objetivo a)representar um sentimento. b)imitar a voz de algum monstro ou ser sobrenatural. c)reproduzir um determinado som. d)enfatizar uma característica de algum personagem.
    14. 14. Atividade 14: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? Leia o texto abaixo e depois responda: Em relação às partes do enredo, o trecho “O lampião da rua que tremulava do outro lado brilhava numa estrada silenciosa e deserta” faz parte a) da introdução do conto. b) do desenvolvimento do conto. c) do clímax do conto. d) do desfecho do conto.
    15. 15. Atividade 15: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui? Em relação ao conto A pata do macaco, lido na atividade anterior, responda: O elemento que está em destaque no trecho “Lá fora a noite estava fria e úmida, mas ,na pequena sala de visitas de Labumum Villa, os postigos estavam abaixados e o fogo queimava na lareira” é o a) espaço. b) enredo. c) tempo. d) personagem.
    16. 16. As chamadas histórias de terror sempre existiram nas mais diferentes culturas. Parece haver um certo fascínio em tudo aquilo que escapa a uma explicação racional, ao mundo real e concreto. Se estas histórias são verdadeiras ou não, reais ou ficcionais, não se sabe ao certo, mas o mistério, o suspense, o medo, a incerteza, e os acontecimentos fantásticos presentes em algumas histórias nos prendem pra valer, não é mesmo? Mas nem toda história, que possua ingredientes como suspense, monstros e seres extraordinários, pode ser considerada um conto de terror. É preciso que a história apresente, além dos elementos já estudados (narrador, personagens, tempo, espaço e enredo), comuns a todos os tipos de contos, alguns ingredientes especiais. Vamos conhecê-los? É só clicar no ícone ao lado.
    17. 17. As histórias de terror possuem, historicamente, um caráter transgressor, uma vez que abordam temas que geralmente são considerados imorais ou tabus e que, por isso mesmo, estão envoltos em uma espécie de proibição ou censura. Utilizar elementos insólitos, irracionais ou até mesmo sobrenaturais, propicia uma abordagem inusitada destes temas, gerando profundas reflexões, apesar de um aparente afastamento motivado pela presença do elemento extraordinário. Em um conto de terror não há uma definição precisa entre o real e a fantasia, mas é imprescindível construir uma aparência de verossimilhança.
    18. 18. Atividade 18: Recursos para tornar a narrativa mais assustadora Os autores de histórias de terror têm à sua disposição uma série de recursos ortográficos, morfossintáticos e estilísticos para criar tensões e dar à narrativa um clima de suspense, terror e medo. Vocês conhecem estes recursos? Não? Então é só clicar no ícone abaixo para desvendar este mistério!
    19. 19. Atividade 19: As histórias de terror e o cinema Quando histórias de terror são traduzidas para a linguagem cinematográfica, o resultado, geralmente, são filmes assustadores! Para finalizar, vamos conhecer uma seleção de quinze clássicos do terror de todos os tempos, que já passaram pelas telonas. Curioso para conhecê-los? Então clique no ícone abaixo e bons sustos!
    20. 20. Atividade 20: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Clique no ícone abaixo, leia o texto e depois responda: O conto é narrado em ______, a forma narrativa mais usual em contos de terror. Esta afirmativa é comprovada no trecho ______. a) 3ª pessoa / “- Estarei sempre perdido por isso e somente por isso.” b) 1ª pessoa / “Passei eu a cavalo à procura da casa de Usher.” c) 3ª pessoa / “- Você não deve... você não poderá ver isso!” d) 1ª pessoa / “Aquele que aqui entrar vencedor será.”
    21. 21. Atividade 21: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu? Leia o trecho abaixo do conto A queda da casa de Usher, lido na atividade anterior e depois responda: “Era, de fato, muito antigo. E o tempo desbotara tudo. Muitas plantas pequenas cresciam no telhado, descendo pelos beirais. Isso, porém, não significava estrago na construção. Pelo contrário, esta se encontrava intacta. Nada desmoronando. Mas parecia haver uma violenta contradição entre o ajuste perfeito das pedras e seu estado de esfarinhamento, de fragmentação isoladamente. Dava mesmo a impressão de uma estrutura apodrecida durante longos anos, mas que o contato com o ar exterior a fizera manter-se de pé”. Numa história de terror, a escolha das palavras têm grande importância na criação do clima e no envolvimento do leitor. No trecho, o recurso observado, muito utilizado em histórias de terror, e que contribui decisivamente para estabelecer uma atmosfera macabra e de mistério é a) a descrição do estado de espírito do narrador. b) a utilização expressiva da pontuação. c) a descrição do espaço. d) a utilização de advérbios de modo. Fonte:dignow
    22. 22. Atividade 22: Educoquiz 3 - O que mais você aprendeu? Leia o texto, clicando no ícone abaixo e depois responda: Logo no primeiro parágrafo observamos um recurso muito utilizado em histórias de terror para imprimir um tom de ambiguidade e incerteza ao texto. Portanto, o narrador em 1ª pessoa a) não testemunha os fatos e não acredita que estão acontecendo. b) testemunha os fatos e não duvida que possam estar acontecendo . c) testemunha os fatos, mas duvida que possam estar acontecendo. d) não testemunha os fatos, mas acredita que estão acontecendo.
    23. 23. Atividade 23: Educoquiz 3 - O que mais você aprendeu? No conto Gato preto, lido na atividade anterior, palavras como extraordinariamente, eternamente e profundamente, representam um recurso ortográfico muito utilizado em histórias de terror cujo objetivo é a) a descrição do estado de espírito do personagem principal. b) a intensificação do clima de suspense e mistério. c) a descrição do espaço. d) a utilização expressiva da pontuação.
    24. 24. Leia o texto, clicando no ícone abaixo e depois responda: O que assombra o quarto é a)o fantasma. b)a assombração do Conde. c)o medo. d)o espírito da Condessa. Atividade 24: Educoquiz 3 - O que mais você aprendeu?
    25. 25. E agora, que tal praticar o que você aprendeu? O seu desafio é escrever um conto de terror. Mas antes, clique no ícone abaixo e veja a proposta desta atividade. Atividade 25: Você está sendo desafiado
    26. 26. Atividade 26: Construindo um resumo Ficou macabro o seu conto? Legal! Agora que tal produzir um resumo contendo pelo menos 5 tópicos com o conteúdo que você considera mais importante de tudo que aprendeu na aula? Fonte: servojurandir
    27. 27. Ficou assustadoramente legal o seu resumo! Parabéns! Agora que tal clicar na imagem abaixo e compará-lo com os itens listados? Quantos itens da Educossíntese aparecem na sua lista? Atividade 27: Educossíntese Fonte: poressaspaginas
    28. 28. Atividade 28: Na próxima aula... Curioso para saber o que você vai estudar na próxima aula? Vamos estudar a expressividade, a informalidade e o humor nas capas de jornais populares. Observe a imagem ao lado para uma prévia do conteúdo. Até a próxima aula! Fonte:vizinhancadochaves

    ×