Histologia vegetal

970 visualizações

Publicada em

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
970
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
347
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Histologia vegetal

  1. 1. HISTOLOGIA VEGETALHISTOLOGIA VEGETAL  PARTE DA BOTÂNICA QUE ESTUDAPARTE DA BOTÂNICA QUE ESTUDA OS TECIDOS VEGETAIS.OS TECIDOS VEGETAIS.  TECIDOTECIDO  CONJUNTO DE CÉLULASCONJUNTO DE CÉLULAS MORFOLOGICAMENTE SEMELHANTES EMORFOLOGICAMENTE SEMELHANTES E QUE REALIZAM AS MESMAS FUNÇÕES.QUE REALIZAM AS MESMAS FUNÇÕES.
  2. 2. PRINCIPAIS TECIDOSPRINCIPAIS TECIDOS VEGETAISVEGETAIS TECIDOS MERISTEMÁTICOSTECIDOS MERISTEMÁTICOS OU EMBRIONÁRIOS.OU EMBRIONÁRIOS. TECIDOS ADULTOS OU PERMANENTESTECIDOS ADULTOS OU PERMANENTES PRIMÁRIO S SECUNDÁRIOS FELOGÊNI O CÂMBIO REVESTIMENTO OU PROTEÇÃO SUSTENTAÇÃO CONDUÇÃO PREENCHIMENTO OU PARÊNQUIMAS
  3. 3. TECIDOS MERISTEMÁTICOS OUTECIDOS MERISTEMÁTICOS OU EMBRIONÁRIOSEMBRIONÁRIOS CARACTERÍSTICASCARACTERÍSTICAS  sempre estimulam crescimento  suas células são indiferenciadas ou “totipotentes”  suas células sempre estão sofrendo mitoses
  4. 4.  meristema primário que provoca crescimento primário (em altura)  meristema secundário que provoca crescimento secundário (em espessura)  podem formar outros tecidos, principalmente os adultos ou permanentes
  5. 5. TECIDOS ADULTOS OU PERMANENTES  proteção  sustentação  condução  tecidos de preenchimento ou parênquimas amilífero, aquífero, aerífero e clorofiliano  MACETE tecidos mortos – SEX = súber, EPIDERME (vivo) SÚBER(morto) COLÊNQUIMA(vivo) ESCLERÊNQUIMA(morto) XILEMA(morto) FLOEMA(vivo)
  6. 6. REVESTIMENTOREVESTIMENTO EE PROTEÇÃOPROTEÇÃO  EPIDERMEEPIDERME  Formada apenas por uma única camada de células vivas;  Suas células são aclorofiladas;  Reveste as folhas e as partes mais jovens da planta, aparecendo também na zona pilífera da raiz;  possui alguns anexos importantes, tais como os estômatos, os hidatódios, a cutícula, os acúleos e os pêlos (absorventes, urticantes...)
  7. 7. SÚBERSÚBER  É formado por várias camadas de células mortas, devido a impregnação de suberina, uma substância impermeável (de natureza lipídica);  Reveste principalmente as partes mais velhas do caule e da raiz, mas nunca das folhas;  Protegem a planta contra predadores, excesso de calor e frio e até mesmo contra o fogo;  Seu principal anexo é a lenticela, pequenas rachaduras no súber que permitem as trocas gasosas;
  8. 8. ESTÔMATOS E LENTICELASESTÔMATOS E LENTICELAS
  9. 9. PELOSPELOS
  10. 10. TECIDOS DETECIDOS DE SUSTENTAÇÃOSUSTENTAÇÃO  COLÊNQUIMACOLÊNQUIMA  É formado por células vivas, que apresentam reforços de celulose nos  “cantos da célula”;  São mais frequentes nas partes jovens da planta, oferecendo à ela sustentação com flexibilidade;  pode ser comparado tecido cartilaginoso nos animais
  11. 11. ESCLERÊNQUIMAESCLERÊNQUIMA  formado por células mortas que sofreram uma impregnação de lignina (substância impermeável) e muito dura;  Pode ser comparado ao tecido ósseo dos animais;   Ocorre predominantemente nas partes mais velhas da planta;  Suas principais células são as fibras e os escleritos ou esclerídeos.
  12. 12. TECIDO DE CONDUÇÃO OUTECIDO DE CONDUÇÃO OU TRANSPORTETRANSPORTE  XILEMA OU LENHOXILEMA OU LENHO  formado por células mortas, impregnadas de lignina;  transporta a seiva bruta ou inorgânica das raízes até as folhas;  em relação ao floema é um tecido mais interno;  além do papel que realiza no transporte de seiva,  também atua como importante tecido de sustentação;  as principais células do xilema são os elementos do  vaso e os traqueídes.
  13. 13. FLOEMA OUFLOEMA OU LÍBERLÍBER  formado por células vivas;  transporta a seiva elaborada ou orgânica, das folhas até o caule e as raízes;  é um tecido mais periférico em relação ao xilema, ficando logo abaixo da casca da planta;  suas principais células são os elementos do tubo crivado e a célula companheira.
  14. 14. TECIDOS DETECIDOS DE PREENCHIMENTOPREENCHIMENTO Parênquima clorofiliano ou assimilador  Parênquima amilífero ou de reserva  Parênquima aerífero ou aerênquima Realiza a fotossíntese, e por isso é mais abundante nas folhas e nos caules verdes; É um parênquima que armazena reservas principalmente na forma de amido. Ele é mais abundante nas raízes; Armazena ar, não para a sua respiração, mas para conseguir ficar mais leve e flutuar no ambiente aquático. É muito desenvolvido na vitória-régia e nos aguapés;
  15. 15.  PARÊNQUIMA AQUÍFEROPARÊNQUIMA AQUÍFERO Armazena água para resistir ao dias de Dificuldade. É bem desenvolvido nas plantas Xerófitas ( de clima quente e seco)
  16. 16. TCHAUTCHAU!!!!!!!!

×