Ctm proext-2012 - teste

634 visualizações

Publicada em

teste teste

teste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste testeteste teste

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
634
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ctm proext-2012 - teste

  1. 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR FORMULÁRIO-SÍNTESE DA PROPOSTA - SIGProj EDITAL PROEXT 2011 Uso exclusivo da Pró-Reitoria (Decanato) de Extensão PROCESSO N°: SIGProj N°: 82412.394.87140.16042011 PARTE I - IDENTIFICAÇÃOTÍTULO: Cadastro Territorial Multifinalitário na Gestão MunicipalTIPO DA PROPOSTA:( X )Programa ( )ProjetoÁREA TEMÁTICA PRINCIPAL:( ) Comunicação ( ) Cultura ( ) Direitos Humanos e Justiça ( )Educação( ) Meio Ambiente ( ) Saúde ( X ) Tecnologia e Produção ( ) Trabalho() DesportoCOORDENADOR: Andrea Flávia Tenório CarneiroE-MAIL: andreaftenorio@yahoo.com.brFONE/CONTATO: 8121268235 / 8199841833 SIGProj - Página 1 de 19
  2. 2. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR FORMULÁRIO DE CADASTRO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO Uso exclusivo da Pró-Reitoria (Decanato) de Extensão PROCESSO N°: SIGProj N°: 82412.394.87140.160420111. Introdução1.1 Identificação da Ação Título: Cadastro Territorial Multifinalitário na Gestão Municipal Coordenador: Andrea Flávia Tenório Carneiro / Docente Tipo da Ação: Programa Ações Vinculadas: Não existem ações vinculadas Edital: PROEXT 2011 Faixa de Valor: PROGRAMA de R$ 0,00 a R$ 150.000,00 Instituição: UFPE - Universidade Federal de Pernambuco Unidade Geral: CTG - CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS Unidade de Origem: - - ENGENHARIA CARTOGRÁFICA Início Previsto: 01/01/2012 Término Previsto: 31/12/2012 Possui Recurso Financeiro: Sim Gestor: Andrea Flávia Tenório Carneiro / Docente Órgão Financeiro: Conta Única1.2 Detalhes da Proposta Carga Horária Total da Ação: 5717 horas Justificativa da Carga Horária: Refere-se à totalização da carga horária de todos os participantes nas diversas ações do projeto de extensão (2517h) e mais 3200h de atividades de 04 bolsistas, com carga horária mensal de 80h por dez meses. SIGProj - Página 2 de 19
  3. 3. Periodicidade: Anual A Ação é Curricular? Sim Abrangência: Regional Tem Limite de Vagas? Não Local de Realização: A ação será realizada principalmente no Departamento de Engenharia Cartográfica da UFPE, onde serão realizadas as capacitações e o desenvolvimento da maioria das atividades de apoio aos municípios. As etapas de implementação de sistemas e levantamento de redes geodésicas serão realizadas no município de Itaquitinga-PE. Período de Realização: As ações de capacitação de técnicos municipais serão realizadas no mês de julho. Outras atividades serão desenvolvidas durante o período letivo, de acordo com os horários disponibilizados pelos docentes, estudantes e colaboradores. Tem Inscrição? Não1.3 Público-AlvoO público alvo envolve os técnicos municipais de pelo menos 40 municípios (sendo dois técnicos por município,de preferência do quadro efetivo), a população do município de Itaquitinga (15 mil habitantes, beneficiadosdiretamente pelo aperfeiçoamento da gestão municipal), onde será realizado o estudo piloto, e os alunos degraduação e pós-graduação do Departamento de Engenharia Cartográfica da UFPE. Nº Estimado de Público: 97 Discriminar Público-Alvo: A B C D E TotalPúblico Interno da Universidade/Instituto 3 6 4 0 2 15Instituições Governamentais Federais 0 0 0 0 1 1Instituições Governamentais Estaduais 0 0 0 0 0 0Instituições Governamentais Municipais 0 0 0 80 1 81Organizações de Iniciativa Privada 0 0 0 0 0 0Movimentos Sociais 0 0 0 0 0 0Organizações Não-Governamentais 0 0 0 0 0 0(ONGs/OSCIPs)Organizações Sindicais 0 0 0 0 0 0Grupos Comunitários 0 0 0 0 0 0Outros 0 0 0 0 0 0Total 3 6 4 80 4 97 Legenda: (A) Docente (B) Discentes de Graduação (C) Discentes de Pós-Graduação (D) Técnico Administrativo (E) Outro SIGProj - Página 3 de 19
  4. 4. 1.4 Parcerias Nome Sigla Parceria Tipo de Instituição/IPES Participação A Prefeitura Municipal de Itaquitinga é parceira do projeto de implementação doPrefeitura Municipal de Instituição Governamental CTM, contribuindo com a PMI Externa à IESItaquitinga Municipal disponibilização dos dados para implementação do sistema, apoio logístico e de pessoal para a equipe.1.5 Caracterização da Ação Área de Conhecimento: GeoCiências » Geodesia » Ciências Exatas e da Terra Área Temática Principal: Tecnologia e Produção Área Temática Secundária: Educação Linha de Extensão: Desenvolvimento urbano Linha Temática: Linha Temática 6: Desenvolvimento Urbano1.6 Descrição da Ação Resumo da Proposta: O Cadastro Territorial Multifinalitário (CTM) é uma poderosa ferramenta para a gestão municipal. Apoiado em programas de geoprocessamento, permite o gerenciamento de informações de secretarias diversas, possibilitando a elaboração de políticas integradas, além de facilitar o acompanhamento das ações da administração pública. A implementação de um CTM é um passo importante na modernização da administração municipal, principalmente neste momento em que as diversas regiões do Estado passam por profundas alterações da ocupação do território. Em 2009, o Ministério das Cidades publicou a Portaria 511, que estabelece diretrizes para a implementação de CTM nos municípios brasileiros. A proposta deste programa é integrar e consolidar as ações desenvolvidas pelo grupo de estudos sobre Cadastro e Gestão Territorial da UFPE, com o objetivo de apoiar os municípios na implementação destes sistemas cadastrais. O programa envolve duas linhas principais de desenvolvimento: atividades destinadas à capacitação de técnicos municipais e teste de metodologias voltadas para a implementação de CTM. A participação de docentes e alunos da graduação e pós-graduação do Departamento de Engenharia Cartográfica proporciona aos mesmos a oportunidade de trabalhar com situações reais numa atividade onde existe carência de profissionais no mercado. Palavras-Chave: Cadastro Territorial Multifinalitário, Geotecnologias, Capacitação de Técnicos Municipais Informações Relevantes para Avaliação da Proposta: A coordenadora do projeto faz parte do grupo de trabalho que elaborou as Diretrizes Nacionais para a SIGProj - Página 4 de 19
  5. 5. Implementação de CTM nos Municípios Brasileiros, participa de programas de capacitação promovidos pelo Ministério das Cidades e já realizou capacitação de municípios no estado de Pernambuco. A equipe que propõe este programa é multidisciplinar e já tem desenvolvido este tipo de atividade.1.6.1 Justificativa A idéia do programa nasceu do interesse de gestores municipais na aplicação do CTM e da participação dos mesmos nos eventos promovidos pelo Programa Nacional de Capacitação das Cidades, do Ministério das Cidades. A partir dos contatos iniciais, o departamento iniciou os trabalhos no municípiode Itaquitinga através de uma pesquisa realizada por um dos mestrandos do Programa de Pós-graduação em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação do Departamento de Engenharia Cartográfica, orientado pela coordenadora desde projeto. O pesquisador estabeleceu as bases para a estruturação do CTM, com organização das informações dispersas e testes dos programas livres disponíveis . A partir deste trabalho, o município demonstrou interesse na sua continuidade e o grupo verificou a possibilidade de promover a sua implementação através de um projeto de extensão, com a participação de alunos da graduação e de docentes de outras áreas. Pretende-se demonstrar que é possível a estruturação de CTM em municípios com poucos recursos econômicos , por isso serão utilizados softwares livres , e promover a capacitação dos técnicos municipais, que serão capazes de fazer a manutenção do sistema com a atualização das informações. A pesquisa desenvolvida limitou-se à estruturação do cadastro existente, mas identificou a demanda das diversas secretarias, interessadas no compartilhamento das informações (Pimentel,2011). A partir desta demanda e de demandas de outros municípios referentes à migração do cadastro fiscal para o multifinalitário, o grupo identificou os benefícios potenciais, para os municípios, dos resultados deste projeto, já que o mesmo apresenta contribuições para os diversos setores da administração pública municipal. Para dar continuidade a este projeto, foi elaborada uma proposta de contuinidade através do projeto “Cadastro Territorial Multifinalitário como Instrumento de Gestão Pública em Itaquitinga-PE “. O resultado do projeto será consolidado e divulgado para outros municípios brasileiros, constituindo-se no primeiro exemplo de implementação de CTM de acordo com as diretrizes recém-publicadas pelo Ministério das Cidades. Além do projeto citado acima, a presente proposta de programa visa integrar as seguintes ações: 1)Capacitação de quarenta municípios do estado na implementação das Diretrizes para o CTM; 2)Desenvolvimento e consolidação do site www.cadastroGT.com, para disponibilização de material de apoio aos municípios na implementação e atualização de CTM; 3)Estruturação de uma plataforma de EAD (ensino à distância) para treinamento de profissionais em CTM; 4)Teste de metodologias de baixo custo para elaboração de cartografia cadastral. O papel da Universidade na inclusão de municípios de pequeno porte como beneficiários da implementação de CTM envolve também a formação de profissionais habilitados para a execução das ações previstas. O envolvimento dos alunos de graduação ocorrerá através da matrícula na disciplina Projeto de Extensão e da carga horária prática da disciplina Cadastro Imobiliário no primeiro e segundo semestres de 2011. Além dos alunos matriculados, serão admitidos bolsistas de extensão dedicados aos projetos. A pesquisa científica estará caracterizada pelo trabalho de uma mestranda e uma bolsista de iniciação científica, pela integração com pesquisa financiada pelo CNPq.1.6.2 Fundamentação Teórica O termo cadastro refere-se ao levantamento metodicamente organizado das parcelas do território de uma região%1.6.3 Objetivos Geral: Integrar e consolidar as ações desenvolvidas pelo grupo de estudos sobre Cadastro e Gestão Territorial da UFPE, com a finalidade de apoiar os municípios na implementação de CTM e sua utilização como apoio às decisões da administração municipal. SIGProj - Página 5 de 19
  6. 6. Específicos: 1) Capacitar quarenta municípios do estado na implementação das Diretrizes para o CTM; 2) Desenvolver e consolidar o site www.cadastroGT.com, para disponibilização de material de apoio aos municípios na implementação e atualização de CTM; 3) Estruturar uma plataforma de EAD (ensino à distância) para treinamento de profissionais em CTM; 4) Testar a metodologias de baixo custo para elaboração de cartografia cadastral.1.6.4 Metodologia e Avaliação O programa proporcionará aos docentes envolvidos a consolidação de atividades já iiniciadas sem financiamento e permitirá o estabelecimento de uma estrutura de apoio continuado aos municípios que tenham interesse na utilização das geotecnologias para o aperfeiçoamento da gestão pública. Para os alunos envolvidos, representa uma oportunidade de colocar em prática, numa situação real, os conhecimentos adquiridos em disciplinas das diversas áreas do curso de engenharia cartográfica: Topografia, Geodésia, Cartografia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto. Além disso, será possível compreender a integração entre esses assuntos estudados em disciplinas diferentes e também a aplicação dos conceitos teóricos envolvidos. A abordagem da disciplina Cadastro Imobiliário trata do embasamento teórico necessário ao desenvolvimento do projeto e a carga horário prática será complementada pela disciplina eletiva Projeto de Extensão. Somando as cargas horárias das duas disciplinas (30h práticas de Cadastro Imobiliário e 60h práticas de Projeto de Extensão), os alunos irão adquirir a experiência necessária para se atingir aos objetivos propostos. Também é importante enfatizar a oportunidade que os alunos terão de trabalhar em equipe e com profissionais de diferentes áreas, competências exigidas pelo mercado de trabalho do engenheiro cartógrafo. A pesquisa a ser desenvolvida pela mestranda utilizará os dados coletados no município para a investigação científica, que deverá ter como resultado uma proposta de compartilhamento de informações. A metodologia para o atendimento aos objetivos segue a proposição dos principais autores da área: 1.Capacitação de técnicos de quarenta municípios do estado (lista em anexo) na implementação das Diretrizes para o CTM: O objetivo é capacitar técnicos municipais na implementação de cadastros territoriais multifinalitários, observando as orientações contidas nas Diretrizes Nacionais para Implementação de CTM, publicadas pelo Ministério das Cidades em dezembro de 2010. Tradicionalmente, os municípios estabelecem cadastros com fins tributários, não aproveitando o potencial das informações espaciais para a otimização da gestão pública nos setores de planejamento urbano, saúde pública, transportes, dentre outros. Para que o cadastro atenda a múltiplos fins deve ter capacidade de compartilhar suas informações com outros setores da prefeitura e também com outras instituições. Como resultados esperados, pretende-se o entendimento, por parte dos profissionais dos municípios, dos conceitos envolvidos nas diretrizes e a indicação das alternativas para a sua implementação. 2.Estruturação da base cartográfica municipal digital de Itaquitinga: a partir dos mapas produzidos como resultado da pesquisa de Pimentel (2011), será realizada a complementação da base cartográfica de Itaquitinga, utilizando-se fotografias aéreas e imagens de satélite. O mapa resultante será comparado com os croquis existentes na prefeitura para orientar a atualização. 3. Automatização da coleta de dados descritivos: atualmente a coleta de dados é realizada, em municípios de pequeno porte, através de formulários em papel. Será desenvolvida uma versão digital do formulário para que a coleta seja realizada com Palm Top. Funcionários da prefeitura serão treinados para utilização do equipamento. 4.Implantação de rede geodésica municipal de Itaquitinga e municípios vizinhos: A rede geodésica servirá de base para futuras atualizações do mapa municipal, inclusive com o incentivo ao mapeamento da área rural. Nessa etapa, os alunos terão a oportunidade de implementar a rede, assunto das disciplinas da área de cadastro e geodésia. 5. Capacitação dos técnicos do município de Itaquitinga: os funcionários que ficarão responsáveis pela utilização e atualização do sistema serão capacitados para isso, com cursos ministrados no local ou na UFPE, a ser definido em entendimento com a prefeitura. O treinamento envolverá a utilização de estudos de caso aplicados a cada setor da prefeitura: educação, saúde, obras, assistência social, finanças, para SIGProj - Página 6 de 19
  7. 7. caracterizar a utilização multifinalitária e a transdisciplinaridade do sistema. Serão utilizados programas livres e com interface amigável para facilitar o aprendizado e os alunos terão a oportunidade de identificar as necessidades de profissionais de categorias distintas para que o sistema esteja preparada para atender a essas demandas. 6.Estruturação da plataforma para capacitação à distância de técnicos que tenham interesse em implementar CTM em municípios: definição da metodologia a ser adotada e preparação de material didático. 7.Testar metodologias de baixo custo para elaboração de cartografia cadastral: uma dificuldade dos municípios para a implementação de CTM é o alto custo da obtenção da base cartográfica, por isso é importante propor alternativas que viabilizem essa atividade. Serão analisadas as potencialidades de aplicação de imagens de satélite de alta resolução, métodos simplificados de restituição de fotografias aéreas e uso de fotografias aéreas de pequeno formato 8.A divulgação das ações será realizada através de publicação de artigos em eventos da área, dos resultados das dissertações em periódicos científicos e através de site do projeto. O acompanhamento das atividades será realizada da seguinte forma: a)Avaliação das atividades dos alunos através de relatórios e apresentação dos sistemas desenvolvidos e produtos elaborados, como parte da avaliação das disciplinas envolvidas. b)Durante a implantação do novo sistema, os gestores e pessoal responsável pela operação serão convidados a avaliar o andamento, para sugestões e ajustes necessários; c)A partir do início da operação do novo sistema, a equipe orientará a sua aplicação em prol da melhoria na gestão municipal, especialmente no aperfeiçoamento das atividades de educação, saúde e assistência social . O processo contínuo de capacitação dos funcionários municipais garantirá a apropriação do conhecimento pela comunidade, e toda a tecnologia desenvolvida será transmitida para o setor responsável. Além dos recursos solicitados por meio deste Edital, será utilizada a infraestrutura disponível nos laboratórios do Departamento de Engenharia Cartográfica (equipamentos, programas), dentro da disponibilidade dos mesmos.1.6.5 Relação Ensino, Pesquisa e Extensão A ação foi iniciada com uma pesquisa científica, onde o estudo de caso do mestrando foi realizado no Município de Itaquitinga. Além da contribuição científica, de acordo com os temas mais estudados atualmente na área do Cadastro Imobiliário, identificou-se a possibilidade de oferecer a outros municípios um produto importante para o aperfeiçoamento da gestão pública, e aos alunos a oportunidade de aplicar a situações reais os conceitos teóricos abordados em várias disciplinas do curso de engenharia cartográfica. O programa proporcionará também a vivência da realidade da administração dos municípios e suas carências, e o desafio de enfrentar as dificuldades advindas destas carências. O convívio com profissionais com níveis diferenciados de conhecimento e a conscientização da oferta de um melhor serviço ao cidadão será um dos aspectos abordados e contribuirá para a formação do profissional.1.6.6 Avaliação Pelo Público A avaliação pelo público diretamente atingido pelo projeto (gestores e técnicos municipais) será realizada continuamente, a partir de acompanhamento de todas as atividades realizadas para a realização dos ajustes possíveis para o atendimento das necessidades. Ao final do projeto, será encaminhado um questionário para avaliação geral dos projetos e sugestões de continuidade e aperfeiçoamento, se for o caso. Pela Equipe A avaliação dos alunos será realizada a partir da análise do desempenho individual das atividades previstas nas disciplinas. A avaliação do projeto será realizada através de questionário encaminhado para todos os membros da equipe, com levantamento de questões relacionadas à experiência e conhecimentos adquiridos e sugestões para o aperfeiçoamento em futuras ações. SIGProj - Página 7 de 19
  8. 8. 1.6.7 Referências Bibliográficas ALCAZAR MOLINA, M. Catastro, Propiedad y prosperidad. Jaén: Publicaciones de La Universidad de Jaén, 2007. BRANDAO, A. C., CARNEIRO, A. F. T., PHILIPS, J. Atualidades, Desafios e Perspectivas do Cadastro no Brasil In: Catastro, Formación, Investigación y Empresa - Selección de Ponencias del I Congreso Internacional de Catastro Unificado y Multiproposito.1 ed.Jaén : Universidad de Jaén, Servicio de Publicaciones, 2010, v.1, p. 471-480. BRASIL. Decreto 6.666. 2008. CARNEIRO,A.F.T. Cadastro Imobiliário e Registro de Imóveis – A Lei 10.267 e seus regulamentos. Porto Alegre: Sérgio Fabris, 2003. CUNHA, E., ERBA,D. Diretrizes para a Criação, Instituição e Atualização do Cadastro Territorial Multifinalitário nos Municípios Brasileiros – Manual de Apoio. Brasília: Ministério das Cidades, 2010. ERBA, D. (org.) Catastro Multifinalitário: aplicado a La definición de políticas de suelo urbano. Cambridge, MA: Lincoln Institute for Land Policy. 2007 FIG,1998. Statement on the Cadastre. Disponível em HTTP://www.fig.net; PIMENTEL, J. Estruturação das bases para um Cadastro Territorial Multinalitário em Município de Pequeno Porte. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação). Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 2011. WILLIAMSON, I. ET AL. Land Administration for Sustainable Development. California: ESRI Press Academic. 1st edition. 2010.1.6.8 Observações As ações deste programa estão de acordo com um trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2007 sob a coordenação do Ministério das Cidades. A coordenadora do projeto participou do grupo que elaborou as diretrizes para a implementação de CTM e do material utilizado na capacitação dos técnicos. Assim, espera-se que que a consolidação das ações previstas neste programa sirvam para municípios de diversos portes e sejam utilizados no processo de capacitação que se desenvolve em todo o país. Por outro lado, legislações publicadas nos últimos anos tem divulgado a necessidade dos cadastros, gerando uma demanda por profissionais com experiência na área. A participação dos alunos proporcionará essa experiência, e os capacitará para se dedicarem à área após a graduação. Para a capacitação dos técnicos municipais, propõe-se o seguinte conteúdo, distribuído em 32 horas aulas presenciais: Módulo 1: Teórico 1)Diretrizes para a Criação, Instituição e Atualização do CTM nos municípios brasileiros: Processo de Formulação, Aprovação e Implementação, 2) CTM no Planejamento Urbano e Aplicação dos Instrumentos do Estatuto da Cidade 3) O Marco Jurídico do CTM 4) Disposições gerais: Conceitos de CTM, Parcela, SIT 5) Cartografia Cadastral: georreferenciamento, RRCM, UTM 6) O Caráter Multifinalitário do CTM 7) Avaliação de imóveis e CTM 8) Gestão do Cadastro SIGProj - Página 8 de 19
  9. 9. 9) Financiamento do CTM: PNAFM, PMAT. 10) Cadastro Territorial: Experiências Internacionais 11) Cadastro no Brasil : Florianópolis-SC, Arapiraca-AL e Itaquitinga-PE Módulo 2: Prático 1) Aquisição de dados para cadastro: Fotogrametria e Sensoriamento Remoto 2) Aquisição de dados para cadastro: Topografia e Geodésia 3) Prática de noções de avaliação de imóveis e Planta de Valores Genéricos - PVG 4) Projeto Cadastral – Dinâmica de Grupos 5) GeoSNIC – Conceitos básicos e operação 6) GeoSNIC – Prática 7) Estudos de casos: Aplicação das geotecnologias no planejamento urbano1.7 Divulgação/Certificados Meios de Divulgação: Folder, Internet, Imprensa Contato: Emissão de Certificados: Participantes, Equipe de Execução Qtde Estimada de Certificados para Participantes: 84 Qtde Estimada de Certificados para Equipe de Execução: 16 Total de Certificados: 100 Menção Mínima: Frequência Mínima (%): 75 Refere-se aos certificados da capacitação de pelo menos oitenta Justificativa de Certificados: técnicos municipais e da equipe de execução do programa (16 membros).1.8 Outros Produtos Acadêmicos Gera Produtos: Sim Produtos: Artigo Outros Produto Audiovisual-CDROM Produto Audiovisual-DVD Relatório Técnico Descrição/Tiragem: Cerca de 150 unidades.1.9 Anexos Nome Tipo Declaração da Pró Reitoria de Extensão que a proposta foideclaracao_andrea_fl aprovada nas instâncias competentes SIGProj - Página 9 de 19
  10. 10. Termo de Compromisso da Reitoria de aplicação integraltermo_de_compromisso dos recursos nos projetos/programas selecionados Curriculum Lattes dolattes_andreacarneir coordenador2. Equipe de Execução2.1 Membros da Equipe de ExecuçãoDocentes da UFPE Nome Regime - Contrato Instituição CH Total Funções Coordenador, Gestor,Andrea Flávia Tenório Carneiro Dedicação exclusiva UFPE 528 hrs Palestrante/Confere ncista Palestrante/Confere ncista,Cezario de Oliveira Lima Junior Dedicação exclusiva UFPE 388 hrs Instrutor, Tutoria, Co-orientador Vice-Coordenador, Orientador, Palestrante/ConfereDaniel Carneiro da Silva Dedicação exclusiva UFPE 530 hrs ncista, Instrutor, Tutoria Colaborador, Palestrante/ConfereRicardo Javier Bonilla 40 horas UFPE 20 hrs ncista, InstrutorDiscentes da UFPE Nome Curso Instituição Carga FunçõesAlexandre do Nascimento Souza PÓs-graduaÇÃo UFPE 120 hrs Colaborador Apoio Técnico, EngenhariaCaroline Martins Pereira UFPE 67 hrs Colaborador, Cartográfica Instrutor SIGProj - Página 10 de 19
  11. 11. Pós-graduação Em Apoio Técnico, Ciências Geodésicas eEdla Siqueira de Farias UFPE 72 hrs Colaborador, Tecnologias da Instrutor Geoinformação Apoio Técnico, Pós-graduação Em Colaborador, Ciências Geodésicas eJunívio da Silva Pimentel UFPE 67 hrs Palestrante/Confere Tecnologias da ncista, Geoinformação Instrutor Apoio Técnico, ApoioLuan Pericles Muniz de Andrade Engenharia UFPE 380 hrs Administrativo,Beringuel CartogrÁfica Bolsista Permanência CiÊncias GeodÉsicas eRoberto Neres Quirino de Tecnologias da Apoio Técnico, UFPE 138 hrsOliveira GeoinformaÇÃo - Colaborador Mestrado Licenciatura Plena Em Apoio Técnico,Wanessa de Oliveira Souza UFPE 60 hrs Matemática ColaboradorTécnico-administrativo da UFPE Não existem Técnicos na sua atividadeOutros membros externos a UFPE Nome Instituição Carga Função Colaborador, Caixa EconômicaEdmundo Melo de Moura 20 hrs Palestrante/Confere Federal ncista PrefeituraGilberto Luiz Rodrigues de Aragão Municipal de 27 hrs Colaborador ItaquitingaMembros da UFPE sem Tipo Institucional* Nome Instituição Carga Função Apoio Técnico ColaboradorClaudio David dos Reis Vila Flor UFPE 100 hrs Palestrante/Confere ncista InstrutorCoordenador:Nome: Andrea Flávia Tenório CarneiroRGA:CPF: 44639392400Email: andreaftenorio@yahoo.com.br SIGProj - Página 11 de 19
  12. 12. Categoria: Professor AdjuntoFone/Contato: 8121268235 / 8199841833Orientador:Nome: Daniel Carneiro da SilvaRGA:CPF: 08166714434Email: danielcs@ufpe.brCategoria: Professor AdjuntoFone/Contato: 81 21267949 / 81 97294104Gestor:Nome: Andrea Flávia Tenório CarneiroRGA:CPF: 44639392400Email: andreaftenorio@yahoo.com.brCategoria: Professor AdjuntoFone/Contato: 8121268235 / 81998418332.2 Cronograma de AtividadesAtividade: Atualização dos bancos de dados cadastrais e bases cartográficas.Início: Mai/2012 Duração: 6 MesesSomatório da carga horária dos membros: 26 Horas/MêsResponsável: Edla Siqueira de Farias (C.H. 3 horas/Mês)Membros Vinculados: Luan Pericles Muniz de Andrade Beringuel (C.H. 20 horas/Mês) Roberto Neres Quirino de Oliveira (C.H. 3 horas/Mês)Atividade: Automatização da coleta de dados cadastrais.Início: Mar/2012 Duração: 9 MesesSomatório da carga horária dos membros: 15 Horas/MêsResponsável: Cezario de Oliveira Lima Junior (C.H. 12 horas/Mês)Membro Vinculado: Caroline Martins Pereira (C.H. 3 horas/Mês)Atividade: Capacitação de técnicos municipais.Início: Jul/2012 Duração: 2 MesesSomatório da carga horária dos membros: 180 Horas/MêsResponsável: Andrea Flávia Tenório Carneiro (C.H. 40 horas/Mês)Membros Vinculados: Daniel Carneiro da Silva (C.H. 40 horas/Mês) Cezario de Oliveira Lima Junior (C.H. 40 horas/Mês) Ricardo Javier Bonilla (C.H. 10 horas/Mês) Claudio David dos Reis Vila Flor (C.H. 20 horas/Mês) Junívio da Silva Pimentel (C.H. 20 horas/Mês) Edmundo Melo de Moura (C.H. 10 horas/Mês) SIGProj - Página 12 de 19
  13. 13. Atividade: Coordenação geral das ações do programa, avaliãção e monitoramento.Início: Jan/2012 Duração: 12 MesesSomatório da carga horária dos membros: 25 Horas/MêsResponsável: Andrea Flávia Tenório Carneiro (C.H. 25 horas/Mês)Atividade: Divulgação das atividades relacionadas ao programa e seus resultados.Início: Ago/2012 Duração: 4 MesesSomatório da carga horária dos membros: 95 Horas/MêsResponsável: Andrea Flávia Tenório Carneiro (C.H. 15 horas/Mês)Membros Vinculados: Daniel Carneiro da Silva (C.H. 40 horas/Mês) Cezario de Oliveira Lima Junior (C.H. 20 horas/Mês) Luan Pericles Muniz de Andrade Beringuel (C.H. 10 horas/Mês) Caroline Martins Pereira (C.H. 10 horas/Mês)Atividade: Estruturação de bases cartográficas.Início: Mar/2012 Duração: 9 MesesSomatório da carga horária dos membros: 42 Horas/MêsResponsável: Daniel Carneiro da Silva (C.H. 10 horas/Mês)Membros Vinculados: Edla Siqueira de Farias (C.H. 6 horas/Mês) Luan Pericles Muniz de Andrade Beringuel (C.H. 20 horas/Mês) Junívio da Silva Pimentel (C.H. 3 horas/Mês) Gilberto Luiz Rodrigues de Aragão (C.H. 3 horas/Mês)Atividade: Estruturação de EAD para treinamento de profissionais para CTM.Início: Jul/2012 Duração: 4 MesesSomatório da carga horária dos membros: 10 Horas/MêsResponsável: Andrea Flávia Tenório Carneiro (C.H. 10 horas/Mês)Atividade: Estruturação e manutenção do site de apoio aos municípios.Início: Jan/2012 Duração: 12 MesesSomatório da carga horária dos membros: 4 Horas/MêsResponsável: Andrea Flávia Tenório Carneiro (C.H. 4 horas/Mês)Atividade: Implantação de rede geodésica.Início: Jun/2012 Duração: 2 MesesSomatório da carga horária dos membros: 70 Horas/MêsResponsável: Daniel Carneiro da Silva (C.H. 20 horas/Mês)Membros Vinculados: Claudio David dos Reis Vila Flor (C.H. 30 horas/Mês) SIGProj - Página 13 de 19
  14. 14. Luan Pericles Muniz de Andrade Beringuel (C.H. 20 horas/Mês)Atividade: Teste de metodologias de baixo custo.Início: Fev/2012 Duração: 10 MesesSomatório da carga horária dos membros: 58 Horas/MêsResponsável: Daniel Carneiro da Silva (C.H. 16 horas/Mês)Membros Vinculados: Cezario de Oliveira Lima Junior (C.H. 12 horas/Mês) Wanessa de Oliveira Souza (C.H. 6 horas/Mês) Alexandre do Nascimento Souza (C.H. 12 horas/Mês) Roberto Neres Quirino de Oliveira (C.H. 12 horas/Mês) 2012 Responsável Atividade Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov DezAndrea Flávia Tenório Carneiro Coordenação geral das ações do programa, av... X X X X X X X X X X X XAndrea Flávia Tenório Carneiro Estruturação e manutenção do site de apoio ... X X X X X X X X X X X XDaniel Carneiro da Silva Teste de metodologias de baixo custo. - X X X X X X X X X X -Cezario de Oliveira Lima Junior Automatização da coleta de dados cadastrais... - - X X X X X X X X X -Daniel Carneiro da Silva Estruturação de bases cartográficas. - - X X X X X X X X X -Edla Siqueira de Farias Atualização dos bancos de dados cadastrais ... - - - - X X X X X X - -Daniel Carneiro da Silva Implantação de rede geodésica. - - - - - X X - - - - -Andrea Flávia Tenório Carneiro Capacitação de técnicos municipais. - - - - - - X X - - - -Andrea Flávia Tenório Carneiro Estruturação de EAD para treinamento de pro... - - - - - - X X X X - -Andrea Flávia Tenório Carneiro Divulgação das atividades relacionadas ao p... - - - - - - - X X X X -3. Receita3.1 Arrecadação Não há Arrecadação.3.2 Recursos da IES (MEC) Bolsas Valor(R$)Bolsa - Auxílio Financeiro a Estudantes (3390-18) 12.000,00Bolsa - Auxílio Financeiro a Pesquisadores (3390-20) 0,00 Subtotal R$ 12.000,00 Rubricas Valor(R$)Material de Consumo (3390-30) 74.000,00Passagens e Despesas com Locomoção (3390-33) 0,00Diárias - Pessoal Civil (3390-14) 0,00Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física (3390-36) 14.000,00Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica 15.000,00(3390-39)Equipamento e Material Permanente (4490-52) 29.530,00 SIGProj - Página 14 de 19
  15. 15. Encargos Patronais (3390-47) 5.040,00 Subtotal R$ 137.570,00 Total: R$ 149.570,003.3 Recursos de Terceiros Não há Recursos de Terceiros.3.4 Receita Consolidada Elementos da Receita (Com Bolsa) R$Subtotal 1 (Arrecadação) 0,00Subtotal 2 (Recursos da IES (MEC): Bolsas + Outras Rubricas) 149.570,00Subtotal 3 (Recursos de Terceiros) 0,00Total 149.570,00 Elementos da Receita (Sem Bolsa) R$Subtotal 1 (Arrecadação) 0,00Subtotal 2 (Recursos da IES (MEC): Rubricas) 137.570,00Subtotal 3 (Recursos de Terceiros) 0,00Total 137.570,004. Despesas Elementos de Despesas Arrecadação (R$) IES (MEC)(R$) Terceiros (R$) Total (R$)Bolsa - Auxílio Financeiro a 0,00 12.000,00 0,00 12.000,00Estudantes (3390-18)Bolsa - Auxílio Financeiro a 0,00 0,00 0,00 0,00Pesquisadores (3390-20)Subtotal 1 0,00 12.000,00 0,00 12.000,00Diárias - Pessoal Civil (3390-14) 0,00 0,00 0,00 0,00Material de Consumo (3390-30) 0,00 74.000,00 0,00 74.000,00Passagens e Despesas com 0,00 0,00 0,00 0,00Locomoção (3390-33)Outros Serviços de Terceiros - 0,00 14.000,00 0,00 14.000,00Pessoa Física (3390-36)Outros Serviços de Terceiros - 0,00 15.000,00 0,00 15.000,00Pessoa Jurídica (3390-39)Equipamento e Material Permanente 0,00 29.530,00 0,00 29.530,00(4490-52)Outras Despesas 0,00 0,00 0,00 0,00Outras Despesas (Impostos) 0,00 5.040,00 0,00 5.040,00Subtotal 0,00 137.570,00 0,00 137.570,00Total 0,00 149.570,00 0,00 149.570,00 SIGProj - Página 15 de 19
  16. 16. Valor total solicitado em Reais: R$ 149.570,00 Cento e Quarenta e Nove Mil e Quinhentos e Setenta ReaisA seguir são apresentadas as despesas em relação a cada elemento de despesa da atividade: Diárias - PessoalCivil, Material de Consumo, Passagens e Despesas com Locomoção, Outros Serviços de Terceiros – PessoaFísica, Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica, Equipamento e Material Permanente, Bolsistas e OutrasDespesas. Nos respectivos quadros de despesas são apresentados itens específicos, sendo relevante destacaro campo “Fonte”. O campo “Fonte” refere-se à origem do recurso financeiro, podendo ser Arrecadação,Instituição e Terceiros.4.1 Despesas - Diárias Não há Diárias.4.2 Despesas - Material de Consumo Descrição Qtde Unidade Custo Unitário Fonte Custo TotalCaixa de canetas - 50 4 Unidade(s) R$ 26,00 IES (MEC) R$ 104,00unidadesCaixa de caneta vermelha - 2 Unidade(s) R$ 23,00 IES (MEC) R$ 46,0050 unidadesCartucho para impressora 18 Unidade(s) R$ 100,00 IES (MEC) R$ 1.800,00multifuncional - coloridoCartucho para impressoramultifuncional - preto e 8 Unidade(s) R$ 80,00 IES (MEC) R$ 640,00brancoCartucho toner para 4 Unidade(s) R$ 330,00 IES (MEC) R$ 1.320,00impressora laserCD-R cx com 100 2 Unidade(s) R$ 130,00 IES (MEC) R$ 260,00Cilindro de impressão para 4 Unidade(s) R$ 430,00 IES (MEC) R$ 1.720,00impressora laserCombustível automotivo 1.000 Litro(s) R$ 3,00 IES (MEC) R$ 3.000,00DVD caixa com 100 und 2 Unidade(s) R$ 150,00 IES (MEC) R$ 300,00Envelopes para CD pct c/10 50 Unidade(s) R$ 2,00 IES (MEC) R$ 100,00unidEtiquetas para CD 200 Unidade(s) R$ 0,50 IES (MEC) R$ 100,00Lâmpada para data show 4 Unidade(s) R$ 500,00 IES (MEC) R$ 2.000,00Mouse ótico trackball USB 4 Unidade(s) R$ 150,00 IES (MEC) R$ 600,00800dpiPapel couché - pacte com 20 Unidade(s) R$ 46,00 IES (MEC) R$ 920,00100 folhas.Papel sulfite A3 15 Unidade(s) R$ 26,00 IES (MEC) R$ 390,00Pasta AZ fina 10 Unidade(s) R$ 6,00 IES (MEC) R$ 60,00Pincel para quadro branco - 10 Unidade(s) R$ 60,00 IES (MEC) R$ 600,00cx com 12 unidades.Resma de Papel sulfite A4 30 Unidade(s) R$ 13,00 IES (MEC) R$ 390,00 SIGProj - Página 16 de 19
  17. 17. Software CAD para 1 Unidade(s) R$ 10.000,00 IES (MEC) R$ 10.000,00mapeamentoSoftware de fotogrametria 1 Unidade(s) R$ 11.000,00 IES (MEC) R$ 11.000,00terrestreSoftware para coleta de 7 Unidade(s) R$ 2.000,00 IES (MEC) R$ 14.000,00dados cadastrais.Software para fotogrametria 10 Unidade(s) R$ 2.300,00 IES (MEC) R$ 23.000,00aéreaTinta para impressora 8 Unidade(s) R$ 80,00 IES (MEC) R$ 640,00(colorido)Tinta para impressora - 7 Unidade(s) R$ 70,00 IES (MEC) R$ 490,00preto e branco.Tinta para impressora 8 Unidade(s) R$ 65,00 IES (MEC) R$ 520,00multifuncional Total R$74.000,004.3 Despesas - Passagens Não há Passagem.4.4 Despesas - Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física Descrição Fonte Custo TotalApoio administrativo. IES (MEC) R$ 3.000,00Diárias para colaborador eventual. IES (MEC) R$ 1.000,00Produção de material didático. IES (MEC) R$ 2.000,00Programação para Palm Top. IES (MEC) R$ 6.000,00Programação visual do site e outros materiais de divulgação. IES (MEC) R$ 2.000,00 Total R$14.000,004.5 Despesas - Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Descrição Fonte Custo TotalAluguel aeronave para fotografias aéreas IES (MEC) R$ 7.000,00Manutenção de equipamentos de topografia. IES (MEC) R$ 2.000,00Manutenção de impressoras. IES (MEC) R$ 1.000,00serviços gráficos. IES (MEC) R$ 5.000,00 Total R$15.000,004.6 Despesas - Equipamento e Material Permanente Descrição Qtde Custo Unitário Fonte Custo TotalComputadores com monitor. 3 R$ 3.880,00 IES (MEC) R$ 11.640,00Palm top para coleta de dados cadastrais. 4 R$ 2.500,00 IES (MEC) R$ 10.000,00Prisma para levantamento topográfico ortogonal. 2 R$ 1.500,00 IES (MEC) R$ 3.000,00Rádio walk talk com 20 canais, alcance de 2 R$ 445,00 IES (MEC) R$ 890,0030Km.Trena eletrônica. 4 R$ 1.000,00 IES (MEC) R$ 4.000,00 SIGProj - Página 17 de 19
  18. 18. Total R$29.530,00Observação: Todos os equipamentos solicitados são fundamentais para o desenvolvimento das atividades doprojeto. Os computadores destinam-se a complementar o laboratório onde são realizadas as atividades decapacitação dos técnicos municipais. Os demais equipamentos serão utilizados nas aulas práticas e nasatividades de estruturação e atualização de bases cartográficas, previstas na proposta.4.7 Despesas - Bolsistas Início/Térm Tipo Remuneração/M Nome do Bolsista Fonte Custo Total ino Institucional ês 01/01/2012 Discente de[!] A ser selecionado IES (MEC) R$ 300,00 R$ 3.000,00 01/11/2012 Graduação 01/02/2012 Discente de[!] A ser selecionado IES (MEC) R$ 300,00 R$ 3.000,00 01/12/2012 Graduação 01/01/2012 Discente de[!] A ser selecionado IES (MEC) R$ 300,00 R$ 3.000,00 31/12/2012 Graduação 01/01/2012 Discente de[!] A ser selecionado IES (MEC) R$ 300,00 R$ 3.000,00 31/12/2012 Graduação Total R$12.000,00Observação: É necessário o envolvimento dos alunos durante todas as etapas de desenvolvimento dasatividades dos programas. As bolsas representam uma ajuda de custo para que os alunos possam dedicar 20hsemanais de trabalho ao projeto durante 10 meses. O recurso financeiro é um estímulo para que eles optem pelaatividade de extensão ao invés dos estágios não obrigatórios, uma vez que muitos dos alunos de engenhariacartográfica necessitam de apoio financeiro para se manter no curso.Plano de Trabalho do(s) Bolsista(s) [!] A ser selecionado Carga Horária Semanal: 20 hora(s) Objetivos: Desenvolver atividades de atualização de bases cartográficas e teste de metodologias. Atividades a serem desenvolvidas/Mês: atualização - 40h por mês teste de metodologias - 40h por mês [!] A ser selecionado Carga Horária Semanal: 20 hora(s) Objetivos: Apoio às atividades administrativas, divulgação dos resultados dos trabalhos. Atividades a serem desenvolvidas/Mês: atividades administrativas - 40h ao mês divulgação dos resultados - 10h ao mês estruturação do site - 10h ao mês implantação da rede geodésica - 20h ao mês. [!] A ser selecionado Carga Horária Semanal: 20 hora(s) Objetivos: Desenvolver atividades de estruturação e atualização de bases cartográficas. Atividades a serem desenvolvidas/Mês: Estruturação - 40h por mês; Atualização: 40h por mês. [!] A ser selecionado SIGProj - Página 18 de 19
  19. 19. Carga Horária Semanal: 20 hora(s) Objetivos: Desenvolver ativiadades nas atividades de automatização da coleta dos dados e teste de metodologia. Atividades a serem desenvolvidas/Mês: Automatização - 40h ao mês Teste de metodologias - 40h por mês4.8 Despesas - Outras Despesas Descrição Fonte Custo TotalINSS - 11% Arrecadação R$ 0,00ISS - 5% Arrecadação R$ 0,00PATRONAL - 20% Arrecadação R$ 0,00SubTotal 1 R$ 0,00INSS - 11% IES (MEC) R$ 1.540,00ISS - 5% IES (MEC) R$ 700,00PATRONAL - 20% IES (MEC) R$ 2.800,00SubTotal 2 R$ 5.040,00INSS - 11% Terceiros R$ 0,00ISS - 5% Terceiros R$ 0,00PATRONAL - 20% Terceiros R$ 0,00SubTotal 3 R$ 0,00 Total R$5.040,004.9 Despesas - Resolução de Destinação Específica da IES (MEC) Discriminação R$ Total 0,00 , 14/02/2012 Local Andrea Flávia Tenório Carneiro Coordenador(a)/Tutor(a) SIGProj - Página 19 de 19

×