Quem somos nós?
       Texto retirado do filme, QUEM SOMOS NÓS? ( What the bleep do we know ) que chegará ao Brasil em novembro. Um questi...
  Quanto mais se estuda a física quântica, mais misteriosa e fantástica  ela se torna. A física quântica,  falando de uma ...
  Será que existe uma  diferença entre o modo de sentirmos o mundo  e  como ele realmente é? Todas as épocas e gerações tê...
  Estamos presos à certos preceitos sem saber disso. É um paradoxo. O materialismo moderno tira das pessoas a  necessidade...
  Por que continuamos  recriando a mesma realidade? Por que continuamos tendo os mesmos relacionamentos? Por que continuam...
  A ciência moderna nos diz que, o que acontece  dentro de nós é que vai criar o que  acontece fora.  Existe uma realidade...
  Como parte desse momento, esse outro pedaço de  realidade pode ser você ou eu... Filósofos no  passado  diziam: "Se...
  Experimentos científicos nos mostram que se  conectarmos o cérebro de um pessoa a computadores e scanners  e pedirmos pa...
  Então os cientistas se perguntam: quem vê os objetos,  o cérebro ou os olhos? O que é a realidade?  É o que vemos com  n...
  Do jeito que nosso cérebro funciona, só  conseguimos  ver o que  acreditamos  ser possível.  Nós criamos a  realidade, d...
  Então é possível que  o mundo todo seja uma  grande ilusão  da qual  não  conseguimos sair  para a verdadeira  realidade...
  A física quântica calcula apenas possibilidades. Em vez de pensarmos  nas coisas como  possibilidades, temos o hábito de...
  E eu estou escolhendo momentos nesses movimentos  para manifestar minha  experiência atual.  É algo radical que precisam...
  O próprio Heisenberg,  depois da descoberta da física quântica,  disse que os átomos não são objetos,  são tendências.  ...
  A todo momento,  as pessoas estão afetando a realidade que vemos.  Mas se elas não afetam  a realidade de forma  consist...
  Se você acreditar com todo o seu ser que pode andar sobre  a água, isso acontecerá. É como pensamento  positivo, que é u...
  Quando pensamos em objetos, tornamos a realidade mais completa do que realmente ela é. E é aí que você fica preso.  Fica...
  No pensamento antigo, não podíamos mudar nada, pois não tínhamos papel na realidade. Ela já estava lá,  feita de objetos...
  Na nova visão quântica , eu escolho a experiência: Dessa forma eu crio minha própria realidade... As  pessoas continuam ...
  Referência: O Filme “QUEM SOMOS NÓS?“, entrevistas e palestras com  Amit Goswami, Fred Alan Wolf,  Joe Dispenza, William...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Quem Somos

2.430 visualizações

Publicada em

Recebi por email e, para variar, não gostei ;-)
Coloquei aqui para comentar pois acho tolice comentar um treco desses só para uma pessoa quando podemos promover um debate num canto como o Slideshare.

Publicada em: Tecnologia, Educação
19 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • GANHE R$123,00 POR DIA COM SEU CELULAR

    Lançado o maior projeto de MMN que o país já viu.

    Sem taxa de adesão, sem mensalidade, inteiramente grátis.

    Faça seu cadastro:

    http://www.paysms.com.br/cadastro.php?p=10086

    Dúvidas: smsdase@gmail.com
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Não é verdade... Os antigos não tinham o domínio da física e da matemática que nos temos e não poderiam descrever o mundo em termos sólidos.

    Platão inclusive dizia que tudo que víamos eram as sombras do mundo real (mito da caverna, basta pesquisar na Rede) e isso quer dizer que a gente poderia mudar tudo aprendendo a ver melhor esta realidade hipotética e perfeita que cria o cavalo que é apenas a sombra do cavalo perfeito.

    Ptolomeu achava que as estrelas estavam coladas em abóbodas de vidro que giravam ao redor da Terra.

    São mais de 2000 anos no passado, eles são os antigos, né?

    Antes deles haviam os egípcios, os maias... Para eles as coisas eram definidas pelos Deuses e poderiam ser alteradas de acordo com a vontade deles... Bastava obter a boa graça de um Deus poderoso para mudar a realidade.

    É hoje que não acreditamos mais nisso... O Sol não vai parar no firmamento por mais que a gente ore e sue sangue ou faça o holocausto do cordeiro....
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Como? O que isso quer dizer de fato? ;-) Acho que não entendi! Sério!! ;-)

    Até aqui só se fala de objetos, como se o mundo fossem mesas ou o novo e lindo celular da Sony Eriksson... Não é... A era dos objetos acabou quando começou, ou começou a começar, a era do conhecimento...

    Se aqui se disesse que nos apegamos a conceitos ou morais e isso cimenta as nossas possibilidades de transformação eu concordaria.

    Está na hora de nos perguntarmos se podemos continuar fazendo nossas merdas porque na hora H Jesus descerá dos céus com seus exércitos para nos livrar da podridão que a gente jogou sobre a Terra... Hummm... Pensando assim dá até para supor que, se há um Jesus e exércitos eles virão para livrar a Terra de nós que temos falhado miseravelmente como jardineiros! ;-)

    A realidade é completa, os objetos estão lá, as estrelas estão lá a despeito do que a gente pense ou sonhe ou alucine. O que não está lá são os nossos costumes, as nossas morais, convicções e nossos rumos... Bem, eles estão, mas os que virão a ser ainda não estão e dependem do que vamos construir...

    Por exemplo, o que estamos construindo ao responder a violência com repressão? Um mundo de paz ou um mundo de medo onde só não fazemos o que é errado por medo da repressão e não por consciência dos sentimentos do próximo?
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Se a pessoa que fez esta apresentação andar sobre as águas ou se ela me mostrar alguém que de fato ande sobre as águas (não vale o Chris Angel) eu posso repensar o que estou dizendo! ;-)

    O problema desta onde de auto-ajuda (que tem suas qualidades, eu inclusive costumo elogiar o What the fuck...), como me disse uma amiga, é este tom individualista... Para mudar nossa vida pessoal tá legal, pode ser um bom instrumento, mas nesta apresentação dá a impressão de que podemos mudar o mundo assim... Não creio que possamos.

    Só nos reunindo em torno de ongs, urnas, blogs, comunidades (não as mal feitas do Orkut) e no dia-a-dia é que podemos mudar o mundo.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Bem, é claro que a gente afeta a nossa realidade! Nós também escolhemos como desejamos ver nossa realidade... Uma pessoa pode escolher um mundo que está evoluindo e onde somos prósperer e esta pessoa viverá entre pessoas que afetam positivamente seu meio e são prósperas, para ela o mundo será assim.

    Outra pessoa pode escolher ver somente as manchetes horríveis dos jornais e uma terceira pode ler apenas livros religiosos e cada um verá um mundo diferente, viverá uma realidade diferente.

    Nada disso na verdade muda de fato o mundo... O que pode mudar o mundo é todos decidirmos ver a história da nossa espécie como um caminho de evolução e cescimento construindo assim um futuro de evolução e crescimento.

    No momento tenho receio de que a maioria veja o mundo indo para trás enquanto um segundo grupo se perde em elucubrações meio fantasioas como esta apresentação até aqui.

    Somente a ação conjunta da nossa civilização é que mudaremos a nossa realidade e não mudando individualmente nossa percepção e escolhendo a realidade que mais nos agrada... Isso é apenas uma forma de criar uma Matrix pessoal, uma fantasia...
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.430
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
140
Comentários
19
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quem Somos

  1. 1.   Quem somos nós?
  2. 2.       Texto retirado do filme, QUEM SOMOS NÓS? ( What the bleep do we know ) que chegará ao Brasil em novembro. Um questionamento revolucionário feito pelos mais renomados cientistas atuais, sobre nossa forma de encarar o mundo. .
  3. 3.   Quanto mais se estuda a física quântica, mais misteriosa e fantástica ela se torna. A física quântica, falando de uma maneira bem simples, é uma física de possibilidades. São questões pertinentes de como sentimos o mundo em relação a nós.
  4. 4.   Será que existe uma diferença entre o modo de sentirmos o mundo e como ele realmente é? Todas as épocas e gerações têm suas próprias suposições: O mundo é plano, o mundo é redondo, etc. Existem centenas de suposições que acreditamos ser verdadeiras, mas que podem ou não ser.
  5. 5.   Estamos presos à certos preceitos sem saber disso. É um paradoxo. O materialismo moderno tira das pessoas a necessidade de se sentirem responsáveis por suas vidas, assim como a religião! Mas eu acho que se você levar a mecânica quântica a sério, verá que ela coloca a responsabilidade nas nossas mãos e não nos dá respostas reconfortantes...
  6. 6.   Por que continuamos recriando a mesma realidade? Por que continuamos tendo os mesmos relacionamentos? Por que continuamos tendo os mesmos empregos repetidamente?
  7. 7.   A ciência moderna nos diz que, o que acontece dentro de nós é que vai criar o que acontece fora. Existe uma realidade física que é absolutamente sólida, mas só começa a existir quando colide com outro pedaço de realidade física.
  8. 8.   Como parte desse momento, esse outro pedaço de realidade pode ser você ou eu... Filósofos no passado diziam: "Se eu chutar uma pedra e machucar o meu dedo é real. Estou sentindo, é vívido.“ Mas não quer dizer que é a realidade... Não passa de uma experiência, a percepção dessa pessoa do que é real.
  9. 9.   Experimentos científicos nos mostram que se conectarmos o cérebro de um pessoa a computadores e scanners e pedirmos para olharem para determinados objetos, podemos ver certas partes do cérebro sendo ativadas. Se pedirmos para fecharem os olhos e imaginarem o mesmo objeto, as mesmas áreas do cérebro se ativarão, como se estivessem vendo os objetos.
  10. 10.   Então os cientistas se perguntam: quem vê os objetos, o cérebro ou os olhos? O que é a realidade? É o que vemos com nosso cérebro? Ou é o que vemos com nossos olhos? A verdade é que o cérebro não sabe a diferença entre o que vê no ambiente e o que se lembra, pois os mesmos neurônios são ativados. Então devemos nos questionar, o que é realidade?
  11. 11.   Do jeito que nosso cérebro funciona, só conseguimos ver o que acreditamos ser possível. Nós criamos a realidade, de acordo com os padrões de associação que já existem dentro de nós, ou seja, através do condicionamento.
  12. 12.   Então é possível que o mundo todo seja uma grande ilusão da qual não conseguimos sair para a verdadeira realidade? Se estamos ou não vivendo em um grande mundo virtual, é uma pergunta sem uma boa resposta, é um grande problema filosófico...
  13. 13.   A física quântica calcula apenas possibilidades. Em vez de pensarmos nas coisas como possibilidades, temos o hábito de pensar que os objetos que nos cercam, existem sem a nossa contribuição, sem a nossa escolha... Você precisa banir essa forma de pensar; e reconhecer que no mundo material - as cadeiras, as mesas, as salas, os tapetes - não são nada além de possíveis movimentos da consciência.
  14. 14.   E eu estou escolhendo momentos nesses movimentos para manifestar minha experiência atual. É algo radical que precisamos compreender, mas é muito difícil, pois achamos que o mundo já existe independente da nossa experiência. Mas não é assim, e a física quântica é bem clara.
  15. 15.   O próprio Heisenberg, depois da descoberta da física quântica, disse que os átomos não são objetos, são tendências. Em vez de pensar em objetos, você deve pensar em possibilidades. Tudo é possibilidade subconscientemente! .
  16. 16.   A todo momento, as pessoas estão afetando a realidade que vemos. Mas se elas não afetam a realidade de forma consistente, é porque não acreditam que possam fazê-lo. Elas escrevem uma intenção e logo depois a apagam, pois acham que é tolice. "Não consigo fazer isso". Escrevem de novo e apagam.
  17. 17.   Se você acreditar com todo o seu ser que pode andar sobre a água, isso acontecerá. É como pensamento positivo, que é um conceito maravilhoso. Mas geralmente temos uma névoa de pensamento positivo, cobrindo uma enorme massa de pensamento negativo. Pensar positivo apenas disfarça o nosso pensamento negativo.
  18. 18.   Quando pensamos em objetos, tornamos a realidade mais completa do que realmente ela é. E é aí que você fica preso. Ficamos presos na uniformidade da realidade, pois se ela é completa e eu sou insignificante, não posso alterá-la. Mas, se a realidade é minha possibilidade - possibilidade da própria consciência – aí sim, podemos alterá-la ..
  19. 19.   No pensamento antigo, não podíamos mudar nada, pois não tínhamos papel na realidade. Ela já estava lá, feita de objetos que se moviam de acordo com certas leis. A matemática determinava como reagiriam em determinada situação. Nós não tínhamos papel algum ...
  20. 20.   Na nova visão quântica , eu escolho a experiência: Dessa forma eu crio minha própria realidade... As pessoas continuam trabalhando, se aborrecendo, almoçando... Elas vão para casa e vivem a vida como se nada de especial estivesse acontecendo, pois é assim que se acostumaram; existe essa incrível mágica bem na sua frente e elas não vêem.
  21. 21.   Referência: O Filme “QUEM SOMOS NÓS?“, entrevistas e palestras com Amit Goswami, Fred Alan Wolf, Joe Dispenza, William Tiller, Jeffrey Statinover, Candace Pert, John Hagelin e David Albert, entre outros... Formatação: PAULO SARMENTTO Música: ERA, Cathar Rhythm CLIQUE PARA SAIR

×