ORIGENS
E
TRADIÇÕES
DA FESTA
JUNINA
INTRODUÇÃO
●
Nosso país, em virtude de seu passado histórico,
absorveu diversas culturas e costumes, fato que
nos tornou c...
1. ORIGEM DO NOME
●
Segundo alguns historiadores, nos países europeus
católicos no século IV, era chamada de
“Joanina”(Ref...
2. PROPÓSITO DA FESTA
●
É Homenagear três santos católicos: Santo
Antônio (dia 13), São João (dia 24) e São Pedro
(dia 29)...
2. PROPÓSITO DA FESTA
2. São João
●
Este João não é o apóstolo e sim o João Batista.
●
Há controvérsia quanto ao seu nasci...
2. PROPÓSITO DA FESTA
3. São Pedro
●
O guardião das portas do céu é também
considerado o protetor das viúvas e dos
pescado...
3. A FESTA E SUA LIGAÇÃO COM O
PAGANISMO
●
Antes desta festa junina que conhecemos,
havia outras festas semelhantes, uma d...
3. A FESTA E SUA LIGAÇÃO COM O
PAGANISMO
●
Ainda neste período por volta de
21 Junho ocorre o chamado
solstício de verão q...
4. TRADIÇÕES E COSTUMES
Fogueiras
●
Segundo uma lenda
católica o costume de
acender fogueiras foi
devido a um acordo
feito...
4. TRADIÇÕES E COSTUMES
BALÕES
●
Simbolizam a oferenda aos
céus para a realização de
pedidos ou agradecimento
de desejos s...
4. TRADIÇÕES E COSTUMES
Mastro de São João
●
É erguido durante a festapara
celebrar os três santosligados
aos festejos.
●
...
4. TRADIÇÕES E COSTUMES
Bandeiras
No inicio tinham a
imagem ou nome do
santo.
Atualmente servem só
para enfeitar
Bibliografia
Livros
SILVA, Milton Vieira da. Festas Populares e Suas
Origens, A.D.Santos, Curitiba, 2º Ed, 2002, 187 pg
RA...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Festa junina

1.000 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.000
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Festa junina

  1. 1. ORIGENS E TRADIÇÕES DA FESTA JUNINA
  2. 2. INTRODUÇÃO ● Nosso país, em virtude de seu passado histórico, absorveu diversas culturas e costumes, fato que nos tornou conhecidos como “um país de muitas caras ”. ● Dentre os diversos costumes adquiridos absorvemos o de comemorar festas. Uma destas é a famosa festa junina, que além de ser comemorada no Brasil, também é comemorada em diversos outros países como, Portugal, França, Polônia, Suécia, Etc.. ● Como povo de Deus sabemos que o próprio Deus estabeleceu festas. Portanto somos um povo festeiro mas antes de participarmos de qualquer
  3. 3. 1. ORIGEM DO NOME ● Segundo alguns historiadores, nos países europeus católicos no século IV, era chamada de “Joanina”(Referente a São João) ● Quando chegou ao Brasil foi modificada para “junina”(Referente ao mês de junho). Trazida pelos portugueses, logo foi incorporada aos costumes dos povos indígenas e negros.
  4. 4. 2. PROPÓSITO DA FESTA ● É Homenagear três santos católicos: Santo Antônio (dia 13), São João (dia 24) e São Pedro (dia 29) 1. Santo Antônio ● Seu nome verdadeiro era Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo. ● Nasceu em Portugal em 15 de agosto de 1195. ● Tornou-se excelente um pregador e conhecedor da bíblia. ● Viveu tratando dos enfermos e ajudando a encontrar coisas perdidas. Dedicava-se ainda em arranjar maridos para as moças solteiras.
  5. 5. 2. PROPÓSITO DA FESTA 2. São João ● Este João não é o apóstolo e sim o João Batista. ● Há controvérsia quanto ao seu nascimento, alguns dizem 29 de agosto, em 31 A.D. Enquanto outros dizem 24 de Junho. ● Os católicos o chamam de santo festeiro. (Mt 14.6- 10) ● É conhecido como protetor dos casados e enfermos, principalmente no que se refere a dores de cabeça e de garganta.
  6. 6. 2. PROPÓSITO DA FESTA 3. São Pedro ● O guardião das portas do céu é também considerado o protetor das viúvas e dos pescadores. ● O dia de São Pedro é comemorado em 29 de junho porque a tradição católica diz que ele foi martirizado nesse dia no ano 67, embora seja impossível precisar a data da sua morte pela falta de evidências históricas.
  7. 7. 3. A FESTA E SUA LIGAÇÃO COM O PAGANISMO ● Antes desta festa junina que conhecemos, havia outras festas semelhantes, uma delas chamada de “ junônia ” onde se prestava culto à deusa “Juno” da mitologia romana. ● Segundo consta o mês de Junho faz referência ao nome desta deusa.
  8. 8. 3. A FESTA E SUA LIGAÇÃO COM O PAGANISMO ● Ainda neste período por volta de 21 Junho ocorre o chamado solstício de verão quando os povos antigos, incluindo as civilizações gregas, egípcias e celtas, comemoravam essa passagem do calendário. Regadas com o calor do fogo e muita bebida e comida, eram celebrações à fertilidade e também para rogar aos seus deuses para que eles trouxessem fartura nas próximas colheitas.
  9. 9. 4. TRADIÇÕES E COSTUMES Fogueiras ● Segundo uma lenda católica o costume de acender fogueiras foi devido a um acordo feito pelas primas Maria e Isabel, a qual avisaria Maria sobre o nascimento de São João Batista, para esta ajudar no parto,
  10. 10. 4. TRADIÇÕES E COSTUMES BALÕES ● Simbolizam a oferenda aos céus para a realização de pedidos ou agradecimento de desejos satisfeitos. os balões "enviam" os pedidos ou agradecimento dos fiéis a São João no céu. ● Em Portugal, pequenos papéis são atados no balão com desejos e pedidos escritos neles.
  11. 11. 4. TRADIÇÕES E COSTUMES Mastro de São João ● É erguido durante a festapara celebrar os três santosligados aos festejos. ● No Brasil, no topo de cada mastro são amarradas três bandeirinhas simbolizando os santos ● O Totemismo uma prática religiosa pagã colocava a figura dos deuses na ponta
  12. 12. 4. TRADIÇÕES E COSTUMES Bandeiras No inicio tinham a imagem ou nome do santo. Atualmente servem só para enfeitar
  13. 13. Bibliografia Livros SILVA, Milton Vieira da. Festas Populares e Suas Origens, A.D.Santos, Curitiba, 2º Ed, 2002, 187 pg RANGEL, Lúcia Helena Vitalli, Festas de São João: Origens, Tradições e História, Publishing Solutions, São Paulo, 2008, 132 pg Revistas MUNDO ESTRANHO, Abril, Como Surgiram as Festas Juninas, Ed.16 SUPERINTERESSANTE, Abril, Nhá- A história do

×