Bndes nordeste sustentavel

1.064 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.064
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
403
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Municípios atendidos: Malhada, Iuiu, Palmas de Monte Alto, Candiba, Pindaí, Matina, Guanambi e Caetité
  • Bndes nordeste sustentavel

    1. 1. Uso eficiente deágua, energia eLogística no NE
    2. 2. Redução dos Custos de Transportes do Nordeste
    3. 3. Novas Fronteiras de Expansão Forças DinâmicasMotores doCrescimento
    4. 4. RODOVIAS LITORÂNEASAdequação das rodovias federaisresponsáveis pela integração intra-regional einter-regional, tais como as BRs 101 e 116.As principais cargas As principais cargastransportadas pela transportadas pelaBR-101 são: BR-116 são:• Madeira • Bens de consumo• Bens de consumo • Produtos químicos• Frutas • Veículos• Papel e celulose • Produtos siderúrgicos• Veículos • Graneis minerais• Autopeças • Alimentos e bebidas• Combustíveis• Açúcar• Álcool• Produtos siderúrgicos Rodovias que articulam fluxos de mercadorias e pessoas entre as regiões Nordeste e Sudeste do país, com grande capacidade de estímulo ao turismo e ao transporte de cargas na região Nordeste.
    5. 5. RODOVIAS DO SEMIÁRIDOAdequação das rodovias federais responsáveispela integração intra-regional e inter-regional,tais como as BRs 122 e 407.As principais cargas As principais cargastransportadas pela transportadas pelaBR-122 são: BR-407 são:• Grãos • Produtos• Frutas siderúrgicos • Frutas Conectam as regiões de maior vulnerabilidade socioeconômica às áreas de maior dinamismo econômico, reforçando as articulações entre distintos polos regionais.
    6. 6. RODOVIAS DO CERRADO NORDESTINOAdequação da BR-135.As principais cargas transportadas pela BR-135 são:• Madeira• Bovinos• Soja• Mandioca• Milho• Fosfato Serve de conexão do sistema rodoviário com as ferrovias Nova Transnordestina e FIOL.
    7. 7. Aeroportos do Nordeste Vôos diretosSalvadorFortalezaNatalJoão PessoaRecifeMaceióAracajuBarreirasVitória da ConquistaPorto SeguroIlhéus*Total 10 ligações(6 capitais e 4 cidades deinterior)*Não apresenta ligação com duasCapitais: Teresina e São Luís.*No interior só apresenta ligação com cidades do interior do próprio estado. Fonte: Infraero
    8. 8. FERROVIAS DO NORDESTE• Viabilizar investimentos nas ferrovias para a integração intra-regional e inter- regional;• Centro-Atlântica (FCA);• Oeste-Leste (FIOL) e• malha nordeste da Transnordestina (antiga CFN).• Agilizar o processo de negociação com os operadores das malhas ferroviárias de modo a viabilizar novos investimentos e concessões. As principais cargas transportadas pela ferrovia Norte Sul (FNS) são: As principais cargas transportadas pela ferrovia Transnordestina são: • Soja • Cimento e gesso • Minério de ferro • Óleo diesel e gasolina • Milho em grãos • Produtos siderúrgicos, minério de ferro, coque e alumínio As principais cargas transportadas pela Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) são: • Cal, calcário e cimento • Minério, bauxita, cobre e fosfato • Milho
    9. 9. FIOL um projeto prioritário para o Nordeste COMPLEXO INTERMODAL e PRODUTIVO do PORTO SUL Porto - Aeroporto - Ferrovia – Rodovias - Gasoduto Rodovias: - Duplicação da BR-415 (Ilhéus-Itabuna) - Construção dos contornos rodoviários (Ilhéus-Itabuna) - Gate do GASENE Zona de Processamento de Exportação (ZPE de Ihéus)FERROVIA DE INTEGRAÇÃO OESTE-LESTE Porto Sul Novo Aeroporto Internacional de Ilhéus
    10. 10. HIDROVIAS DO NORDESTE• Fortalecer o papel das hidrovias do São Francisco e do Parnaíba.• A Hidrovia do São Francisco, desempenhar um forte papel de articulador entre as regiões Sudeste e Nordeste.• A Hidrovia do Parnaíba desempe um importante papel para o escoamento de grãos do sul do Piauí e do Maranhão com os portos no Nordeste.
    11. 11. Área de Influência do Corredor Multimodal do Rio são Francisco
    12. 12. Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste EIXO SUL Fonte: Ministério da Integração Nacional
    13. 13. INFRAESTRUTURA HÍDRICA Canal Águas do Sertão Baiano TOURÃOTRAÇADO EIXO SUL VÁRZEA BARRIS(270 - 330 KM) SALITRE ITAPICURÚ JACUÍPE CUSTO ESTIMADO (1ª Etapa): R$5 BILHÕESPROVIDÊNCIAS: Em preparação Edital de licitação para elaboração de Ante-Projeto visando licitação da obra pelo RDC até 20/Fev. (RECURSO ANTE-PROJETO ASSEGURADO NO PAC R$ 12 MILHÕES) Fonte: CODEVASF
    14. 14. Energia EólicaPotencial (70m)  10% do potencial brasileiro e 19,3% do NE  Região: Centro-sul e Vale do São FranciscoProjetos contratados (1.570 MW)  2009 – 390 MW;  2010 – 587 MW;  2011 – 593 MW.
    15. 15. Rede de Transmissão de Energia Eletrica Fonte: ONS – Operador Nacional do Sistema Elétrico
    16. 16. Acesso a Internet Banda Larga
    17. 17. Necessidade de novas refinarias no Nordeste Fonte: Petrobrás
    18. 18. Localização das Principais Dutovias naRegião Nordeste
    19. 19. José Sergio Gabrielli de Azevedo Secretário de Planejamento da Bahia Obrigado www.seplan.ba.gov.br

    ×