Empreendedorismo

780 visualizações

Publicada em

Administração - Empreendedorismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
780
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Empreendedorismo

  1. 1. EmpreendedorismoEmpreendedorismo Prof. Davson Mansur Irff Silva
  2. 2. Por que ser empreendedor?Por que ser empreendedor? O 2o. Milênio deixou: Recursos escassos Dificuldades crescentes Concorrência seletiva Clientela exigente
  3. 3. Por que ser empreendedor?Por que ser empreendedor? O 2o. Milênio deixou: Recursos escassos: a escassez de recursos naturais e minerais levam os empreendedores a buscar alternativas que sejam ecologicamente corretas.
  4. 4. Por que ser empreendedor?Por que ser empreendedor? O 2o. Milênio deixou: Dificuldades crescentes: atuam em vários campos, sejam: em finanças, mão-de-obra qualificada, em fatores competitivos e outros.
  5. 5. Por que ser empreendedor?Por que ser empreendedor? O 2o. Milênio deixou: Concorrência seletiva: seleção dos mais capacitados e se manter no mercado. A concorrência seleciona aqueles que podem representar, de fato, uma ameaça para os seus negócios.
  6. 6. Por que ser empreendedor?Por que ser empreendedor? O 2o. Milênio deixou: Clientela exigente: a quantidade de informações possibilita aos clientes o poder de comparação entre um fabricante e outro, entre uma empresa e outra. São vários os fatores, dentre eles: preocupações com o meio ambiente, competência, qualidade dos produtos ofertados, preços praticados, diversificação de produtos e outros itens que despertem uma análise de comparação e diferenciação.
  7. 7. Por que ser empreendedor?Por que ser empreendedor? Perspectivas do 2o. Milênio Fim do emprego formal: surgem cada dia mais profissionais que se destacam pela sua criatividade e conseguem desenvolver produtos e serviços que satisfaçam os desejos dos clientes.
  8. 8. A nova era!A nova era! Estamos na Era do Intangível • Capital Intelectual: pessoas com capacidade de inovar, criar e desenvolver ações voltadas para criar um diferencial competitivo no mercado junto aos seus concorrentes. • O mercado não quer mais mão-de-obra desqualificada e sem visão de longo prazo.
  9. 9. Visão empreendedoraVisão empreendedora Exigências do mercado • Criatividade e ousadia • Visão diferenciada • Pessoas excelentes interagindo com pessoas inteligentes – Net working • O mundo só absorve os craques
  10. 10. Visão empreendedoraVisão empreendedora Craques são... inovadores, bons em equipe, bons na pressão, comunicam-se bem, são rápidos e são grandes líderes.
  11. 11. Os brasileirosOs brasileiros O perfil dos brasileiros: • Busca oportunidades; • Persuasivo e persistente; • Independente • Autoconfiante • Sabe formar rede de contatos
  12. 12. Os brasileirosOs brasileiros O perfil dos brasileiros: • Não fazem planejamento • Não estabelecem metas • São pouco comprometidos com o próprio negócio • Não assumem riscos.
  13. 13. Conceitos de EmpreendedorismoConceitos de Empreendedorismo
  14. 14. • Definição – “o indivíduo que cria uma empresa, qualquer que seja ela; pessoa que compra uma empresa e introduz inovações, assumindo riscos, seja na forma de administrar, vender, fabricar, distribuir, seja na forma de fazer propaganda dos seus produtos e/ou serviços, agregando novos valores; empregado que introduz inovação em uma organização, provocando o surgimento de valores adicionais”. (Dolabela, 1999). Empreendedor
  15. 15. • Perigo – “os índices de mortalidade das PME - Pequenas e Médias Empresas no Brasil é elevadíssimo: segundo o SEBRAE, 56% dessas empresas fecham as portas até o terceiro ano de vida”. (site: eCommerceOrg, 2003). CONCLUSÃO: Deve-se saber assumir este risco. Empreendedor
  16. 16. • Conseqüências possíveis das pessoas que empreendem – Pessoa que empreende bem – pode realizar um mau empreendimento; – Pessoa que empreende mau – pode liquidar um bom empreendimento. Empreendedor
  17. 17. • Empreendedorismo – Palavra ainda não dicionarizada; – Origem: • a partir de pesquisas em economia; – Contribuições: • psicologia e sociologia; – Pensadores: • Peter Drucker; e • Joseph A. Schumpeter. Empreendedor
  18. 18. Empreendedorismo • Peter Drucker – Fruto de um processo de aprendizado; • "qualquer indivíduo que tenha à frente uma decisão a tomar pode aprender a ser um empreendedor e se comportar “empreendedorialmente”. O empreendimento é um comportamento e não um traço de personalidade. E suas bases são o conceito e a teoria, e não a intuição”. (Drucker, 1987).
  19. 19. Empreendedorismo • Joseph A. Schumpeter – Fundamental para a sobrevivência empresarial; • "empreendedorismo envolve qualquer forma de inovação que tenha uma relação com a prosperidade da empresa”. (Schumpeter, 1983 ).
  20. 20. Empreendedorismo • Definição – “empreendedorismo se conceitua como o processo que envolve todas as funções, atividades e ações associadas com a criação de novas iniciativas empresariais”. (Dornelas, 2000).
  21. 21. Empreendedorismo por NecessidadeEmpreendedorismo por Necessidade xx Empreendedorismo por OportunidadeEmpreendedorismo por Oportunidade
  22. 22. Empreendedorismo por Necessidade • João Carlos Pinho Guedes se viu em uma encruzilhada quando a empresa para a qual trabalhava decidiu deixar o mercado brasileiro. Avesso à idéia de se mudar para São Paulo, mas sem propostas para recolocação no Rio de Janeiro, a única solução que lhe pareceu promissora foi abrir um negócio próprio. Hoje, Guedes possui duas unidades da Microlins, rede de franquias de ensino profissionalizante, mas ainda preferiria estar inserido no mundo corporativo. Data Inclusão: 05/05/2008 Autora: RENATA LEITE Fonte: Jornal do Comércio
  23. 23. Empreendedorismo por Oportunidade • Para Guedes, trabalhar em uma empresa como funcionário é menos estressante e arriscado do que ter uma empresa própria, sem que haja uma discrepância tão grande em relação à remuneração. No entanto, ao perceber que perderia o emprego, decidiu se antecipar e abrir uma franquia, opção que lhe renderia um suporte maior. Assim, que a unidade deu os primeiros passos, pediu suas contas. "Como executivo, eu tinha salário certo e férias uma vez ao ano. Se eu tiver uma oportunidade de contratação promissora, posso até vender as unidades", afirma Guedes. Data Inclusão: 05/05/2008 Autora: RENATA LEITE Fonte: Jornal do Comércio
  24. 24. Empreendedorismo por Oportunidade • Histórias como essa ainda são comuns no Brasil, como demonstrou a última pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), divulgada no fim de março. Além da principal motivação do empreendedor brasileiro ser a necessidade (61% dos casos), seu perfil predominante inclui faixa etária de 28 anos a 44 anos (44%), investimentos iniciais de até R$ 2 mil (55%) e o gênero feminino (52%). Desenvolver características empreendedoras nos empresários ainda é um desafio.
  25. 25. Empreendedorismo • Quando alguém, por oportunidade ou por necessidade, resolve abrir um negócio próprio, certamente ele tem a consciência de que esse novo mundo apresenta características muito diferentes daquele em que atuaria como contratado. • O empreendedor também deve estar muito bem esclarecido de que, para ter sucesso, precisa possuir determinadas características fundamentais para o êxito de sua nova empreitada, sem as quais poderá colocar por terra os seus sonhos corporativos e podem influenciar negativamente nos sonhos pessoais.
  26. 26. Empreendedorismo • Características como autocontrole, criatividade, liderança, tolerância a incertezas, ambição com conduta ética, comprometimento, foco e persistência, consciência de riscos e disposição para encará-los, determinação, responsabilidade consigo e com os outros, autoconfiança sem auto- suficiência e sabedoria para trabalhar com o poder são necessárias para o êxito do empreendimento.
  27. 27. Características do Ato de EmpreenderCaracterísticas do Ato de Empreender
  28. 28. Empreendedor!Empreendedor! Características do ato de empreenderCaracterísticas do ato de empreender • Arrojado: define metas desafiadoras, com visão clara no longo prazo e objetivos de curto prazo mensuráveis, pois, ao contrário do que possa parecer, a pessoa empreendedora não busca aventuras; é calculista, possui metas claramente definidas e sabe exatamente aonde quer chegar e como, ou seja, as estratégias que serão necessárias para que chegue a seu objetivo. • Autoconfiante: mesmo que um conjunto de fatores que estejam ao seu redor seja desfavorável, mantém-se determinado em seus objetivos, ou seja,, acredita na capacidade de enfrentar desafios e vencê-los através de sábias decisões, não deixando o medo e o fracasso estragarem seus planos.
  29. 29. Empreendedor!Empreendedor! Características do ato de empreenderCaracterísticas do ato de empreender • Busca de informação: “Conversar com clientes, fornecedores e concorrentes é essencial para posicionar melhor sua empresa no mercado (IPGN 2003). E para inovar, uma característica marcante da pessoa empreendedora, é necessário que se mantenham as “antenas ligadas” ao ambiente. Por isso, sempre busca saber mais e mais. • Busca de oportunidade: identificar cenário que favoreçam ao desenvolvimento de ideias inovadoras e destemidas, sempre calculando-se os riscos. • Calculista: estabelecer metas e objetivos que sejam ponderáveis.
  30. 30. Empreendedor!Empreendedor! Características do ato de empreenderCaracterísticas do ato de empreender • Capacidade de persuadir: capacidade de influenciar. • Capacidade de quebra paradigmas: romper com tradições, com ideias prontas e mostrar o que pode ser diferente. • Comprometido: envolver de corpo e alma em seus projetos. • Exigente: busca fazer sempre o melhor. • Iniciador: não espera que seja solicitado ou que as circunstancias o forcem a agir de determinada maneira.
  31. 31. Empreendedor!Empreendedor! Características do ato de empreenderCaracterísticas do ato de empreender • Inovador: busca realizar suas tarefas de maneira nunca vistas, sendo uma característica marcante em busca pelo essencialmente novo. • Negociador: negociar nos limites não é para qualquer um. Ele deve ser apto em pensar rápido, mover ainda mais rapidamente e blefar impunemente. Blefar não é mentir é jogar. (Hindery Jr. 2003)
  32. 32. Empreendedor!Empreendedor! Características do ato de empreenderCaracterísticas do ato de empreender • Otimista: é importante que não se confunda o otimista com um sonhador; pelo contrário, o otimista é alguém que acredita nas possibilidades que o mundo oferece, acredita nas possibilidades de solução dos problemas, acredita no potencial de desenvolvimento. eCommerceOrg, 2003 • Persistência: persistir na superação de obstáculos, até que tudo comece ou continue a funcionar corretamente. • Possui força de vontade: persistência, força de vontade, determinação e foco.
  33. 33. Mitos dos EmpreendedoresMitos dos Empreendedores
  34. 34. Empreendedor • Mitos dos empreendedores – Empreendedores nascem feitos; – Qualquer um pode começar um negócio; – Dinheiro é o fator mais importante para montar uma empresa; – Pessoas empreendedoras não têm chefes e são completamente independentes;
  35. 35. • Mitos dos empreendedores – Pessoas empreendedoras devem ser jovens e cheias de energia; – Pessoas empreendedoras trabalham mais do que pessoal executivo de grandes companhias; – Pessoas empreendedoras são jogadoras; Empreendedor
  36. 36. • Mitos dos empreendedores – Qualquer pessoa empreendedora com uma boa idéia pode atrair investimento de risco; – Pessoas empreendedoras querem o show todo só para elas; e – Pessoas empreendedoras sofrem um stress tremendo. Empreendedor
  37. 37. Empresariar x EmpreenderEmpresariar x Empreender
  38. 38. • Empreendedor(a) ≠ Empresário(a) – Empreendedor(a) – espírito inovador; e – Empresário(a) – manutenção. Empreendedor
  39. 39. – “O ser empreendedor é marcado pelo espírito de inovação. Está na busca constante de algo essencialmente novo, não se satisfazendo em manter o seu negócio, quer inovar sempre”. (Araujo, 2004). NOTA: Entenda “manter seu negócio” como empresariar. Empreendedor
  40. 40. • Empresariar – Não é... • ... estar em plena liberdade e, também, tranqüilidade; • ... redução de sua carga horária; e • ... sinônimo de muitos feriados e férias. – É... • ... estar sempre conectado à organização; • ... extensão de sua carga horária; e • ... sinônimo de poucos feriados e férias. Empreendedor
  41. 41. • Empreender – Para a pessoa empreendedora, “a realização proporcionada pela prática empresarial é o maior retorno proporcionado”. (site: IPGN, 2003); e Empreendedor
  42. 42. • Empreender – É errado pensar que não se pode ser empreendedor dentro de uma organização que já existe. • "o empreendedor é o ser humano que realiza coisas novas e não, necessariamente, aquele que inventa" (SCHUMPETER, 1983). Empreendedor
  43. 43. Empreendedorismo Por que os indivíduos tornam-se empreendedores?
  44. 44. Empreendedorismo • Segundo o relatório do GEM – Global Entrepreneurship Monitor (MGE - Monitor Global de Empreendedorismo) Analisou como se dá o empreendedorismo em 37 países, e em cerca de dois terços dos adultos envolvidos em empreendedorismo procuram por vontade própria concretizar uma oportunidade de negócio atraente.
  45. 45. Empreendedorismo • Segundo o relatório do GEM – Global Entrepreneurship Monitor (MGE - Monitor Global de Empreendedorismo) Somente um terço dessas pessoas voltou-se para o empreendedorismo por necessidade, ou seja, por não encontrar qualquer outro trabalho que lhe parecesse conveniente.
  46. 46. Empreendedorismo • Segundo o relatório do GEM – Global Entrepreneurship Monitor (MGE - Monitor Global de Empreendedorismo) Constatou-se ainda que os empreendedores motivados por oportunidade predominam em países desenvolvidos, enquanto os motivados por necessidade representam metade dos empreendedores dos países em desenvolvimento.
  47. 47. Empreendedorismo • Com as características necessárias, aliadas a um planejamento adequado, que estude fortemente o terreno e estabeleça metas bem realistas para o negócio, as chances de sucesso crescem bastante.
  48. 48. Definições • Empreendedor vislumbra tudo como oportunidade de negócio. • É um identificador de oportunidades. • Busca as oportunidades. • Tem visão diferenciada de um profissional comum porque é mais veloz e consegue fazer uma leitura rápida, por todos os ângulos, de qualquer ambiente em que está inserido.
  49. 49. Definições • Consegue enxergar as facetas implícitas e tudo que está nas entrelinhas. • É curioso e atento as informações. • É firme em suas colocações porque tem uma grande capacidade para liderar. • É persuasivo (vendedor), saber ouvir e tem uma grande capacidade de correr riscos. • Ele vê os riscos como estímulos para buscar a vitória. Sua visão é sempre otimista.
  50. 50. Definições • A visão do empreendedor em relação a qualquer obstáculo é de que é algo momentâneo e que somente irá retardar o processo. • As dificuldades servem como aprendizado para um fortalecimento ainda maior, pois, tem a certeza do sucesso. • O empreendedor sabe o quer e o que não quer. • Quando escolhe o que quer fazer (o ramo que quer explorar) cria uma paixão pelo negócio e sonha em fazer do empreendimento uma grande empresa.
  51. 51. Empreendedorismo BrasileiroEmpreendedorismo Brasileiro
  52. 52. • Empreendedorismo brasileiro – O Brasil é considerado 16º país empreendedor do mundo; – O Brasil ainda não possui um espaço razoável para o empreendedorismo; e • Fruto da insegurança ou da cultura. – O brasileiro não é incentivado a criar, inovar. Empreendedor
  53. 53. Receitas de empreendedorismoReceitas de empreendedorismo Fundamental ao empreendedor  Os vencedores no mercado foram aqueles que:  Fizeram as mudanças quando tinham que ser feitas;  Fizeram as mudanças quando o “time” estava ganhando;  Não aceitaram “desculpas” ou “muletas” explicativas para a realidade;  Não esperaram que o mercado os arruinasse – Criaram o próprio mercado!
  54. 54. Os 10 Mandamentos dos EmpreendedoresOs 10 Mandamentos dos Empreendedores
  55. 55. • 10 mandamentos dos empreendedores (1) – É possível abrir um negócio numa área em que você nunca trabalhou antes, porém, nunca em uma área desconhecida. Antes de se aventurar, busque todas as informações possíveis sobre o tipo de empreendimento e o mercado; Empreendedor
  56. 56. • 10 mandamentos dos empreendedores (2) – Procure uma atividade da qual goste. Como você vai sacrificar um pouco sua vida pessoal é bom que tenha prazer naquilo em que estará trabalhando; Empreendedor
  57. 57. • 10 mandamentos dos empreendedores (3) – Não ter dinheiro para começar um negócio não é o fim do mundo. É possível recorrer a sócios capitalizados ou buscar empréstimos para dar o pontapé inicial; Empreendedor
  58. 58. • 10 mandamentos dos empreendedores (4) – Cuidado com o fluxo de caixa. A tentação para considerar o dinheiro da empresa como “seu dinheiro” é grande. Resultado: o capital acaba escoando pelo ralo e você não terá como reinvestir no negócio; Empreendedor
  59. 59. • 10 mandamentos dos empreendedores (5) – Prepare-se para trabalhar mais (e ter mais dor de cabeça) do que quando era empregado; Empreendedor
  60. 60. • 10 mandamentos dos empreendedores (6) – Não desanime na primeira dificuldade. Há quem chegue a abrir um ou dois negócios e até perca dinheiro antes de “engrenar”; Empreendedor
  61. 61. • 10 mandamentos dos empreendedores (7) – Mesmo que você tenha uma empresa de fundo de quintal, lembre-se de que o marketing pessoal é uma ferramenta poderosa. Conserve seus bons contatos e amplie sua rede de conhecimentos; Empreendedor
  62. 62. • 10 mandamentos dos empreendedores (8) – Não torça o nariz para negócios sem glamour aparente. O dinheiro pode estar em rodos, motores para portão, carteiras de velcro... ; Empreendedor
  63. 63. • 10 mandamentos dos empreendedores (9) – Prudência é bom, mas cautela demais pode fazer com que boas oportunidades sejam perdidas. Às vezes é preciso arriscar; e Empreendedor
  64. 64. • 10 mandamentos dos empreendedores (10) – Não se acomode. Poucas coisas fazem tão pouco sentido no mundo dos negócios quanto a máxima “em time que está ganhando não se mexe”. Se você não se antecipar, vai acabar ficando para trás. Empreendedor
  65. 65. Sucesso...Sucesso... ““Mais do que nunca, ter umaMais do que nunca, ter uma visão voltada para o futurovisão voltada para o futuro é a diferença entre oé a diferença entre o sucesso e o fracasso”.sucesso e o fracasso”. Peter DruckerPeter Drucker
  66. 66. Receitas de empreendedorismoReceitas de empreendedorismo Segredos do sucesso... • CORAGEM • HUMILDADE • ACREDITAR SEMPRE • DISCIPLINA
  67. 67. Os desafios...Os desafios... Os 3 tipos de empresasOs 3 tipos de empresas • As que fazem as coisa acontecerem • As que estão observando o que está acontecendo • E as que não sabem absolutamente nada do que está acontecendo!
  68. 68. Planeje sua vidaPlaneje sua vida Após o planejamento!!!Após o planejamento!!! • Tome a decisão • Tenha atitude • Não basta pensar, planejar tem que ter atitude empreendedora.
  69. 69. Inspire-se...Inspire-se... Após o planejamento!!!Após o planejamento!!! • Abasteça-se de atitudes vencedoras, • Espelhe-se nos vencedores e trabalhe, trabalhe muito.
  70. 70. Visão...Visão... Visão empreendedora!Visão empreendedora! “Uma visão sem ação é somente um sonho. Uma ação sem visão é apenas um passatempo. Uma visão com ação pode transformar o mundo.”
  71. 71. Novo mercado...Novo mercado... NÃO HÁ VAGAS -PRECISA SE Empregado Empreendedor Corporativo Cooperativado Gerente Líder Mão-de-obra Grupo Time Cérebro-de-obra
  72. 72. EMPREENDEDOR:EMPREENDEDOR: OPÇÃO QUE CRESCE NO BRASILOPÇÃO QUE CRESCE NO BRASIL
  73. 73. Empreendedor • Como organizar as idéias inovadoras? – Através do plano de negócios (ou bussines plan).
  74. 74. Plano de Negócios • Definição – “é um documento que especifica todos os principais fatores necessários à criação de um empreendimento, independente do seu tamanho e da sua área de atuação. É um documento escrito, que ajuda a esclarecer seus objetivos e tarefas e fornece algo ao qual se referir mais tarde”. (site: IPGN, 2003).
  75. 75. Plano de Negócios • Cuidado – Deve-se entender que o Plano de Negócios não garante o sucesso do futuro negócio; e – O Plano de Negócios não faz milagres, é preciso que se tenha boas idéias para se ter bons planos. • Objetivo – Dar credibilidade e autoridade às idéias.
  76. 76. Concluindo...
  77. 77. MUNDO DOS NEGÓCIOS: MEIOS E MODOS PARA A CONQUISTA DA EXCELÊNCIA NAS ORGANIZAÇÕES
  78. 78. Liderança • Habilidades importantes num processo de mudança – Pensar grande; – Concentração e clareza; – Quebrar as limitações; – Pensar estrategicamente; – Entusiasmo e esperança;
  79. 79. • Habilidades importantes num processo de mudança – Aprender com o passado; – Lidar com rejeições; – Pensamento compartilhado; – Pensamento não egoísta; e – Potencializar pensamentos. Liderança
  80. 80. • Características dos líderes Segundo Drucker – Capacidade de fazer com que os outros o sigam; – Conseguir resultados, independente da popularidade que gozam; – Ser exemplo; e – Ser responsável . Liderança
  81. 81. • Características dos líderes Segundo W. J. Reddin – Representam a vontade coletiva; – Buscam e definem o consenso; – Criam o espírito de equipe; – Promovem a dedicação dos liderados; Liderança
  82. 82. • Características dos líderes Segundo W. J. Reddin – Promovem a lealdade à organização e aos seus valores; – Criam orgulho pela equipe, pela organização e pelos seus objetivos; e – Geram confiança quanto aos resultados a serem obtidos. Liderança
  83. 83. • Características dos líderes Segundo John Gardner – Estabelecem os objetivos; – Motivam os liderados; – Criam, mantêm e administram uma equipe de bom nível; – Explicam as razões do que deve ser feito; Liderança
  84. 84. • Características dos líderes Segundo John Gardner – Servem de símbolo para os liderados; – Representam externamente a equipe; e – Renovam os sistemas complexos que lideram . Liderança
  85. 85. • Características dos líderes Segundo Benjt Karlöf – Fornecem diretrizes para o que deve ser feito; – Fazem com que as pessoas cooperem; e – Fornecem a energia necessária para alcançar as metas. Liderança
  86. 86. • Distinção entre líderes e gerentes – Líderes • Inova; • É o original; • Foco: pessoas; • Inspira confiança; e • Visão de longo alcance. – Gerentes • Administra; • È uma cópia; • Foco: sistemas e estrutura; • Confia no controle; e • Visão de curto alcance. Liderança
  87. 87. • Tipos de liderança e sua configuração gráfica – Liderança tradicional; Liderança
  88. 88. • Tipos de liderança e sua configuração gráfica – Liderança participativa; e Liderança
  89. 89. • Tipos de liderança e sua configuração gráfica – Liderança compartilhada. Liderança

×