Teoria Do Conhecimento

66.543 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
4 comentários
22 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
66.543
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
310
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.649
Comentários
4
Gostaram
22
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria Do Conhecimento

  1. 1. TEORIA DO CONHECIMENTO
  2. 2. TEORIA DO CONHECIMENTO GNOSIOLOGIA <ul><li>Investigação acerca das condições do conhecimento verdadeiro. </li></ul>
  3. 3. A QUESTÃO DO CONHECIMENTO <ul><li>O que é conhecimento? </li></ul><ul><li>É possível o conhecimento? </li></ul><ul><li>Qual é o fundamento do conhecimento? </li></ul>
  4. 4. ÁREAS DE INVESTIGAÇÃO <ul><li>as fontes primeiras de todo conhecimento; </li></ul><ul><li>o processo que faz com que os dados se transformem em juízos ou afirmações acerca de algo; </li></ul><ul><li>a maneira como é considerada a atividade do sujeito frente ao objeto conhecido; </li></ul><ul><li>o âmbito do que pode ser conhecido segundo as regras da verdade. </li></ul>
  5. 5. O QUE É CONHECER? <ul><li>Conhecer é representar cuidadosamente o que é exterior à mente. (R. Rorty) </li></ul>
  6. 6. ELEMENTOS DO CONHECIMENTO <ul><li>SUJEITO </li></ul><ul><li>aquele que conhece </li></ul><ul><li>nossa consciência, nossa mente </li></ul><ul><li>OBJETO </li></ul><ul><li>o que é conhecido </li></ul><ul><li>a realidade, o mundo, os objetos, os fenômenos... </li></ul>
  7. 7. POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO <ul><li>Somos capazes de conhecer a verdade? </li></ul><ul><li>É impossível conhecermos a verdade. </li></ul><ul><li>CETICISMO </li></ul><ul><li>É possível conhecermos a verdade. </li></ul><ul><li>DOGMATISMO </li></ul>
  8. 8. CETICISMO ABSOLUTO <ul><ul><li>o ser não existe; </li></ul></ul><ul><ul><li>se existisse, não poderíamos conhecê-lo; </li></ul></ul><ul><ul><li>se pudéssemos conhecê-lo, não poderíamos comunicá-lo aos outros. </li></ul></ul><ul><ul><li>(Górgias 485-380 a.C.) </li></ul></ul>
  9. 9. FONTES DE ERRO <ul><li>OS SENTIDOS </li></ul><ul><li>A RAZÃO </li></ul>Todo nosso conhecimento é provisório e jamais alcançaremos certeza de qualquer coisa. (Pirro 365-275 a.C,)
  10. 10. CRÍTICAS AO CETICISMO <ul><li>É radical , pois nega totalmente a possibilidade de conhecer. </li></ul><ul><li>É estéril , porque não leva a nada. </li></ul><ul><li>É contraditória , pois, ao dizer que nada é verdadeiro , acaba afirmando que pelo menos existe algo de verdadeiro, isto é, o conhecimento de que nada é verdadeiro . </li></ul>
  11. 11. CETICISMO RELATIVO <ul><li>ceticismo moderado; </li></ul><ul><li>nega parcialmente nossa capacidade de conhecer; </li></ul><ul><li>fenomenalismo : só podemos conhecer a aparência dos seres, tal como eles se apresentam à nossa percepção sensorial e intelectual ( o fenômeno, a coisa-para-nós ). </li></ul><ul><li>Não podemos conhecer a essência das coisas ( o númeno, a coisa-em-si ). </li></ul>
  12. 12. <ul><li>probabilismo : o nosso conhecimento é incapaz de atingir a certeza total das coisas. </li></ul><ul><li>O que podemos alcançar é uma verdade provável . </li></ul>
  13. 13. DOGMATISMO INGÊNUO <ul><li>presente no senso comum ; </li></ul><ul><li>não vê problemas na relação sujeito e objeto; </li></ul><ul><li>acredita que, sem grandes dificuldades, percebemos o mundo tal como ele é . </li></ul>
  14. 14. DOGMATISMO CRÍTICO <ul><li>é possível conhecer a verdade mediante esforço conjugado dos sentidos e da inteligência, através de um trabalho metódico, racional e científico; </li></ul><ul><li>pragmáticos : o conhecimento é resultado de uma operação de pesquisa e investigação, na qual o homem busca solucionar problemas poe ele enunciados. </li></ul>
  15. 15. OS FUNDAMENTOS DO CONHECIMENTO <ul><li>Quais são os elementos que servem de base para o conhecimento? </li></ul>EMPIRISMO: as idéias são provenientes de nossas percepções sensoriais. Nada vem à mente sem ter passado pelos sentidos. RACIONALISMO: somente a razão humana, trabalhando com os princípios lógicos, pode atingir o conhecimento verdadeiro.
  16. 16. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA COTRIM, Gilberto. Fundamentos da filosofia: ser, saber e fazer. São Paulo: Saraiva, 1997.

×