Educação financeira

9.020 visualizações

Publicada em

0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.020
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
698
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação financeira

  1. 1. EDUCAÇÃO FINANCEIRA
  2. 2. O que é dinheiro? O dinheiro é o meio usado na compra de bens e serviços, emitido e controlado pelo governo de cada país. O dinheiro não traz felicidade para quem não sabe o que fazer com ele. Machado de Assis poeta, romancista, dramaturgo, jornalista
  3. 3. O valor do dinheiro Valor absolutoUma nota de R$ 100,00 tem o mesmo valor monetário mesmo : estando em poder de classes sociais diferentes. Valor Relativo : Uma nota de R$ 100,00 vale pouco na mão do rico, já na mão do pobre tem muito valor. A sabedoria é achar o ponto de equilíbrio entre sua renda e suas despesas. Jamais se encante pelo estilo de vida que seus amigos ou conhecidos levam. Crie seu próprio padrão e, não tenha dúvidas, o dinheiro é abundante para aqueles que compreendem, praticam e respeitam o orçamento pessoal e familiar.
  4. 4. Todos vivemos em função de hábitos Comportamento que determinada pessoa aprende e repete frequentemente, sem pensar como deve executá-lo. Exemplo : Dormir tarde, acordar tarde, comer muito, fumar, gastar sem pensar . O planejamento financeiro pessoal ou familiar é o instrumento utilizado para definir objetivos, estabelecer prioridades atuais e futuras, fixar metas de curto, médio e longo prazo, adequando seu padrão de vida e limite de gastos à sua renda. Exemplo : Não gaste mais do que ganha.
  5. 5. O que é EDUCAÇÃO FINANCEIRA ? Refere-se à capacidade de um indivíduo de fazer julgamentos bem informados e decisões efetivas sobre o uso e gerenciamento de seu dinheiro. Ou seja ? Fazer bom uso do dinheiro
  6. 6. Existem 3 tipos de pessoas GASTADORE S aquele que gasta muito. POUPADORES aquele que poupa. INVESTIDORE S aquele que investe. Pessoa que realiza operações de compra e venda para colher lucros. QUAL O NOSSO PERFIL ?
  7. 7. Juros Contra você Uma pessoa que tenha um saldo devedor em seu cheque especial e ou cartão de cr édito no valor de R$ 100,00: Em 2 anos você deve: R$ 1.878,81 Em 5 anos você deve: R$ 153.005,35 Em 10 anos você deve: R$ 234.106.363,03 Em 15 anos você deve: R$ 358.195.253.802,61 •Cartão de Cr édito: juros de 13,0% ao mês
  8. 8. Juros a Seu favor Aplica ção Mensal: R$ 100,00 1 ano R$ 1.200,00 R$ 1.280,93 5 anos R$ 6.000,00 R$ 8.248,64 10 anos R$ 12.000,00 R$ 23.233,91 30 anos R$ 36.000,00 R$ 352.991,38 Aplicando R$ 300,00 mensais em 30 anos: R$ 1.058.974,13 Taxa de Juros: 1,0 % ao mês
  9. 9. EXISTE ALGUMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA QUE SE PREOCUPE COM A SAÚDE FINANCEIRA DE SEUS CLIENTES
  10. 10. COOPERATIVA DE CRÉDITO
  11. 11. O que é uma cooperativa? - É uma organização de pelo menos vinte pessoas físicas. - Unidos pela cooperação e ajuda mútua. - Gerida de forma democrática e participativa. - Com objetivos econômicos e sociais comuns. - Fundamentada na economia solidária.
  12. 12. PRINCIPIOS E VALORES COOPERATIVISTAS - Associação autônoma de pessoas que se unem voluntariamente. Satisfação de suas aspirações econômicas, sociais e culturais As cooperativas baseiam-se em valores de ajuda mútua, solidariedade, democracia e participação.
  13. 13. VANTAGENS DE PARTICIPAR DE UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO - A cooperativa é uma instituição financeira. Apesar de não ser um banco, suas atividades são consideradas “bancárias”. Assim, pode oferecer aos associados diversos serviços financeiros - A aplicação de recursos sob a modalidade de depósitos a prazo (aplicação) pode receber uma remuneração mais elevada que a oferecida pelos bancos locais - O mesmo se dá com os créditos tomados nas cooperativas: as taxas de juros são mais adequadas, dado que elas não visam lucro e não sofrem tributação em seus resultados. - O resultado do exercício é denominado de “sobras”, caso positivo, ou “perdas”, caso negativo. Se positivo, pode ser devolvido aos associados proporcionalmente às suas operações ou movimentações; caso seja negativo, poderá ser compensado com resultados futuros (depende de autorização do Banco Central). A distribuição ou rateio das sobras é isento de tributos. - Além disso, como a cooperativa só pode operar com seus associados, promove uma verdadeira irrigação da economia local, beneficiando a comunidade. Ao reduzir as taxas de juros e tarifas de serviços, a cooperativa aumenta a renda de seus cooperados, favorecendo toda a economia local.

×