Diabetes

13.928 visualizações

Publicada em

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.928
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9.177
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
159
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diabetes

  1. 1. Conheça mais este problema! Um bom controle previne complicações Diabetes
  2. 2. Digestão BOCA Processo Mecânico ESTÔMAGO Lipídeos Ácidos Graxos + Glicerol Proteínas Aminoácidos INTESTINO DELGADO Amido Dissacarídeos Monossacarídeos (Glicose) Absorção
  3. 3. Efeito da Fonte de Carboidrato sobre o Açúcar Sangüineo Refeição rica em açúcar Tempo Tempo a) Refeição rica em amido Açúcar Sangüineo Refeição rica em amido a) Refeição rica em açucar Açúcar Sangüineo
  4. 4. Influência da Ingestão da Comida sobre o Açúcar Sanguíneo Efeito de uma refeição grande/pesada Efeito de refeições menores e mais frequentes Tempo Tempo Açúcar no Sangue Açúcar no Sangue Refeição Refeição Refeição Refeição Refeição Refeição Refeição Picos pós-prandiais menores que diminuem rapidamente Picos pós-prandiais elevados que diminuem vagarosamente
  5. 5. Efeitos da Insulina no Metabolismo dos Carboidratos Efeito normal da insulina Conseqüencias da falta de efeito da insulina Reduzida ingestão de glicose Inibição da glicólise Falta de glicogênio Falta de lipidios e proteínas Hiperglicemia Hiperglicemia Hiperglicemia Cetoacidose/perda de músculo e peso Glicose Sangüinea Lipídios e proteínas Na corrente sangüinea Extracelular Intracelular Glicogênio Efeitos Anabólicos Energia Glicose-6- Fosfato
  6. 6. Hiperglicemia Excesso de açúcar no sangue Devido a: pequena quantidade de insulina ou insulina ineficaz . Hiperglicemia crônica = diabetes Leva a: Glicosúria, Poliúria, Polidipsia A glicosilação das proteínas no organismo contribui para o comprometimento, a longo prazo, dos vasos sangüíneos e nervos. Complicação do diabetes a longo prazo
  7. 7. Pré-diabetes Crescimento de Prevalência América do Norte 1. 20 milhões (7) 2. 30 milhões (8) África 1. 21 milhões (7) 2. 39 milhões (7) Europa 1. 63 milhões (10) 2. 71 milhões (11) Pacífico Oeste 1.79 milhões (6) 2. 120 milhões (7) Oriente médio 1. 19 milhões (7) 2. 37 milhões (7.5) América do Sul 1. 19 milhões (7) 2. 30 milhões (8) Ásia 1. 93 milhões (13) 2. 146 milhões (13.5) 1: Prevalência em 2003 (%) 2: Prevalência em 2025 (%) IDF Diabetes Atlas. www.eatlas.idf.org. Total 1. 314 milhões (8) 2. 472 milhões (9)
  8. 8. Classificação do Diabetes
  9. 9. Tipos de Diabetes 25% dos casos. Falta quase total de insulina. O paciente típico é magro. A idade típica do paciente no início do diabetes é a adolescência ou na faixa dos vinte anos. Sintomas agudos graves: glicosúria, polidipsia, desidratação. Sintomas adicionais, devido a escassez carboidrato: fome excessiva, perda de peso, cetoacidose. O tratamento com insulina é essencial para a sobrevivência. Risco de patologia a longo prazo nos pacientes que entraram na meia idade. Tipo 1
  10. 10. Tipos de Diabetes 75% dos casos. Os níveis de insulina permanecem estáveis ou estão acima do normal durante anos. O paciente típico está com excesso de peso. A idade típica do paciente no início do diabetes é acima dos 40 anos. Sintomas agudos leves geralmente ausentes: glicosúria, poliúria, baixo risco de desidratação. Não há escassez de carboidrato, a maioria dos pacientes são obesos no início do tratamento. De início, a necessidade de insulina é baixa , mas pode progredir para eventual. Patologia a longo prazo é o principal risco. Tipo 2
  11. 11. Diabetes Tipo 1 FRACAMENTE HEREDITÁRIO Perfil Genético Fatores Ambientais + Produção de Auto-Anticorpos Escassez de Insulina Diabetes Tipo 1 Ataque e Destruição das Células Beta
  12. 12. Diabetes Tipo 2 FORTEMENTE HEREDITÁRIO Perfil Genético Falta de Exercício Resistência à Insulina Diabetes Tipo 2 Exacerbação Exacerbação Exacerbação Exacerbação Disfunção da Célula Beta Hiperinsulinemia Obesidade
  13. 13. Alterações no Nível Sanguíneo de Glicose Hiperglicemia Hipoglicemia Excesso de açúcar no sangue devido a: Pequena quantidade de insulina ou insulina ineficaz Hiperglicemia crônica = diabetes Leva a: glicosúria, poliúria, polidipsia, desidratação e ocasionalmente: coma e morte Escassez de açúcar no sangue devido a: Grande quantidade de insulina ou pouca quantidade de carboidrato A hipoglicemia aguda é uma potencial complicação no tratamento do diabetes (especialmente tipo 1) Leva a: fome, tontura, sudorese, tremor, distúrbio cerebral, perda de consciência e ocasionalmente: morte
  14. 14. Complicações do Diabetes a Longo Prazo Macroangiopatias Doença Coronária Doença Cardiovascular Microangiopatias Retinopatia Nefropatia Neuropatia Pé Diabético Infecção do Trato Urinário
  15. 15. Aterosclerose: Causa e Efeito Causa O acúmulo de ateroma gorduroso oclui, progressi-vamente, as artérias Efeito Circulação Cardiovascular Artérias Coronárias Artérias Renais Artérias Periféricas Acidente Cérebro- vascular AVC Angina/ Infarto do Miocárdio/ Morte Súbita Comprometimento Renal Doença Arterial Periférica Risco de Grangrena e Amputação
  16. 16. Neuropatias Neuropatia Autonômica Distúrbio digestivo (Náusea / Diarréias) Problemas respiratórios/ cardiovascular (dificuldade de respirtação) Problemas urinários / impotência Perda de consciência por hipoglicemia Neuropatia Autonômica Neuropatia Autonômica Risco aumentado de danos nos pés (pé diabético) Dano direto aos nervos Perda da função do nervo Dano aos vasos sangüíneos que suprem os nervos
  17. 17. Neuropatia Diabética Úlcera Perfurativa do Pé Gangrena Diabética Perda da sensibilidade nas regiões periféricas, tais como os pés, significando que as lesões podem progredir, sem serem percebidas, no paciente diabético. Pouca circulação periférica, causada por angiopatia periférica; pode levar ao desenvolvimento de gangrena.
  18. 18. Retinopatia Diabética Todas as alterações ocorrem na retina. A patologia é caracterizada por exsudação e hemorragia dos vasos sangüíneos da retina Crescimento anormal dos vasos da retina em direção ao globo ocular, causando comprometimento da visão, com hemorragia e/ou descolamento da retina
  19. 19. Nefropatia Diabética As alterações características foram descritas nos rins de pacientes com diabetes, levando à oclusão esclerótica dos capilares glomerulares. Se o diabetes permanecer descontrolado, a progressão desenfreada da patologia pode levar a insuficiência renal crônica.
  20. 20. Infecções Recorrentes e Irritações Cutâneas Hiperglicemia Favorece o crescimento de microorganismos Risco aumentado de infecções cutâneas e outras Possibilidade aumentada de infecção no trato urinário e genital Urina com alta concentração de açúcar pode causar irritação genital Glicosúria
  21. 21. Distúrbio Bioquímico no Coma por Cetoacidose Diabetes Hiperglicemia Falta de lipídeo Glicosúria Poliúria Desidratação Confusão e hipotensão Aumento das cetonas Respiração com odor de pera
  22. 22. Recomendações Dietéticas para Diabéticos 1. Refeições pequenas ou leves, mas regulares, ao longo do dia 1. Elimine o açúcar Coma menos: Chá, Café ou Cereal adoçados com açúcar Bebidas Doces Cereais recobertos com açúcar Bolos, Biscoitos, Doces e Chocolates Alimentos para substituição: Adoçantes artificiais Bebidas com pouco açúcar Cereal matinal de grãos Bolo de Farinha de Trigo ou Aveia, Biscoitos Secos, Frutas Frescas 2. Coma menos gordura Coma menos: Carne gordurosa Manteiga ou Margarina Frituras Queijo Tente substituir por: Retire a gordura Espalhe uma fina camada Comida grelhada, tostada, cozida, feita no microondas e escaldada Queijo com pouca gordura 3. Coma mais fibras Coma menos: Pão branco Coma mais: Pão integral ou com fibras Cereais com farelo Vegetais Frutas
  23. 23. Sair Início

×