INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICALuminotécnica é o estudo da aplicação da iluminação artificial            em ambientes internos ...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Um bom resultado depende de vários fatores: tipo do ambiente,tempo de permanência naquele espaç...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA    A luz em si é invisível, o que vemos é o objeto iluminado e éexatamente por isso que a luz e...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA                           O que é "Luz“   A luz é uma onda eletromagnética, que além dos efeito...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Veja abaixo um gráfico que mostra como percebemos a radiação solar que                         ...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA                      Uso eficiente da Luz em Áreas Externas Talvez muitos não tenham ouvido fal...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA    É fundamental saber planejar e utilizar lâmpadas, luminárias e acessórios               adeq...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA                     Uso eficiente da Luz em Áreas Internas  A iluminação direcionada e de desta...
INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA  Resumindo: é de suma importância conhecer os modelos de lâmpadas,luminárias e acessórios para ...
Luminotécnica - Conceitos Básicos                  Iluminância - Símbolo E - Unidade lux (lx)    É o fluxo luminoso que in...
Luminotécnica - Conceitos Básicos            Luminância - Símbolo L - Unidade cd/m²  É a intensidade luminosa de uma fonte...
Luminotécnica - Conceitos Básicos            Intensidade Luminosa - Símbolo I - Unidade candela (cd)É a quantidade de luz ...
Luminotécnica - Conceitos Básicos                   Fluxo Luminoso - Unidade lúmen (lm)É uma das unidades fundamentais em ...
Luminotécnica - Conceitos Básicos                        Índice de reprodução de cor - IRC É a medida de correspondência e...
Luminotécnica - Conceitos Básicos Eficiência Luminosa - Unidade lúmen por Watt (lm/W)  É a relação entre o fluxo luminoso ...
Luminotécnica - Conceitos Básicos               Temperatura de cor - Símbolo K - Unidade Kelvin  É a grandeza expressa em ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução à luminotécnica

2.724 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
108
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução à luminotécnica

  1. 1. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICALuminotécnica é o estudo da aplicação da iluminação artificial em ambientes internos e externos.É uma arte que concilia conhecimento técnico, gosto pessoal easpectos emocionais. O maior desafio de quem “desenha” a luzestá em conseguir bons resultados subjetivos. Luz você não vê, você sente!
  2. 2. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Um bom resultado depende de vários fatores: tipo do ambiente,tempo de permanência naquele espaço, linguagem arquitetônica, composição de luz artificial com luz natural, perfil do cliente e custo final.
  3. 3. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA A luz em si é invisível, o que vemos é o objeto iluminado e éexatamente por isso que a luz está diretamente relacionada à cor e à textura que este objeto possui. Como cada pessoa tem uma sensibilidade diferente da outra (para cores e quantidade de luz), asensação psicológica transmitida será diferente para cada indivíduo.
  4. 4. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA O que é "Luz“ A luz é uma onda eletromagnética, que além dos efeitos visuais(produção de claridade e cores), emite radiações ultravioletas (UV). Tais radiações são responsáveis pelo desbotamento de tecidos (cortinas, roupas, sofás), de madeiras (móveis, pisos) e de outrosobjetos expostos à luz. Outra radiação emitida é a infravermelha (IVou IR), que é responsável pela produção de calor. Assim como a luz solar emite tais radiações, as lâmpadas (em menor ou maior grau, conforme o modelo) emitem radiações UV e IV.
  5. 5. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Veja abaixo um gráfico que mostra como percebemos a radiação solar que chega à Terra: Ultravioleta (UV) - 3% da radiação total (além dos efeitos citados acima relacionados a Decoração, também é responsável pelo câncer de pele e envelhecimento precoce); Infravermelho (IV ou IR) - 55% da radiação total (responsável pelo calor solar);Luz Visível - 42% da radiação total (afeta o sentido da visão, por isso vemos as cores).
  6. 6. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Uso eficiente da Luz em Áreas Externas Talvez muitos não tenham ouvido falar da poluição luminosa, que é o uso irracional dos sistemas de iluminação, causando impactos indesejáveis no meio ambiente (emespecial em áreas externas), como: danos à flora - ex.: o não florescimento de plantas, pois a duração da noite é mais curta; desorientação dos animais ex.: desajuste na reprodução e migração das espécies. Além do consumo excessivo de energia.
  7. 7. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA É fundamental saber planejar e utilizar lâmpadas, luminárias e acessórios adequadamente para obter o melhor resultado.1ª e 2ª imagens revelam dois sistemas ineficientes, pois há uma grande dispersão da luz, sendo lançada em direção ao céu e conseqüentemente não está sendo aproveitada; 3ª e 4ª imagens apresentam dois sistemas eficientes, pois a luz é direcionada para baixo, iluminando a área necessária, isto é, onde estão pessoas e veículos.
  8. 8. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Uso eficiente da Luz em Áreas Internas A iluminação direcionada e de destaque tem a finalidade de criar um cenário(trazer um efeito diferenciado) ou de auxiliar na visibilidade (trazendo mais luz para um ponto específico, importante para realização de diversas tarefas ousimplesmente chamando a atenção do olhar para um determinado ponto). Estesefeitos não tem a finalidade de produzir iluminação geral no ambiente interno, e por isso, se forem utilizados com este intuito, serão considerados ineficientes.
  9. 9. INTRODUÇÃO À LUMINOTÉCNICA Resumindo: é de suma importância conhecer os modelos de lâmpadas,luminárias e acessórios para criar uma iluminação confortável e sustentável, atingindo os objetivos almejados sem desperdício de energia.
  10. 10. Luminotécnica - Conceitos Básicos Iluminância - Símbolo E - Unidade lux (lx) É o fluxo luminoso que incide sobre uma superfície situada a uma certa distância da fonte, ou seja, é a quantidade de luz que está chegando em umponto. A iluminância pode ser medida, porém, não pode ser vista. O que é visível são as diferenças na reflexão da luz.
  11. 11. Luminotécnica - Conceitos Básicos Luminância - Símbolo L - Unidade cd/m² É a intensidade luminosa de uma fonte de luz produzida ou refletida por uma superfície iluminada. Esta relação édada entre candelas e metro quadrado da área aparente (cd/m²). A luminância depende tanto do nível de iluminação ou iluminância, quanto das características de reflexão das superfícies.
  12. 12. Luminotécnica - Conceitos Básicos Intensidade Luminosa - Símbolo I - Unidade candela (cd)É a quantidade de luz que uma fonte emite por unidade de ângulo sólido projetada em uma determinada direção. O valor está diretamente ligado à direção desta fonte de luz. A intensidade luminosa é expressa em candelas (cd) e, em algumas situações, em candelas/1000 lúmens.
  13. 13. Luminotécnica - Conceitos Básicos Fluxo Luminoso - Unidade lúmen (lm)É uma das unidades fundamentais em engenharia de iluminação, dada como a quantidade total de luz emitida por uma fonte, em sua tensão nominal de funcionamento.
  14. 14. Luminotécnica - Conceitos Básicos Índice de reprodução de cor - IRC É a medida de correspondência entre a cor real de um objeto ou superfície e sua aparência diante de uma fonte de luz. A luz artificial deve permitir ao olho humano perceber as cores corretamente, ou o mais próximo possível da luz natural do dia. Quanto mais alto o índice, melhor a reprodução das cores.Lâmpadas com IRC de 100% apresentam as cores com total fidelidade e precisão.
  15. 15. Luminotécnica - Conceitos Básicos Eficiência Luminosa - Unidade lúmen por Watt (lm/W) É a relação entre o fluxo luminoso emitido e a energia elétrica consumida (potência). É útil para averiguarmos se um determinado tipo de lâmpada é mais ou menos eficiente do que outro.
  16. 16. Luminotécnica - Conceitos Básicos Temperatura de cor - Símbolo K - Unidade Kelvin É a grandeza expressa em Kelvin que indica a aparência de cor da luz.A luz"quente", de aparência amarelada, tem baixa temperatura de cor (não superior a 3000K). A luz "fria" de aparência azulvioleta, tem temperatura de cor maior que 6000K. A luz branca natural emitida pelo sol em céu aberto ao meio-dia, tem temperatura de cor perto de 5800K. Fontes: Portal Clique Arquitetura, Lumidec Iluminação, Faculdade Engenharia Elétrica - UFU

×