Titulação

1.774 visualizações

Publicada em

Apostila sobre títulos de fios

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.774
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Titulação

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTECENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICADEPARTAMENTO DE ENGENHARIA TÊXTILDISCIPLINA: MÉTODOS E PROCESSOS DE MANUFATURA DETECIDOS IASSUNTO: TITULAÇÃOPROF: Dr. RASIAH LADCHUMANANANDASIVANALUNO: RODRIGO LACERDA DE MELO NATAL, 29 DE JUNHO DE 2008 1
  2. 2. APRESENTAÇÃO Este trabalho é parte integrante da avaliação da disciplina Métodos eProcessos de Manufatura de Tecidos I, ministrada pelo Prof. RasiahLadchumananandasivan, e tem como objetivo apresentar, de maneira clara eobjetiva o assunto da Titulação, um tema de bastante importância na área têxtil,principalmente no segmento da fiação. 2
  3. 3. 1. Definição de Título Têxtil Os fios são conjunto de fibras entrelaçadas, que formam um cilindro dediâmetros irregulares ao longo do seu comprimento. Essa grande irregularidaderevelada nos mencionados diâmetros torna-se impossível de ser medida a olho nuou, mesmo, com o auxilio de aparelhos micrométricos. Havendo necessidade de classificar os fios, estabelecendo asnecessárias diferenças entre os mesmos e servindo de orientação nas transaçõescomerciais, no seu uso para a fabricação de determinado tecido ou nacomparação de um fio com outro, foi então criada uma forma de expressar, odiâmetro do fio, o que ficou conhecido como "titulação" de fios ou "numeração" deprodutos de fiação, de vez que o mencionado processo se estende aos demaisprodutos, tais como mantas, fitas, pavios, filamentos, etc. O titulo de produtostêxteis é representado por um número que expressa uma relação entre umdeterminado comprimento e o peso correspondente.A titulação está dividida em dois grandes grupos, partindo cada um deles deprincípios diferentes: • Grupo Indireto; • Grupo Direto.2. Titulação de produtos Singelos A titulação de fios singelos é aquela que determina o número do fioquando se apresenta isoladamente, isto é, sob a forma de um único fio.3. Titulação de produtos Retorcidos Chamamos de fios retorcidos àqueles que são formados por dois oumais fios (ou cabos), os quais foram retorcidos entre si. É representado seguindoos seguintes critérios:a) Retorção de fios de mesmo titulo: faz-se a representação escrevendo o título de um dos cabos seguido de uma barra (/), acompanhada pelo número de cabos que compõem o fio.Ex: 30/2, 40/3. Quando da retorção de filamentos contínuos, a representação é feitaescrevendo-se o número de cabos, seguido do título de cada cabo e do respectivonúmero de filamentos.Ex.: 2/140/30, 3/150/32. 3
  4. 4. b) Retorção de fios de vários cabos de títulos diferentes: coloca-se o sinal deadição entre os cabos componentes.Ex.: 28+24+22,18+20+21+24.c) Título resultante de um fio retorcido: O título resultante é o nome que se dáao título de um fio retorcido. O valor numérico desse título resultante deve serseguido da letra "R".Ex.: Fio 40/2 = 20R.3.1 Título resultante O título depois do retorcimento é chamado de título resultante (TR). Paracalcular o título de um fio retorcido devemos obedecer às seguintes condições: • Os títulos de todos os cabos que formam o fio retorcido devem ser expressos em um mesmo sistema de titulação; • O título resultante também será expresso no mesmo sistema usado para titular os cabos. A titulação de um fio retorcido pode ser obtida dos Grupos de TitulaçãoDireto e Indireto. Para o Sistema Direto de titulação o título resultante é igual aosomatório dos títulos dos fios contidos no mesmo cabo.TR = T1 + T2 + T3 + ... + TnEx.: Determinar o título resultante de um fio retorcido com fios 28 , 24 e 22 tex. Solução: TR = 22 + 24 + 28 = TR = 74R 4
  5. 5. No caso do Sistema Indireto devemos levar em consideração trêscasos distintos:a) 1º Caso: Retorção de fios de mesmo título. T TR = nº fiosEx: Retorcer 3 cabos de títulos 60s.Solução: TR= 60/3=20Rb) 2º Caso: Retorção de fios de títulos diferentes. : T1xT2 TR = T1 + T2Ex.: Retorcer 2 fios de títulos 30s e 40s.Solução: TR= (30×40) / (30+40) TR=17,1Rc) 3º Caso: Retorção de fios acima de dois títulos diferentes. 1TR = 1 1 1 + + T1 T2 T3Ex.: Retorcer 3 fios de títulos 40s ; 60s e 80s.Solução: TR= 1/ (1/40+ 1/60 + 1/80) =18,4R 5
  6. 6. 4. Grupo Direto de Titulação É caracterizado pelo comprimento constante e pelo peso variável. Otítulo é dado por uma quantidade de pesos determinados para um determinadocomprimento de fio. Em síntese, quanto maior a espessura maior o número. Nesse grupo o título é diretamente proporcional ao diâmetro. Éempregado na titulação de fios compostos de fibras químicas (artificiais esintéticas) e de seda natural.Fórmula Geral => T = (K ×P) / C,onde: • T = título direto; • K = constante do título direto; • P = peso da amostra; • C= comprimento da amostra Fazem parte deste Grupo Direto os seguintes sistemas: o SistemaDenier e o Sistema Tex4.1 Sistema Denier O título denier (símbolo: den) de um fio é igual ao peso em gramas de9.000 metros desse fio. Portanto, se uma amostra de fio apresentar 1 grama demassa e um comprimento de 9.000 metros, o título será de 1 den. Porconseguinte, se tivermos uma amostra com “ n ” gramas em um comprimento de9.000 metros, o título será “ n ” den. É usado normalmente em fibras sintéticas efilamentos.K = 9.000 m/g.Ex.: Um fio de poliéster em filamentos 180 den possui 180g em 9.000m delemesmo.4.2 Grupo Tex (múltiplos e submúltiplos) O título Tex de um fio é igual ao peso em gramas de 1000 metros de fioou de qualquer outro material têxtil. É a representação recomendada pelo SistemaInternacional de Unidades (SI), já que o comprimento é a medida de 1000 metrosde material. Desta forma o material que apresentar massa de 1 grama em tal 6
  7. 7. comprimento, terá como título 1 Tex e assim sucessivamente. É usado tambémpara fibras sintéticas e filamentos.K = 1.000 m/g.Ex: Um fio 20 Tex possui 20g em 1000m. Os múltiplos e submúltiplos desse Sistema são os seguintes: • Quilotex (símbolo: Ktex) 1 Ktex = 1.000 tex K = 1 m/g • Decitex (símbolo: dtex)1 dtex = 0,1 tex K = 10.000 m/g • Militex (símbolo: mtex)1 mtex = 0,001 tex K = 1.000.000 m/g5. Grupo Indireto de Titulação É caracterizado pelo peso constante e o comprimento variável. O título édado pela quantidade de determinados comprimentos de fio necessários para serobtido um determinado peso. Em síntese, quanto menor a espessura maior onúmero. Nesse grupo o título é inversamente proporcional ao diâmetro. É o maisempregado na titulação de fios de algodão.Fórmula Geral => T = (K ×C) / P,onde: • T = título indireto; • K = constante do título indireto; • P = peso da amostra; • C = comprimento da amostra Fazem parte deste Grupo Indireto os seguintes sistemas: o SistemaInglês e o Sistema Métrico 7
  8. 8. 5.1 Sistema Inglês É o sistema predominante na fiação de algodão, o título inglês (símbolo:Ne) de um fio de algodão é igual ao número de meadas de 1 hank ( 1 hank = 840jardas = 768 metros) cada uma, necessárias para se obter o peso 1 libra (1 libra ≈454 gramas). Podemos reescrever a definição acima, fazendo a equivalência dasmedidas inglesas com as do Sistema Decimal, guardando o mesmo significado, ouseja: O título inglês de um fio de algodão é igual ao número de meadas de 768metros cada uma, necessárias para se obter um peso de 454 gramas. De acordocom as unidades de medida que forem adotadas, teremos diferentes constantes,bastando que combinemos, para tanto, os pesos-base com os comprimentos-base, assim se usarmos: • O peso em gramas e o comprimento em metros: K = 0,59 g/m; • O peso em gramas e o comprimento em jardas: K = 0,54 g/jd; • O peso em “grains” e o comprimento em metros: K = 9,11 gr/m; • O peso em “grains” e o comprimento em jardas: K = 8,33 gr/jd.Ex.: Um fio 30 Ne possui 30m em 0,59 gramas dele mesmo.5.2 Sistema Métrico O título métrico (símbolo: Nm) de um produto têxtil é igual ao número demeadas de 1000 metros cada, necessárias para ser obtido um peso de 1.000gramas. É usado normalmente em fiação de fibras longas (processo lã).K = 1 g/m.Ex.: Um fio 50 Nm possui 50m em 1 grama dele mesmo. 8
  9. 9. 6. Conversão de títulos6.1 Equivalência entre sistemas do mesmo grupo de titulação K ´ xTT´ = KOnde: T´ = título procurado T = título conhecido K´ = constante do título procurado K = constante do título conhecido6.2 Equivalência entre sistemas de grupos diferentes K´ xK T´ = TOnde: T´ = título procurado T = título conhecido K´ = constante do título procurado K = constante do título conhecidoExemplos:a) Título inglês de um fio de algodão, cujo título métrico é 50.T = 50Nm; T´ = ? (inglês); K´ = 0,59 g/m; K = 1 g/m 0,59 x50 T´ = = 29 ,5 Ne 1 9
  10. 10. b) Título denier de um fio de seda equivalente ao título 5,5 texT = 5,5 tex; T´ = ? (denier); K´ = 9000 m/g; K = 1000 m/g 9000 x5,5 T´ = = 49,5denier 10007. Bibliografia • http://pt.wikipedia.org/, acessado em 28.06.08 10

×