Contatos:

 Tele Nordeste Celular Participações S.A.
 Walmir Urbano Kesseli
 55.81.3302.2813
 Fabíola Almeida
 fabiola.alm...
com a taxa de penetração no Brasil de aproximadamente 24,0% (40,8 milhões de linhas –
              Fonte: Anatel – Setemb...
Dados Financeiros Selecionados (em milhares de Reais)

                                                                   ...
As despesas operacionais líquidas consolidadas no terceiro trimestre chegaram a R$76,1 milhões,
                apresentan...
Para o terceiro trimestre de 2003, a Companhia reportou EBIT de R$37,2 milhões representando
                margem EBIT d...
Ágio

                Em 30 de junho de 2000, a Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras completaram
           ...
Recursos Humanos

Em 30 de setembro de 2003 a Companhia e suas operadoras controladas contavam com uma
força de trabalho d...
Dados Históricos Selecionados Consolidados

                                                      3ºTri/03        3º Tri/0...
Balanços Patrimoniais

Em 30 de Setembro de 2003 e de 2002
(Em milhares de Reais)

                                       ...
Balanços Patrimoniais

Em 30 de Setembro de 2003 e de 2002
(Em milhares de Reais)

                                       ...
Demonstração de Resultado

      Para os trimestres e semestres findos em 30 de Setembro de 2003 e de 2002
      (Em milha...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Press Release 3 T03 Tele Nordeste Celular

280 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Press Release 3 T03 Tele Nordeste Celular

  1. 1. Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3302.2813 Fabíola Almeida fabiola.almeida@timnordeste.com.br Leonardo Wanderley 55.81.3302.2594 leonardo.wanderley@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3302.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2003 Recife, 27 de outubro de 2003 Tele Nordeste Celular Participações S.A. (NYSE: TND, BOVESPA:TNEP3, TNEP4) (“Tele Nordeste Celular” ou “a Companhia”), a holding que controla as companhias operadoras de serviços de telecomunicação celular na Banda A nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas, sob a marca TIM, anunciou hoje os resultados do terceiro trimestre de 2003. Destaques ⇒ Lançamento da tecnologia GSM nas duas principais capitais da área 10, Recife e Fortaleza; ⇒ Adições líquidas de 71,0 mil linhas atingindo 2,1 milhões de linhas em setembro de 2003; ⇒ As receitas operacionais líquidas consolidadas atingiram R$252,2 milhões no terceiro trimestre de 2003, representando um crescimento de 6,2% quando comparado com o mesmo período de 2002; ⇒ O lucro líquido consolidado atingiu R$29,9 milhões no terceiro trimestre de 2003, representando um crescimento de 16,6% quando comparado com o mesmo período de 2002. As atividades comerciais do terceiro trimestre de 2003 resultaram na adição bruta consolidada de 170.396 linhas, das quais 23,3% foram pós-pagas, comparada com 159.259 linhas no terceiro trimestre de 2002. A adição líquida consolidada no terceiro trimestre de 2003 foi de 71.048 linhas, das quais 6,8% foram pós-pagas, comparada com 62.413 linhas durante o terceiro trimestre de 2002, todas no sistema pré-pago. Em setembro as companhias operadoras controladas pela Tele Nordeste Celular totalizaram 2.100.578 linhas das quais 33,6% eram pós-pagas alcançando um Market Share estimado de 57,4%. No mesmo período a taxa de penetração da região foi estimada em 13,0%, comparada
  2. 2. com a taxa de penetração no Brasil de aproximadamente 24,0% (40,8 milhões de linhas – Fonte: Anatel – Setembro/2003). Os níveis de inadimplência no terceiro trimestre de 2003 atingiu 4,4% da receita operacional bruta, estável quando comparado a 4,3% no mesmo período de 2002. Mesmo com o crescimento da base de clientes, estamos conseguindo manter os níveis de inadimplência sob controle. Lançamento GSM GSM, mais O 3º trimestre de 2003, foi marcado pelo lançamento da tecnologia GSM nas companhias uma opção. operadoras controladas (Telpe Celular S.A. e Teleceará Celular S.A.). Desta forma passamos a oferecer aos nossos clientes mais uma opção, juntamente com a qualidade dos serviços TIM já reconhecida pelo mercado. Código para ligações de Longa Distância A partir de julho/2003, a TIM lançou o 41 – código de seleção de prestadora – que está TIM 41, nosso disponível para ligações de longa distância nacional e internacional originadas dos telefones TIM código de (TDMA e GSM), em todo o território das suas companhias operadoras controladas. Com o 41, seleção de nossos clientes terão mais uma opção na hora de efetuar suas ligações de longa distância. prestadora. Destaques Financeiros Crescimento As receitas operacionais líquidas consolidadas no terceiro trimestre de 2003 atingiram R$252,2 da receita milhões, representando um crescimento de 6,2% quando comparadas com o terceiro trimestre operacional líquida. de 2002, crescimento este, alcançado pelo aumento de 2,8% das receitas de serviços aliado ao crescimento das vendas de aparelhos e acessórios da ordem de 50%. ARPU Manutenção A receita média consolidada, combinada por cliente, líquida de impostos (ARPU – receita líquida do ARPU. média por usuário) para o terceiro trimestre de 2003 foi R$37,17 por mês, comparada com R$40,0 registrada no terceiro trimestre de 2002, devido ao crescimento da base pré-paga. Evolução da Receita Operacional Líquida (R$milhões) 237,5 252,2 300,0 200,0 100,0 0,0 3ºTri 02 3ºTri 03
  3. 3. Dados Financeiros Selecionados (em milhares de Reais) 9 meses 9 meses 3º Tri/03 3º Tri/02 findos/03 findos/02 Receita Bruta Serviços 300.175 285.673 869.194 819.723 Receita Bruta Aparelhos 34.504 23.965 99.565 49.766 - Impostos (82.432) (72.133) (232.414) (199.242) Receita Operacional Líquida 252.247 237.505 736.345 670.247 - Custo Serviços (104.466) (82.180) (291.875) (244.534) - Custo Aparelhos (25.611) (22.238) (76.332) (40.558) Lucro bruto 122.170 133.087 368.138 385.155 O lucro bruto consolidado do terceiro trimestre de 2003 reduziu em 8,2% quando comparado ao Crescimento do lucro bruto terceiro trimestre de 2002, em virtude do aumento nos custos de aluguéis de meios de conexão e consolidado. de interconexão. Este aumento nos custos foi provocado devido ao incremento das tarifas médias de interconexão e das mudanças no mix do tráfego sainte, em função da entrada do novo competidor. Lucro Bruto R$ MM 133,1 122,2 150,0 100,0 50,0 0,0 3ºTri 02 3ºTri 03 Dados Financeiros Selecionados (em milhares de Reais) 9 meses 9 meses 3º Tri/03 3º Tri/02 findos/03 findos/02 * (Reclassificado) * (Reclassificado) Despesas Operacionais - Vendas (55.187) (49.194) (160.851) (136.387) - Gerais e administrativas (30.529) (23.124) (74.819) (71.575) - Outras despesas operacionais, líquidas 12 (8.301) (7.968) (26.488) Subtotal (85.704) (80.619) (243.638) (234.448) - Receitas (despesas) financeiras líquidas 9.631 (8.136) 32.468 (17.468) Total (76.073) (88.755) (211.170) (251.917) * Padronização dos princípios contábeis do Grupo TIM no Brasil.
  4. 4. As despesas operacionais líquidas consolidadas no terceiro trimestre chegaram a R$76,1 milhões, apresentando uma redução de 14,3% quando comparadas com o terceiro trimestre de 2002, devido a maiores receitas financeiras. Acumulado no ano, as despesas operacionais líquidas consolidadas atingiram R$211,2 milhões, contra R$251,9 milhões em 2002, uma redução de 16,2%. SAC O custo de aquisição de clientes no terceiro trimestre de 2003 foi de R$89 comparado com R$137 no terceiro trimestre de 2002. Aquisições voltadas para o incremento do ARPU SAC - R$ 137 89 140 120 100 80 60 40 20 0 3ºTri 02 3ºTri 03 SAC EBITDA e Para o terceiro trimestre de 2003, a Companhia reportou EBITDA de R$90,3 milhões representando EBIT em margem EBITDA de 35,8% comparada com EBITDA de R$104,8 milhões representando margem linha com o EBITDA de 44,1 sobre as receitas operacionais líquidas reportadas no terceiro trimestre de 2002. A cenário competitivo. margem EBITDA foi afetada pelo crescimento das despesas operacionais, devido ao ambiente de forte competição e a implantação da rede GSM. A Margem de EBITDA R$ Milhões Margem EBITDA % 104,8 90,3 150.000 100.000 44,1% 35,8% 50.000 0 3ºTri 02 3ºTri 03
  5. 5. Para o terceiro trimestre de 2003, a Companhia reportou EBIT de R$37,2 milhões representando margem EBIT de 14,8%, comparada com EBIT de R$53,2 milhões representando margem EBIT de 22,4% durante o terceiro trimestre de 2002. Esta redução também é atribuída ao forte ambiente competitivo e a implantação da rede GSM. EBIT R$ Milhões Margem EBIT % 53,2 37,2 60,0 40,0 22,4% 14,8% 20,0 0,0 3ºTri 02 3ºTri 03 O lucro líquido consolidado da Tele Nordeste Celular no terceiro trimestre de 2003 foi de R$29,9 Lucro líquido consolidado milhões, contra um lucro líquido consolidado de R$25,6 milhões no terceiro trimestre de 2002. No de R$29,9 Acumulado no ano, o lucro líquido consolidado da Tele Nordeste Celular atingiu R$93,2 milhões, milhões. contra R$72,6 milhões em 2002. Crescimento Lucro Líquido 29.910 25.645 30.000 25.000 16,6% 20.000 15.000 10.000 5.000 0 3ºTri 02 3ºTri 03
  6. 6. Ágio Em 30 de junho de 2000, a Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras completaram uma reestruturação que resultou na transferência do ágio pago na privatização, da Bitel Participações S.A., empresa controladora da Tele Nordeste Celular, para cada uma das companhias operadoras. Esta reestruturação visa o aproveitamento do benefício fiscal estimado em R$200 milhões ao longo de 8 anos, até 2008. O benefício fiscal gerado pela amortização do ágio será capitalizado pela Tele Nordeste Celular e suas companhias operadoras. No terceiro trimestre de 2003, a amortização consolidada do ágio, líquida da reversão da provisão para integridade do patrimônio líquido, foi de R$6,3 milhões, gerando um benefício fiscal no mesmo valor. Acumulado no ano a amortização consolidada do ágio, líquida da reversão da provisão para integridade do patrimônio líquido, totaliza R$18,9 milhões, com benefício fiscal no mesmo valor. Perfil da Dívida Redução da A dívida consolidada em 30 de setembro de 2003, era de R$302,7 milhões, com R$263,4 dívida milhões vencendo a curto prazo. Dos empréstimos em moeda estrangeira no montante total de R$78,9 milhões, todos foram inteiramente convertidos em reais, através de instrumentos de swap, de acordo com a política adotada pelo seu acionista controlador de evitar riscos de exposição à variação cambial. Em 30 de setembro de 2003 a disponibilidade de caixa consolidada da Companhia era de R$210,1 milhões. Em 02 de outubro, a Telpe Celular liquidou suas debêntures simples no montante de R$ 224,1 milhões, sendo R$ 200 milhões de principal e R$24,1 de juros. Investimentos Durante o terceiro trimestre de 2003, a Companhia e suas operadoras controladas investiram Implementação da rede GSM. R$87,4 milhões. Os investimentos foram destinados principalmente a implantação da rede GSM e seus respectivos sistemas de informação, bem como para a otimização da rede TDMA. Em 30 de setembro de 2003 a Companhia e suas operadoras controladas contavam com 931 estações rádio base – ERB’s, sendo 10 móveis e atendiam 308 municípios, correspondendo a uma cobertura de 74,5% da população, na tecnologia TDMA. E, contavam com 262 base transceiver station – BTS’s, atendiam a 18 municípios, correspondendo a uma cobertura de 21,5% da população, na tecnologia GSM. A digitalização da planta era da ordem de 77,4%, ou seja, 77,4% dos canais de voz eram digitais, com 98% dos clientes utilizando aparelhos celulares digitais.
  7. 7. Recursos Humanos Em 30 de setembro de 2003 a Companhia e suas operadoras controladas contavam com uma força de trabalho de 1.026 funcionários. Reestruturação Societária Em 2000, ainda sob o regime SMC, publicamos fato relevante com a intenção de promover uma reestruturação societária onde a Telpe Celular S.A. iria incorporar as demais companhias operadoras controladas pela Tele Nordeste Celular. Em dezembro de 2002, migramos para o SMP, e, em setembro de 2003 encaminhamos novo pedido de autorização à Anatel, para efetuarmos a reestruturação nos mesmos moldes do fato relevante publicado em 2000. Estamos aguardando pronunciamento da Anatel, para darmos continuidade a este processo. Anexos: - Dados históricos selecionados consolidados - Cálculo do EBITDA consolidado - Demonstrações financeiras em 30 de Setembro de 2003 e 2002 ________________________________________________________________________ O presente comunicado contém previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões não constituem fatos ocorridos no passado e refletem apenas expectativas dos administradores da companhia. Os termos “antecipa”, “acredita”, “estima”, ”espera”, “prevê”, “pretende”, “planeja”, “projeta”, ”objetiva”, bem como outros termos similares, visam identificar tais previsões as quais evidentemente envolvem riscos ou incertezas previstas ou não pela companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da companhia podem diferir das atuais expectativas e o leitor não deve se basear exclusivamente nas posições aqui realizadas. Estas previsões emitem a opinião unicamente na data em que são feitas e a companhia não se obriga a atualizá-las à luz de novas informações ou de seus desdobramentos futuros.
  8. 8. Dados Históricos Selecionados Consolidados 3ºTri/03 3º Tri/02 Clientes - Total 2.100.578 1.904.712 Adições líquidas 71.048 62.413 Market share (%) 57 62 Crescimento sobre o mesmo período do ano anterior (%) 10,3 13,3 População estimada da região (em milhões) 27,2 27,2 Penetração (%) - Tele Nordeste 7,5 6,9 - Total 13,0 11,1 Municípios cobertos - TDMA 308 301 - GSM 18 -- MOU total 108 111 Churn Total (%) 4,8 5,2 ARPU (R$) - Total 37,17 40,00 SAC – Custo de aquisição de clientes (R$) 89 137 Taxa de digitalização (%) - Planta 77 76 - Clientes 98 97 Cobertura (%) - População 75 75 - Área geográfica 29 29 Força de trabalho 1.026 1.045 Cálculo do EBITDA Consolidado (em milhares de Reais) 3º Tri/03 3º Tri/02 Acumulado/03 Acumulado/02 Receita operacional líquida 252.247 237.505 736.345 670.247 Lucro operacional 45.676 43.204 156.497 131.180 Timnet 1.196 1.898 2.968 4.615 Depreciação 45.653 45.286 137.722 133.759 Amortização do ágio 6.295 6.295 18.885 18.885 Amortização Licença GSM 1.161 - 1.161 - Receitas financeiras (30.432) (17.607) (134.804) (41.412) Despesas financeiras 20.800 25.742 102.335 58.880 EBITDA 90.349 104.818 284.764 305.907 % EBITDA 35,82 44,13 38,67 45,64 GSM
  9. 9. Balanços Patrimoniais Em 30 de Setembro de 2003 e de 2002 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado 30.09.2003 30.09.2002 30.09.2003 30.09.2002 Ativo Circulante Disponibilidades 45 75 512.896 336.889 Contas a Receber - - 149.422 121.763 Estoques - 50 9.364 5.963 Empresas de Telecomunicações - - 33.021 32.202 Impostos e contribuições a recuperar 4.516 2.691 62.451 61.598 Imposto de renda e contribuição social diferidos 710 653 52.012 49.845 Dividendos e juros sobre o capital próprio - - - - Outros ativos 739 866 13.652 10.245 6.010 4.335 832.818 618.505 Realizável a longo prazo Incentivos Fiscais - - 1.891 1.891 Imposto de renda e contribuição social diferidos - - 102.973 124.205 Créditos com empresas ligadas 5.135 7.371 - - Outros ativos 6.487 6.672 13.957 9.943 11.622 14.043 118.821 136.039 Permanente Investimentos 816.695 701.334 7.213 9.567 Imobilizado 2.778 3.426 550.122 592.293 Diferido - - - - 819.473 704.760 557.335 601.860 837.105 723.138 1.508.974 1.356.404
  10. 10. Balanços Patrimoniais Em 30 de Setembro de 2003 e de 2002 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado 30.09.2003 30.09.2002 30.09.2003 30.09.2002 Passivo Circulante Fornecedores 1.533 438 68.163 28.742 Empréstimos e financiamentos - - 39.586 80.682 Debêntures - - 223.805 17.992 Impostos e contribuições 35 381 76.291 79.929 Salários e férias a pagar 4.098 3.430 8.695 7.957 Contas a pagar a empresas ligadas 20.606 17.931 - - Empresas de Telecomunicações - - 8.240 12.616 Dividendos e juros sobre o capital próprio 3.161 2.133 7.346 5.451 Outras obrigações 4.244 7.995 27.224 28.162 33.677 32.308 459.350 261.531 Exigível a longo prazo Empréstimos e financiamentos - - 39.390 50.043 Debêntures - - - 200.000 Provisão para contingências 48 77 9.505 8.276 Outras obrigações - - 21.203 - 48 77 70.098 258.319 Participações minoritárias - - 176.146 145.801 Patrimônio líquido Capital social 313.623 288.443 313.623 288.443 Reservas especiais 144.352 165.754 144.352 165.754 Reservas de lucros 122.196 118.511 122.196 118.511 Lucros acumulados 223.209 118.045 223.209 118.045 803.380 690.753 803.380 690.753 837.105 723.138 1.508.974 1.356.404
  11. 11. Demonstração de Resultado Para os trimestres e semestres findos em 30 de Setembro de 2003 e de 2002 (Em milhares de Reais) Holding Consolidado Trimestre 09 meses Trimestre 09 meses Trimestre 09 meses Trimestre 09 meses findo em findos em findo em findos em findo em findos em findo em findos em 30.09.2003 30.09.2003 30.09.2002 30.09.2002 30.09.2003 30.09.2003 30.09.2002 30.09.2002 Receita Bruta Serviços de telecomunicações e venda de mercadorias - - - - 334.679 968.759 309.638 869.489 Deduções (Impostos e descontos) - - - - (82.432) (232.414) (72.133) (199.242) Receita Líquida - - - - 252.247 736.345 237.505 670.247 Custo dos Serviços Prestados e dos Produtos Vendidos - - - - (130.077) (368.207) (104.418) (285.092) Lucro Bruto - - - - 122.170 368.138 133.087 385.155 Receitas (despesas) Operacionais Despesas de vendas - - - - (55.187) (160.851) (49.194) (136.387) Despesas gerais e administrativas (2.463) (7.427) (2.337) (7.093) (30.529) (74.819) (23.124) (71.575) Despesas financeiras (1.547) (4.991) (2.186) (4.690) (20.800) (102.335) (25.742) (58.880) Receitas financeiras 9.996 10.572 50 364 30.432 134.804 17.607 41.412 Equivalência patrimonial 24.946 92.588 28.643 79.316 (1.196) (2.967) (1.899) (4.617) Outras receitas operacionais 172 932 (36) 2.326 11.244 19.626 5.202 16.327 Outras despesas operacionais (607) (528) (35) (136) (11.233) (27.594) (13.504) (42.815) Lucro (prejuízo) Operacional 30.497 91.146 24.099 70.087 44.901 154.002 42.433 128.620 Receita não operacional 2.141 2.189 - 472 2.248 2.538 937 1.939 Despesa não operacional - (12) - (1.487) (91) (380) (570) (3.329) Lucro antes do Imposto de Renda e da Contribuição Social 32.638 93.323 24.099 69.072 47.058 156.160 42.800 127.230 Imposto de renda e da contribuição social (2.728) (87) 1.546 3.483 (9.941) (37.445) (8.681) (31.337) Reversão dos juros sobre o capital próprio - - - - 2.859 2.859 - - Lucro (prejuízo) antes das Participações Minoritárias 29.910 93.236 25.645 72.555 39.976 121.574 34.119 95.893 Participações Minoritárias - - - - (10.066) (28.338) (8.474) (23.338) Lucro (prejuízo) Líquido 29.910 93.236 25.645 72.555 29.910 93.236 25.645 72.555 Lucro (prejuízo) líquido por lote de 1.000 ações 0,08 0,26 0,07 0,21 Número de ações em 30 de setembro de 2003 (milhares) 357.827.736 357.827.736 345.739.620 345.739.620

×