Pluralidade Cultural   África do Sul
Objetivo: <ul><li>Objetivo de conhecer as várias etnias e culturas, valorizá-las e respeitá-las. Repudiar a discriminação ...
Objetivos específicos: <ul><li>Compreender a importância das diferentes tradições culturais e religiosas. </li></ul><ul><l...
Metodologia: Pesquisa bibliográfica
<ul><li>Para que esta aprendizagem aconteça é necessário fazer relações do que o aluno já sabe com o que está aprendendo d...
 
OPRESSOR NO OPRIMIDO <ul><li>“ (...)Nenhum povo que passasse por isso como sua rotina de vida, através de séculos, sairia ...
Grupo de mulheres  Bairro São Fracisco - Lages
<ul><li>Desenvolver tecnologia de   manejo que substitua o uso do herbicida e avançar em pesquisas nesta área demonstra um...
Apresentação do trabalho
CONSCIÊNCIA + AÇÃO <ul><li>Através da Teoria da Ação Dialógica proposta por Paulo Freire, facilitar a organização de um gr...
<ul><li>Ações que valorizem as diferentes etnias e culturas devem, sim, fazer parte do dia-a-dia de todos os colégios. Mas...
 
Mística <ul><li>Aquilo que o medicamento faz para o corpo, a meditação faz para a mente. </li></ul><ul><li>Sensibilização....
 
 
Economia Solidária nas Escolas Públicas <ul><li>Para Norberto BOBBIO, “... a livre associação de indivíduos, com fins de p...
Quanto ao Ensino Religioso, há um compromisso com a transformação social e histórica diante da vida e do Transcendente. A ...
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pluralidade cultural - africa do sul

1.929 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.929
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pluralidade cultural - africa do sul

  1. 1. Pluralidade Cultural África do Sul
  2. 2. Objetivo: <ul><li>Objetivo de conhecer as várias etnias e culturas, valorizá-las e respeitá-las. Repudiar a discriminação baseada em diferenças de raça, religião,classe social, nacionalidade e sexo. Reconhecer as qualidades da própria cultura, exigir respeito para si e para os outros. </li></ul>
  3. 3. Objetivos específicos: <ul><li>Compreender a importância das diferentes tradições culturais e religiosas. </li></ul><ul><li>Estimular a pesquisa para entendimento da história. </li></ul><ul><li>Observar as semelhanças entre os Santos africanos e cristãos. </li></ul><ul><li>Perceber a influência das religiões na cultura brasileira. </li></ul>
  4. 4. Metodologia: Pesquisa bibliográfica
  5. 5. <ul><li>Para que esta aprendizagem aconteça é necessário fazer relações do que o aluno já sabe com o que está aprendendo de maneira curiosa, criativa e ousada, valorizando todo o contexto existente no seu meio social, por isso, é importante ressaltar a religiosidade de cada aluno e incentivar a pesquisa de uma nova cultura religiosa de raízes africanas e brasileira. Esta vivência irá torná-lo um indivíduo capaz de ter uma formação transformadora de atitudes e valores que irão contribuir para sua formação de cidadão pleno estabelecendo relações de aprendizagens de maneira totalmente diferente para sua cultura e ousadia nos problemas a serem resolvidos. </li></ul>
  6. 7. OPRESSOR NO OPRIMIDO <ul><li>“ (...)Nenhum povo que passasse por isso como sua rotina de vida, através de séculos, sairia dela sem ficar marcado indelevelmente. Todos nós, brasileiros, somos carne da carne daqueles pretos e índios supliciados. Todos nós brasileiros somos, por igual, a mão possessa que os supliciou. A doçura mais terna e a crueldade mais atroz aqui se conjugaram para fazer de nós a gente sentida e sofrida que somos e a gente insensível e brutal, que também somos (...)”(Darci Ribeiro - O povo brasileiro, p. 120). </li></ul>
  7. 8. Grupo de mulheres Bairro São Fracisco - Lages
  8. 9. <ul><li>Desenvolver tecnologia de manejo que substitua o uso do herbicida e avançar em pesquisas nesta área demonstra uma necessidade da agricultura familiar, o desenvolvimento de tecnologia apropriada aos agroecossistemas. Este tipo de pesquisa, quando apropriada pelos agricultores familiares, pode dar mais autonomia de insumos agroquímicos externos a propriedade, bem como, facilitar o trabalho do agricultor e melhorar a fertilidade do solo. </li></ul>É preciso que seja expulso o opressor que reside no oprimido, de forma que este se descubra como vítima e não tenha mais aderido em si o seu algoz; o que ocorre pelo engajamento na luta pela libertação. Mas isto, ninguém irá fazer pelo oprimido.
  9. 10. Apresentação do trabalho
  10. 11. CONSCIÊNCIA + AÇÃO <ul><li>Através da Teoria da Ação Dialógica proposta por Paulo Freire, facilitar a organização de um grupo de mulheres para geração de trabalho e renda, por meio da Economia Solidária e promoção dos Direitos Humanos. </li></ul><ul><li>Acolchoados e artesanato (baixeiro) em lã de ovelha. Atividade criativa para despertar a consciência coletiva. </li></ul><ul><li>Associativismo e gestão participativa </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Ações que valorizem as diferentes etnias e culturas devem, sim, fazer parte do dia-a-dia de todos os colégios. Mas isso não é tudo. É preciso que os alunos aprendam a repudiar todo e qualquer tipo de discriminação, seja ela baseada em diferenças de cultura, raça, classe social, nacionalidade, idade ou preferência sexual, entre outras tantas. </li></ul>
  12. 14. Mística <ul><li>Aquilo que o medicamento faz para o corpo, a meditação faz para a mente. </li></ul><ul><li>Sensibilização. </li></ul><ul><li>Cidadão como sujeito da sua transformação pessoal e social. </li></ul><ul><li>Responsabilidade = habilidade de resposta. </li></ul>
  13. 17. Economia Solidária nas Escolas Públicas <ul><li>Para Norberto BOBBIO, “... a livre associação de indivíduos, com fins de produção e distribuição de bens produzidos e tendo em vista a eliminação de toda a tendência autoritária através da criação da autogestão, a partir de baixo”. </li></ul>
  14. 18. Quanto ao Ensino Religioso, há um compromisso com a transformação social e histórica diante da vida e do Transcendente. A importância nessa disciplina é buscar a harmonização por meio da socialização do conhecimento religioso, promovendo o estabelecimento de novas relações do aluno consigo mesmo, com os outros, com a natureza e com o Transcendente.

×