Apresentação 3T07

294 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
294
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 3T07

  1. 1. Resultados 3T07 14 de Novembro de 2007 1
  2. 2. Destaques O volume de vendas aumentou em 7,9% no 3T07 na comparação com o 2T07; Receita bruta de R$ 124,6 milhões, com crescimento de 5,6% em relação ao 2T07; Receita líquida de R$ 113,3 milhões, 5,3% superior à do 2T07, que foi de R$ 107,6 milhões; O CPV unitário apresentou redução de 2,1% comparativamente ao 2T07; EBITDA ajustado atingiu R$ 27,7 milhões no 3T07 um aumento de 5,6% se comparado com o 2T07. A margem EBITDA foi de 24,5%, praticamente a mesma do trimestre anterior. Já o EBITDA consolidado (com Isofilme) alcançou R$ 28,5 milhões; O lucro líquido ajustado no 3T07 foi de R$ 12,2 milhões, revertendo o prejuízo apresentado no 2T07; Conclusão do IPO em julho com captação líquida de R$ 451 milhões; Conclusão do processo de aquisição da Isofilme; Encerramento das atividades da divisão de embalagens flexíveis. 2
  3. 3. Volume de Vendas Volume de Vendas (tons mil) 12,7 12,6 13,1 Cia segue recuperando volume de vendas 12,1 em seus principais negócios: Crescimento de 4% no segmento de nãotecidos; 6,9 5,6 5,7 Crescimento de 14% no segmento de 5,0 PVC, aqui incluindo recuperação em relação ao 2T07 quando houve parada para manutenções não programadas; 0,7 0,6 0,2 0,5 0,4 0,2 0,4 Divisão de embalagens em ligeira queda já refletindo o processo de desaceleração 3T06 1T07 2T07 3T07 por conta do encerramento de suas atividades. Não Tecidos Tubos e Conexões Embalagens Outros 3
  4. 4. Receita Bruta Receita Bruta (R$ milhões) Aumento de 5,6% no faturamento do 3T07 em relação ao 2T07: 140,0 121,6 118,0 124,6 No mercado externo o faturamento cresceu 41,5 6,9%, especialmente por conta do aumento nos 41,8 36,9 39,5 volumes vendidos, já que os preços declinaram 98,5 85,1 em reais (R$) por conta da desvalorização do 79,8 81,1 dolar. No mercado interno a receita bruta aumentou em 3T06 1T07 2T07 3T07 4,9% também por conta do aumento nos volumes Mercado Externo Mercado Interno vendidos, com destaque para o segmento de tubos e conexões. 4
  5. 5. Custo dos Produtos Vendidos (CPV) Custo dos Produtos Vendidos (R$ milhões) 88,2 Custo dos Produtos Vendidos unitário 83,7 declinou em 2,1% em comparação com o 81,9 trimestre anterior. 79,1 Efeito valorização do real compensou pressão altista nas resinas. 3T06 1T07 2T07 3T07 5
  6. 6. Despesas/Receitas Operacionais Despesas com vendas: crescimento de 18,2% (Despesas) Receitas operacionais (R$ milhões) em relação ao trimestre anterior, 17,1 15,9 18,7 36,3 principalmente na conta de fretes em função de um maior volume de vendas e provisão para devedores duvidosos. 6,0 7,5 6,5 7,7 6,0 7,5 Administrativas: Excluindo os gastos não 6,3 recorrentes do 3T07 (gastos com IPO de R$ 8,1 8,1 6,3 28,5 20,1 milhões) e do 2T07 (gastos aquisição Cia 12,8 7,8 de R$ 2,6 milhões), as despesas 4,7 4,7 7,8 5,8 administrativas mostram uma estabilidade 2,0 quando comparadas com o 2T07. (1,6) (1,6) (5,7) (2,5) (5,6) (5,7) Depreciação e Amortização: aumento 3T06 1T07 2T07 3T07 explicado em função de que no 2T07 houve um Outras receitas operacionais Depreciação e amortização estorno (crédito) na amortização do ágio devido Administrativas Com vendas a alteração no prazo de amortização de 5 para 10 anos. Outras despesas/receitas) operacionais: nesta linha está registrado o resultado da equivalência patrimonial na Isofilme, no valor de R$ 4 milhões. 6
  7. 7. EBITDA e Margem Ebitda EBITDA Ajustado (R$ milhões) e Margem EBITDA (%) Ebitda ajustado foi de R$ 27,7 milhões, com crescimento de 5,6% em relação ao 32,1 2T07; incluindo a Isofilme, o Ebitda ajustado atingiu R$ 28,5 milhões; 26,3 27,7 23,9 25,4% Margem de Ebitda ficou estável em 24,5% refletindo queda nos preços de venda em 24,4% 24,5% R$; 21,7% Estimamos nossa “perda” de Ebitda no 3T07 em R$ 2,7 milhões por conta do impacto da desvalorização do dólar sobre os preços nos mercados interno e externo. 3T06 1T07 2T07 3T07 Despesas não recorrentes que impactaram o EBITDA no 3T07: Margem EBITDA Ajustada Gastos com IPO: R$ 20,1 milhões; Ajuste inventário: R$ 2,7 milhões; Aquisição Isofilme, descontinuidade da transportadora e da unidade de embalagens flexíveis: R$ 2,9 milhões. 7
  8. 8. Lucro Líquido e Margem Líquida Lucro Líquido Ajustado (R$ milhões) e Margem Líquida (%) Lucro Líquido ajustado no 3T07 foi de R$12,2 milhões, revertendo o resultado 21,9 negativo registrado no 2T07; e a margem líquida foi de 10,8%; 12,2 Esse resultado positivo reflete melhoras no 17,4% desempenho operacional, e a nova posição financeira patrimonial da companhia após o 10,8% 2,4 IPO. -3,8 2,3% -3,6% 3T06 1T07 2T07 3T07 Margem Líquida Ajustada 8
  9. 9. Endividamento - Consolidado Composição da Dívida Líquida (R$ MM) 30/09/07 30/06/07 Dívida total Financiamento Curto Prazo 283,2 499,6 Financimento Lonto Prazo 109,7 30,7 392,3 530,3 Total 210,5 57,8 Caixa 182,4 472,5 Dívida líquida Divida Líquida / EBITDA (1) 1,6X 4,5X (1) EBITDA ajustado do trimestre + EBITDA da Isofilme, anualizado 9
  10. 10. Endividamento (cont.) A Companhia pretende dar continuidade à sua estratégia de alongamento do perfil e redução no custo do seu endividamento. Próximas etapas: 1)Eliminação do endividamento de curto prazo da Isofilme, de aproximadamente R$ 25 milhões, através de aporte de capital; 2)Resgate do Eurobond, no valor de USD 10 milhões, emitido pela Isofilme ao custo de USD + 9% a.a.; 3)Finalização da operação de resgate das NP’s (aproximadamente R$ 250 milhões), utilizadas para financiar a aquisição da Companhia; 4)O financiamento destas operações e a recomposição do caixa da Companhia serão viabilizados através da emissão de debêntures públicas e/ou pela obtenção de recursos de longo prazo junto a rede bancária. 10
  11. 11. Destaques Operacionais 1) Projeto KAMI 9 • Obras civis finalizadas e montagem da máquina dentro do cronograma; • Início das operações em janeiro de 2008; • Investimento em linha com o orçamento. 2) Nãotecidos – Laminados • Vendas em linha com o planejamento e atingimento da capacidade plena de produção no 4T07. 3) Nãotecidos - Produtos Médicos • Atividades de planejamento e desenvolvimento de produtos já iniciadas; • Contratação de executivo com larga experiência no setor finalizada; • Expectativa de início das vendas no 1S08. 4) ISOFILME • Processo de aquisição finalizado; • Áreas de vendas, controladoria e finanças já integradas; • Investimentos em melhoria operacional para atingimento da capacidade plena de produção devem estar concluídos até o final deste ano. 11
  12. 12. Destaques Operacionais (Cont.) 5) Divisão de Embalagens Flexíveis • Operações encerradas em 30 de setembro; • Venda dos equipamentos e instalações deve estar concluída até o final do ano. 6) Projeto SAP • Projeto inciado oficialmente em agosto; • Conclusão do projeto ao final do 1T08. 7) Divisão de Tubos e Conexões de PVC • Contratação de um Diretor Geral com larga experiência no setor; • Recebimento de novos moldes de conexões conforme conograma para aumento de capacidade; • Manutenção do cronograma de instalação da extrusora para grandes diametros que entrará em funcionamento no 4T07. 12
  13. 13. Contato de RI Rubens Sardenberg Diretor de RI Tel: (41) 3381-7600 Fax: (41) 3283-5909 São José dos Pinhais – PR rubens@providencia.com.br www.providencia.com.br/ri As palavras “acredita”, “antecipa”, “espera”, “estima”, “irá”, “planeja”, “pode”, “poderá”, “pretende”, “prevê”, “projeta”, entre outras palavras com acredita” antecipa” espera” estima” irá”, planeja” pode” poderá”, pretende” prevê” projeta” significado semelhante, têm por objetivo identificar estimativas e projeções. Estimativas e projeções futuras envolvem incertezas, riscos e projeç projeç premissas, pois incluem informações relativas aos nossos resultados operacionais futuros possíveis ou presumidos, estratégia de negócios, informaç possí estraté negó planos de financiamento, posição competitiva no mercado, ambiente setorial, oportunidades de crescimento potenciais, efeitos de regulamentação posiç crescimento regulamentaç futura e efeitos da competição. Devido aos riscos e incertezas descritos acima, os eventos estimados e futuros discutidos nesta apresentação competiç estimados apresentaç podem não ocorrer e não são garantia de acontecimento futuro. A Providência não se obriga a atualizar essa apresentação mediante novas apresentaç 13 informações e/ou acontecimentos futuros. informaç

×